Guia Eletricista Residencial Completo

  • Published on
    15-Jun-2015

  • View
    23.452

  • Download
    14

Embed Size (px)

DESCRIPTION

manual de instalaes eltricas

Transcript

<p>Este documento foi oferecido por:</p> <p>Pertence a:</p> <p>1</p> <p>A Schneider Electric Brasil no pode ser responsabilizada por quaisquer problemas, tais como perdas e danos, prejuzos e lucros cessantes decorrentes de projetos e instalaes desenvolvidos por terceiros.2</p> <p>Manual e Catlogo do Eletricista</p> <p>O objetivo deste guia fornecer as informaes bsicas necessrias para a denio de uma instalao eltrica residencial. Para informaes complementares, consulte as normas NBR 5410 - Instalaes eltricas BT, NR 10 - Segurana em instalaes e servios com eletricidade.</p> <p>Ateno!Compre sempre produtos originais, com o respaldo e a garantia que somente podem ser oferecidos pela Schneider Electric. Evite a pirataria. Adquira somente produtos originais em distribuidores autorizados Schneider Electric para preservar a segurana das pessoas e das instalaes.1</p> <p>2</p> <p>ndice Geral1 2 3 4 Introduo Projetos Especificando Dispositivos de Proteo Esquemas de Ligao em Instalaes Residenciais Produtos Diferenciados Distribuio Eltrica Controle e Comando de Potncia Acabamentos Eltricos Automao Residencial IHC</p> <p>5 6 7 8 9</p> <p>3</p> <p>ndice de designaes</p> <p>Descrio A Automao Residencial Linha IHC B Botoeiras Plsticas Linha XAL E Optimum Botes e Sinalizadores Plsticos Linha Harmony XB7 C Campainha Eletrnica 2 tons Chaves de Partida Linha LE1-E Conjunto para Comando de Ventilador Contatores Modulares CT Contatores Modelo D Contatores, Chaves Reversoras Contatores Modelo K - Minicontatores, Minichaves Reversoras D Detector de Fumaa 8 A 220 Va Detector de Gs GLP 8 A 220 Va Detector de Gs Natural 8 A 220 Va Detector de Inundao 8 A 220 Va Detector de Monxido de Carbono (CO) 8 A 220 Va Disjuntores em Caixa Moldada Compact NB600/800N Disjuntores em Caixa Moldada EasyPact EZC100N/H Disjuntores em Caixa Moldada EasyPact EZC250N/H Disjuntores em Caixa Moldada EasyPact EZC400N Disjuntores Modulares C120N Disjuntores Modulares K32a Disjuntores Modulares K60 Dispositivos de Proteo contra Surtos DPS</p> <p>Referncia</p> <p>Pgina 9/4</p> <p>7/15 7/12</p> <p>5/4 7/11 5/5 161 LC1-D LC1-K 6/21 7/7 7/4</p> <p>5/8 5/10 5/12 5/14 5/16 6/33 6/32 6/32 6/33 183 K32a 1116l/21 6/6, 6/12 6/4, 6/8 6/4, 6/9 6/7, 6/16</p> <p>5</p> <p>ndice de designaes</p> <p>Descrio I Interruptor Automtico por Presena Interruptor por Carto para Gerenciamento de Iluminao/Cargas 5 A 250 Va Interruptor e Pulsador Bipolar Paralelo com Parada Central 6 A 250 Va Interruptores Diferenciais ID (RCCB) Interruptores-Seccionadores Interpact INS40 a 160 L Linha Claris Linha Decor Linha Flex Linha Fort Linha Lunare Linha Mdena Linha Tec Linha Toc Luz Sinalizadora M Minicmeras de Vdeo Minuteria Eletrnica Mdulo de Potncia com Corrente de Comando Limitada a 1 mA, 2 Vcc 10 A at 230 Va Mdulo de Potncia para Iluminao Mdulo de Potncia para Motores</p> <p>Referncia</p> <p>Pgina 5/18 5/21</p> <p>5/23</p> <p>16/23</p> <p>6/5, 6/11 6/30</p> <p>8/32 8/13 8/48 8/57 8/22 8/4 8/53 8/40 5/23 5/24 5/26 5/27</p> <p>5/28 5/28</p> <p>6</p> <p>ndice de designaes</p> <p>Descrio P Pentes de Conexo Linha Multi 9 Placa-Suporte para reas midas IP54 Placa-Suporte para Divisrias Protetor de Tenso Q Quadros Modulares Micro Pragma Quadros Modulares Mini Pragma Quadros Modulares Pragma R RF Interruptor Radiofreqncia T Telerruptores TL V Variador de Luminosidade (Dimmer) Variador de Luminosidade Digital (Dimmer Digital) Variador Eletrnico para Ventilador</p> <p>Referncia 148</p> <p>Pgina 6/14 5/30 5/30 5/31</p> <p>10</p> <p>6/22 6/23</p> <p>PRA</p> <p>6/26</p> <p>5/32 155 6/18 5/36 5/38 5/40</p> <p>7</p> <p>1</p> <p>1/1 1/1</p> <p>Introduo</p> <p>Os tipos de fornecimento de energia eltrica, seus limites e os valores de tenso podem ser diferentes, conforme a regio Essas informaes so obtidas com a companhia de eletricidade de sua cidade. Os exemplos citados a seguir so meramente ilustrativos e no devem ser utilizados como referncia. Consulte sempre a companhia de eletricidade local antes de comear o projeto de sua instalao.</p> <p>1/2</p> <p>1</p> <p>ndice</p> <p>Dicas de segurana Valores de tenso Tipos de fornecimento de energia eltrica Padro de entrada Componentes tpicos de entrada de energia eltrica Esquemas de aterramento</p> <p>1/4 1/8</p> <p>1/8 1/9</p> <p>1/10 1/11</p> <p>1/3</p> <p>Captulo 1: Introduo</p> <p>Dicas gerais de seguranaAo executar uma instalao eltrica, ou durante sua manuteno, procure tomar os seguintes cuidados: Antes de qualquer interveno, desligue a chave geral (disjuntor ou fusvel). Teste sempre o circuito antes de trabalhar com ele, para ter certeza de que no est energizado. Desconecte os plugues durante a manuteno dos equipamentos. Leia sempre as instrues das embalagens dos produtos que sero instalados. Utilize sempre ferramentas com cabo de material isolante (borracha, plstico, madeira etc). Dessa maneira, se a ferramenta que voc estiver utilizando encostar acidentalmente em uma parte energizada, ser menor o risco de choque eltrico. No use jias ou objetos metlicos, tais como relgios, pulseiras e correntes, durante a execuo de um trabalho de manuteno ou instalao eltrica. Use sempre sapatos com solado de borracha. Nunca use chinelos ou calados do gnero eles aumentam o risco de contato do corpo com a terra e, conseqentemente, o risco de choques eltricos. Nunca trabalhe com as mos ou os ps molhados. Utilize capacete de proteo sempre que for executar servios em obras onde houver andaimes ou escadas.</p> <p>1/4</p> <p>1Instalao de chuveiros eltricos </p> <p>Chuveiros e torneiras eltricas devem ser aterrados. Instale o o terra corretamente, de acordo com a orientao do fabricante. Pequenos choques, os derretidos e cheiro de queimado so sinais de problemas que precisam ser corrigidos imediatamente. No mude a chave vero-inverno com o chuveiro ligado Nunca diminua o tamanho da resistncia para aquecer mais a gua. possvel a substituio do chuveiro por outro mais potente, desde que adequado ao existente. No reaproveite resistncias queimadas.</p> <p>Instalao de antenas</p> <p>Instale a antena de TV longe da rede eltrica. Se a antena tocar nos os durante a instalao, h risco de choque eltrico.</p> <p>Troca de lmpadas </p> <p>Desligue o interruptor e o disjuntor do circuito antes de trocar a lmpada. No toque na parte metlica do bocal nem na rosca enquanto estiver fazendo a troca. Segure a lmpada pelo vidro (bulbo). No exagere na fora ao rosque-la. Use escadas adequadas.</p> <p>Tomadas e equipamentos </p> <p>Coloque protetores nas tomadas. Evite colocar campainhas e luminrias perto da cortina. No trabalhe com os ps descalos ao trocar fusveis eltricos. No passe os eltricos por baixo de tapetes. Isso pode causar incndios.1/5</p> <p>Captulo 1: Introduo</p> <p>Instalaes eltricas</p> <p>Faa periodicamente um exame completo na instalao eltrica, vericando o estado de conservao e limpeza de todos os componentes. Substitua peas defeituosas ou em ms condies e verique o funcionamento dos circuitos. Utilize sempre materiais de boa qualidade. Acrscimos de carga (instalao de novos equipamentos eltricos) podem causar aquecimento excessivo dos os condutores e maior consumo de energia, resultando em curtos-circuitos e incndios. Certique-se de que os cabos e todos os componentes do circuito suportem a nova carga. Incndios em aparelhos eltricos energizados ou em lquidos inamveis (leos, graxas, vernizes, gases) devem ser combatidos com extintores de CO2 (gs carbnico) ou p qumico. Incndios em materiais de fcil combusto, como madeira, pano, papel, lixo, devem ser combatidos com extintores de gua. Em ligaes bifsicas, o desequilbrio de fase pode causar queima de fusveis, aquecimento de os ou mau funcionamento dos equipamentos. Corrija o desequilbrio transferindo alguns aparelhos da fase mais carregada para a menos carregada (ver item 4.2.5.6 da norma NBR5410). As emendas de os devem ser bem feitas, para evitar que se aqueam ou se soltem. Depois de emend-los, proteja-os com ta isolante prpria para os. Evite condutores de m qualidade, pois eles prejudicam a passagem da corrente eltrica, superaquecem e provocam o envelhecimento acelerado da isolao.</p> <p>1/6</p> <p>1</p> <p>Conra, na placa de identicao do aparelho ou no manual de instruo a tenso e a potncia dos eletrodomsticos a serem instalados. Quanto maior a potncia do eletrodomstico, maior o consumo de energia. Fusveis so dispositivos de proteo contra sobrecarga ou curto-circuito na instalao eltrica. Quando um fusvel derreter ou fundir, desligue a chave e troque-o por um novo, de igual amperagem. No substitua fusveis por moedas, arames, os de cobre ou qualquer outro objeto inadequado. Isso elimina o principal dispositivo de segurana contra a queima de equipamentos e lmpadas. recomendada a troca de fusveis por disjuntores termomagnticos, que so mais seguros e no precisam de substituio em caso de anormalidade no circuito. No instale interruptor, fusvel ou qualquer outro dispositivo no o neutro. A fuga de corrente semelhante a um vazamento de gua: paga-se por uma energia desperdiada. Ela pode acontecer por causa de emendas malfeitas, os desencapados ou devido isolao desgastada, aparelhos defeituosos e consertos improvisados. Utilize interruptores diferenciais residuais (DR) para evitar este tipo de problema.</p> <p>Para maiores informaes, consulte a norma NR 10 (Segurana em instalaes e servios em eletricidade).</p> <p>1/7</p> <p>Captulo 1: Introduo</p> <p>Valores de tensoOs valores de tenso dependem do tipo de ligao feita pela concessionria no transformador de distribuio secundria de mdia para baixa tenso. Estas so as possveis ligaes e suas respectivas tenses: Ligao em tringulo: tenso entre fase e neutro de 110 Va e entre fase e fase de 220 Va, Ligao em estrela: tenso entre fase e neutro de 127 Va e entre fase e fase de 220 Va.</p> <p>Tipos de fornecimento de energia eltricaMonofsico: Feito a dois os: um fase e um neutro, com tenso de 110 Va, 127 Va ou 220 Va. Normalmente, utilizado nos casos em que a potncia ativa total da instalao inferior a 12 kW. Bifsico: Feito a trs os: duas fases e um neutro, com tenso de 110 ou 127 Va entre fase e neutro e de 220 Va entre fase e fase. Normalmente, utilizado nos casos em que a potncia ativa total da instalao maior que 12 kW e inferior a 25 kW. o mais utilizado em instalaes residenciais. Trifsico: Feito a quatro os: trs fases e um neutro, com tenso de 110 ou 127 Va entre fase e neutro e de 220 Va entre fase e fase. Normalmente, utilizado nos casos em que a potncia ativa total da instalao maior que 25 kW e inferior a 75 kW, ou quando houver motores trifsicos ligados instalao.1/8</p> <p>1Padro de entradaUma vez determinado o tipo de fornecimento, podese determinar tambm o padro de entrada, que vem a ser, o poste com isolador, a roldana, a bengala, a caixa de medio e a haste de terra, que devem ser instalados de acordo com as especicaes tcnicas da concessionria para o tipo de fornecimento Com o padro de entrada pronto e denido, de acordo com as normas tcnicas, dever da concessionria fazer uma inspeo. Se a instalao estiver correta, a concessionria instala e liga o medidor e o ramal de servio.Ramal de servio</p> <p>Medidor</p> <p>Ponto de entrega</p> <p>As normas tcnicas de instalao do padro de entrada, assim como outras informaes desse tipo, devem ser obtidas na agncia local da companhia de eletricidade. Com o padro de entrada feito e o medidor e ramal de servio ligados, a energia eltrica fornecida pela concessionria estar disponvel e poder ser utilizada.1/9</p> <p>Captulo 1: Introduo</p> <p>Componentes tpicos da entrada de energia eltrica</p> <p>Atravs do circuito de distribuio, a energia levada do medidor (ponto de entrega) at o quadro de distribuio, mais conhecido como quadro de luz.</p> <p>1/10</p> <p>1Esquemas de aterramentoConforme a norma NBR 5410, existem cinco tipos de esquemas de aterramento. So eles: TN-S, TN-C, TN-C-S, TT e IT. Sua classicao feita da seguinte maneira: A primeira letra indica a situao da alimentao em relao terra: T = um ponto diretamente aterrado; I = todos os pontos de fase e neutro so isolados em relao terra ou um dos pontos isolado atravs de uma carga. A segunda letra indica a situao das massas da instalao eltrica em relao terra: T = massas diretamente aterradas, independentemente do aterramento da alimentao; N = massas ligadas no ponto de alimentao aterrado (normalmente o ponto neutro). Outras letras (eventuais) indicam a disposio do condutor neutro e do condutor de proteo: S = funes de neutro e de proteo asseguradas por condutores distintos; C = funes de neutro e de proteo combinadas em um nico condutor (condutor PEN). Os esquemas mais utilizados em instalaes residenciais so: TN-C, TN-C-S e TT, apresentados a seguir: Legenda: N - Condutor de neutro F - Condutor de fase R - Condutor de retorno PE - Condutor de proteo eltrica (terra) PEN - Condutor de neutro aterrado</p> <p>1/11</p> <p>Captulo 1: Introduo</p> <p>Esquema TN-CNos esquemas do tipo TN, um ponto da alimentao diretamente aterrado, e as massas da instalao so ligadas a esse ponto atravs de condutores de proteo. No esquema TN-C, as funes de neutro e de proteo so combinadas no mesmo condutor (PEN). Esse tipo de esquema tambm utilizado no aterramento da rede pblica. Veja esquema na pgina seguinte.</p> <p>Esquema TN-C-SNo esquema TN-C-S as funes de neutro e de proteo tambm so combinadas em um mesmo condutor (PEN), porm este se divide em um condutor de neutro e outro de proteo (PE/terra) no circuito onde so ligadas as massas. Veja esquema na pg. 1/14.</p> <p>Esquema TTO esquema TT possui um ponto da alimentao diretamente aterrado, e as massas da instalao so ligadas a eletrodos de aterramento eletricamente distintos do eletrodo de aterramento da alimentao. Veja esquema na pg. 1/15.</p> <p>1/12</p> <p>1Esquema TN-C</p> <p>Ateno: de acordo com o item 5.1.2.2.4.2 da norma NBR 5410, no esquema TN-C no podem ser utilizados dispositivos DR para seccionamento automtico, para melhor proteo contra choques eltricos.1/13</p> <p>Captulo 1: Introduo</p> <p>Esquema TN-C-SEste esquema o mais recomendado para instalaes residenciais.</p> <p>1/14</p> <p>1Esquema TTO esquema TT pode ser utilizado quando a residncia for distante do quadro de distribuio, pois assim se gasta menos com os ou cabos.</p> <p>Ateno: de acordo com o item 5.1.2.2.4.3 da norma NBR 5410, no esquema TT devem ser utilizados dispositivos DR no seccionamento automtico, para melhor proteo contra choques eltricos.1/15</p> <p>2</p> <p>2/1 2/1</p> <p>Projetos</p> <p>Alguns conceitos bsicos sobre tenso, corrente e potncia eltrica so necessrios para determinarmos o valor da corrente de projeto.</p> <p>2/2</p> <p>2</p> <p>ndice</p> <p>Tenso, corrente eltrica e resistncia Potncia eltrica Fator de potncia Previso de cargas Clculo da corrente dos circuitos terminais Dimensionamento dos condutores Dimensionamento dos eletrodutos</p> <p>2/4 2/5 2/7 2/8</p> <p>2/21</p> <p>2/27</p> <p>2/35</p> <p>2/3</p> <p>Captulo 2: Projetos</p> <p>Tenso, corrente eltrica e resistnciaConsidere o pequeno circuito eltrico abaixo:</p> <p>Esse circuito pode representar, de maneira simplicada, a instalao eltrica de uma residncia. O circuito est ligado rede em 110 Va, e uma lmpada (R) utilizada como carga. No circuito, a rede fornece a fora necessria para que os eltrons contidos na lmpada e nos os se movimentem de forma ordenada. A esse movimento ordenado dos eltrons damos o nome de corrente eltrica (I). A fora que a impulsiona c...</p>