Livreto Trimestral - OSB Out/Nov/Dez 2014

  • Published on
    08-Apr-2016

  • View
    218

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Livreto com a programao trimestral da Orquestra Sinfnica Brasileira em 2014.

Transcript

<ul><li><p>Programao 2014</p><p>outubro, novembro e dezembroalbrecht mayer estreia no BrasilJennifer Larmore canta peas de ravel e BergSir James galway pela primeira vez no pas</p></li><li><p>VALE, PREFEITURA DO RIO E BNDES APRESENTAM:</p><p>Programao 2014</p><p>outubro, novembro e dezembro</p><p>Toda a programao est sujeita a alteraes.l livre para todos os pblicos</p><p>TheaTro Municipal</p><p>cidade das arTes</p><p>sala so paulo</p><p>JOO PAULO CUENCAEscritor aborda a msica de Jonny Greenwood</p><p>CICLO BRUCKNEROSB apresenta a Terceira Sinfonia no Rio e em So Paulo</p><p>TAMILA SALIMDJANOVARevelao do piano encontra Prokofiev e Tchaikovsky no Municipal</p><p>SIR JAMES E LADY JEANNE GALWAYMsicos interpretam Bach e Mozart com a OSB</p></li><li><p>PATROCINADOR MASTER</p><p>Apoio finAnceiroMAntenedores apoio</p><p>apoio institucional</p><p>apoio cultural</p><p>Realizao</p><p>agncia de negcios e relaes institucionais</p><p>PATROCINADORES DE SRIE</p><p>Para papel couch brilho e mate </p><p>100% Cyan e 65% Yellow</p></li><li><p>NOTCIAS 08</p><p>CONCerTOS</p><p> 23 out srie Topzio 10 26 out srie Safira 10</p><p> 07 nov srie Ametista 14 15 nov srie Turmalina 16 29 nov srie Cidade das Artes Grande Sala 20 30 nov srie Safira 20</p><p>SrIe CIdAde dAS ArTeS TeATrO de CmArA 24</p><p>CONCerTOS dA JUVeNTUde 25</p><p>CrdITOS</p><p>Fundao Orquestra Sinfnica Brasileira 26Corpo Artstico 28Corpo Administrativo 30</p><p>SerVIO 32</p><p>ndice</p><p>RIO.A CAPITAL BRASILEIRAQUE MAIS INVESTE EM CULTURA.</p><p>A cultura essencial na vida dos cidados e da cidade. tambm uma vocao do Rio de Janeiro. Por isso, a Prefeitura investiu ao longo de 2013 cerca de R$ 270 milhes em projetos culturais de artistas e produtores cariocas e em sua rede de equipamentos culturais. Foram mais de 500 espetculos, festivais, mostras, filmes, sries de TV, livros, exposies, shows, cursos e aes de incluso e democratizao do acesso, entre outras iniciativas. O Museu de Arte do Rio (MAR) foi inaugurado em maro de 2013 e j recebeu mais de 365 mil visitantes. Foram criados 50 pontos de cultura em todas as regies da cidade. Comeou a funcionar a nova Lei de Incentivo Cultura, a maior do pas em nvel municipal.</p><p>E vem muito mais por a!</p></li><li><p>nossa temporada apresenta, em seu ltimo trimestre, uma seleo muito especial de solistas convidados. Em outubro, o alemo Albrecht Mayer, considerado um dos obostas mais importantes de sua gerao e aclamado pela critica como milagroso, apresenta o Concerto para obo em R maior, uma das ltimas obras escritas por Richard Strauss, que completa 150 anos de nascimento este ano. Nela, Strauss volta ao estilo romntico de sua juventude, diferente dos concertos que escrevia em 1920; mas as formas meldicas, as sucesses harmnicas e as caractersticas rtmicas da pea nos ajudam a reconhecer a identidade do compositor.</p><p>Em novembro, a mezzo-soprano Jennifer larmore dona de uma carreira extraordinria, que inclui apresentaes regulares nas principais casas de pera do mundo interpretar a Shhrazade de Ravel e as Sete Canes de Juventude de Alban Berg. Nas semanas seguintes, a jovem pianista Tamila Salimdjanova, vencedora do Concurso Internacional BNDES de Piano em 2013, tocar o Concerto para piano n 1 de Tchaikovsky, e Nelson Freire interpretar com a OSB o Concerto n 2 de Chopin, no espetculo de abertura da edio 2014 do Concurso. Finalizando nossa temporada no Rio e em So Paulo, teremos tambm, pela primeira vez no Brasil, Sir James Galway. Primeiro flautista da Filarmnica de Berlim no tempo de Herbert von Karajan e considerado at hoje um cone deste instrumento, Galway j gravou cerca de 70 discos. Grandes compositores de nosso tempo dedicaram obras a Galway, que recebeu da Rainha da Inglaterra o titulo de Cavalheiro por seu envolvimento com aes sociais importantes na rea de formao e educao musical. O msico ir solar e reger a OSB, apresentando o Concerto de Brandeburgo n 4 de Bach, o Concerto para flauta e orquestra n 2 de Mozart e a Sinfonia n 2 de Brahms. Nosso ano termina com a expectativa de rev-los em breve na Temporada 2015, quando celebraremos os 75 anos da OSB com uma programao nova e muito especial.</p><p>PABLO CASTELLARDiretor Artstico</p><p>em outubro, teremos a estreia brasileira da sute Norwegian Wood, que faz parte da trilha sonora do filme homnimo de Tran Anh Hung e foi composta pelo guitarrista da banda Radiohead, Jonny Greenwood. Considerado pela revista Rolling Stone um dos melhores do mundo, Greenwood j comps vrias trilhas e um virtuose em seu instrumento, assim como Albrecht Mayer, o solista deste programa. Mayer obo solo da Filarmnica de Berlim e faz sua estreia como solista no Brasil tocando o Concerto de Strauss. Com frases longas e desafios para a respirao, o Concerto foi composto durante a ocupao americana da Baviera na II Guerra Mundial a pedido de John de lancie, um soldado que foi tambm obosta da Sinfnica de Pittsburgh. Ainda neste programa, temos mais uma sinfonia do Ciclo Bruckner, a de n 3, uma obra monumental, complexa e de grande beleza, na qual Bruckner fundamenta as bases de seu estilo sinfnico.</p><p>O programa de 7 de novembro tem belas e delicadas melodias, conflitos e dramaticidade. Atrado pelos exticos ares orientais e pela Shhrazade de Korsakov, Ravel comps a sua com poemas de Tristan Klingsor. Pouco tempo depois, Alban Berg escreveu As Sete Canes da Juventude. Para cantar essas peas, teremos a alegria de receber Jennifer larmore novamente como solista em um concerto da OSB. Tambm de Ravel apresentaremos a Pavane pour une infante dfunte, composta originalmente para piano e depois orquestrada pelo compositor, que alegou ter escolhido este ttulo porque gostava da sonoridade das palavras! Fechando o programa e o ano, a mais alegre das sinfonias de Beethoven, a Pastoral, um retrato dos sons que o compositor mais prezava, os da natureza.</p><p>ROBERTO MINCZUKMaestro Titular</p></li><li><p>notciaS</p><p>OSB na reabertura da Sala Ceclia MeirelesA apresentao das peras O perigo da Arte, de Tim Rescala, e O Telefone, de Giancarlo Menotti, marcam o reencontro da OSB com a Sala Ceclia Meireles em dezembro. A OSB tambm apresentar nesse ms um programa exclusivamente dedicado msica do Padre Jos Maurcio Nunes Garcia. Programe-se! Mais informaes: osb.com.br</p><p>Aquarius: OSB ao ar livrePromovido pelo jornal O Globo, o Aquarius incentiva a divulgao da msica no Rio h mais de 40 anos. No dia 13 de dezembro, mais um grande espetculo ao ar livre da Orquestra Sinfnica Brasileira promete emocionar o pblico com um programa especial no Forte de Copacabana. Reserve sua agenda!</p><p>Programa Nossa Orquestra BrasileiraVoc sabia que pode contribuir para o trabalho da Fundao OSB e deduzir o valor de sua doao do Imposto de Renda no prximo ano? O Programa Nossa Orquestra Brasileira permite que pessoas fsicas colaborem com o desenvolvimento da msica no pas e oferece diferentes benefcios. Acesse www.osb.com.br, clique no menu Apoie a OSB e conhea mais sobre a iniciativa.</p><p>Msica de Cmara na Cidade das ArtesUma das novidades da Temporada 2014 da OSB, a srie de espetculos no Teatro de Cmara da Cidade das Artes continua a trazer grandes programas em outubro (dias 4 e 25) e novembro (dias 1, 8 e 22). Os concertos, sempre s 16h de sbado, apresentam diferentes formaes de cmara e exploram repertrios pouco tocados no Rio. A programao completa pode ser conferida no site da OSB.</p><p>OSB no Concurso BNDES de PianoRegida por Roberto Tibiri, a OSB se apresenta no Theatro Municipal com Nelson Freire no dia 27 de novembro. O concerto marca a abertura do Concurso BNDES de Piano do Rio de Janeiro, que chega sua quarta edio consolidando-se como uma das principais competies para o instrumento. Solistas de todo o mundo participaro das provas na Sala Ceclia Meireles, e a grande final contar com novo concerto da OSB, sob regncia de Roberto Minczuk, no dia 6 de dezembro, no Municipal.</p><p>Tributo a John Williams na TV Cultura</p><p>Um dos maiores sucessos das ltimas temporadas da OSB, o Tributo a John Williams ganhar transmisso pela TV </p><p>Cultura. A emissora exibir em breve o espetculo em que a orquestra revive trilhas sonoras de clssicos de Hollywood. Acompanhe o anncio da atrao em nosso site e redes sociais.</p><p>8 9</p></li><li><p>jonny greenwood, compositor e multi-instrumentista britnico, ganhou fama mundial como guitarrista do Radiohead, mas aos 42 anos j tem obra reconhecida como compositor de trilhas sonoras, peas para piano e orquestra sinfnica. Na sua bem-sucedida parceria com o cineasta Paul Thomas Anderson (em There will be blood e The Master) e nesta suite composta para o filme Norwegian Wood, notam-se ecos do minimalismo eloquente de Arvo Prt ou Brian Eno e tambm das complexas e opressivas dissonncias de Krzysztof Penderecki com quem, alis, Greenwood j colaborou em disco com 48 Responses to Polymorphia (Nonesuch, 2012), uma homenagem a Polymorphia, escrita pelo compositor polons em 1961.</p><p> Sua abordagem em Norwegian Wood igualmente heterodoxa e ousada, mas sem cair nas armadilhas dispersivas da msica experimental. Traduz as emoes complexas da trgica histria de amor presente no romance de Haruki Murakami que inspirou o filme de Tran Anh Hung. As progresses densas e dissonantes sugerem abismos quando Greenwood explora possibilidades harmnicas em longos ataques de cordas e em metais graves. As melodias se entrecortam, afiadas como lminas. Aqui h tambm algo de tardiamente romntico, como um Shostakovich banhado nos mares japoneses da prosa de Murakami um sentimento de alienao e nostalgia, deslocamento para fora do tempo. Poucas vezes a melancolia, fio condutor desta pea, foi to spera e elegante.</p><p>Confira Jonny Greenwood em ao, tocando Electric Counterpoint, do compositor minimalista Steve Reich: bit.ly/greenwoodreich</p><p>A relao de Greenwood com as salas de concerto no a de um diletante. Desde 2004, ele escreveu para a london Sinfonietta, Australian Chamber Orchestra, london Contemporary Orchestra, BBC Concert Orchestra (onde foi compositor residente) e para a orquestra de cmara polonesa AUKSO, entre outras. Suas obras ganharam salas no mundo inteiro e no por mera curiosidade que agora chegam ao Brasil.</p><p>O trabalho de Greenwood componente-chave para compreender a sonoridade que transcende gneros do Radiohead. Usando palavras da Enciclopdia Britnica, o grupo ingls responsvel pela msica mais magistral e mais saturada de angstia da era ps-moderna. Como guitarrista no palco, Jonny Greenwood desfia arpeggios complexos ao mesmo tempo em que toca teclado com a cabea da guitarra, toca xilofone, percusso ou joga-se no solo, tirando sons aleatrios de pedais e processadores analgicos. Em estdio, responsvel por escrever os arranjos que moldaram o som do Radiohead, desconstruindo as estruturas da msica pop e apontando caminhos para o novo sculo como se George Martin fosse realmente um dos Beatles, explorando no palco e em gravaes a mistura entre as infinitas possibilidades de timbres eletrnicos com a qualidade orgnica da orquestrao.</p><p>J.P. Cuenca autor dos romances Corpo presente (2003), O dia Mastroianni (2007) e O nico final feliz para uma histria de amor um acidente (2010), alm da coletnea A ltima madrugada (2012), que rene crnicas publicadas na Tribuna da Imprensa, Jornal do Brasil e O Globo. Atualmente colunista da Folha de So Paulo.</p><p>Jonny Greenwood responsvel por escrever os arranjos que moldaram o som do Radiohead, desconstruindo as estruturas da msica pop e apontando caminhos para o novo sculo.</p><p>srie TOPzIO / srie SAFIRA</p><p>crtica</p><p>Norwegian Wood, por Jonny GreenwoodPOr J.P. CuenCA</p><p>10 11</p></li><li><p>int</p><p>er</p><p>va</p><p>Lo</p><p>roberto minczukregncia</p><p>Regente titular da OSB e diretor artstico e regente titular da Filarmnica de Calgary. Dentre as orquestras que regeu, esto as filarmnicas de Nova York, londres, los Angeles e Rotterdam; as sinfnicas de Montreal e Tquio; as Nacionais da Frana, Blgica; BBC de londres, BBC do Pas de Gales. Foi diretor artstico do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordo de 2004 a 2009. Gravou diversos CDs com a Osesp, alm da Filarmnica de londres e Sinfnica de Odense. Recebeu o Emmy, Grammy Latino, Prmio Bravo de Cultura e Prmio TIM, dentre outros. </p><p>albrecht mayer</p><p>obo ESTREIA BRASILEIRA</p><p>Primeiro obo da Filarmnica de Berlim desde 1992, Albrecht Mayer internacionalmente aclamado como um msico completo, tendo atuado </p><p>sob a regncia de maestros como Claudio Abbado, Sir Simon Rattle e Nikolaus Harnoncourt. lanou </p><p>lbuns dedicados obra de Bach, Mozart e msica impressionista, por selos como Decca e Deutsche Grammophon. Em busca de novos </p><p>repertrios, Mayer constantemente empresta a voz do obo a peas escritas para outros instrumentos, </p><p>ou mesmo para cantores. Dedica-se tambm msica de cmara, em </p><p>parcerias com os pianistas Hlne Grimaud e Leif Ove Andsnes.</p><p>patrocinador srie safira</p><p>domingo 17h26out</p><p>srie SAFIRA</p><p>sala so paulo</p><p>quinta 20h23out</p><p>srie TOPzIO</p><p>TheaTro Municipal</p><p>patrocinador srie topZio</p><p>PROGR AMA</p><p>JONNY GREENWOODNorwegian Wood Sute ESTREIA BRASIlEIRA </p><p>coMposio 2011 durao 10 minutos orquesTrao 2 flautas, flauta contralto, obo, corne-ingls, 2 clarinetas, 2 fagotes, 4 trompas, 3 trompetes, 3 trombones, tuba, percusso e cordas edio Faber Music</p><p>RICHARD STRAUSSConcerto para obo em R maior, TrV 292 (AV 144) i. Allegro moderato ii. Andante iii. Vivace - Allegro</p><p>coMposio 1945 durao 25 minutos orquesTrao 2 flautas, corne-ingls, 2 clarinetas, 2 fagotes, 2 trompas, obo solo e cordas edio Boosey &amp; Hawkes</p><p>ANTON BRUCKNER ciclo brucknerSinfonia n 3 em r menor, WAB 103 Sinfonia Wagner i. Gemigt, mehr bewegt, misterioso ii. Adagio. Bewegt, quasi Andante iii. Scherzo | Ziemlich schnell vi. Finale | Allegro</p><p>coMposio 1873 (Reviso: 1889) durao 57 minutos orquesTrao 2 flautas, 2 obos, 2 clarinetas, 2 fagotes, 4 trompas, 3 trompetes, 3 trombones, tmpanos e cordas edio Kalmus Music</p><p>1312</p></li><li><p>sexta 20h07nov</p><p>srie AMETISTA</p><p>TheaTro Municipal</p><p>patrocinador srie ametista</p><p>Para papel couch brilho e mate </p><p>100% Cyan e 65% YellowPROGR AMA</p><p>MAURICE RAVELShhrazade: Trs poemas de Tristan Klingsor para Sopranoi. sia ii. A flauta encantada iii. O indiferente</p><p>coMposio 1903 durao 17 minutos orquesTrao 2 flautas, flautim, 2 obos, corne-ingls, 2 clarinetas, 2 fagotes, 4 trompas, 2 trompetes, 3 trombones, tuba, tmpanos, percusso, 2 harpas, celesta, soprano solo e cordas edio Durand</p><p>MAURICE RAVELPavane pour une infante dfunte (Pavana para uma princesa morta)coMposio 1899 (orquestrAo: 1910) durao 6 minutos orquesTrao 2 flautas, obo, 2 clarinetas, 2 fagotes, 2 trompas, harpa e cordas edio Kalmus Music</p><p>ALBAN BERGSieben frhe lieder (Sete Canes da Juventude)</p><p>i. Nacht (Noite) ii. Schilflied (Cano em meio aos juncos) iii. Die Nachtigall (O rouxinol) iv. Traumgekrnt (Coroado em sonho) v. Im Zimmer (No quarto) vi. liebesode (Ode ao amor) vii. Sommertage (Dias de vero)</p><p>coMposio 1907 durao 18 minutos orquesTrao 2 flautas, flautim, 2 obos, corne-ingls, 2 clarinetas, clarone, 2 fagotes, contrafagote, 4 trompas, trompete, 2 trombones, percusso, harpa, celesta, mezzo-soprano solo e cordas edio Universal Edition</p><p>LUDWIG VAN BEETHOVENSinfonia n 6 em F maior, Op. 68 Pastorali. Allegro ma non troppo ii. Andante molto moto iii. Allegro iv. Allegro v. Allegretto</p><p>coMposio 1808 durao 39 minutos orquesTrao 2 flautas, flautim, 2 obos, 2 clarinetas, 2 fagotes, 2 trompas, 2 trompetes, 2 trombones,...</p></li></ul>