Click here to load reader

Movimentos Sociais e Redes Sociais

  • View
    1.907

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Um pequeno resumo das ideias de Gene Sharp e a ideia do Macrowikinomics. Arquivo atualizado em 06/11/2014.

Text of Movimentos Sociais e Redes Sociais

  • 1. MOVIMENTOS SOCIAISe Redes Sociais

2. Cincias Sociais Curso de Direito Turno Noturno Alunos: Beatriz Rizzo Volpi Eduardo Marques Cruz Estefany Jaqueline Mota Gabriel Toledo Otilia Afonso Yan Borges 3. Proposta do trabalho Nossa proposta apresentar a obra de Gene Sharp ecomo ela se comunica com o a ideia doMacrowikinomics, de Don Tapscott e Anthony D.Williams, para o contexto social, e como estas aespacificas e colaborativas podem utilizar dasferramentas das Redes Sociais, e assim ajudar namelhoria das questes sociais. Duas ideias principais me chamam ateno emespecial. Aqui podemos fazer o bem sem saber aquem, e a forma como podemos transformar e levarnovas ideias a todos. Obrigada ao grupo que comprou esta ideia e ajudou aelabora este trabalho. Otlia 4. Da Ditadura DemocraciaGene Sharp escreveu sobre a luta social no violenta, elerelata que as pessoas no precisam ser agressivas para conseguirseus direitos. Uma sociedade pode ser pacfica.Gene Sharp criou uma organizao sem fins lucrativos que aplicada aos estudos, dvulga como ter uma ao pacfica com osconflitos do mundo. 5. Sua organizao chamada Bolsa da Sharp, estestimulando as organizaes ao redor do mundo. " Maisrecentemente, um movimento de protesto que derrubou o presidenteMubarak do Egito chamou ateno, extensivamente sobre suasidias, bem como o movimento da juventude na Tunsia, e osanteriores na Europa Oriental, chamadas de revolues coloridasque anteriormente tinha sido inspirados pelo trabalho de Sharp."O livro de Gene Sharp, que usado como um manual "DaDitadura Democracia", teve a utilidade para as campanhas de Otporda Srvia, Pora da Ucrnia e etc.A organizao Albert Einstein Institution, foi criada paradivulgar os mtodos de resistncia em conflitos e explorar seupotencial poltico e comunicar estes resultados atravs da imprensa eoutros meios de comunicao, tradues, conferncias , consultas eoficinas. 6. Protesto na Praa da Paz Celestial -1989 O Protesto na Praa daPaz Celestial (Tian'anmen)em 1989, mais conhecidocomo Massacre da Praada Paz Celestial, ou aindaMassacre de 4 de Junhoconsistiu em uma srie demanifestaes lideradaspor estudantes naRepblica Popular daChina, que ocorreramentre os dias 15 de abril e4 de junho de 1989. 7. Primavera rabe - 2010 Recentemente na Primavera rabe, que pode quererchegar ao Brasil sob a bandeira de combate Corrupo. Este protestos envolve campanhassustentas por mdias sociais, como Facebook, Twittere Youtube, para organizar, comunicar e sensibilizar apopulao. Termo Primavera rabe, existe um aluso dePrimavera de Praga ocorrida em 05 de abril de 1968.A Primavera rabe c0omeou com os primeirosprotestos que ocorreram na Tunsia em 18 deDezembro de 2010. Foram causados por fatores demogrficos estruturais,condies de vida duras promovidas pelodesemprego. Essas manifestes so exercidas por meio decarter pacifista, em nome da paz. 8. Mtodos de Ao No Violentos Gene Sharp sugere em sua obra 198 mtodosde ao no violentos. Algumas aes: -Silncio, -Ocupao sentada, -Invaso no violenta. 9. MacroWikinomics Reiniciando osNegcios e o MundoDon Tapscott e Anthony Williams trazem em sua obrao conceito de colaborao nos negcios, na sociedade, naeconomia, em um novo formato de intercomunicao depensadores globais, utilizando do poder da web compartilharideias e assim transformar a sociedade em busca demelhorias.Segundo Mark Pakker, CEO Nike diz, Um livrodefinitivo de nosso tempo. MacroWikinomics mostra-nos umfuturo pronto para ser moldado por uma rede global depensadores. A tecnologia encurtou o mundo para quepossamos crescer novamente. E as ferramentas esto todasaqui. 10. MacroWikinomics - Analogia de umasociedade interligada.Analisar a sociedade partir de uma analogia, simplificar aquilo quepodemos passar anos tentando decifrar.Nossa sociedade apresenta e vive uma rotina diria fatigante e complexa.Acorda, vai trabalhar, estuda, cuida da casa e da educao dos filhos, e pormuitas vezes deixamos de nos proteger do predador dirio chamado Sistema.Com referncia no vdeo Macrowikinomics, apresentada a rotina dospssaros Estorninhos, que dia aps dia se juntam como forma de proteocontra o seu predador direto, e esta unio gera uma fora inimaginvel. Estaunio, eles chamam de Murmuration, devido ao som das asas batendo, e almdo espetculo extraordinrio que apresentam no cu, eles conseguem afastarsuas ameaas.Cada participante da rede um centro e todos eles so fundamentaispara o conhecimento dos outros integrantes, uma vez que a aprendizagem emrede baseia-se na interao.Essa essncia de organizao passa ao telespectador a ntida idia daunio de todos, porm com a influncia daquele que lidera o seu bando, e issoacontece em nossa sociedade. Nos unimos contra as ameaas impostas pelavida, algumas vezes com o auxilio daquele que saiba organizar um pouco mais. 11. 5 passos para Inteligncia emrede Colaborao Abertura Compartilhamento Integridade Interdependncia 12. Resolvendo Problemas GlobaisAlm do Estado NacionalMuitos dos problemas sociais esto sobre o nus do Estado, essemesmo que seja sua funo no atende totalmente todos os problemas dasociedade.Hoje, bem difcil para microempreendedores conseguir um capital inicialpara dar impulso e concretizar as suas ideias, ou at mesmo para modernizarsuas empresas com novos equipamentos - falando de uma perspectiva global.O kiva.org um site mediador que busca solucionar esse tipo deproblema, ele partiu da ideia do casal Matt Flanery e Jessica Jackley queforam frica para trabalhar para o Village Enterprise Fund. (VEF)organizao sem fins lucrativos que ajuda microeempreendores rurais emtoda a frica constituir pequenas empresas. Observando o negcio promissore depois de investirem em um negcio os dois decidiram criar o kiva.org ondepessoas de todo mundo podem emprestar dinheiro paramicroempreendedores, essa ideia deu to certo que todos os emprstimosconcedidos foram pagos.O que podemos observar que o kiva.org no um programa quefaz parte de algum governo ou Organizao Internacional, mas sim umainiciativa civil que proporcional a mitigao da pobreza em pases ondemicroempreendedores no tem subsdios de seus Governos 13. O Projeto de Reformular oMundoA tentativa das Cooperaes e Instituies Internacionaisfracassaram ao tentar estender o desenvolvimento econmico e social sregies menos desenvolvidas do mundo, os chamados pasessubdesenvolvidos ou de 3 mundo. Uma das propostas de um dos trabalhoselaborado pelo Frum Econmico Mundial de 2010 descreve a situaomundial da seguinte maneira: O mundo est quebrado, enfrentado umparadoxo. Esse, se tornando cada vez mais interdependente e, por outrolado, os governos e as organizaes cada vez menos capazes de administraras questes globais na medida em que grandes segmentos das populaesainda no esto prontos para aceitar as consequncias das politicas publicasa serem perseguidas alm do interesse comum global.As Instituies Internacionais, criadas ao longo dos ltimos 50 anos,refletem em grande parte o dinamismo do poder mundial. Embora apenas12% da populao mundial esta centralizada na Europa Ocidental e Amricado Norte, essas regies exercem forte influencia devido conquista eparticipao no mercado econmico, social e politico. Logo, essas regies noadmiram pases em ascenso como Brasil, China e ndia possam compartilharou participar do processo decisrio internacional de maneira proporcional asua participao no cenrio mundial. 14. De Novo, A Grande Reformulao GoblalVale mencionar que, em 1648, com o tratado de Vesteflia, que psfim a quase meio sculo de guerras brutais e sangrentas. E, em 1919, nasequencia da 1 Guerra Mundial, Woodrow Wilson, presidente dos EstadosUnidos, proclamou que outra guerra mundial eclodira se os pases do mundono chegarem a um acordo que a evite. Esse acordo nunca ocorreu e aguerra estourou. Isto se deu, porque os pases se atentaram apenas nos seusregimentos internos e no na preocupao dos problemas internacionaisexistentes.Em 1944, um grupo de lideres mundial se reuniu numa comunidadeem Bretton Woods, New Hampshire, durante 22 dias onde elaboraram umanova arquitetura internacional que presidiu os prximos 65 anos dedesenvolvimento global. Em seguida, nos prximos anos, nasce s NaesUnidas, do GATT (General Agreement on Tariffs and Trade), das Convenesde Genebra, do FMI, do Banco Mundial e da Declarao dos DireitosHumanos, dentre outros.Atualmente, o EUA ainda pode continuar sendo a maior potenciamilitar do mundo, mas a ascenso recente de alguns pases da sia, AmricaLatina e da Europa esto sacudindo o equilbrio econmico, pois estes estoemergindo como potencias econmicas. Frente a essas mudanas se faznecessrio exigir uma reconstruo, reformulao do sistema internacional ede todas as Instituies. 15. A Parceria na Agenda Global Mostra oCaminhoA grande evoluo aqui se consagrou com o suo, o professor Sr. KlausSchwab, que se considerava imbudo da misso de encontrar novas maneiras demelhorar a situao do mundo e para tal fundou a nova Instituio como ponto deencontro, partida com o objetivo de promover a cpula anual de lideres mundiais emDavos, estao de esqui na Suia. Em observncia, Schwab e sua equipe diante dadesconexo entre a escala de problemas com que o mundo se depara e a notriaincapacidade das Instituies existentes para resolv-los adicionada da crise financeirapertinente foi o momento adequado que o projeto, apesar de pouco conhecido masextraordinrio, por reunir milhares de lideres da academia, dos governos, da sociedadecivil e das empresas de todo o mundo, afim de repensar os problemas globais. Comisso foi lanado em 2009, a Iniciativa de Agenda Global, que envolve hoje cerca de1.200 lideres de vrias reas da sociedade, recrutados por 90 Conselhos de AgendaGlobal. Os Conselhos no se renem apenas em Davos como no inicio, mas tambmem sesses por meio de plataformas na Web que oferece espao informal para a trocade ideias e debates. A principal meta alavancar 100 propostas inovadoras e,alternativas quando necessrio, sobre como a comunidade global poderia sereorganizar em seus prprios fundamentos para uma gesto de sucesso frente aosdesafios, oportunidades e riscos desse mundo cada vez mais interdependente,complexo e dinmico. Em outras palavras, um brainstorming mundial sobre o futuroreunindo as maiores e respeitadas sumidades em estudos relevantes oferecendo umportal sobre reflexes ao longo prazo utilizando das dificuldades do presente. Essemodelo, a Iniciativa de Agenda Global, talvez seja capaz de fornecer ao mundo osmeios necessrios para monitorar, controlar em tempo real e informar aos lideresmundiais os problemas e suas consequncias, isto , o que j est ocorrendo e o quepoderia acontecer em seguida. 16. Cidados Globais: Novos Modelos deCooperao de Baixo para CimaO cidado tornou-se cada dia mais internacional a partir dosacordos internacionais em que as naes aproximam seus interesses,de acordos comerciais, jurdicos, sociais, e hoje com a comunicaona Web e o mpeto de compartilhar expertise, proporcionam a estecidado uma viso mais crtica, rpida e tambm mais colaborativacom todo o mundo. Como j vimos acima pelo o efeito doMurmuration, que despertou aos cidados esta possibilidade de voze uma maior liberdade de expresso e proliferao das ideias.As ONGs Organizaes No Governamentais, movimentamaproximadamente em todo o mundo U$ 1 trilho, por ano. Estasinstituies surgiram aps a Segunda Grande Guerra Mundial, exemplo podemos citar a Bretton Woods como pioneira em novaordem de instituies No governamentais, que tinham interesses emacordos Internacionais. Neste momento podemos perceber amudana de foras de Governo, novos meios de negociaes emovimentaes dos cidados. Hoje s ONGs empregam cerca de 19milhes de trabalhadores, gastam cerca de U$ 15 bilhes, por ano,valor equivalente movimentao do Banco Mundial. 17. Segundo Colker; passamos 9 bilhes de horas jogandopacincia. Jacob Colker e Bem Rigby sugerem que o cidado podemutilizar do seu tempo disponvel para aes sociais, Ainda Colker eRiggby diz que ; os americanos, por exemplo, gastam 4,6 horas porsemana por semana brincando com videogames, 51 minutos por diaem transportes pblicos, no percurso casa-trabalho-casa, 18 minutosnas filas de controle de segurana, em aeroportos e, em mdia, meiahora nas filas de agncias de correios.O Cidado hoje pode utilizar de ferramentas de redes sociais,como Facebook, Twitter, Cartase e outras redes, para divulgar suasideias e tambm pode atravs delas realizar aes decompartilhamento e at conseguir arrecadar quantias para seusprojetos sociais.Tudo isso possvel segundos estudos, estamos invertendoassim, a nova ordem de cooperao, tirando as refernciasinstitucionais como motivadores do povo e passando ao cidado estapossibilidade de interferir de modo diferenciado nas questes sociais. 18. Movimentos Sociais em SoPauloO nosso "MURMURATION" assustou, e se noassustou, alertou as autoridades que a tecnologia,internet, entre outras, esto aliadas populao, e quedelas vo advir seus frutos e necessidades.E como estorninhos percebe-se que o vooespetacular proporcionado pelo conjunto nos protege,nos acalenta, nos traz sentimento de grupo, nospermite atuar na nossa rea de competncia,alcanando novos territrios, aprendendo com ascompetncias complementares, juntos e em rede. 19. Manifestaes em So Paulo Junho 2013.A cidade de So Paulo neste ano de 2013,presenciou uma das maiores manifestaes.Jovens insatisfeitos foram as ruas parareivindicar por melhorias. Os R$ 0,20 gerou oestopim disso tudo, transformando em umverdadeiro desabafo de lutas por direitos e umgoverno mais eficiente, mas esse foi apenas o empurram que a populao espera paraacordar, outros motivos tambm foramprotestados como: a poltica, corrupo, sade,contra a PEC 37 e a educao. 20. Bibliografia Livro: Da Ditadura Democracia http://www.slideshare.net/hsluziania/da-ditaduraademocraciagenesharp2 Documentrio de Gene Sharp conta excluida pelo Youtube http://www.youtube.com/watch?v=91kVIU3hKcU Novo link Gene Sharp Atualizado em 06/11/2014 https://www.youtube.com/watch?v=jqtTc_CMlJg Macrowikinomics. Reiniciando os Negcios e o Mundo, Don Tapscot e Anthony D.Willians http://www.youtube.com/watch?v=o4QRouhIKwo&list=PL3467A62C06B3B060&index=10 21. Obrigado! Para protestar e realizar colaborao eenvolvimento global no precisamos maisde instituies e representaes somentea atitude individual que pode mudar tudo!Otlia