PEDAGOGIA WALDORF: A ARTE COMO MEDIAÇÃO NO .premissa de que na educação Waldorf a atividade artística

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PEDAGOGIA WALDORF: A ARTE COMO MEDIAÇÃO NO .premissa de que na educação Waldorf a atividade...

1

PEDAGOGIA WALDORF: A ARTE COMO MEDIAO NO

PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Camila Bourguignon de Lima

Universidade Federal do Paran

cah-bdl@hotmail.com

Resumo: O presente artigo tem como objetivo apresentar o ensino de arte na Pedagogia Waldorf, a

partir de princpios necessrios para a formao das energias da vontade e de um juzo artstico. Com

foco nas artes visuais, constata-se atividades de desenho, pintura, modelagem, bem como o estudo das

obras de arte e seus artistas na histria adaptados a faixa etria de cada classe, respeitando a criana na

sua integralidade. Para tanto, em um primeiro momento desenvolve-se uma contextualizao sobre a

funo do ensino com sentido artstico e sua estreita relao com as demais disciplinas do currculo.

Em um segundo momento descreve o exerccio artstico a partir do desenho de formas, da experincia

com as cores, das aulas de artes aplicadas e do ensino especfico de histria das artes plsticas. Por

meio de pesquisa bibliogrfica, os principais autores estudados foram Carlgren e Klingborg (2006), Kgelgen (1984) e Lanz (2016). Destaca-se que as indagaes do texto consideram a atividade

artstica como primordial no plano de estudos do currculo Waldorf, possibilitando a inter-relao

entre sujeitos e ensino como processo multidimensional da educao.

Palavras-chave: Arte, Pedagogia Waldorf, Ensino-aprendizagem.

INTRODUO

Este trabalho pretende refletir sobre o valor educativo da arte na Pedagogia Waldorf e

como ela concebida no ensino e na aprendizagem de crianas em seus exerccios de sala de

aula. Baseado em algumas consideraes sobre o currculo Waldorf que consiste no apenas

em transmitir informaes, mas em ensinar a aprender (LANZ, 2016, p.122), parte-se da

premissa de que na educao Waldorf a atividade artstica no ocupa um lugar marginal no

programa de estudos, mas se relaciona de forma estreita com outras disciplinas. A partir dessa

concepo, tendo em vista a importncia das atividades artsticas atravs da ntima

combinao de atividades psquicas e fsicas, o artigo se constitui em entender a amplido do

ensino de arte, no desenho de formas, na explorao das cores, nos trabalhos de artes

aplicadas, na criao artstica livre e no ensino de histria das artes plsticas.

Tal temtica foi motivada na docncia da disciplina de Artes Visuais (2015-2017)

atuando no segmento ensino fundamental II em um centro social no municpio de Ponta

Grossa/PR. Nesse perodo, observou-se a arte como possibilidade em no trabalhar somente o

intelecto infantil, mas em levar o mundo para dentro da sala de aula, territrio necessrio para

uma educao livre. Entretanto, devido as avaliaes trimestrais, os projetos investigativos

semestrais, planos de ao para alunos acima e abaixo da mdia, metas de aprovao em

2

conselho de classe, a diviso do contedo de forma disciplinar por turma e segmento

dificultou o planejamento e exerccio do ensino de arte de forma integral, articulando teoria,

leitura de imagem e prtica.

Embora a matriz curricular do centro social do municpio de Ponta Grossa-PR integre

as disciplinas de Arte, Portugus, Ingls e Educao Fsica na rea do conhecimento

Linguagem e cdigos, a proposta de interdisciplinaridade reunia a problemtica da tradio

disciplinar da formao dos professores, alm da grade curricular, material pedaggico de

apoio, aulas de reforo extraclasse privilegiando o ensino de matemtica e portugus,

colocando a disciplina de arte como secundria.

Em virtude do tema desta anlise, no sentido de investigar como as prticas de arte so

sugeridas na escola Waldorf, a qual prev o ensino esttica como eixo para as demais

disciplinas do currculo, foi realizado uma aproximao ao estado da arte, com foco no

ensino de arte visuais. Nesta perspectiva, foram encontrados 46 trabalhos acadmicos, a partir

de uma pesquisa entre os dias 22 e 23 de junho, no Portal de teses e dissertaes da CAPES

(Coordenao de Aperfeioamento de Pessoal de Nvel Superior), utilizando os termos de

busca "Ensino de Arte e "Waldorf", com o filtro em grande rea do conhecimento e rea do

conhecimento, sendo eles respectivamente, Lingustica, Letras e Artes e Artes.

Das pesquisas encontradas, nenhuma apresentou relao com os procedimentos das

atividades artsticas na pedagogia Waldorf. Dentre os trabalhos identificados, somente uma

dialoga com as caractersticas que permeiam o ensino de arte, a qual compreende o caderno

de arte produzido em sala de aula como registro e espao para a expresso da vivncia dos

alunos no ano letivo e sua relao com o desenho. Entretanto, em sua maioria, as pesquisas

tratam da atuao do professor no processo de ensino e aprendizagem de arte, variando entre

escolas municipais e estaduais de ensino regular. Ao propor o termo de busca Arte Waldorf

somente uma dissertao foi encontrada, realizada no ano de 2002, sobre o tema formao de

professores. vlido mencionar que provavelmente h trabalhos em execuo que no foram

rastreados por esse mapeamento.

Assim, frente possibilidade e a reduzida quantidade de pesquisas tericas concludas

sobre o ensino de arte alinhada ao currculo Waldorf, em especial, na interseco entre artes

visuais e educao, percebe-se a necessidade de produzir tanto trabalhos tericos, como

empricos, com o objetivo de entender melhor a apropriao dessa disciplina como pilar da

aprendizagem, nos seus potenciais e restries.

3

A partir dessa experincia verifica-se que essencial refletir, por meio das

contribuies do currculo Waldorf, o ensino-aprendizado pelo carter artstico, bem como

contextualizar a importncia da arte para aquisio significativa do conhecimento escolar. No

intuito de superar esses desafios, nota-se, conforme a trajetria exposta e a vivncia como

docente, que relevante problematizar as possibilidades da disciplina de arte para estratgias

de mudanas que facilitem a articulao dos conhecimentos.

METODOLOGIA

Para atingir os objetivos deste trabalho, o texto consiste em uma pesquisa bibliogrfica

sobre a arte como mediadora no processo de ensino-aprendizagem na educao Waldorf.

Segundo Gil (1999), este procedimento possibilita fundamentar pesquisas com temas pouco

trabalhados ou conhecidos, tendo em vista a necessidade de estudar e sistematizar materiais j

elaborados e divulgados em meios acadmicos. Ainda para Gil (1999), a pesquisa

bibliogrfica opera essencialmente com as contribuies de diversos autores sobre

determinada temtica. Nesse sentido, baseado em reviso de literatura, os resultados foram

sistematizados de forma a articular referencial terico s reflexes decorrentes da investigao

do ensino-aprendizagem de carter artstico.

RESULTADOS E DISCUSSO

No decorrer dos ltimos sculos, tem-se cada vez mais levantado questes pertinentes

reforma na educao e perguntas sobre como isto influi na vida, na sade, nas capacidades

cognitivas e motoras dos estudantes so recorrentes. Para estas questes a principal resposta: a

prpria criana.

A criana desde muito cedo tem a escola como parte de sua vida. Ao falar de

propsito de educao, poderamos considerar a seguinte reflexo: [...] transformar o

entusiasmo pelo brinquedo em entusiasmo pelo estudo; o prazer na brincadeira pelo prazer na

aprendizagem. (KGELGEN, 1984, p.15). A escola, ao considerar somente o rendimento

intelectual, esquece de uma razo profunda: as energias de que a criana necessita para

crescer e as de que necessita para aprender so as mesmas. (KGELGEN, 1984, p.24).

Conforme Kgelgen (1984, p.12), para crianas e adolescentes, [...] a forma como

aprendem, o como da aprendizagem, muito mais importante do que o que aprendem. Nesse

sentido, para Arroyo (2013), no resta dvida que a aprendizagem por meio de conceitos

4

pobres em experincias sociais, culturais e humanas se afasta cada vez mais do projeto escola-

sociedade.

Deste modo, de acordo com Kgelgen (1984, p.19), a organizao escolar, em relao

aos horrios e o conhecimento carecem respeitar s necessidades do desenvolvimento da

criana. Em geral, essa estrutura segue os interesses [...] dos professores que, com

compromissos possivelmente at em diversas escolas, s esto disponveis a determinadas

horas, e no s horas que a criana, por sua natureza exigiria. Assim alerta Cartaxo (2014),

que os professores licenciados ainda vem o ensino nos anos iniciais como algo trabalhoso e

exclusivo da rea de Pedagogia, por conseguinte, limitando-se a ver a totalidade do ensino na

etapa do Ensino Fundamental. Este princpio da formao docente compromete uma [...]

viso mais integradora da educao bsica. (CARTAXO, 2014, p.97).

Ademais, a medida que a industrializao avana levando mecanizao das

profisses, [...] traz consigo normas de exames e medidas, copiadas s aplicadas nos testes de

mquinas, que so tambm impiedosamente, impostas ao homem. (KGELGEN, 1984,

p.23). Desta maneira, a escola se colocou em uma situao onde se promove pelos papis e

certificados que classificam crianas e adolescentes, repercutindo na perda de todos os outros

aspectos humanos.

Outro elemento que compromete uma melhor organizao escolar pens