Click here to load reader

Aula 04 - Introdução aos Diagramas de Sequência

  • View
    732

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Introdução ultra-light aos diagramas de sequência, para a disciplina de planeamento de sistemas de informação do mestrado em informação empresarial da escola superior de estudos industriais e de gestão do instituto politecnico do porto, ano lectivo de 2012/2013.

Text of Aula 04 - Introdução aos Diagramas de Sequência

  • 1.Diagramas de Sequncia eUltra-Light versionAlberto Simes [email protected] de Sistemas de Informaoca Mestrado em Informao Empresarial ca 2012/2013 Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 1/18

2. Diagramas de Sequncia eOs diagramas de sequncia so um membro importante doeagrupo dos diagramas de interao; caOs diagramas de interao modelam as interaes entre asca copartes intervenientes no sistema;Neste grupo de diagramas, incluem-se tambm: ediagramas de comunicao;cadiagramas de temporizao;caOs diagramas de sequncia so os mais populares, e apossivelmente porque so os mais fceis de entender por aapessoas externas ao UML. Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 2/18 3. Diagramas de Sequncia eTm como objetivo capturar a ordem de interaes entreecopartes do sistema;E poss descrever que iteraes sero despoletadas quando vel co adeterminado case de uso executado, e qual a ordem pelaequal essas iteraes iro ocorrer;co aPodem incluir muita mais informao sobre esta interao,ca camas a sua relevncia a simplicidade e efetividade com que a ecomunicam a ordem de eventos ao longo de uma interao. ca Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 3/18 4. Diagramas de Sequncia eParticipantesParticipante 1Participante 2 participantesidenticao do participantelinha do tempoSo compostos por uma coleo de participantes: acapartes do sistema que interagem durante a sequncia.eA posio de um participante numa sequncia importante.cae eAo contrrio de outros diagramas, os de sequncia so semprea eaorganizados verticalmente. Alberto SimesoDiagramas de Sequncia Ultra-Light versione 4/18 5. Diagramas de Sequncia eParticipantesParticipante 1Participante 2 participantesidenticao do participantelinha do tempoA cada participante est associada uma linha do tempo; aA linha do tempo serve para indicar, a cada momento, se esseparticipante existe nesse ponto da sequncia; e Alberto SimesoDiagramas de Sequncia Ultra-Light versione 5/18 6. Diagramas de Sequncia eParticipantesExistem dois tipos de diagramas, que podem ser de alto nvel, oubaixo n velnum diagrama de baixo n os participantes so,velahabitualmente, classes, objetos, ou mdulos do sistema, e as omensagens trocadas so invocaes a mtodos dispon aco e veisnesses mesmos objetos;num diagrama de alto n os participantes podem ser velsimplesmente atores, o sistema, uma base de dados ou emalguns casos, a interface com o utilizador; Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 6/18 7. Diagramas de Sequncia eTempoO tempo, num diagrama de sequncia, comea no topo dae cpgina, abaixo do participante mais acima, e progride pela apgina abaixo; aA ordem pela qual as interaes so colocadas pela pgina coaaabaixo indica a ordem pela qual estas interaes se realizamcoao longo do tempo;O tempo num diagrama de sequncia apenas relevante emeetermos de ordem, e no em termos de durao;a caEmbora a altura em que uma interao ocorre seja indicada,caessa posio no proporcional ` altura em que outras ca a e ainteraes ocorrem;coAlberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 7/18 8. Diagramas de Sequncia eEventos, Sinais e Mensagens Participante 1 Participante 2 MensagemEvento de Evento de "envio de "receo demensagem"mensagem" A parte mais pequena de uma interao um evento; ca e Um evento qualquer ponto onde algo ocorre. eAlberto Simes oDiagramas de Sequncia Ultra-Light version e 8/18 9. Diagramas de Sequncia eEventos, Sinais e Mensagens Participante 1 Participante 2 MensagemEvento de Evento de "envio de "receo demensagem"mensagem" Eventos so os blocos construtores para sinais e mensagens; a Sinais e mensagens so nomes diferentes para o mesmo a conceito: sinal a terminologia usada por analistas de sistemas; e mensagem a terminologia usada por engenheiros de software; eAlberto Simes oDiagramas de Sequncia Ultra-Light version e 9/18 10. Diagramas de Sequncia eEventos, Sinais e Mensagens InvocadorRecetor da da MensagemMensagem Participante 1 Participante 2 Mensagem (argumentos) Barra de Barra de ativao do ativao doInvocadorRecetor Seta deMensagemretorno e assinatura(opcional) (opcional)Alberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione10/18 11. Diagramas de Sequncia eEventos, Sinais e Mensagens A interao num diagrama de sequncia ocorre quando umca e participante decide enviar uma mensagem a outro participante; As mensagens num diagrama de sequncia so especicadasea usando usa seta, do participante que deseja enviar a mensagem (o invocador) para o participante que deve receber essa mensagem (o recetor); As mensagens podem uir em qualquer direo que faacac sentido para a interao requerida:ca da esquerda para a direita, da direita para a esquerda, ou mesmo para si prprio. o Uma mensagem pode ser vista como um evento que passadoe do invocador para o recetor para que este realize alguma operao.caAlberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 11/18 12. Diagramas de Sequncia eBarras de Ativao ca Invocador Recetor dada Mensagem Mensagem Participante 1Participante 2Mensagem (argumentos) Barra deBarra de ativao doativao doInvocador RecetorSeta deMensagem retorno e assinatura (opcional) (opcional) Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e12/18 13. Diagramas de Sequncia eBarras de Ativao ca Quando uma mensagem enviada a um participante, elae despoleta o participante recetor para realizar algo: neste momento o recetor dito como ativo! e Para mostrar que um participante est ativo, ou seja, a realizar a uma qualquer operao, usada uma barra de ativao; ca eca Tambm habitual desenhar a barra de ativao noe e ca invocador, demonstrando que est ocupado a enviar aa mensagem, e que estar ocupado depois de receber a resposta;a As barras de ativao so opcionais, j que podem gerar ru ca aa do num diagrama de grandes dimenses.o Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 13/18 14. Diagramas de Sequncia eMensagens Aninhadas Participante 1 Participante 2 Participante 3Mensagem InicialMensagem aninhada 1Mensagem aninhada 2 Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 14/18 15. Diagramas de Sequncia eMensagens de RetornoA mensagem de retorno opcional, e serve para mostrar, noenal de uma barra de ativao, retornar ao participante quecaenviou a mensagem original.Por vezes o uso das mensagens de retorno podem tornar osdiagramas confusos.No entanto, estas mensagens de retorno so implacitas sempreque uma barra de ativao termina1 .caEmbora as mensagens sejam habitualmente enviadas entredois participantes diferentes, normal que um participante eenvie uma mensagem a si mesmo. 1 Para mensagens s ncronas. . .Alberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 15/18 16. Diagramas de Sequncia eFragmentos de SequnciaeParticipante 1Participante 2 Participante 3Mensagem Inicialalt Mensagem opcional 1[condio][else]Mensagem opcional 2 Alberto Simeso Diagramas de Sequncia Ultra-Light version e 16/18 17. Diagramas de Sequncia eFragmentos de Sequnciae Um fragmento de sequncia uma caixa que engloba uma e e poro de interaes;ca co Uma caixa de fragmento de sequncia sobrepe-se na posioe o ca do diagrama onde essa poro de interaes se realiza;ca co Pode conter qualquer nmero de interaes e, em diagramasu co complexos, at outros fragmentos;e No canto superior esquerdo da caixa de fragmento indicadoe o tipo de fragmento. No diagrama anterior, o operador o alt, que indica que cadae um dos grupos de interaes so alternativas.coaAlberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 17/18 18. Diagramas de Sequncia eFragmentos de SequnciaeAlguns tipos de fragmentos: alt dado um conjunto de guardas, e dependendo de qual e verdadeiro, a correspondente sub-coleo de interaes serca coa executada;Alberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 18/18 19. Diagramas de Sequncia eFragmentos de SequnciaeAlguns tipos de fragmentos: alt dado um conjunto de guardas, e dependendo de qual e verdadeiro, a correspondente sub-coleo de interaes serca coa executada; loop dado um nmero m u nimo ou mximo de vezes (ou um guarda),aa correspondente sub-coleo ser executada o nmero de ca auvezes indicado (ou enquanto o guarda for verdadeiro);Alberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 18/18 20. Diagramas de Sequncia eFragmentos de SequnciaeAlguns tipos de fragmentos: alt dado um conjunto de guardas, e dependendo de qual e verdadeiro, a correspondente sub-coleo de interaes serca coa executada; loop dado um nmero m u nimo ou mximo de vezes (ou um guarda),aa correspondente sub-coleo ser executada o nmero de ca auvezes indicado (ou enquanto o guarda for verdadeiro);opt dado um guarda, a correspondente sub-coleo s ser ca oaexecutada se o guarda for verdadeiro;Alberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 18/18 21. Diagramas de Sequncia eFragmentos de SequnciaeAlguns tipos de fragmentos: alt dado um conjunto de guardas, e dependendo de qual e verdadeiro, a correspondente sub-coleo de interaes serca coa executada; loop dado um nmero m u nimo ou mximo de vezes (ou um guarda),aa correspondente sub-coleo ser executada o nmero de ca auvezes indicado (ou enquanto o guarda for verdadeiro);opt dado um guarda, a correspondente sub-coleo s ser ca oaexecutada se o guarda for verdadeiro;par indica que as sub-colees indicadas podero ser executadascoaem paralelo, e que no dependem entre si.aAlberto Simes o Diagramas de Sequncia Ultra-Light versione 18/18