Guia Dom Bosco Galeria de Arte

  • Published on
    15-Apr-2017

  • View
    76

  • Download
    0

Transcript

  • 23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 1 7/25/16 10:16 AM

  • 23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 2 7/25/16 10:16 AM

  • 3

    A Galeria DOM apresenta a nova coleo do Ensino

    Fundamental. So cerca de 30 obras de artistas brasileiros,

    que mostram desde a concepo do material at a sequncia

    didtica.

    No Ensino Fundamental, os contedos acadmicos,

    apresentados gradativamente, ajudam o aluno a construir o

    seu repertrio intelectual, respeito diversidade e noo de

    pertencimento no mundo.

    Este material foi preparado para ajud-lo

    durante a exposio.

    BEM-vinDO aO nOvO EnsinO FunDaMEntal DOM BOscO!

    apresentao

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 3 7/25/16 10:17 AM

  • CONSTRUINDO

    JUNTOS

    1

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 4 7/25/16 10:17 AM

  • 5

    CONSTRUINDO

    JUNTOS

    1O Construindo Juntos um programa que visa promover a troca de experincias, o compartilhamento de conhecimento e a participao dos parceiros no desenvolvimento dos materiais didticos.

    O DOM acredita que a melhor maneira para desenvolver as colees com a colaborao das nossas escolas. Por isso, para realizar a produo do novo Ensino Fundamental inovamos e percorremos um caminho de muita colaborao junto s escolas parceiras, passando pelas etapas de explorao de ideias, mo na massa e validao do material, atendendo s necessidades apontadas.

    ns realmente acreditamos que construir juntos muito melhor!

    acOMpanhE O passO a passO DO prOGraMa

    passO 1 - ExplOranDO iDEias Nesta etapa fizemos pesquisas com todas as escolas, realizadas por meio do portal.

    Construindo Juntos

    O QU?

    COMO?

    EXPLORANDO IDEIAS MO NA MASSA! VALIDANDO A SOLUO

    Conhecer a opinio das escolas

    Pesquisa sobre o materialdidtico (on-line e visitas)

    Construir juntos nova proposta

    Comit colaborativo presencial com escolas

    Validar a propostacriada

    Validao on-line com escolas antes do lanamento

    PASSO1

    PASSO2

    PASSO3

    DISCIPLINAS MAIS AVALIADAS27% Lngua Portuguesa19% Matemtica11,5% Geografia11% Histria

    DADOS DA PESQUISA

    512Pessoas de todo o Brasil

    67%Avaliaram sobretudo os Anos Iniciais(Ensino Fundamental)

    85%Professores

    65%Trabalham com a marca de um a quatro anos

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 5 7/25/16 10:17 AM

  • 6

    com o resultado da pesquisa, conseguimos identificar o que deveria e o que no deveria mudar no material.

    O QuE MuDar O QuE nO MuDar - CONtEDOS - SEquNCiAS DE CONtEDOS - ExErCCiOS - AtiviDADES - AtuAlizAO

    passO 2 - MO na Massa!

    Foram selecionados representantes de algumas escolas, que se reuniram para analisar os resultados da primeira etapa.

    Com a contribuio dos parceiros, nosso time editorial trabalhou com muito cuidado para atender a todas as necessidades levantadas. validamos os resultados conjuntamente, fizemos os ltimos ajustes e, por fim, elaboramos o novo conceito editorial.

    passO 3 - valiDanDO a sOluO

    Nesta etapa, validamos os prottipos do 1 ano do Ensino Fundamental DOM, elaborados em conjunto com as escolas durante o programa Construindo Juntos.

    agora, voc conhecer o novo material do Ensino Fundamental do Dom Bosco, que orgulhosamente cOnstruMOs JuntOs.

    CONCEPOPEDAGGICA

    2

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 6 7/25/16 10:18 AM

  • CONCEPOPEDAGGICA

    2

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 7 7/25/16 10:18 AM

  • 8

    alunO ativO na aprEnDiZaGEM

    A proposta pedaggica do sistema Dom Bosco est amparada em pressupostos sociointeracionistas, na qual o currculo prioriza situaes em que os alunos interagem, participam ativamente de seu aprendizado, vivenciando na prtica os contedos da escola, e problematizando-os constantemente. Do mesmo modo, o currculo vale-se tambm de propostas clssicas, como as atividades de reconhecimento e sistematizao de contedos, por meio de registros frequentes daquilo que se aprende. tal perspectiva terica remete interao entre indivduo e cultura. De acordo com vygotsky, o indivduo se desenvolve por meio de interaes com os grupos sociais dos quais faz parte. Seu desenvolvimento se d em primeiro lugar entre as pessoas (relaes interpessoais) e, em seguida, individualmente (relaes intrapessoais).

    FOcO na aprEnDiZaGEM DO alunO

    O material privilegia o trabalho do aluno, propondo um ponto de partida (o uso que ele faz de determinado conhecimento prvio), um momento de reflexo (a apropriao de novos conhecimentos) e um ponto de chegada (a aplicao dos conhecimentos incorporados). Essa estrutura d garantia de unidade ao sistema educacional que o Dom Bosco prope e organiza a aprendizagem do aluno.

    O processo de reflexo respeita as especificidades das disciplinas, cada qual organizada em captulos separados, em sees. O material tem foco na aprendizagem, adotando, para isso, recursos diversificados para atender a todos os alunos.

    VYGOTSKY

    Conhecimentoprvio

    Atitudeinvestigativa

    Protagonismodiscente

    FUNDAMENTOS DAPROPOSTA PEDAGGICA

    ZABALA

    Organizaodidtica

    IVANIFAZENDA

    Contedosinterdisciplinares

    e contextualizados

    EMILIAFERREIRO

    Letramento

    PROJETO GRFICOANOS INICIAIS

    3

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 8 7/25/16 10:18 AM

  • PROJETO GRFICOANOS INICIAIS

    3

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 9 7/25/16 10:18 AM

  • 10

    O conceito utilizado para o projeto grfico da coleo foi baseado no universo cotidiano da criana, com referncias e aspectos de desenhos animados da atualidade.

    Formas geomtricas bsicas e de cores vivas oferecem para os alunos um visual ldico, divertido e envolvente.

    As letras escolhidas, tambm com caractersticas geomtricas, reforam os conceitos, facilitando a leitura das crianas que esto nos primeiros anos da escolarizao.

    As cores tm um papel importante: so vibrantes, marcantes e de fcil memorizao, auxiliando no reconhecimento de

    cada disciplina.

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 10 7/25/16 10:19 AM

  • 11

    Os boxes tm funo importante, a de recortar as informaes das aulas e criar uma identidade para cada tipo de contedo, ajudando o aluno a reconhecer os conceitos da coleo; as formas alegres e personalizadas geram empatia nas crianas

    desta faixa etria.

    Os elementos grficos criados para identificar as sees foram desenhados com caractersticas especficas, para que cada aluno reconhea a fase em que est trabalhando. cones de bate papo, selos de transversalidade e encartes orientam o aluno com informaes dinmicas, trabalhadas de forma interativa com os professores.

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 11 7/25/16 10:19 AM

  • 12

    As pginas de abertura so bem marcantes e caractersticas, facilitando a interao do aluno com o contedo. A forma tridimensional das letras, bem como a forma ldica das mozinhas, so divertidas,

    despertam a curiosidade e a imaginao.

    As pginas diagramadas apresentam duplas com agrupamentos, por meio de formas visuais bem evidentes, para organizar as sees principais, criando um layout limpo e arejado, facilitando a leitura e a realizao das atividades pelos alunos.

    TOUR PELO MATERIAL

    ANOS INICIAIS

    4

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 12 7/25/16 10:19 AM

  • TOUR PELO MATERIAL

    ANOS INICIAIS

    4

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 13 7/25/16 10:19 AM

  • 14

    aBErtura DE captulOSeo vasculhando ideias

    Sondagem; Verificao dos conhecimentos prvios; Busca despertar a curiosidade dos alunos; Levantamento de hipteses gerais; Incio a partir de situaes do cotidiano.

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 14 7/25/16 10:20 AM

  • 15

    OrGaniZaO/prOBlEMatiZaO intEnciOnalSeo para incio de conversa

    Encaminhamento da reflexo do aluno a respeito do contedo; Incio da organizao do contedo; Problematizaes intencionais; Variao na apresentao dos conceitos ( priorizada a construo do conhecimento, mas possvel tambm apresent-los diretamente quando necessrio).

    DEsEnvOlviMEntO DO cOntEDO/prOBlEMatiZaOSeo siga em frente...

    O professor reafirma os contedos trabalhados no captulo e em qual contexto eles podem ser percebidos; Contedo organizado por meio de apresentao e construo de conceitos; Registro de hipteses, fixao e amarrao de ideias; Atividades, encaminhamentos e boxes que extrapolam elementos bsicos tratados no captulo. Apresentao, consolidao, aplicao e materializao dos contedos do captulo.

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 15 7/25/16 10:20 AM

  • 16

    sistEMatiZaOSeo hora de organizar

    Reflexo crtica frente aos novos conhecimentos; Retomada de alguns conceitos j trabalhados; Permite ao aluno refletir sobre o que ele entende do conceito, como o aplica e como o explica; Prope ao aluno relembrar seus argumentos iniciais a partir dos novos conhecimentos adquiridos, de modo que possa confirm-los ou melhor-los.

    Seo um passo a mais

    Reviso do que foi abordado no captulo por meio de atividades; Reforo e aprofundamento dos contedos estudados; Explorao das questes simples s mais complexas.

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 16 7/25/16 10:20 AM

  • 17

    Seo para ir alm

    Trabalha com uma ou duas atividades mais desafiadoras, que podem ser feitas em casa.

    BOxEs EspEcFicOs

    Lngua Portuguesa

    Sentidos do texto

    trilhas de linguagem

    Matemtica

    qual a jogada?

    raciocnio e ao

    Geografia

    Praticando a geografia

    Cincias

    Aplique cincia

    Cincia em debate

    Histria

    leitura de documento

    Dilogo com o presente

    linha do tempo

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 17 7/25/16 10:21 AM

  • PROJETO GRFICOANOS FINAIS

    5

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 18 7/25/16 10:21 AM

  • 19

    PROJETO GRFICOANOS FINAIS

    5Esta coleo tem como estratgia prender a ateno do aluno por meio de uma linguagem dinmica, alegre e despojada. Para isso, utilizou-se do universo das revistas juvenis, fazendo uma releitura para criar elementos interessantes.

    O desafio para a definio das letras foi selecionar estilos diferenciados e personalizados do universo das revistas, e transportar a diversidade sem perder a essncia do livro didtico.

    As cores mais maduras ajudam na empatia com os alunos desta faixa etria e cumprem o papel de separar as matrias e facilitar a localizao dentro

    da coleo.

    Referncias visuais.

    TEORIA: TTULOS E TEXTOS

    SCENE Scene

    TTULOS, VINHETAS E SUMRIO

    SIGNIKA Signika

    ATIVIDADE: TEXTOS

    AVENIR Avenir

    GLOSSRIO: TEXTOS

    UNIVERS Univers

    TERCEIROS: TTULOS, TEXTOS E CRDITO

    CAECILIA Caeclia

    ClaroAgradvel

    A t r a t i v oSimples

    DINMICO

    LNGUA PORTUGUESA

    Cor 2

    Cor 1

    HISTRIA GEOGRAFIA MATEMTICA CINCIAS

    DOM BOSCO EF II Pearson Tipografi a e padro cromtico

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 19 7/25/16 10:21 AM

  • 20

    Os elementos grficos presentes na coleo, por sua vez, remetem aos recursos grficos utilizados em revistas. As vinhetas de sees com uso de retculas, setas de navegao, cones, boxes e tabelas, alm de personalizar o projeto grfico, tm a funo de organizar as informaes da

    pgina.

    Os boxes criados para cada tipo de informao so utilizados como destaque em toda a diagramao. Dessa forma, ajudam na compreenso da teoria e tornam o livro didtico uma agradvel ferramenta de aprendizagem.

    Sentidos do texto

    Leitura de documento

    Praticando a geografia

    Raciocnio e ao

    Aplique cincia

    Ttulo peso trs lngua portuguesa

    ASPECTOS A CONSIDERAR NA ESCRITA/REESCRITA DO TEXTO

    2 Nvel 2 Nvel 2 Nvel

    3 Nvel 3 Nvel 3 Nvel

    Adequao ao gnero proposto

    Informao Ortografia e acentuao

    Objetivo da produo Clareza de ideias Pontuao

    Adequao ao interlocutor

    Sequncia de ideias Paragrafao

    Adequao ao registro ConcisoConcordncia nominal e verbal

    Ttulo do box texto de terceiros

    Em teoria, as mulheres eram consideradas inferiores aos homens; na prtica estavam sujeitas autoridade masculi-na. Os pais promoviam o casamento das fi lhas. As moas de famlias nobres eram casadas geralmente aos 16 anos, ou ainda mais jovens, com homens muito mais velhos; as jovens aristocratas que no se casavam tinham, com frequncia, de entrar para um convento.

    PERRY, Marvin. Civilizao Ocidental: uma Histria Concisa. So Paulo: Martins Fontes, 2002. p. 191.

    Vinhetas principaisPeso 1 (cores da disciplina)

    Tabela (cores da disciplina)

    Box texto de terceiros

    Boxes gerais

    Dedeiras (cor 1 da disciplian)

    Vinhetas de seesPeso 2 (cores da disciplina)

    Vinheta especfi caPeso 3 (cor 1 da disciplina)

    Selos

    Ampliando ConhecimentoAmpliando Conhecimento

    Conexo

    DOM BOSCO EF II Pearson Elementos grfi cos

    Feudo na Europa medieval.

    REFERNCIASBLOCH,M.Asociedadefeudal. So Paulo: Martins Fontes, 1982.DUBY, G. (Org.). Histria da vida privada: da Europa feudal Renascena.So Paulo: Cia. das Letras, 1990. v. 2.FRANCOJNIOR, H. O feudalismo. So Paulo: Brasiliense, 1985.

    Box exemplo (Cor 1 da disciplina)

    Gravata de mapa

    Box glossrio

    Legenda imagem

    Box conceito

    Bales

    Referncias(Cor 1 da disciplina)

    A palavra cincia vem do latim scientia, que signifi ca conhecimento.

    A palavra cincia vem do latim scientia, que signifi ca conhecimento.

    Mercrio

    O planeta que se desloca mais rapidamente no cu recebeu o nome que sig-nifica o veloz mensageiro dos deuses.

    Venus

    Muito brilhante, tem o nome da deusa romana do amor e da beleza.

    SATQUE TE ETIS IN TE CONTEET? AS ESCI INA NEQUE CATUM.

    SATQUE TE ETIS IN TE CONTEET? AS ESCI INA NEQUE CATUM.

    SATQUE TE ETIS IN TE CONTEET? AS ESCI INA NEQUE CATUM.

    Base cartogrfi ca: IBGE.

    Ttulo gravata de mapa

    Altitudes: o nvel do mar a referncia para determinar todas as medidas de al-titude de qualquer ponto da superfcie terrestre. Logo, ao nvel do mar, alti-tude zero.

    Altitudes: o nvel do mar a referncia para determinar todas as medidas de altitude de qualquer ponto da superfcie terrestre. Logo, ao nvel do mar, altitude zero.

    Histria: palavra utilizada pela pri-meira vez por Herdoto, pensa-dor da Grcia Antiga que viveu h cerca de 2 600 anos. Essa pa-lavra de origem grega significa algo que foi testemunhado por al-gum. Algo que foi testemunhado.

    FL

    VIO

    SM

    ILE

    Geografia | 7o ano 2o volume237

    Flio(cor da disciplina)

    Numerao de exerccios(Cor 1 da disciplina)

    |3|

    |16|

    |27|

    |38|

    |49|

    GEO

    DOM BOSCO EF II Pearson Elementos grfi cos

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 20 7/25/16 10:21 AM

  • 21

    Os abres da coleo so o ponto de maior semelhana visual com as revistas, onde podem ser vistos os textos em tamanho grande sobre fotos e bordas brancas, deixando o livro arejado e leve, de modo que a

    leitura e o estudo no se tornem cansativos.

    Nos modelos diagramados possvel observar a distribuio dos textos em colunas, como utilizado em revistas. Os elementos presentes na coleo, como as retculas, reas com espaos em branco e encaixe dos boxes, deixam o material dinmico e organizado, ideal para despertar o interesse do aluno.

    DOM BOSCO EF II Pearson Modelos diagramados

    Modelo diagramado(Lngua Portuguesa)

    Modelo diagramado(Geografi a)

    DOM BOSCO EF II Pearson Abres

    Abre de unidade

    Abre de captulo

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 21 7/25/16 10:21 AM

  • 22

    TOUR PELO MATERIAL

    ANOS FINAIS

    6

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 22 7/25/16 10:21 AM

  • 23

    TOUR PELO MATERIAL

    ANOS FINAIS

    6aBErtura Da uniDaDE

    imagem em pgina dupla, representativa do tema a ser tratado na unidade e breve resumo sobre o tema, acompanhado dos boxes Nesta unidade voc vai, no qual constam os principais objetivos gerais de aprendizagem da unidade, e Captulos, em que so apresentados os captulos que compem a unidade.

    HISTRIA | 6 ANO 1 P. 86 E 87

    CINCIAS | 6 ANO 1 - P. 316 HISTRIA | 6 ANO 1 - P. 138

    aBErtura DO captulO

    imagem de abertura do captulo, acompanhada de um breve questionamento sobre o que o aluno sabe a respeito do tema ou de uma situao que o faz refletir sobre determinado assunto, que ser alvo de estudo. H, tambm, um boxe com o ttulo Neste captulo voc vai, que contm os objetivos de aprendizagem

    daquele captulo.

    pOntO DE partiDa

    tem como principal funo estimular a discusso sobre o tema e levantar os conhecimentos prvios dos alunos sobre os contedos abordados no captulo. Esse levantamento ajuda o professor no planejamento de sua aula e permite oferecer um ensino personalizado, partindo do repertrio da turma. Dessa forma, os alunos so respeitados como protagonistas de seu aprendizado e aprendem conforme a interao com o meio e as pessoas com quem convivem.

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 23 7/25/16 10:21 AM

  • 24

    cOntEDOs cOMplEMEntarEs

    Ao longo do captulo so destacados termos ou contedos complementares, que auxiliam o aluno na compreenso do tema.O aluno tem acesso a informaes interdisciplinares, estimulado a analisar documentos e situaes e opinar sobre assuntos atuais, alm de elaborar textos abordando a proposta apresentada.

    MOs OBra!

    Compe-se de uma srie de atividades, dissertativas ou no, na qual o assunto poder demandar todo o conhecimento trabalhado ao longo do captulo.

    HISTRIA | 6 ANO 1 P. 131

    GEOGRAFIA | 6 ANO 1 - P. 191

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 24 7/25/16 10:21 AM

  • 25

    anOtaEs

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 25 7/25/16 10:21 AM

  • 26

    anOtaEs

    23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 26 7/25/16 10:21 AM

  • 23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 27 7/25/16 10:22 AM

  • 23322 - DOM BOSCO GUIA GALERIA DE ARTE 210x297AF.indd 28 7/25/16 10:22 AM