Introducao Ao Direito i 2014

  • View
    30

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Introducao Ao Direito i 2014

INTRODUO AO DIREITO

INTRODUO AO DIREITO1Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Maria Beatriz Teixeira Advogada

Contato: mariabeatrizteixeira@uol.com.br

2Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Conceitos O conceito de Direito possui vrias acepes, no estanque, limitado a uma s definio utilizado em vrios sentidos ou acepes.3Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Segundo Hugo de Brito a definio do Direito fica a depender da postura filosfica que o jurista adota.

Todas essas acepes ou conceitos compem a Teoria do Direito e o seu conhecimento so fundamentais para identificarmos o fato jurdico.

08/03/2014Maria Beatriz Teixeira4Podemos afirmar que a Teoria do Direito um conjunto sistematizado de conceitos que nos permite conhecer o domnio da realidade.

Assim o direito pode ser entendido como um sistema de limites ao qual nos submetemos para que seja possvel a vida em sociedade.

Este sistema complexo, harmonioso e alberga mecanismo que evitam as contradies ( antinomias). No h espaos vazios.

08/03/2014Maria Beatriz Teixeira5Este sistema jurdico ao limitar liberdades limita tambm o poder.Poder a aptido que os seres humanos possuem de tomar decises e fazer valer suas decises.O poder apresenta-se de vrias formas ( poltico, econmico, de liderana.) Sempre limitado pelo Direito.08/03/2014Maria Beatriz Teixeira6Direito a cincia das normas obrigatrias que disciplinam as relaes dos homens em sociedade.(Dicionrio Aurlio)

7Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Devemos estudar o direito dentro de um contexto social, o direito existe para regular as relaes em sociedade.

O direito constitui uma condio sine qua non da coexistncia humana.

8Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Epistemologia Jurdica (epistme cincia) O Direito possui muitos contedos e significaes, pois tem sido empregado em vrias geraes designando uma realidade.

9Maria Beatriz Teixeira08/03/2014A dificuldade de encontrar uma definio nica, concisa e universal para o direito consiste no fato das inmeras manifestaes em que se pode apresentar o direito.

10Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Definir direito fazer epistemologia ou seja e conjugar cincia e estudo , muitos autores afirmam que o direito no tem um conceito uniforme nico.

11Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Definio Nominal - dizer o que uma palavra ou nome significa

Definio Real - dizer o que uma coisa ou realidade .

E nesse sentido passamos as acepes da palavra direito.12Maria Beatriz Teixeira08/03/2014 Conceitoso direito resulta de um complexo de fatores que a filosofia e a sociologia estudam, mas se manifesta, como ordenao vigente e eficaz. 13Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Se realiza atravs de um conjunto sistemtico de regras que determinam atos e abstenes, sob pena de se imputarem ao transgressor certas consequncias ou sanes punitivas (Miguel Reale)

14Maria Beatriz Teixeira08/03/2014O direito pode ser visto como duas perspectivas diferentes:

como elemento de conservao das estruturas sociais, ou como instrumento de promoo das transformaes da sociedade. ( Andr F. Montoro)

15Maria Beatriz Teixeira08/03/2014O Direito como SistemaO Direito um sistema que impe limites conduta humana, para que seja possvel a vida em sociedade. Tendo como funo ordenar a convivncia e o desenvolvimento dos povos.16Maria Beatriz Teixeira08/03/2014A ningum permitido alegar desconhecimento da lei. um instrumento de pacificao social.

Art. 3 Ningum se escusa de cumprir a lei, alegando que no a conhece. CC17Maria Beatriz Teixeira08/03/2014O Direito como sistema de limites - ao limitar a liberdade de cada um, garante a de todos.(Hugo M.Brito)

18Maria Beatriz Teixeira08/03/2014

O Direito possui outros significados:

Direito Norma: o Direito brasileiro probe a eutansia. Esse conceito o mais comum, direito/norma de cumprimento obrigatrio, alguns autores o denominam de Direito Objetivo.

Direito Faculdade: o Estado tem o "direito" de legislar, o poder, a prerrogativa de criar leis, podendo ou no cri-las.

19Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Direito Justo: frias um "direito" do trabalhador.

Direito Fato Social: o "Direito" um setor da realidade social; considerado um fenmeno da vida coletiva.

Direito Cincia: o estudo do "Direito" requer mtodo prprio; cabe ao direito estudar a violncia.

20Maria Beatriz Teixeira08/03/2014A funo do juiz e do jurista em suas diversas atividades descobrir o direito. Isto o justo.

Jurisdio - dizer o direito

08/03/2014Maria Beatriz Teixeira21Definio Etimolgica, oriunda do adjetivo latino directumm ou rectum que significa a qualidade daquilo que est conforme a reta, o que no tem inclinao.

JUS (JURIS)- vocbulo latino segundo os filsofos existem duas origens: a) derivado do termo latino jussum mandarb) Justum justo, justia, correto. Utilizado pelos romanos, para designar o que era correto/lcito/direito.

22Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Definio Semntica, a palavra Direito tambm possui histria e passou por vrios significados at hoje:

A qualidade do que est conforme a reta;Aquilo que est conforme a lei;Pode ser a prpria lei, ou um Conjunto de leis, Pode ser a cincia que estuda as leis.

23Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Direito ObjetivoDireito Objetivo em sentido amplo compreende a lei, as normas jurdicas, todas as prescries jurdicas, atos, portarias, resolues etc., todavia essa acepo incompleta, pois o direito objetivo no se restringe apenas a lei. (AF Montoro) a norma agendi. (Cdigo Penal, Processo Penal, Cdigo de Processo Civil, Ambiental, Lei Maria da Penha, etc.24Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Clvis Bevilqua - em sua Teoria Geral do Direito conceitua direito como sendo uma regra social obrigatria.

Para Aubry e Rau - o direito o conjunto de preceitos ou regras, a cuja observncia obrigatria.

25Maria Beatriz Teixeira08/03/2014 IHERING Considera o direito como um conjunto de normas coativamente garantidas pelo poder pblico. ANDR FRANCO MONTORO D. Estatal e No Estatal)Leciona que existe normas elaboras por entidades no Estatal ( sindicatos, conselhos, organizaes) que tambm podem ser tidas como normas cogentes ex. estatutos, convenes trabalhistas, etc.

26Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Continuao Direito ObjetivoNorma (direito objetivo) - um padro de comportamento, em razo do qual se dir se a conduta correta ou incorreta no plano jurdico. a previso de fatos e padro para avaliao destes.Direito Objetivo: o complexo de normas que so impostas s pessoas, tendo carter de universalidade, para regular suas relaes. o direito como norma (ius est norma agendi).08/03/2014Maria Beatriz Teixeira27O Direito objetivo aquilo que se chama na expresso latina como norma agendi, isto , uma norma de conduta.

um complexo de normas que regula as relaes juridicamente relevantes.

08/03/2014Maria Beatriz Teixeira28Direito PositivoO Direito Positivo constitudo pelo conjunto de normas elaboradas por uma sociedade determinada, que ir comandar sua vida interna. o escrito.So as normas produzidas pelo Estado.So prescries jurdicas, o direito aplicado.Direito Positivo: vale por tempo determinado, e pode ser modificado dentro de certo espao geogrfico. conhecido pela promulgao.08/03/2014Maria Beatriz Teixeira29Direito Consuetudinrio - costume

Resultante do reconhecimento de condutas repetidas e gerais (cheque ps-datado).So regras sociais que se incorporadas na comunidade, variam de local para local.Resultante de jurisprudncias decises reiteradas dos juzes, tem fora e valor de lei formal vigora nessa espcie de direito o princpio stare decisis et quieta non movere. (estar com as coisas decididas e no mover as coisas quietas) Prevalece nos pases anglo-americanos. Expresso do poder social.30Maria Beatriz Teixeira08/03/2014Direito consuetudinrio odireito que surge dos costumes de uma certa sociedade, no passando por um processo formal de criao de leis, onde umpoder legislativocrialeis, emendas constitucionais, medidas provisrias etc. No direito consuetudinrio, as leis no precisam necessariamente estar num papel ou serem sancionadas ou promulgadas. Os costumes transformam-se nas leis.08/03/2014Maria Beatriz Teixeira31Atualmente apenas trs pases adotam integralmente o direito consuetudinrio: aMonglia, oSri LankaeAndorra(embora adote, parcialmente, odireito romano-germnico).

O sistema adotado nos pases anglo-saxes e de influncia britnica ocommon law, no sendo um sinnimo de direito costumeiro. Nacommon law, o direito criado ou aperfeioado pelos juzes: uma deciso a ser tomada num caso depende das decises adotadas para casos anteriores e afeta o direito a ser aplicado a casos futuros; o costume importante, mas no o elemento dominante, existindo tambm leis escritas.

No Brasil, o costume extremamente limitado, geralmente encontrado no mbito do Direito Tributrio e do Direito Privado, mormente nas relaes de cunho comercial. No Direito Privado, devem constar de registro prprio nasJuntas Comerciais. um direito consagrado pelos costumes.

08/03/2014Maria Beatriz Teixeira32Sistema Common LawCommon law(doingls"direito comum") odireitoque se desenvolveu em certos pases por meio das decises dostribunais, e no mediante atoslegislativosouexecutivos. Constitui portanto umsistema ou famlia do direito, diferente dafamlia romano-germnica do direito, que enfatiza os atos legislativos. Nos sistemas decommon law, o direito criado ou aperfeioado pelos juzes: uma deciso a ser tomada num caso depende das decises adotadas para casos anteriores e afeta o direito a ser aplicado a casos futuros. Nesse sistema, quando no existe um precedente, os juzes possuem a autoridade para criar o direito, estabelecendo um precedente.O conjunto de precedentes chamado decommon.08/03/2014Maria Beatriz Teixeira33Os sistemas dec