Click here to load reader

Mitologia - 01

  • View
    283

  • Download
    9

Embed Size (px)

Text of Mitologia - 01

Divindades da Mitologia Greco-Romana

(www.geocities.com/capecanaveral/2044/olimpo.html)

PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

No incio reinava o Caos, todas as coisas estavam mistas umas s outras. Sobre esta confus o reinava a Noite (Nyx). Ela desposou rebo (o inferno), gerando o ter, o Dia (Hlios) e o Nem sis. O Destino (Moiras/Parcas), divindades cegas, nascidas do Caos e da Noite, eram quem estabeleciam tudo, inclusive os deuses estavam submetidos a elas. A Terra (Gaia, a m e universal) desposou Ouranos (o cu), nascendo os Cclopes e mais tarde os 12 Tit (dentre s eles Mnem sine, Atlas, Oceano, Ria e Cronos, o mais novo de todos). Os Tit revoltarams se contra os deuses e tentaram alcanar o cu, mas foram fulminados por Zeus, filho de Cronos, que destronara seu pai, e tornora-se senhor dos deuses. Ele deu o mar a Poseidon e o inferno a Hades, seus irm e passou a reinar do monte Olimpo. os, A Mitologia Grega se tornou completamente desenvolvida em torno de 700ac , quando tr s colees clssicas de mitos surgiram: Theogony, por Hesioso; A Illiada e a Odissia por Homer.

Zeus (g) J piter (r)Smbolos: Carvalho e a guia

Descri o: Na vers Romana Jpter jamais visitou mortais. Irm de Hades, Poseidon, Hera e Demter. o o Comandou a rebeli dos Deuses Olmpicos contra os Deuses Tit o s. Zeus, quando ainda beb , quebrou um dos chifres de Amaltheia e deu-o para as filhas Melisseu, prometendo que do chifre sempre estaria cheio de comidas e bebidas (a Cornuc pia). Zeus mandava chuvas, ventos, neve para a Terra. Era o Senhor dos Troves (que eram fabricados por Hefesto). Os Jogos Olmpicos eram feitos em sua honra. Era visto pelos gregos como um homem barbado de capa azul-celeste, e algumas vezes montado em uma guia. Zeus era o principal dos Doze Grandes Deuses: Zeus, Hera, Poseidon, Atena, Apolo, rtemis, Hermes, Hefesto, Afrodite, Ares, Hstia, Demter. No monte Olimpo os Deuses tinham banquetes com Ambr sia (um alimento nove vezes mais doce que o mel) e Nctar. Zeus e Hermes certa vez tomaram a forma humana e vieram a Terra. Ap s longa peregrina o pediram abrigo em uma aldeia, onde somente um velho casal deu-lhes abrigo. Baucis e Filemon ofereceram-lhes vinho. Em agradecimento Zeus os salvou de uma inunda que o destruiu toda a aldeia, e tornou sua casa um templo dourado. Quando perguntados de que graa queriam, Baucis e Filemon disseram que queriam ser os sacerdote e sacerdotisa do templo e envelhecer e morrer juntos. Bem pr ximo da morte, Zeus transformou a velha Baucis em uma tlia e Filemon em um carvalho.

2 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Zeus, indignado com a maldade do mundo, resolveu destru-lo com um dilvio de nove dias, salvaram-se somente Deucali e Pirra, que se mantinha fiis aos deuses. Quando as guas o baixaram Deucali e Pirra desembarcaram no monte Parnaso e foram ent ao Orculo para o o aconselharem-se e este respondeu "que lanassem os ossos de sua m para trs". Entenderam e que se tratava da m terra e que deveriam jogar pedras por sobre os ombros. Das pedras e atiradas por Deucali nasceram homens e das de Pirra nasceram mulheres. o Zeus, sob a forma de guia, raptou o belo e jovem Ganimedes, filho de Tros, rei de Tr ia e da ninfa Calrroe, para ser copeiro dos deuses no Olimpo, em substitui a Hebe que casara com o Hrcules. Vendo a tristeza de Tros, Zeus o consolou dando-lhe um par de corcis do Olimpo. Atalanta e Melanion foram transformados em lees por Zeus, pois fizeram amor em uma caverna que era sagrada para ele. Certa vez Ixon se apaixonou pela deusa Hera. Zeus fez uma nuvem com apar ncia de Hera para Ixon (rei da Tesslia). Ixon se uniu a nuvem e recebeu seu castigo. Amarrado em uma roda em chamas foi lanado ao ar. Da uni entre a nuvem e Ixon nasceram os centauros. o Jupter rege o signo de Sagitrio e co-rege o de Peixes. Mulheres e filhos: M tis (deusa da prud ncia) - 1a esposa, m de Palas Atena. Temendo a profecia de que seria e destronado pelo filho, Zeus engoliu sua esposa (matando-a). Atena ent nasceu da cabea de o Zeus Tmis (deusa da justia) - 2a esposa, m das Estaes e das Moiras e Hera (irmde Zeus) - 3a esposa, m de Ares, Hefesto (porm, Hefesto n possua pai), das e o 3 Graas e Eileithyia Mnem (deusa Tit - m das Musas sine ) e Dem ter - M de Persfone e Leto (ou Latona) - uma das esposas, m de rtemis e Apolo e Maia - era uma ninfa, m de Hermes e Calisto - que foi transformada por Hera ou rtemis em um urso. Quando caadores a confundiram com um urso comum Zeus a levou aos cus, criando a constela de Ursa o Maior Io (sis no Egito) - M de Epaphus, rei do Egito e fundador de Memphis. Zeus tomou a e forma de nuvem para conquistar Io. Zeus transformou-a em novilha para escond -la de Hera, porm Hera a prendeu, guardada por Argos, um monstro de cem olhos. Lda - (sob a forma de cisne) m dos g meos Castor (por seu marido) e Pollux (por Zeus). e Teve ainda Clytemnestra e Helen com Zeus. Castor e Pollux participaram da busca ao

3 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

velocino de ouro, guerra de Tr ia e foram postos nos cus, criando a constela de Gem os, o quando morreram. Foi tambm m de Helena de Troia, a causadora da Guerra de Tr ia. e Europa - (sob a forma de touro) m de Minus e Radamanto, 2 dos 3 juzes do mundo e subterr neo de Hades, e de Sarpedon (h relatos de que Laodamia a m de Sarpedon). e Egina (Aegina) - m de aco (Aecus), um dos 3 juzes de Hades e Antope (sob a forma de stiro) - esta n Antope, irmde Hip lita. M de Amphion e o e Zethus D nae (sob a forma de chuva de ouro) - m de Perseu e Alcmea, m de Hrcules (sob a forma de seu marido, que havia partido para vingar a morte e dos oito irm de Alcmea). os Smele - m de Baco, ou Dionsio e Rio Styx, personificado em uma ninfa, m de Core (uma das verses) e Laodamia - filha de Bellerophon, m de Sarpedon e Electra - M de Dardanus, Harmonia e Lasion e Taygete - m de Lacedaemon e Pluto - Tantalus

Hera (g) Juno (r)Smbolos: Rom(smbolo do amor conjugal e da fecundidade) Pav o Cetro encimado por um cuco Ma Descri o: Irme terceira mulher de Zeus. Protegia as mulheres e as m Seu casamento nem sempre es. foi feliz por que Zeus se apaixonava por outras mulheres, e Hera era muito ciumenta. Hera, por cimes da beleza de Afrodite, fez com que Zeus premiasse Hefesto por ter fabricado os raios com os quais venceu os Tit casando-o com Afrodite. Hera n gostava de Hrcules, s o filho de Zeus com uma mortal, porm foi ela quem o amamentou. Certa vez Zeus ficou t irado com Hera que amarrou suas m com um lao de ouro e o os suspendeu-a no espao, por cima das nuvens.

4 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Antgona gabou-se a Hera da beleza de seus cabelos, e Hera os transformou em serpentes (ou Atena ...). Os deuses apiedados de sua sorte a transformaram em uma cegonha (uma das verses para a hist ria da Medusa). Hera capturou Io e a prendeu, deixando-a guardada por Argos (Argus, ou Panoptes) um monstro de cem olhos, dos quais s metade dormia de cada vez, mas Hermes a salvou e matou Argus. Hera espalhou os olhos de Argus pela cauda de seu pav real. o Hera suspeitou que a ninfa Eco tagarelava para distrair os deuses durante as escapadas amorosas de Zeus. Hera ent fez com que as nicas palavras que conseguisse dizer fossem as o ltimas palavras das frases dos outros. Hera roubou os filhos de Lamia e Zeus. Desde ent Lamia passou a raptar as crianas dos o outros. Zeus deu-lhe o poder de retirar os proprios olhos quando quisesse, pois Hera a enfeitiou e fez com que nunca mais pudesse dormir. Hera decretou que Leto, que estava grvida de Zeus, n poderia dar a luz em nenhum lugar o onde o sol batesse. Leto foi para ilha de Delos onde Poseidon criou ondas que cobriram a ilha, assim n desrespeitando o decreto de Hera Leto deu a luz a Apolo e rtemis. o Tiresias foi transformado em mulher e de volta em homem para resolver uma disputa entre Zeus e Hera sobre quem apreciava mais o amor. Tendo respondido que a mulher aprecia mais o amor Hera o fez cego, porm Zeus o deu vida longa e o dom da profecia. Hera, no entanto fez com que ningum acreditasse em suas profecias. A rvore dos pomos (ma de ouro foi dada a Hera como presente de casamento por Zeus. s) A rvore era guardada pelas Hesprides e mais tarde pelo drag Ladon. A rvore teve alguns o de seus frutos roubados por Hrcules durante seus 12 trabalhos, e alguns retirados por Afrodite para ajudar Melanion. ris era a ajudante de Hera. Favoreceu os gregos durante a Guerra de Tr ia, pois Pris (o troiano que raptou Helena de Esparta) disse que Afrodite era a mais justa das deusas. Filhos: Hefesto (que nasceu da coxa de Hera), Ares, Hebe e Eileithyia; todos quando casada com Zeus

5 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Palas Atena (g) Minerva (r)Smbolos: Coruja e Oliveira Descri o: Filha de Zeus com sua 1a mulher, Mtis. Na verdade Zeus engoliu a criana, antes de seu nascimento, pois Ouranos e Terra avisaram-no que o filho da filha de Mtis o destronaria. Ent nasceu de dentro da cabea de Zeus, saindo de seu crebro, Hefesto abriu-lhe a cabea o com um golpe. Deusa da guerra her ica, do trabalho, e da sabedoria, protegia os her is e os artes Era ela os. quem tecia as roupas dos deuses do Olimpo. Ensinou aos homens a domar cavalos e inventou o torno de oleiro (aparelho com o qual era feito o leo). Partenon era o nome de seu templo. Atena teria tranformado os cabelos de Medusa em serpentes porque Poseidon e Medusa fizeram amor em seu templo. No escudo de Atena (chamado de aegis) estava a cabea de Medusa, dada a ela por Perseu. Tiresias acidentamente viu Atena tomando banho, e esta o cegou. A ninfa Chariclo, sua m e, pediu por seu filho e este ganhou uma bengala dourada (que o guiava) e o dom da profecia. Atena foi desafiada por Aracne na arte de tecer. Quando Atena viu a perfei dos tecidos de o Arachne, ela a transformou em uma aranha. Favoreceu os Gregos na Guerra de Tr ia. O Palladium era uma esttua de Atena, dada a Dardanus para proteger Tr ia. Seu pssaro predileto era a coruja.

Efebo Apolo, Loxian (g) Febo (r)Smbolos: Lira e loureiro

Descri o: Im g meo de rtemis, Filho de Zeus e Leto, que teve seu parto dificultador por Hera. Deus o da luz, da sade, da morte repentina, msica, poesia, caa, criatividade, orgulho, generosidade, egosmo, pomposidade e arrog ncia. Protegia os lavradores, colonos e msicos. Deus de carcter ambguo, Apolo podia ser 'Efebo Apolo' (Apolo o luminoso) ou Loxian (o ambguo) por suas caractersticas exageradas quanto a masculinidade e a beleza, que hora eram utilizadas para o bem, e ora para o mal.

6 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Apolo ficou adulto rpido e com alguns dias de vida matou um drag Apolo era quem o. conduzia o carro do Sol, puxado por quatro cavalos maravilhosos (ou grfons), explicando-se assim a trejet ria do Sol. Pouco depois de seu nascimento foi para Delos, onde julgava a primavera ser eterna. Quando retornou a Delfos matou a enrome serpente Piton que molestava as pessoas nas proximidades de Parnasso. Poseidon ajudou Apolo a construir o templo de Tsia. Poseidon e Apolo construram os muros de Tr ia. Apolo era o lder das Musas, as deusas inspiradoras das artes e faza-lhes companhia nos montes Parnasp e Hlicon ou s margens da fonte Hipocrene, onde pastava o fabuloso cavalo voador Pgaso (que nasceu do sangue de Medusa, quando Perseu arracou-lhe a cabea), e cantavam e tocavam lira, junto com rtemis. A msica da lira de Apolo competia com a da flauta de Pan. Certa vez Apolo e Pan duelaram na msica, o rei Midas foi o juiz, e deu a vit ria a Pan. Apolo como vingana deu orelhas de burro a Midas. Outra vers conta essa o mesma hist ria com o nome Marsyas, e n Pan. Uma terceira vers conta que Apolo venceu o o Marsyas (que tocava a flauta que Atena jogara fora, pois deformava sua face) e que as juzas foram as Musas. O vencedor poderia pedir o que quisesse ao perdedor. Quando foi pedido que tocassem de cabea para baixo, Marsyas n conseguiu e perdeu a disputa. Apolo o o dependurou em uma rvore e arrancou sua pele. Das lagrimas de Marysias e seus amigos surgiu o rio Marysias. Certa vez fora desprezado pela ninfa Dafne, e a transformou numa rvore (outra vers conta o que na verdade fora sua m ou pai, que a transformara em loureiro para que n fosse mais e, o possuda por Apolo) a coroa de Apolo feita das folhas desse loureiro, quando fora desprezado pela ninfa Sibila, deu-lhe o dom da vida eterna, mas n o da juventude eterna... o Quando a ninfa Penlope pediu a Atena para ser libertada de Apolo, esta a transformou em ela em um ramo de Oliveira. Com a ajuda de sua irm rtemis, Apolo exterminou os filhos de Nobe, que se julgava superior a Leto, por ter tido n dois, mas doze filhos, seis meninas e seis meninos. o Apolo matou os Ciclopes, que forneceram os raios que Zeus usou para matar seu filho, Esculpio, que havia ressucitado os mortos. Por ter mortos os Ciclopes, Apolo na c lera de Zeus, foi condenado a passar um ano a servio de Admeto, rei de Feras, na Tesslia, sob a forma humana. Fora t bem tratado por Admeto que ajudou-o a obter Alceste como esposa. o Apolo convenceu as Parcas a pouparem a vida de Admeto quando este adoeceu de morte, porm algum deveria morrer em seu lugar. Alceste se ofereceu para tal sacrifcio, e adoecia na mesma propor que Adneto se recuperava. No entando Hrcules luta com a Morte por o Alceste, e a resgata (em outra vers Persfone, rainha dos mortos, teria salvo Alceste). o, Hyacinthus,ou Hyacinth (Jacinto), foi um belo jovem amado por Apolo. Um dia Apolo and Hyacinthus estavam jogando arruelas, Apolo discutiu e acidentalmente jogou uma das o arruelas na testa de seu amado, matando-o. Uma outra vers diz que Zephyrus, o deus do vento e rival de Apolo, causou a discuss para matar Hyacinthus. Apolo lamentando sua o morte transformou-o em uma flor, e deu seu nome a ela. O orculo de Delfos (Delphi) no Templo de Apolo era o mais visitado, e usado nas causas de justia e moralidade. Foi Apolo que guiou a flecha envenenada de Heitor que acertou o calcanhar de Aquiles. Apolo e Hlios s praticamente o mesmo deus. o

7 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

O Sol rege o sgno de Le o. Filhos: Orfeu (Linus?????), com a musa Calope Faeton - Que certa vez conduziu a carruagem de seu pai, mas t mal que secou regies da o Terra e congelou outras. Esculpio, com a ninfa Cornis - Deus da cura e medicina Aristeus - filho de Cyrene, pastor de gado e apicultor. Seu amor por Euridice causou sua morte.

rtemis, Artemisa (g) Diana (r) Sin (babil nicos) Astart ia (fen cios)Smbolos: Veado e arco

Descri o: Filha de Zeus e Leto, que teve seu parto dificultado por Hera. Irmg mea de Apolo, caava veados, deusa da luz cujas flechadas eram mortferas. Protegia as meninas, as virgens e os partos. Zeus ofereceu-lhe um dom, e ela escolheu a virgindade eterna. rtemis durante a noite percorria os planaltos de Arcdia. De dia desarmava o arco e ia para a casa do irm Apolo, o onde com as Musas, as Critas e o irm formavam um coro divino. o Certa vez Rodanta, uma mulher muito bela, estava sendo perseguida por seus admiradores se escondeu no templo de rtemis. Os homens enfurecidos arrombaram as portas do templo. rtemis enfurecida com tal fato tranformou Rodanta em uma Rosa e seus perseguidores em seus espinhos. Com a ajuda de seu irm Apolo exterminou os filhos de Nobe, que se julgava superior a o Leto, por ter tido n dois, mas doze filhos, seis meninas e seis meninos. o rtemis foi certa vez surpeendida durante seu banho por Acteon, que foi transformado em um cervo e morto por seus c es. O templo de Diana, em feso uma das sete maravilhas do mundo antigo. Hecate era associada ao lado escuro da Lua, senhora dos fantasmas, das sombras, da magia e da sabedoria profundada A Lua governa C ncer

8 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Hermes (g) Merc rio (r)Smbolo: Caduceu alado (o mesmo da medicina) Lira Ovelha

Descri o: Filho de Zeus com a pleiade Maia, Hermes era o mensageiro dos Deuses, inventou a lira, o pugilismo, as corridas, era tambm o deus dos ladres e dos pastores. Protegia os mercadores e viajantes. Era quem conduzia os mortos para o mundo subterr neo. Deus da eloq ncia, versatilidade, sarcasmo e das crianas birrentas. Hermes, assim que nasceu, j adulto, roubou uma manada de 50 vitelas dos deuses, Apolo (seu meio-irm era o guardi do rebanho e ficou indignado mas Hermes aplacou sua ira o) o tocando uma lira, a primeira do mundo, feita com as tripas de uma das vacas da manada roubada e o casco de uma tartaruga (Hermes tambm dividiu a vaca em 12 partes e ofereceu aos deuses, que eram onze na poca, guardando para si mesmo o dcimo segundo pedao, j sabendo que se tornaria um dos doze grandes). Apolo ficou t encantado que fez Hermes o o guardi dos bezerros celestes. Hermes presenteou Apolo com a lira e Apolo o presenteou o com uma vara mgica com serpentes enroladas (o caduceu). Hera aprisionou Io (amante de Zeus), Hermes salvou-a de um monstro de cem olhos chamado Argus (Argos), tocando flauta, Zeus o agraciou com sandlias e um elmo alados (o ptaso). Hermes deu a Ulisses ervas que o protegeram dos feitios de Circe (filha de Hlios), quando esta ttraansformou seus homens em porcos. Mercrio rege G meos e Virgem Filhos: Hermafroditos - com Afrodite. Amado por Salmacis esta pediu que se tornassem inseparveis, e seus corpos se juntaram em um s Orion - filho de Poseidon e/ou Hermes com uma pele de vaca em que urinaram, perseguiu as Pleiades Daphinis - aprendeu flauta com Pan

9 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Ares (g) Marte (r) Nergal (b)

Descri o: o Filho de Zeus e Hera, irm de Eris (a deusa da disc rdia), era deus das guerras sangrentas, odiado pelos outros deuses. Ares era amante de Afrodite. Ao saber que Afrodite favorecia o belo mortal Adonis. Ares,enfurecido, se transformou em um porco selvagem e o matou enquanto caava. o deus do esforo, coragem, vigor, tenacidade, neg cios, criatividade e perseveranca. Em Roma era o deus da agricultura. Era amigo de nio, a destruidora das cidades; ris, a disc rdia; Deimos, o terror; Fobos, o pavor e Keres os g nios da morte.O templo de Ares foi o nico templo em Roma que nunca fechou suas portas desde sua cria portas em bronze que at hoje est no templo (!). o, o Na Guerra de Tr ia favoreceu os troianos Ares que deu a Hip lita o seu cintur o. Marte rege Aries e co-rege Escorpi o. Filhos: Medo (Febos) e P nico/Susto (Deimos) Hip lita (rainha das Amazonas)

Hefesto (g) Vulcano (r)Smbolos: Martelo e tenaz Descri o: o Filho de Hera (diz-se que sem a participa de Zeus, em vingana ao nascimento de Atena, que nasceu de Zeus) era manco e feio, pois foi jogado do Olimpo por Zeus quando aquele tentou ajudar sua m durante uma briga com Zeus sobre Hrcules. Outra vers diz que foi e, o justamente jogado por sua m quando viu que dera a luz a um filho cocho. Ensinou o uso do e, fogo para trabalhar os metais aos mortais. Protetor dos ferreiros e operrios. Deus da prtica. Fabricava os raios de Zeus. Marido de Afrodite. Hefesto nasceu da coxa de Hera. Foi Hefesto quem fez o parto de Palas Atena. Hefesto morava ora no Olimpo, ora no interior do vulc o Etna (na Siclia) , que era usado como forja.

10 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Ciclopes (gigantes de um olho s , situado no meio da testa) eram os operrios de vulcano. Foi Hefesto que fez os raios com os quais Zeus venceu os deuses Tit o carro do sol de Apolo, a s, couraa de ouro de Hrcules, o escudo de Aquiles etc. Vulcano, por ordem de Zeus criou Pandora, a primeira mulher. Afrodite deu-lhe a beleza, Atena deu-lhe a sabedoria. A inten de Zeus era punir Prometeu, que havia roubado o fogo o divino para os primeiros homens. Assim enviou Pandora a terra com uma caixa, na qual encerrara todos os males. Percebendo a armadilha Prometeu n abriu a caixa, mas Epimeteu, o que se casou com com Pandora n resistiu a curiosidade e abriu a caixa, libertando todos os o males que passaram a flagelar a humanidade, no fundo da caixa s ficou a Esperana. Fez o trono dourado de Hera, de onde ela n podia se levantar (em vingana por ter sido o jogado do Olimpo). Crato e Bia (a fora e a viol ncia) eram seguidores de Hefesto, e com ele prenderam Prometeu a rocha, a mando de Zeus.

Afrodite (g) V nus (r) Ishtar (babil nicos) Astart ia (fen cios)Smbolos: pomba, cisne rosa e mirto

Descri o: Prima de Zeus, nasceu pr xima da ilha de Cythera, de uma onda do Oceano fecundada pelo sem m de Ouranos, quando Cronos o castrou (o Oceano irmde Cronos), nasceu j adulta, a mais bela deusa. Outras hist rias dizem que Afrodite na verdade filha de Zeus e Dione, uma deusa tit Hera, ciumenta, f -la desposar Hefesto, seu filho. Deusa do amor livre, sem culpas, . amantes e jardins. O lado negro de Afrodite o desejo ardente e negligenciar a famlia. Seu marido, Hefesto, ao saber de sua trai com Ares, forjou uma rede de finos fios de cobre o e atou-a a cama, disse ent que ia descansar numa ilha, mais tarde voltou e encontrou os dois o presos a rede. Hefesto chamou os deuses para ver a sua infelicidade, no entanto Poseidon perguntou a Hermes se ele se importaria de estar preso quela rede, este disse que n nem o, que fossem tr s redes. Poseidon se ofereceu a ajudar Ares pagando um dote a Hefesto, se Ares n quisesse, ele mesmo pagaria o dote, livrando Afrodite de Hefesto. o Certa vez, um asceta ("que se excita com a mente"), chamado Hip lito, declarou a afrodite n se interessar por sexo, ofendida Afrodite fez com que sua madrasta se apaixonasse por o ele, despertando a fria de seu pai, que o matou.

11 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Quando dois amantes deixaram de lhe oferecer sua homenagem ela permitiu que se casassem com suas esposas, porm os fez ofender Demter, que os tranformou em um casal de lees e os fez puxar sua carruagem para sempre. Certa vez Afrodite foi acidentalmente ferida por seu filho Eros, o deus do amor, e se apaixonou pelo belo mortal Adonis. Embora rejeitada, Afrodite sempre seguia o rapaz em suas caadas. Um dia, o rapaz foi morto por um javali (na verdade Ares), durante uma caada. Diante das lagrimas de Afrodite, Zeus permitiu que Adonis vivesse o ver e primavera na o Terra e o resto do ano no mundo subterr de Hades. neo V nus deu a Melanion 3 ma douradas, as quais ele deixava cair para que Atalanta (grande s corredora) as pegasse e pudesse assim ganhar a corrida e se casar com ela. Pris foi escolhido para decidir qual a deusa mais justa. Tendo escolhido Afrodite esta ajudou Pris a raptar Helena de Tr ia. V nus deu vida a Galatea, uma esttua pela qual Pigmale se apaixonara. Pigmale e o o Galatea, por Boris Valejo Venus rege Touro e Libra. Filhos: Tr s filhos dos amantes Ares, dentre eles Eros (Cupido, na mitologia romana). Hymen - o deus do casamento, que vestia uma coroa de flores (na cabeca, provavelmente) Priapus - com Dionsio. Priapus era grotesco e possa um p nis enorme. Deus da fertilidade animal e vegetal.

Eros (g) Cupido, Amor (r)Descri o: Deus grego do Amor, filho de Ares e Afrodite (outras verses dizem que era filho do Caos e o desposou). Tinha a apar ncia de uma criana com asas. Os cimes de Afrodite fizeram com que ela mandasse Eros fazer Psiqu se apaixonar pelo homem mais desprezvel. Eros realizava seu trabalho enquanto Psiqu dormia, porm ela acordou, assustando Eros, que se espetou em uma de suas flechas, se apaixonando por Psiqu . Os dois passaram a se amar na escurid e Eros a fez prometer que nunca veria seu rosto, no entanto Psiqu com uma o, lanterna viu sua verdadeira face, mas quando uma gota de leo caiu em sua face Eros ficou invisvel. Psiqu comeou a procur-lo em v Pedindo a ajuda de Afrodite para encontrar o. Eros aquela pediu a esta que trouxesse do interior da terra a urna com o leo da beleza. Psiqu conseguiu, porm sua curiosidade a fez abrir a urna e morreu sufocada pelos vapores. Zeus com pena de Eros tornou Psiqu imortal e casou-a com Eros. Cupido se tornava adulto quando estava na presena de seu amigo Anteros (o amor partilhado), mas voltava a ter a apar ncia de criana quando se separavam. Uma metfora sobre o amadurecimento do amor quando este correspondido.

12 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Cupido representado como sendo um menino com asas e flechas de ouro para provocar o amor e de chumbo para despertar o dio e desprezo. Certa vez, Cupido atingiu sua m (Afrodite) acidentalmente com uma de suas flechas, e esta e se apaixonou por seu protegido Adonis.

Poseidon, Pos don (g) Netuno (r)(descoberto em 1846, o astro recebeu o nome do deus romano) Smbolos:

Descri o: Ao perder a luta com Zeus pelo domnio dos cus, se mudou para um suntuoso palcio sob o mar Egeu. Os marinheiros lhe faziam sacrifcios. A batida de seu tridente causava tremores e tempestades. Poseidon era casado com Anfitrite, que lhe deu os filhos Trites e Nereidas. Para sair a superfe vestia uma armadura de ouro, empunhava o tridente, que lhe servia de cetro e embarcava num carro em forma de concha, puxado por cavalos de ps de bronze. Era t venerado como Zeus. Poseidon ajudou Apolo a construir o templo de Tsia. Poseidon e o Apolo construram os muros de Tr ia. Deus da irriga mares, fertilidade masculina, deus dos cavalos, bois e golfinhos. o, Netuno governa peixes Filhos: Trit um gigante metade peixe e metade homem o, Hidra de Lerna Pgaso, foi concebido com a Medusa quando Polifermo

ainda

era

uma

bela

mulher

13 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

H stia (g) Vesta (r)Descri o: Irm mais velha de Zeus, deusa mais amada. Manteve-se virgem, recusando as ofertas de Poseidon e Apolo. Nunca participou de nenhuma guerra, nem tomo lado em nenhuma discuss Deusa do fogo, da santidade, protegia a cidade, casa e a famlia. Toda casa possua o. um altar para Hstia, com um fogo que n podia se apagar. Era costume, toda manha dona o da casa queimar incenso em homenagem a ela e a todos os deuses que protegiam a famlia.

Dem ter (g) Ceres (r)Descri o: Irmmais velha de Zeus, deusa da fertilidade e da Terra, ensinou os homens a cultivar o trigo. Core (ou Persefone, ou Prosrpina), sua filha, foi raptada por Hades (com o consentimento de Zeus) quando colhia flores, Demter, irada com tal fato tornou a terra estril. Por acordo entre Zeus e Hades, fizeram o acordo de que Core deveria passar seis meses nas trevas com Hades e seis meses no Olimpo com Demter. Persfone n podia ficar de vez com sua m porque o e comera uma semente de romde Hades. Os mistrios Eulesianianos eram cultos onde os homens tentavam atingir a imortalidade, e eram feitos no templo de Demter em Eleusis. O sofrimento de Demter deu origem ao inverno.

Hades (g) "O que n o visto" Plut o "rico", Dis (r)(descoberto em 1950, o planeta Plut o recebeu o nome do deus grego) Smbolos:

Descri o: Irm de Zeus, possua um elmo que o tornava invisvel. Deus dos mortos e da riqueza. Hades o era um deus luxurioso. Governava o Mundo Subterr neo (o Reino de Hades tambm chamado de Hades) onde os mortos perambulavam. Em Hades existiam cinco rios: Estige (rio das trevas), Aqueronte (das penas), Flgeton (do fogo), Cocito (dos lamentos) e Lete (do esquecimento). Em Hades ficavam Tartarus, Helisios e Asphodel.

14 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Hermes levava os mortos at o barquero Caronte (Queronte, Caron, Charonte, Charon) que era quem transportava os mortos pelo Rio Styx (que dividia as fronteiras do mundo dos vivos e dos mortos) para Hades. Quando algum morria este era enterrado com uma moeda na boca, que deveria ser oferecida ao barqueiro, os que n tinham a moeda vagavam por cem anos. A o escurid no caminho at o Hades era chamada de Erebus. o Os portais do reino subterr neo eram guardados por Crbero. Em uma das vezes que Hades saiu dos seus domnios ele se apaixonou por Core, filha de Demter, e com o consentimento de Zeus a levou consigo (porm, sem o consentimento de Demter). Minus, aco (filho de Zeus e a ninfa Egina, ou de Europa) e Radamanto eram os juzes que vinham logo abaixo de Hades e Persfone no Hades. Ajudou Perseu contra a Medusa. Prendeu Teseu, quando este tentou raptar Persfone para si. Para os romanos Hades era o deus do solo e dos minerais. Plut rege Escorpi o o

Ouranos (o c u) Urano(descoberto em 1781, o planeta Urano recebeu o nome do deus grego, por ser o planeta mais longe do sol na poca) Desci o: O cu, filho da Terra, existe desde o incio de tudo. Ouranos desposou a Terra e foi pai dos Ciclopes e dos Cem-M mais tarde dos 12 Deuses Tit Tendo enviado os Ciclopes para os, s. Tartarus, a Terra convenceu Cronos, o Titmais novo a iniciar uma rebeli contra os cus. o Cronos castrou seu pai (escondido dentro da vagina de sua m e expulsou-o para vagar e) pelos cus. Rege Aqurio

15 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Terra (r) Gaea, Gia (g) Cibele (Anatolian)Descri o: Filha do Caos. M e mulher de Ouranos (ocu). Existe desde o incio de tudo, junto com seu e marido Ouranos. M dos: Cem-M (Briareus, Gyes e Cottus, criaturas de 100 m e 50 e os os cabeas), que se tornaram os guardies da Terra e do Cu; Ciclopes (Arges, Steropes e Brontes); Deuses Tit chamados Cronos, Oceano (o proprio oceano), Ria (mulher de s, Cronos) e muitos outros. Quando Ouranos baniu os Ciclopes para o mundo subterr neo, Terra persuadiu os Deuses Tit nicos a destronarem seu pai, e entregou uma foice de Adamantite a seu filho Cronos. E todos atacaram Ouranos, menos Oceano. Ap s destronar seu pai, os Deuses Tit trouxeram s seus irm ciclopes do mundo subter neo (que acabaram sendo re-enviados para o mundo os subterraneo, por Ouranos, afinal Ouranos fora destronado e n destrudo) e se tornaram os o deuses supremos. Mas Terra e Ouranos avisaram que Cronos seria destronado por um de seus filhos... A Terra era rodeada por seu filho Oceano.

Cronos (g) Saturno (r)

Descri o: O mais jovem dos deuses Tit filho de Ouranos (o cu) e a Terra, irm de: Ria (ou Rhea), s, o Oceano, e muitos outros. Persuadido (junto com todos os outros Tit menos o Oceano) por s, sua m destronou seu pai Ouranos (o cu) e no auge da batalha castrou seu pai com uma e, foice feita de adamantite, que fora entregue a Cronos por sua m a Terra. Reinava antes dos e, deuses Olmpicos. Temendo a profecia de que seria destronado por um de seus filhos, Cronos engolia seus filhos (Hstia, Demter, Hera, Hades, Poseidon), mas Ria, sua mulher, enfurecida com o fato escondeu o pequeno Zeus com as ninfas Adrastia e Ida (e Amaltheia o aliementou com leite de cabras), e deu para Cronos uma pedra, envolvida em roupas de beb em seu lugar. J adulto, Zeus, com a ajuda de Mtis, salvou salvou seus irm dando uma os beberagem a Cronos, que os vomitou... Zeus ent liderou a rebeli contra seu pai, mas Terra disse que Zeus s venceria se o o libertasse seus "tios" ciclopes de Tartarus. Zeus libertou os ciclopes, matando o carcereiro Campe. Os ciclopes deram a Zeus os raios e troves, a Hades um elmo e a Poseidon um tridente.E os Deuses Olimpicos venceram os deuses Tit A Zeus coube o domnio do s. Olimpo, a Hades o do mundo subterr neo e a Poseidon o dos oceanos. Para os romanos Cronos era o deus da lavoura e do tempo. 16 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Saturday (sbado) vem de Saturno Rege Capric rnio e co-rege Aquario

Dion (g) sio Baco, Liber (r)Descri o: Filho de Zeus e S mele (uma mortal), deus do vinho (seu carcter social, e n alc olico) e da o orgia (isso porque em suas festas ao vinho, or mortais se embebedavam e praticavam orgia). As tregdias gregas eram feitas em sua honra. A m de baco morreu em um inc ndio e (provocado por Hera, que fez com que ela visse Zeus em sua forma divina, sendo fulminada por um raio) antes de ele nascer, mas Zeus o salvou colocando o beb prematuro dentro de sua coxa, e mais tarde dando a luz a ele. Foi educado por Sileno, o mais velho dos stiros. Baco ajudou o pai na luta contra os gigantes. Era hora representado sobre um coche puxado por tigres ou panteras, hora com um copo na m mas sempre empunhando um Tirso, a insgnea consistia em uma haste encimada por o, uma pinha e ornada com hera e galhos de videira, e vestido com a pele de um Fauno. O rei Midas capturou Sileno, e quando o libertou deu a ele um desejo, este escolheu o toque de ouro. O Rei Midas vendo a tortura em que seu desejo se tranformara pediu a Baco que reirasse o poder, este ent mandou que aquele fosse se banhar no Rio Pactolo. O poder se foi o e as areias do rio se tornaram ouro. Baco foi at Hades e trouxe sua m consigo para o Olimpo, e a rebatizou de Thyone. e Casou-se com Ariadne (filha de Minus, neta de Europa) ap s esta ter sido abandonada por Teseu. Dionsio foi morto pelos Tit que partiram seu corpo em pedaos, tostaram e comearam a s, com -lo, Zeus interviu e mandou que Apolo queimasse os pedaos restantes em Delfos (Delphi). Em Delfos, durante o inverno, quando Apolo se ausentava, Dionsio reinava.Os Festivais Dionisacos eram cheios de orgias, bebida e sacrifcio de animais vivos, os quais tinham os org comidos e o sangue bebido (acreditavam ser o corpo e o sangue do deus). os Em alguns livros Dionsio retratado como sendo filho de Zeus e Persfone. Baco era servido pelos Stiros, Pan e as Maenades. Filhos: Priapus - com Afrodite. Priapus era grotesco e possa um p nis enorme. Deus da fertilidade animal e vegetal.

17 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

H rcules (g) Heracles (g)Desci o: Filho de Zeus e Alcmena (ou Alcmea). Educado pelo centauro Quiron. A m de Hrcules e deitou-se com Zeus achando se tratar de seu marido (Amphitryon, um general de Tebas), que havia partido para vingar a morte de seus oito irm Quando este chegou da guerra e os. encontrou sua mulher grvida tentou espancar sua mulher em praa pblica, foi quando Zeus interveio e disse que sua esposa n o havia trado. Alcmea ficou tambm grvida de seu o marido, e deu a luz a Iphicles e Hrcules. Depois disso os pais de Hrcules morreram e Hera foi convencida (por Eros ??????????) a amamentar a criana. Hrcules mordeu-lhe o seio com tanta fora que Hera o jogou longe e as gotas de leite esquichado formaram a via lctea. Hrcules (dotado da fora de Zeus) quando ainda beb , foi atacado por duas serpentes, colocadas por Hera em seu bero... e estrangulou os dois. Aos dezoito anos de idade, Hrcules media tr s metros de altura e tinha uma fora descomunal. Hera encantou-o e o fez matar a pr pria mulher (Mgara) e filhos, para pagar por seus pecados Hrcules se aconselhou com seu primo (o rei Euristeu), que era muito sbio e este sugeriu que Hrcules realizasse os Doze Trabalhos:1. Extreminar o Le de Nemia, que aterrorizava a cidade. Hrcules o estrangulou (j que o o

le n podia ser ferido por metal ou pedras, pois sua pele era invulnervel) fez um o o manto com a pele deste le com o qual passou a se vestir. o, 2. Liquidar a Hidra de Lerna, animal de nove cabeas, das quais oito eram mortais. Quando Hrcules cortava uma cabea, duas nasciam em seu lugar. Com a ajuda de Iolau, que cauterizava os pescoos das cabeas mortais a medida que Hrcules as cortava, conseguiu matar o animal, e enterrou a cabea imortal sob uma rocha.Hrcules usou o sangue da Hidra como veneno em suas flechas. 3. Capturar a corsa de Cerinia, dos ps de bronze e chifres dourados, que era sacro a rtemis. 4. Capturar o javali de Erimanto vivo. 5. Limpar os estbulos dos 3.000 bois do rei ugidas (Augeas), o que n se fazia h 30 o anos. Para fazer isso Hrcules desviou o curso dos rios Alfeu e Peneu. 6. Matar os pssaros carnvoros do lago Estnfale, que possuam penas de ferro, e eram sacros a Ares (estes Hrcules matou com suas flechas envenenadas). 7. Capturar o touro branco de Creta pelos chifres e o levou at Hlade. 8. Capturar os cavalos carnvoros de Diomedes, rei da Trcia. 9. Trazer o cintur de Hip lita, rainha das Amazonas .Hrcules convenceu Hip lita a lhe o entregar seu cintur mas Hera convenceu as Amazonas de que Hrcules queria raptar sua o, rainha, e elas guerrearam por isso. Hrcules venceu-as, matou Hip lita, achando se tratar de uma trai e levou como pr mio o cintur de Hip lita. o o 10. Guiar (na verdade ele tomou) tr s dos bois vermelhos do gigante de tr s cabeas Geri o do longnquo oeste para Grcia. Em seu caminho Hrcules, com um chute, abriu o Estreito de Gibraltar e o alargou com os ombros para permitir a sada de embarcaes do Mar

18 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Mediterr neo. As montanhas formadas por esse deslocamento ganharam o nome de colunas de Hrcules. 11. Colher os pomos (ma de ouro das Hesprides, frutos que tornavam quem os provava s) imortal. Atlas executou esse trabalho (j que ele era pai das Hesprides), enquanto Hrcules o substitua (segurando os cus). Hrcules teve que enganar o titpara que ele pegasse o mundo nos ombros novamente, j que ele n queria continuar a faz -lo. Outra o vers diz que Hrcules matou o drag Ladon, de cem cabeas, que tomava conta da o o arvore. 12. Descer ao inferno e trazer o c Crbero.O Rei Euristeu se aterrorizou tanto com o animal o que Hrcules teve que lev-lo de volta. Algumas verses dizem que ap s realizar esses trabalhos, Zeus deu a Hrcules a imortalidade. Hrcules libertou Prometeu da rocha onde um gavi todo dia lhe comia um pedao de seu o fgado. Acompanhou os Argonautas na busca pelo Velocino de Ouro. Hrcules deu 50 filhos ao rei Thespius, engravidando 49 de suas mulheres em uma noite. Tambm criou os primeiros Jogos Olmpicos, e venceu todas as provas. Libertou Teseu do trono onde estava preso, no Hades. Laomedon, rei de Tr ia se negou a pagar Apolo e Poseidon por construrem os muros de Tr ia, eles enviaram uma praga e um monstro marinho, respectivamente, para destruir a cidade. Um orculo avisou Laomedon que sacrificasse sua filha Hesione para o monstro. Ela foi salva por Hrcules, que recebeu cavalos mortais no lugar dos imortais que Laomedon havera prometido. Em vingana, Hercules retornou com seis navios para destruir Tr ia, matou Laomedon, e levou Hesione. Um dia casa-se com Djanira, que mais tarde lhe oferece um manto, encantado com o sangue do centauro Nesso, que fora morto por Hrcules com uma de suas flechas envenenadas. Nesso dissera-lhe que o manto devolveria o amor de Hrcules por ela, caso um dia esse viesse a diminuir (porm o sangue de Nesso acabara de ser contaminado pelo veneno da flecha, o sangue da Hidra). Achando que Hrcules se apaixonara pela princesa Iole, ela ofereceu a ele o manto. Quando Hrcules vestiu o manto este agarra-se a seu corpo. Hrcules em agonia atira fogo em uma pira no monte Eta e se joga nas chamas, sucumbindo queimado. Seu corpo transportado pela esp ssa nuvem at os cus, onde os deuses o fazem imortal. No Olimpo se casa com Hebe. Mulheres: Mgara, princesa de Tebas. Hrcules ganhou a m de Mgara quando conquistou uma tribo o que exigia tributos de Tebas. Djanira Hebe

19 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Outras divindades e personagensPerseu - Filho de Zeus e Danae, filha do Rei Acrisius de Argos. A profecia dizia que o filho de Danae (Perseu) iria causar sua morte, ent Acrisius colocou sua filha e neto em uma cesta o e os jogou ao mar. Polydectes era o rei da ilha de Serifos, para onde Zeus havia guiado sua amante e filho (Perseu e Danae). Polydectes queria se casar com Danae, mas para isso precisava se livrar de Perseu. Enviou-o ent na miss de trazer a cabea da Medusa, assim o o pensando que ia se livrar de Perseu. Porm Peseu foi ajudado pelos deuses, de Atena recebeu seu escudo, de Hades recebeu seu elmo (que o tornava invisvel) e de Hermes uma espada mgica.Perseu foi a terra das Irm Cinzas e roubou-lhes o seu olho, s o devolvendo quando s estas disseram-lhe onde encontrar as G rgonas. Com o auxilio do reflexo de seu escudo Perseu decepou a medusa. Na volta para casa Peseu encontra a bela Andrmeda acorrentada, pronta para ser devorada por um monstro do mar. Perseu espera e mata o monstro (seu corpo transformado no primeiro coral). Os pais de Andrmeda (Cassiopia e Cepheus) d a m o o de Andrmeda a Perseu. De volta a sua casa Perseu torna Polydectes em pedra e salva sua m e.Peseu d a cabea de Medusa para Atena, que a coloca em seu escudo. De volta a Argos, durante uma prova de Atlestismo, Perseu lana seu escudo e mata acidentalmente seu av Acrisius, concretizando a profecia. Atravs de seu filho Perses, Perseu se torna o fundador do imprio Persa. Perseu, Andrmeda, Cassiopia e Cepheus s levados aos cus por Zeus, o onde se tornam constelaes. Teseu - Her i que organizou a cidade de Atenas e se tornou seu primeiro imperador de verdade. Filho do rei anterior (Aegeus) ou de Poseidon com Aethra, cresceu em Troezen, em Argolis. Em seu caminho de Argolis at Atenas, para reclamar seu patrimnio, Teseu cumpriu seis trabalhos. Todos envolvendo matar ladres e assassinos por seus pr prios mtodos:1. Periphetes, com seu porrete de bronze 2. Sinis, um ladr amarrando suas pernas e braos para que as rvores arrebentassem seu o, 3. 4. 5. 6.

corpo a porca selvagem de Crommyon o ladr Sciron, jogando-o do topo da colina onde fazia suas vtimas o o malvado lutador Cercyon, usando suas pr prias tcnicas de luta Procrustes, pelo seu pr prio mtodo de tortura. Colocar suas vtimas em uma cama, cortando as pernas dos muito altos, ou esticando o corpo dos muito baixos.

Chegando a Atenas, sua madrasta Medea tentou livrar-se dele enviando-o para Marathon, para libertar o povo do touro selvagem que os assolava. Teseu sacrificou o touro em honra de Apolo. N satisfeita, Medea entou envenena-lo, mas Aegeus descobriu e a exilou para a o Asia. Com a ajuda de Ariadne, com quem se casou mais tarde, Teseu matou o Minotauro.Teseu mais tarde abandonaria Ariadne, que se casou com Dionsio. Guerreou contra as Amazonas e sequestrou Antope (irmde Hip lita). Guerreou com Pirithous, de quem acabou se tornando amigo. Junto com Pirithous raptou Helena de Tr ia, para Pirithous, e tentou raptar Persfone de Hades, mas ambos foram presos por Hades, que os ludribeou fazendo-os sentar num trono dourado, de onde n podiam se levantar (o trono de Hera ??) e foram mais tarde libertados o por Hrcules. Casou-se com Phaedra, irm de Ariadne. Phaedra acusou Hipolitus (filho de Teseu) de t -la flertado, quando na verdade ela o flertou.

20 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Participou da caa ao Velocino de Ouro. Foi banido de Atenas por um descendente dos antigos reis, que clamou seu trono. Foi morto pelo rei Licomedes, de Skyro, que o jogou de uma colina. Seu corpo foi cremado em Atenas. Vrios de seus feitos s paralelos aos de Hrcules. o Aquiles - Aquiles filho de Ttis e o rei Peleus. Na verdade Zeus e Poseidon eram apaixonados por Ttis, mas a profecia de Rhea (Terra dos Romanos) dizia que o filho de Ttis seria superior ao pai. Aquiles foi mergulhado pelos calcanhares por sua m no rio Styx (rio que cortava o Hades e e continha todas as angstias das almas) tornando-o invulnervel, exceto pelos calcanhares. Foi Hefesto (Vulcano para os Romanos) que fez o escudo de Aquiles. Aquiles matou Memnon, filho de os (Aurora para os Romanos) na Guerra de Tr ia. Aquiles chegou a abandonar a guerra, por Agamenon (lder das foras de Esparta) ter matado Briseis, sua escrava favorita. Para vingar a morte de seu amigo Patroclus, Aquiles volta para a guerra. Esparta ganhou a guerra contra Tr ia graas a Aquiles. A guerra se estendia por 9 anos (de um total de 10, isso por causa dos impenetrveis muros de Tr ia, feitos por Poseidon e Apollo), mas Aquiles conseguiu matar Hector, o principal dos guerreiros troianos, assegurando a vit ria de Esparta. Aquiles arrastou o corpo de Hector 7 vezes em torno dos impenetrveis muros de Tr ia. Na Guerra de Tr ia foi o deus Apolo que guiou a flecha de Paris que matou Aquiles. O livro A Odissia, de Homero, conta (dentre outras coisas) o funeral de Aquiles. Amazonas - Mulheres guerreiras que habitavam a Cadap cia (Cucaso). Hrcules convenceu Hip lita a lhe entregar seu cintur mas Hera convenceu as Amazonas de que Hrcules o, queria raptar sua rainha. Hrcules venceu as, matou Hip lita, achando se tratar de uma trai o e levou como pr mio o cintur de Hip lita. Aliado a isso, quando Teseu raptou Antope, o irmde Hip lita, as Amazonas invadiram Atenas e foram aniquiladas. Atlas (g) - Pai das Pleiades e Hesprdes. Deus Tit Divindade marinha, conhecia todos os . abismos do mar. Atlas suportava todo os peso dos cus nos ombros (o peso de Ouranos ?). Este fato possui duas possveis explicaes diferentes: Atlas teria participado da guerra dos deuses Tit contra Zeus, e fora castigado; Atlas haveria negado asilo a Perseu que se valeu da s cabea da Medusa e tranformou-lhe em uma montanha, sobre a qual se apoiavam os cus e os astros. (os nome Atlante e Atl ntico derivam de Atlas). Atlas ajudou Hrcules a conseguir or pomos de ouro de suas filhas Hesprides, enquanto Hrcules segurava os cus. Pleiades (g)- As sete filhas de Atlas e Pleione: Maia, Electra, e Taygete, cada uma teve um filho de Zeus; Celaeno, que teve filhos com Poseidon; Merope, mulher de Sisyphus; Sterope, que teve filhos com Ares; e Alcione. Enquanto caavam com rtemis encontraram Orion, que as perseguiu at que Zeus as tornou constelaes, e foi morto por rtemis. Em roma eram chamadas de Vergiliae.

21 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Hebe (g) Juventos (r) - deusa da juventude que servia Ambr sia aos deuses no Olimpo, deixando-os sempre jovens. Terceira mulher de Hrcules. Quando se casou com Hrcules foi substituda por Ganimedes. Core (g), Pros rpina, Pers fone (r), tambm era chamada de Hecate, ap s seu casamento com Hades - a bela filha de Demter foi raptada por Hades (com o consentimento de Zeus), que a desposou. Persfone passou a ser a rainha dos mortos, ao lado de Hades. Hip rion - Deus titpai de os, Hlios e Selene. os, Eo (g), Aurora (r)- Irm de Hlios (o Sol). Com sua tnica prpura espalhava o o orvalho. Deusa do alvorecer. Guiava o carro do sol de Apolo e abria as portas do Oriente. os se apaixonou por Cfalo, marido de Pr cris, que passou a vigiar seu marido. Cfalo acabou matando Pr cris por acidente, achando ser um animal nos arbustos. os tambm amou Titono, o raptou e convenceu Zeus a faz -lo imortal, mas esqueceu-se de pedir-lhe que o fizesse sempre jovem... Um dia as pernas de Titono negaram-lhe sustento e os o tornou um gafanhoto. os tambm amou Orion. Memnon, seu filho, foi morto por Aquiles na Guerra de T'roia, e transformado em imortal por Zeus, a pedido de os. A esttua de Amenotep III, pr ximo a Tebas, era chamada de O Colosso de Memnon, porque emitia sons quando o sol batia nela, acreditando-se ser o agradecimento de Memnon a os. H lios (g) Sol (r) - Deus do sol, foi para a ilha de Rodes ap s a divis da terra entre os o deuses. O colosso de Rodes em sua homenagem. Seu filho Faeton foi morto por Zeus ao secar o Deserto do Saara quando dirigia a carruagem do sol de seu pai. A ninfa Clytie foi transformada por ele em um girassol. Circe, a feiticeira transm grifa, era sua filha. Hlios e Apolo s praticamente o mesmo deus. o Selene - Conduzia a carruagem prateada de rtemis, puxada por 2 cavalos, a noite, era ocultada pelas luas nova e cheia. Na Lua nova era levada ao mundo subterr neo por tr s dias. Se apaixonou por Endimi filho do rei Etlius de Elis. Apaixonada por Endimi Selene o, o, visitava-o todas as noites durante o sono. Endimi caiu em sono eterno, para isso existem 3 o esplicaes: Zeus concedeu um desejo a Selene e esta pediu o sono eterno para que Endimi o n envelhecesse; foi um castigo por Endimi ter se apaixonado por Hera; a pr pria Selene o o adormeceu Endimi para desfrutar de seu amado sem ser perturbada. o olo (Aeolus) - Filho de Hippotes, senhor dos ventos e governador da ilha flutuante de E lia. Deus dos ventos. Pai dos seis ventos, dentre eles B reas, o vento do norte. olo que d a Ulisses os ventos favorveis e guarda os desfavorveis em uma bolsa, que aberta pelos companheiros de Ulisses, os levando de volta. Breas - Filho de olo, marido de Oritia, pai de Ceto e Clais, estes ltmos juntos com Jas o foram procura do Velocino de Ouro. Pan (Marsyas ?) - Filho de Hermes com uma mortal. Sua morada predileta era a Arcdia. Foi abandonado por sua m e criado por ninfas. Deus dos bosques e pastagens, tinha chifres, e patas e orelhas de bode (logo, era um stiro), inventou a flauta e protegia os pastores e

22 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

rebanhos. Certa vez Apolo e Pan duelaram na msica, o rei Midas foi o juiz, e deu a vit ria a Pan. Apolo deu orelhas de burro a Midas. Outra vers conta essa mesma hist ria com o o nome Marsyas, e n Pan. Uma terceira vers conta que Apolo venceu Marsyas (que tocava o o a flauta que Atena jogara fora, pois deformava sua face) e que as juzas foram as Musas. O vencedor poderia pedir o que quisesse ao perdedor. Quando foi pedido que tocassem de cabea para baixo, Marsyas n conseguiu e perdeu a disputa. Apolo o dependurou em uma o rvore e arrancou sua pele. Das lagrimas de Marysias e seus amigos surgiu o rio Marysias.. Pan ensinou Daphnis, filha de Hermes a tocar pfaro (ou flauta-de-pan) A express "p nico" o vem de Pan, j que quem o via se assustava com sua apar ncia e msica.Quando Pan possuiu a nninfa Syrinx ela desapareceu e um p de cana surgiu em seu lugar, com esse p de cana que ele fez sua flauta Esculpio (g) ou Ascl pio (r) - Filho de Apolo e da ninfa Cornis, deus da cura. Aprendeu seus dotes mdicos com o centauro Quiron. Quando empregou seu poder para reviver os mortos, Hades se queixou a Zeus, por isso foi ferido de morte com raios. Apolo, seu pai, se vingou matando os Ciclopes (que forneceram os raios a Zeus), e foi punido por isso sendo transformado em humano por algum tempo.Pai de Hygeia (algumas vezes descrita como sua esposa) e Panacea. Orfeu (Linus?????) - Filho de Apolo com a musa Calope. Orfeu era de todos os msicos o que tocava com mais doura. Sua esposa Euridice picada por uma cobra. Orfeu, com sua lira, convenceu o mundo subterr neo a libertar sua mulher, mas foi-lhe imposta a condi de que o n a olhasse at chegar ao mundo dos vivos. No entanto Orfeu olhou-a e ela o desapareceu.Orfeu passou a rejeitar todas as mulheres, e foi desmembrado pelas menades de Dionsio e sua cabea flutuou at seu orculo em Lesbos. Orfeu teria sido o escritor dos misterios Orficos, que falavam sobre a imortalidade atravs da absten sexual e alco lica, e o do vegetarianismo. As Graas - Aglaia, Talia e Eufrosina. Filhas de Zeus e Hera (ou Zeus e Eurnome). Elas eram esplendor e brilho, graa e eleg ncia e a terceira alegria. As tr s presidiam os banquetes no Olimpo. Eram elas que serviam Dionsio, Afrodite e Eros. Eram tambm amigas das Musas. As 9 Musas - Filhas de Mnem sine e Zeus, ou Harmonia, ou de Ouranos e Terra. frutos de nove noites de amor: Clio (hist ria), Euterpe (msica), Tlia (comdia e poesia bquica), Melpmene (drama e poesia trgica), Terpscore (dana e canto), Erato (poesia amorosa), Polmnia (oratoria e poesia sacra), Ur nia (astronomia), Calope (poesia pica e eloqu ncia). Apolo era o lder das musas, as deusas inspiradoras das artes e faza-lhes conpanhia nos montes Parnasp e Hlicon ou s margens da fonte Hipocrene, onde pastava o fabuloso cavalo voador Pgaso (que nasceu do sangue de Medusa, quando Perseu arracou-lhe a cabea), e cantavam e tocavam lira. As Tres Parcas ou Moiras (Meras, Fates) - Filhas cegas sombrias da Noite (ou de Zeus e T mis), apareciam no terceiro dia de vida de uma criana e faziam as linhas da vida (Clotho, no tear) traavam o destino e o tamanho da linha da vida (Lachesis, que tambm o nome de uma cobra) ... e tambm a cortavam a linha ao fim da vida (Atropos, com a tesoura dourada). Nona, Decuma e Morta eram seus nomes romanos. F rias (Erinias) - Alecto, Megaera e Tisifone, deusas da vingana, filhas do sangue de Ouranos. Viviam nas trevas dos nferos, o rebo (o inferno) Possuam asas de morcego e

23 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

cabelo de serpente. Puniam os maus, que eram julgados por Hades e Persfone, rainha das Frias e aqueles que escapavam da lei. Grgonas - As tr s filhas de Phorcys, filho da Terra e do Oceano. Eram elas Medusa (a nica mortal, morta por Perseu), Euriale e Stheno. Medusa poderia tambm ser uma bela mulher que teve os cabelos transformados em serpentes por Hera. Ou ainda ter tido os cabelos transformados em serpente por Atena, isso porque fez amor com Poseidon em seu templo. "Im s Cinzas" - Tr s filhas de Phorcys e Ceto, irm e guardas das G rgonas. Dino, Enyo e s Pephredas. Que compartilhavam um s olho e uma s lngua. Prometeu ("aquele que pensa antes") - Descendente dos tit Pai de Deucali Deus titque s. o, deu aos homens o dom do fogo, a vida e os ensinou. Prometeu criou os homens de barro e gua. Ele os ensinou e deu alma feita da de vrios animais. Num conselho de deuses, sobre sua nova cria ofertou um belo touro aos deuses, mas ao dividir a carne tentou enganar o, Zeus, que n deu aos homens o ltimo dos dons, o do fogo. No entanto Prometeu ensinou o aos homens o uso do fogo, ascendendo uma tocha no carro do sol de Apolo. Prometeu recebeu Pandora mas percebeu ser isto um ardil dos deuses, e n se casou com ela, seu irm o o Epimeteu ("aquele que pensa depois") se casou e abriu a Caixa de Pandora, libertando os males que afligem os homens.Querendo ainda punir Prometeu, este foi preso por Hefesto, Crato e Bia (estes dois seguidores de Hefesto) a uma rocha, e Zeus profetizou que ele s seria libertado se um inocente morresse em seu lugar. Foi libertado da rocha, onde um gavi todo o dia comia parte de seu fgado, por Hrcules. Quron se ofereceu para morrer em seu lugar.Zeus o obrigou a usar um anel onde estava encrustada uma pedra do monte onde ficara preso, assim podendo se vangloriar de que Prometeu continuava preso ao monte. Pandora - Vulcano, por ordem de Zeus criou Pandora ("aquela que possui todos os dons"), a primeira mulher. Afrodite deu-lhe a beleza, Atena deu-lhe a sabedoria. A inten de Zeus era o punir Prometeu, que havia roubado o fogo divino para animar os primeiros homens. Assim enviou Pandora a terra com uma caixa, na qual encerrara todos os males. Percebendo a armadilha Prometeu n abriu a caixa, mas Epimeteu ("aquele que pensa depois"), que se o casou com com Pandora n resistiu a curiosidade e abriu a caixa, libertando todos os males o que passaram a flagelar a humanidade, no fundo da caixa s ficou a Esperana. Adonis - Filho de Cyprus e sua filha Myrrha, nasceu do tronco da rvore em que sua m fora e transformada. Afrodite deixou o pequeno Adonis sob os cuidados de Persfone, que se apaixonou por ele. Certa vez Afrodite foi acidentalmente ferida por seu filho Eros, o deus do amor, e se apaixonou por Adonis. Embora rejeitada, Afrodite sempre seguia o rapaz em suas caadas. Um dia, o rapaz foi morto por um javali (na verdade Ares), durante uma caada. Diante das lagrimas de Afrodite, Zeus permitiu que Adonis vivesse o ver e primavera na o Terra e o resto do ano no mundo subterr de Hades, ao lado de Persfone. neo Plutus - deus dos ricos, foi cegado por Zeus para que distribusse riquezas sem beneficiar ningum. T tis - Divindade oce nica, era servida pelas ninfas do mar (nereidas). Amada por Zeus e Poseidon, porm nenhum dos dois se casara com ela, pois a profecia dizia que o filho de Ttis seria superior ao pai. Seu filho Aquiles (com o rei Peleus) foi segurado por ela pelos calcanhares e banhado nas guas do rio Styx, se tornando invulnervel (exceto pelos calcanhares).

24 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Eco - Foi amaldioada por Hera a se limitar a repetir as ltimas palavras das frases dos outros, pois Hera desconfiou que seus longos discurssos serviam para distrair os deuses durante as escapadas amorosas de Zeus. Se apaixonou por Narciso, que era apaixonado por si mesmo. Nike (g) Victoria (r) - Deusa da vit ria. Presidia as competies atlticas e militares. Existe o templo Athena Nike, em Acr polis. Representada com asas, sentada ou de p em um globo, segurando uma folha de louro e um galho de palma (algumas vezes representada com uma espada em uma das m os). Minus - Marido de Pasipahe, filho de Europa e Zeus, irm de Radamanto. Minus se tornou o imperador de Creta com a ajuda de Poseidon Causou a exist ncia do Minotauro. Prendeu Ddalos e caro, que fugiram com asas feitas de penas e c ra. caro teve as asas derretidas pois se aproximou demais do sol, e morreu no mar. Depois de morto, Minus se tornou um dos juzes de Hades, junto com seu irm Radamanto e aco. o Iris - Filha de Thaumas e Electra (filha de Atlas, Oceano). Deusa do arco-ris, mensageira dos deuses para os homens e ajudante de Hera. O arco-irs era sua ponte dos cus a terra, ou era o nome de seus 7 vus, cada um de uma cor.. Sisifus - Sisifus foi um homem que trapaceou a morte. Quando estava prestes a morrer, ele se amarrou com correntes que impediram que fosse levado ai mundo dos mortos. Quando a morte finalmente conseguiu lev-lo ele teve que voltar, pois sua mulher havia enterrado-o de modo errado (a seu pedido). Quando finalmente foi levado de volta a Hades foi condenado a ficar empurrando uma rocha at o topo de uma colina, s para deix-la rolar a baixo. Tantalus - filho de Zeus e pai de Pelops. Roubou a Ambrosia dos deuses e serviu seu proprio filho Pelops a eles para testar a omnisci ncia dos deuses. Foi condenado a ficar dentro da gua, em Hades. gua que secava quando ele tentava beber, e de onde nasciam frutos que se afastavam dele quando os tentava comer. O verto to tantalize (castigar, fazer sofrer) vem de Tantalus. Tanatos - o deus da morte. Era tido como alado, barbado e portava uma espada. Era o nico deus que evitava sacrifcios em sua honra.

Seres FantsticosF nix (Hinotori) - F nix o nome grego do animal sagrado do Egito antigo. Um pssaro parecido com uma guia, com penas vermelhas e douradas. Sua vida dura 500 anos, ap s esse tempo ela queima a si mesma, e das suas cinzas nasce outra f nix. Smbolo do nascimento e pr do sol, morte e ressurei o. C rbero - o c de tr s cabeas, cauda de serpente e serpentes enroladas em seu pescoo. o Guardava os portais do hades e comia mortais que tentavam entrar e os fantasmas que tentavam sair. Capturar Crbero foi o ltimo dos trabalhos de Hrcules. Cecrops - fundador e primeiro rei de Atenas, era metade homem e metade serpente.

25 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Grifon - Criatura com cabea de guia e cabea e asas de guia. Puxavam o carro do sol de Apolo. Guardavam um tesouro dourado que o povo Arimaspians (Cclopes) tentaram roubar. Quimera - Monstro parte serpente, parte le e parte cabra, que cuspia fogo. Bellerophon o matou-a a mando do rei Proteus, que na verdade com tal tarefa pretendia obter sua morte. Bellerophon teve a ajuda do cavalo Pgaso. P gaso - Cavalo voador, foi concebido por Poseidon e Medusa quando ainda era uma bela mulher e teria nascido de seu corpo, j morto por Perseu, ou teria nascido do sangue de Medusa, ap s ser morta por Perseu. Pastava perto da casa de Apolo e as Musas. Bellerophon tentou montar o Pgaso para atingir o Olimpo, mas Zeus assustou o cavalo e Bellerophon caiu. O chute de Pgaso criou a fonte de Hippocrene. Minotauro - Monstro com corpo de homem e cabea de touro. Filho de Pasiphae e um touro branco. Pasiphae era mulher de Minus (filho de Europa e Zeus), ainda em vida, antes de se tornar um dos juzes de Hades. Minus se tornou imperador de Creta com a ajuda de Poseidon. Minus deveria ter oferecido o touro branco em sacrifcio aos deuses, ent Poseidon fez o Pasiphae se apaixonar pelo touro. O Minotauro vivia preso em um labirinto feito por Ddalos, onde anualmente 14 jovens era devoradas por ele. O Minotauro foi morto por Teseu, com a ajuda de sua mulher Ariadne, que teceu um fio para que Teseu pudesse entrar e sair do labirinto. Harpias - filhas de Electra (uma das filha do Oceano, ou Atlas): Aello, Podarge, e Ocypete. Feias, famintas, com cabea de mulher e corpo de abutre. Foram enviadas para pegar a comida do rei Phineus da Thrace porque ele previa o futuro com muita perfei Ou teriam o. sido enviadas para pun-lo por maltratar seus filhos. Gigantes - Nascidos do sangue de Ouranos, quando decepado, guerrearam com Zeus e foram derrotados. um exemplo da vit ria da mente sobre o barbarismo. Ciclopes - Gigantes de um olho s . Ora s descritos como sendo tr s filhos de Ouranos com o a Terra, operrios de Hefesto, e ora como um povo que vivia na Siclia, como pastores. Segundo essa vers Polifermo foi o maior dos Ciclopes, que devorou os companheiros de o Ulisses e foi cegado por este, que fugiu agarrado no ventre de seus carneiros, enquanto este (cego) apalpava as costas dos carneiros procurando por ele.Ulisses ganhou o dio de Poseidon, pai de Polifermo. Centauros - Habitavam a Tesslia, no norte da Grcia, e andavam armados de clava, mas eram tambm muito hbeis com arco e flecha. Seu corpo era metade homem e metade cavalo. Embora selvagens eram, na maioria, amigos dos homens. Na festa de casamento Rei Pirtoo, rei dos lapitas (outro povo monstruoso), com Hipod mia, alguns centauros embebedaram-se e provocaram desordens que degeneraram num conflito (inclusive um deles (Eurito) tentou violentar Hipod mia), no qual todos os centauros foram exterminados. Quiron foi o centauro que ensinou a ci ncia mdica a Esculpio e tambm educou Hrcules.Os centauros s filhos de uma nuvem com a forma de Hera (criada por o Zeus, para que sua mulher n fosse amada) e Ixon (Rei da Tesslia). o Stiros - Divindades inferiores, seguidores de Baco. Seu corpo era metade homem e metade bode, e na cabea humana notava-se um par de chifres e orelhas de bode. Habitavam as

26 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

florestas e montanhas. Gostavam de danar e bincar com as ninfas, pregando-lhe peas. O velho e gordo stiro Sileno foi quem ensinou Baco, e foi certa vez capturado pelo rei Midas, que queria parte de sua sabedoria. Marsyas duelou com Apolo, na msica. Faunos - Os faunos eram semelhantes fisicamente aos Stiros e tambm possuam o mesmo humor, porm protegiam os animais. Sereias - Representadas com sendo mulheres metade peixe, as sereias eram na verdade metade aves. Viviam no topo das escarpas de ilhas rochosas e seu canto era t lindo que os o marujos seguiam-no, batendo com seus navios contra as escarpas. Quando Jas e os o Argonautas (na busca do Velocino de Ouro) toparam com as sereias, para sua sorte Orfeu estava com eles e sua msica era mais bela e cativante que a das sereias. As invejosas sereias se jogaram no mar.

LugaresMonte Olimpo - se situa no norte da Grcia, entre a Tesslia e a Macednia, n longe do mar o Egeu, defronte ao golfo de Salnica, e possui 3000 metros de altura. El sios - Os bons eram enviados para os Campos Elsios (ou Ilhas Elsios) no Hades, onde bebiam do rio Lethe, o rio do esquecimento. Tartarus - Regi mais profunda do Hades (mundo subterr neo dos mortos) Era para onde o iam os maus. Os Ciclopes foram banidos por Ouranos para l, e os Tit foram banidos pelos s deuses Olmpicos para l tambm. Asphodel - a Campina Asphodel era a regi do Hades para onde iam os neutros.As flores que o brotavam em hades e eram sagradas a Persefone eram chamadas de asphodel tambm. Styx - Hermes levava os mortos at o barquero Caronte (Queronte, Caron, Charonte, Charon) que era quem transportava os mortos pelo Rio Styx. O Rio Styx continha todas as angstias da humanidade e dividia as fronteiras do mundo dos vivos e dos mortos. Quando algum morria este era enterrado com uma moeda na boca, que deveria ser oferecida ao barqueiro, os que n tinham a moeda vagavam por cem anos.Ulisses foi mergulhado por sua m no rio, e o e se tornou invulnervel. O rio Styx, personificado em uma ninfa, ajudou Zeus contra os Tit e s teve uma filha com ele, Core. Tria - cidade localizada onde hoje fica Anatolia, ao sul do estreito de Dardanellos. Foi palco da Guerra de Tr ia.

27 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

AcontecimentosGuerra de Tria: Paris (filho do rei Priam, de Tr ia) trouxe Helena (mulher do rei Menelaus, de Esparta e filha de Zeus e Leda) e parte do tesouro de Esparta consigo para Tr ia (com a ajuda da deusa Afrodite). A Guerra de Tr ia teve seus animos excitados pelas deusas Atena, Afrodite e Hera. Pois Pris havia escolhido Afrodite como a deusa mais justa, em troca da ajuda dela. Desse modo Afrodite favorecia os troianos, e Hera e Atena favoreciam os gregos (espartanos). Helena, a mulher mais bonita de toda a Grcia, j havia sido raptada por Teseu e disputado por todos os reis da Grcia antes de se casar com Menelaus. Os gregos enviaram uma expedi sob a responsabilidade de Agamenon (irm de o o Menelaus, neto de Pelops e rei de Mycenae) para recuperar Helena. No seu caminho Agamenon sacrificou sua filha Hifig nia para os deuses para garantir bons ventos. A guerra durou 10 anos (als dos exrcitos serem formidveis, os impenetrveis muros de Tr ia haviam sido feitos pelos pr prios Apolo e Poseidon), mas os primeiros 9 foram indecisivos. No dcimo ano Aquiles matou Hector, o principal dos guerreiros troianos, assegurando a vit ria aos gregos e arrastou seu corpo 7 vezes em torno dos muros de Troia. Aquiles chegara a se retirar da guerra por Agamenon ter matado Briseis (sua escrava favorita), mas voltou para vingar a morte de seu amigo Patroclus. Aquiles, depois da guerra, morto por uma flecha envenenada de Paris guiada por Apolo (Pris que era troiano e Apolo que gostava dos troianos). Aquiles foi o principal guerreiro espartano da Guerra de Tr ia e havia sido abenoado com armas e um escudo feitos pelo deus Hefesto. Usando um estratagema de Odysseus, os gregos fingiram rendi e navegaram para longe o deixarando o Cavalo de Tr ia para eles. O cavalo foi levado para dentro dos muros da cidade, quando o destacamento escondido dentro do cavalo saiu dele e abriu os portes. Vrias mulheres troianas foram levadas pelos gregos. Depois do fim da guerra descobriu-se que a Helena que foi levada para Tr ia era apenas um fantasma, ela havia sido levada por Hermes para o Egito, l Menelaus recuperou sua Helena. Na volta da guerra Clytemnestra (mulher de Agamenon e irm de Helena) para vingar sua filha sacrificada aliou-se a seu amante Aegisthus e mataram Agamenon durante o banho. Mais tarde Agamenon foi vingado por seu filho Orestes, convencido por sua irm Electra (n a o filha de Atlas). Depois de velha, os entiados de Helena a exilaram para Rhodes onde foi enforcada pela rainha Polyxo, que perdeu seu marido Tlepolemus na Guerra de Tr ia. Os gregos foram favorecidos por Atena, e os Troianos por Ares. No sculo XIX o historiador Heinrich Schliemann provou que a guerra realmente ocorreu no perodo do sculo XII a.c.. 28 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Guerra dos deuses Ol mpicos contra os deuses Tit s Essa guerra se passa ap s Cronos ter castrado seu pai, Ouranos. Temendo a profecia de que seria destronado por um de seus filhos, Cronos (pai de Zeus) engolia seus filhos (Demter, Hera, Hades, Poseidon). Ria, sua mulher, enfurecida com o fato escondeu o pequeno Zeus com as ninfas Adrastia, Ida (filhas do rei Melisseu?) e Amaltheia, uma ninfa metade cabra o aliementou com seu leite. Rhea deu para Cronos uma pedra, envolvida em roupas de beb em seu lugar. J adulto, Zeus, com a ajuda de Mtis, salvou salvou seus irm dando uma beberagem a os Cronos, que os vomitou... Zeus ent liderou a rebeli contra seu pai, mas Terra disse que Zeus s venceria se o o libertasse seus "tios" ciclopes de Tartarus. Zeus libertou os ciclopes, matando o carcereiro Campe. Os ciclopes deram a Zeus os raios e troves, a Hades um elmo e a Poseidon um tridente. E os Deuses Olimpicos venceram os deuses Tit numa guerra que durou 10 anos. A Zeus s, coube o domnio do Olimpo, a Hades o do mundo subterr neo e a Poseidon o dos oceanos. Zeus roubou de Cronos o Fogo da Vida. Tornando-se e aos outros deuses imortais. E passou a governar os deuses do Monte Olimpo.

Bibliografia:

Enciclopdia Barsa Enciclopdia Conhecer Enciclopdia Mistrios do Desconhecido Ilada de Homero - Guerra de Tr ia Apolodro Odissia - Funeral de Aquiles Internet Comptons Interactive Encyclopedia Software Toolworks Encyclopedia

29 PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

ndice Zeus, Jpiter Hera, Juno Palas Atena, Minerva Efebo Apolo, Loxian, Febo rtemis, Artemisia, Diana, Sin, Astartia Hermes, Mercrio Ares, Marte, Nergel Hefesto, Vulcano Afrodite, Venus, Ishtar, Astartia Eros, Cupido, Amor Pos idon, Posdon, Netuno Hstia, Vesta Demter, Ceres Hades, Plut Dis o, Ouranos, Urano Terra, Gaea, Gia, Cibele Cronos, Saturno Dionsio, Baco, Lber Hrcules, Heracles Outras Divindades e Personagens Perseu Teseu Aquiles Amazonas 20 20 21 21 P g. 02 04 06 06 08 09 10 10 11 12 13 14 14 14 15 16 16 17 18

i PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Atlas Pl iades Hebe, Juventos Core, Prosrpina, Persfone Hiprion os, Eo, Aurora Hlios, Sol Selene olo, Aeolus B reas Pan Esculapio, Asclpio Orfeu As Graas As 9 Musas As 3 Parcas ou Moiras (Meras, Fates) Frias, Erinias G rgonas Irm Cinzas s Prometeu Pandora Adnis Plutus Ttis Eco

21 21 22 22 22 22 22 22 22 22 22 23 23 23 23 23 23 24 24 24 24 24 24 24 25

ii PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Nike, Victoria Minus ris Sisifus Tantalus Tanatos Seres Fant sticos F nix, Hinotori Crbero Cecrops Grifon Quimera Pgaso Minotauro Harpias Gigantes Ciclopes Centauros Stiros Faunos Sereias Lugares Monte Olimpo Elsios Tartarus

25 25 25 25 25 25

25 25 25 26 26 26 26 26 26 26 26 26 27 27

27 27 27

iii PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com

Asphodel Styx Tr ia Acontecimentos Guerra de Tr ia Guerra dos deuses Olmpicos contra os deuses Tit s Bibliografia

27 27 27

28 29 29

Textos extrados do site Divindades da Mitologia Greco-Romana: www.geocities.com/capecanaveral/2044/olimpo.html

iv PDF created with FinePrint pdfFactory trial version http://www.fineprint.com