Www.etco.org.br Desequilíbrio de concorrência Desequilíbrio de concorrência

  • View
    103

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Www.etco.org.br Desequilíbrio de concorrência Desequilíbrio de concorrência

  • Slide 1
  • www.etco.org.br Desequilbrio de concorrncia Desequilbrio de concorrncia
  • Slide 2
  • www.etco.org.br Problemas Econmicos Paul Samuelson em uma apresentao que se tornou clssica, ensinou que qualquer sociedade enfrenta 3 problemas econmicos bsicos: 1- O que produzir? 2- Como produzir? 3- Para quem produzir?
  • Slide 3
  • www.etco.org.br Joe Stiglitz, tambm prmio Nobel, acrescentou mais uma pergunta... Quem toma as decises? Quem toma as decises? Problemas Econmicos
  • Slide 4
  • www.etco.org.br Duas alternativas
  • Slide 5
  • www.etco.org.br O sistema de mercado tem mecanismos automticos de coordenao, atravs da livre concorrncia dos agentes econmicos. Mo invisvel de Adam Smith
  • Slide 6
  • www.etco.org.br Em determinadas condies tericas, uma economia de mercado eficiente. Satisfeitas estas condies, o papel do setor pblico seria limitado. Eficincia do Mercado
  • Slide 7
  • www.etco.org.br A experincia histrica internacional mostra a enorme capacidade das economias de mercado na criao de riqueza. A livre concorrncia propulsora do desenvolvimento econmico. Eficincia do Mercado
  • Slide 8
  • www.etco.org.br A experincia histrica internacional tambm mostra a enorme importncia do Governo e das instituies para o sucesso econmico. Uma das mais importantes aes do setor pblico a defesa da livre concorrncia. Fracassos de Mercado
  • Slide 9
  • www.etco.org.br O bom funcionamento dos mercados um tpico bem pblico no sentido da teoria econmica. o o consumo do bem ou do servio por um indivduo no impede que outro o consuma. s indivduos no podem ser excludos dos benefcios do bem. Fracassos de Mercado
  • Slide 10
  • www.etco.org.br A livre concorrncia atacada em dois flancos: a aes que inibem a concorrncia; es que desequilibram a concorrncia. O foco tem sido na falta de concorrncia e no na concorrncia desleal.
  • Slide 11
  • www.etco.org.br Desvios de conduta como a sonegao e a informalidade, o contrabando... geram desequilbrios de concorrncia estimulam comportamentos oportunistas, e reduzem o crescimento.
  • Slide 12
  • A Alta carga tributria (35% do PIB) M Maioria de impostos indiretos (70%) Estimulam a sonegao (sentido amplo) que entre os associados do ETCO varia entre 20 a 30% chegando a mais de 60% nos softwares. Brasil
  • Slide 13
  • www.etco.org.br O ETCO Fundado em 2003, o Instituto Brasileiro de tica Concorrencial uma organizao da sociedade civil de interesse pblico OSCIP. Promove e apia aes que evitem desequilbrios concorrenciais causados por sonegao, informalidade, falsificao, contrabando, comrcio ilegal e outros desvios de conduta, de modo a melhorar o ambiente de negcios e estimular o crescimento econmico.
  • Slide 14
  • www.etco.org.br O impacto perverso dos desequilbrios de concorrncia no desenvolvimento da economia brasileira substancial. Eles se constituem um importante componente do custo Brasil. Brasil
  • Slide 15
  • Apesar do governo ter adotado alguns regimes especiais de recolhimento de tributos para setores mais afetados (bebidas, cigarros, combustveis) ainda persistem questionamentos a tal procedimento. Da a importncia e urgncia na edio da lei complementar prevista no artigo 146A da Constituio.
  • Slide 16
  • INSTITUTO BRASILEIRO DE TICA CONCORRENCIAL ETCO ETCO. ASSIM QUE A GENTE TEM QUE SER. Obrigado! Professor Andr Franco Montoro Filho Presidente Executivo maio/ 2010