of 35 /35
PONTE ROLANTE DENNIS SILVA ATAIDE RA:28212715 TOMI ROGER SARRIA RA:28211920 WILLIAM FERREIRA DOS SANTOS RA:28210860

Ponte Rolante Introdução

Embed Size (px)

Text of Ponte Rolante Introdução

Page 1: Ponte Rolante Introdução

PONTE ROLANTE

DENNIS SILVA ATAIDE RA:28212715TOMI ROGER SARRIA RA:28211920WILLIAM FERREIRA DOS SANTOS RA:28210860

Page 2: Ponte Rolante Introdução

Ponte Rolante

• É um equipamento de transporte de pesos e volumes, com suas especificações de capacidade, que proporciona a movimentação de cargas em todos os sentidos dentro de seus limites de trabalho (longitudinal, transversal e vertical).

• É composta basicamente de traves, vigas, truques, passadiços, para-choques, cabine de comando, sistemas de elevação, entre outros dependendo de suas configurações.

Page 3: Ponte Rolante Introdução

Ponte Rolante

Algumas aplicações:– Indústrias (Ramo siderúrgico, metalúrgico...);– Portos;– Movimentações na região retroportuária, etc.

Tendem a ser muito grande e apresentam alto custo de aquisição, mas a relação custo x benefício pode ser muito vantajosa e valer a pena a aquisição de um modelo, no caso de movimentação de grandes volumes de materiais.

Page 4: Ponte Rolante Introdução

Legislação• 1977 – Foi estabelecida a Lei 6.514 regularizada pela portaria

3.214/78;• NBR ISO 4309 – Guindastes - Cabo de Aço - Critério de

Inspeção e Descarte;• NBR 8400 – Cálculo de equipamento para levantamento e

movimentação de cargas;• 2004 – É publicada a Norma Regulamentadora (NR) número

11 – “Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais”.

Page 5: Ponte Rolante Introdução

Tipos de Ponte Rolante

Existem 2 tipos de ponte rolante:• Ponte Rolante Apoiada;• Ponte Rolante Suspensa;E podem ser:• Uni-Viga;• Dupla-Viga;

Page 6: Ponte Rolante Introdução

Ponte Rolante Apoiada

Page 7: Ponte Rolante Introdução

Ponte Rolante Suspensa

Page 8: Ponte Rolante Introdução

Ponte Rolante Convencional

Page 9: Ponte Rolante Introdução

Carro Principal• Se desloca no sentido longitudinal da edificação e é

onde fica todo o mecanismo da ponte, assim como o carro transversal (trole) e o guincho (sistema de elevação).

• Normalmente o carro principal é onde se tem o maior deslocamento da ponte.

Page 10: Ponte Rolante Introdução

Carro Principal

Page 11: Ponte Rolante Introdução

Trole

• É um componente motorizado, que sustenta o mecanismo de elevação, e se desloca no sentido transversal da edificação sobre as traves, até o limite de segurança fixado nas vigas da ponte. É composto de motor, redutor, freio, acoplamento, mancais e suportes.

Page 12: Ponte Rolante Introdução

Trole

FreioMotor

Redutor

Acoplamentos

Roda Motriz

Roda Motriz

Page 13: Ponte Rolante Introdução

Guincho

• É um componente motorizado fixado no trole, que exerce a força necessária para movimentar a carga no sentido vertical, através do mecanismo de elevação composta de: motor, freio de motor, redutor, eixo, freio de carga, tambor (dromo), cabos de aço, polias, suporte, caixa de gancho, mancais e gancho.

Page 14: Ponte Rolante Introdução

Guincho

Page 15: Ponte Rolante Introdução

Equipamento de Proteção da Ponte

• Considerada como um dos elementos importantes na cadeia de produção, e por ser de altíssimo custo e oferecer certos riscos, a ponte rolante é equipada com alguns componentes descritos a seguir, que permitem maior segurança de operação e de prevenção de acidentes envolvendo homens e materiais.

Page 16: Ponte Rolante Introdução

Freio• É acionado pelo operador diretamente da cabine,

agindo sobre as rodas dos truques. Para ponte tipo pórtico, usa-se o freio hidráulico e para pontes dotadas de botoeiras é obrigatório o uso de freio eletromagnético (opcional para as demais pontes).

Page 17: Ponte Rolante Introdução

Parachoques

• Realizados nos estremos dos truques, com amortecedores para amortecer choques da ponte.

Page 18: Ponte Rolante Introdução

Chave geral

• Localizada no painel ou na parte superior da ponte, quando desliga paralisa totalmente a ponte.

Page 19: Ponte Rolante Introdução

Limitador Automático

• (Chave limite) – Localizado no guincho, permite sua paralisação na posição de elevação máxima. Geralmente está ligado ao guincho, sendo acionado pelo próprio gancho ao subir.

Page 20: Ponte Rolante Introdução

Batente do Barramento

• Fixado nos trilhos das travas da ponte, funciona como limitador do movimento do trole, protegendo o barramento nos eventuais balanços do guincho.

Page 21: Ponte Rolante Introdução

Sistemas de Comando

• Os equipamentos de manuseio e transporte de cargas podem ser comandados de diversas formas: posto de comando, botoeira, cabine, etc. A tendência atual é rádio controle.

Page 22: Ponte Rolante Introdução

Posto de Comando• O posto de comando normalmente é fixo na

Estrutura do edifício, sua limitação é o curso longitudinal do equipamento.

Page 23: Ponte Rolante Introdução

Botoeiras• Botoeiras são normalmente utilizadas em

equipamentos com velocidades de translação do carro e da ponte não superiores a 40 m/min; podem ser acionadas do piso de operação.

Page 24: Ponte Rolante Introdução

Cabine Fixa no Equipamento

• Cabines fixas no equipamento, podem ter as seguintes variações:

• Sob o passadiço (na extremidade ou no centro);• Fixas no carro, porém não interferindo no espaço

entre as vigas – esta configuração requer uma estrutura auxiliar;

• Com movimento independente de translação, geralmente sob uma das vigas, utilizada para vão acima de 25 metros.

Page 25: Ponte Rolante Introdução
Page 26: Ponte Rolante Introdução

Rádio Controle

• Rádio controle, que já é largamente utilizado em países desenvolvidos, para toda e qualquer aplicação.

Page 27: Ponte Rolante Introdução

Qual sistema usar?

• O tipo e localização do sistema de comando dependem de um estudo do manuseio da carga, custos envolvidos, volume de produção, periculosidade da área e, principalmente, análise de ergonomia.

Page 28: Ponte Rolante Introdução

Acessórios Individuais

• Esses acessórios auxiliam na preparação da carga a ser elevada ou transportada pela ponte rolante. Os acessórios são utilizados principalmente pelos operadores:

Page 29: Ponte Rolante Introdução

Tenaz• Utilizada normalmente no transporte de material

acabado, onde haja um apoio para prende-la, como por exemplo em lingotes, lingoteiras, cadinhos, trilhos, etc.

Page 30: Ponte Rolante Introdução

EletroímãÉ utilizado para transportar materiais sujeitos ao magnetismo e não combustível, como por exemplo sucata, chapas de aço, etc. No uso do eletroímã, um ajudante de piso pode, com o auxílio de uma corda, fazer o direcionamento do e equipamento.

Page 31: Ponte Rolante Introdução

Correntes• Utilizadas para transportar materiais em bruto, onde

não haja risco nem possibilidade de danos.

Page 32: Ponte Rolante Introdução

Cintas• São utilizadas no transporte e manuseio de carga ou

materiais acabados. Podem ser de metal, náilon, couro ou tecido.

Page 33: Ponte Rolante Introdução

Estropos(Línguas) – Utilizados no transporte de materiais acabado e de superfície lisa, onde não haja risco nem possibilidade de danos.

Page 34: Ponte Rolante Introdução

Balancim• Utilizado no transporte de peças ou cargas longas,

normalmente ligados aos ganchos da ponte.

Page 35: Ponte Rolante Introdução

Conclusão

Exemplo da evolução tecnológica