Caderno Ovinocaprinocultura - Contedo v2

  • View
    572

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Caderno Ovinocaprinocultura - Contedo v2

Maio/1999

Programa para o Desenvolvimento Sustentvel da Ovinocaprinocultura na Regio Nordeste

2

SUMRIO1 2 3 3.1 3.2 3.3 4 5 6 7 7.1 7.2 7.3 7.4 7.5 7.6 8 INTRODUO CARACTERIZAO E PANORAMA DA OVINOCAPRINOCULTURA NO MBITO MUNDIAL, NACIONAL, REGIONAL E ESTADUAL MERCADO E COMERCIALIZAO Mercado de Carne Mercado de Pele Mercado de Leite de Cabra O SISTEMA AGROINDUSTRIAL OPORTUNIDADES E AMEAAS PONTOS FORTES E PONTOS FRACOS O PROGRAMA Diretrizes e estratgias Objetivos Metas Agentes e parceiros Aes indicadas Aes implementadas CONCLUSES REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS ANEXOS 1 Caracterizao das principais raas de caprinos e ovinos criadas no Nordeste 2 SAG Caprinocultura de Leite 3 SAG Ovinocaprinocultura de Corte 4 Calendrio de combate e controle das principais doenas infecciosas e parasitrias e estaes de monta indicadas para os Estados nordestinos LISTA DE TABELAS LISTA DE QUADROS LISTA DE DIAGRAMA 54 56 57 58 4 6 23 23 27 29 32 33 34 36 37 41 41 42 43 49 51 52

3 3 3

Programa para o Desenvolvimento Sustentvel da Ovinocaprinocultura na Regio Nordeste

3

LISTA DE TABELAS Tabela 1 Tabela 2 Nordeste Rebanhos caprino e ovino Variao nas mdias de peso vivo, peso e rendimento de carcaa de ovinos de acordo com a idade de abate 7 26

LISTA DE QUADROS Quadro 1 Quadro 2 Quadro 3 Quadro 4 Quadro 5 Quadro 6 Quadro 7 Quadro 8 Quadro 9 Comparao entre as evolues de rebanho bovino e caprino em um perodo de 12 anos Recuperao anual do capital empregado em um rebanho de 10 vacas e 10 cabras Maranho Rebanhos caprino e ovino por microrregio Piau Rebanhos caprino e ovino por microrregio Cear Rebanhos caprino e ovino por microrregio Rio Grande do Norte Rebanhos caprino e ovino por microrregio Paraba - Rebanhos caprino e ovino por microrregio Pernambuco - Rebanhos caprino e ovino por microrregio Alagoas Rebanhos caprino e ovino por microrregio 10 11 14 15 16 17 18 19 20 20 21 22 24 24 25

Quadro 10 Sergipe - Rebanhos caprino e ovino por microrregio Quadro 11 Bahia - Rebanhos caprino e ovino por microrregio Quadro 12 Norte de Minas Gerais Rebanhos caprino e ovino por microrregio Quadro 13 Corte da carne de caprinos e ovinos Quadro 14 Preo de venda ao consumidor e consumo per capita no Brasil Quadro 15 Consumo per capita anual de carne ovina e caprina em Fortaleza

LISTA DE DIAGRAMA Diagrama 1 Representao de um sistema agroindustrial 13

Programa para o Desenvolvimento Sustentvel da Ovinocaprinocultura na Regio Nordeste

4

1 INTRODUO Detendo expressiva rea territorial, a regio Nordeste do Brasil concentra aproximadamente 30% da populao brasileira e tem um PIB da ordem de US$ 134,2 bilhes de reais (SUDENE, 1998). Esses nmeros mostram como a Regio supera nesses indicadores alguns pases da Amrica Latina, constituindo-se num grande mercado com muitas potencialidades produtivas. Por outro lado, cabe destacar que o semi-rido1 nordestino compreende uma rea de 900.506 km2, alcanando 1.085.187 km2 quando considerado o semirido do Norte de Minas Gerais (SUDENE, 1997). Essa rea sofre os efeitos de estiagens prolongadas que, ao lado de uma srie de outros problemas ainda no resolvidos, tm contribudo para o grave quadro de pobreza que persiste na Regio. Tal quadro evidencia que o modelo de desenvolvimento vigente no foi capaz de superar as dificuldades, persistindo as disparidades da Regio em relao s demais do pas. A mudana dessa realidade requer contnuo aprimoramento da postura institucional e empresarial, grande esforo de articulao entre o setor pblico, o setor privado e a sociedade em busca de solues calcadas na otimizao de fatores endgenos e menos dependentes, alm de forte nfase nos investimentos em educao, pesquisa e tecnologia, planejamento flexvel e participativo e viso de mercado, para a insero mercadolgica competitiva dos segmentos produtivos de um modo geral. O Nordeste tem forte vocao para a pecuria, com uma afinidade cultural histrica para a pecuria bovina de corte, que j exerceu papel importante na economia nordestina. Hoje prevalece no semi-rido a pecuria bovina leiteira, que enfrenta srios problemas de competitividade, especialmente no segmento de pequenos produtores. Nesse contexto, a ovinocaprinocultura afigura-se negcio promissor, haja vista a sua adaptabilidade s condies locais, possibilidade de explorao por todas as categorias de produtores, crescimento do mercado e interesse do empresariado local pela atividade, com perspectivas de insero competitiva, focada na viso sistmica de cadeia produtiva. Alm da capacidade de resposta econmica e social, a ovinocaprinocultura pode contribuir para a preservao do meio ambiente, quer pelo aproveitamento de forrageiras nativas j existentes, quer pela possibilidade de reflorestamento para aproveitamento na alimentao animal.

1

Conforme AbSber (1974), o semi-rido nordestino fica situado em posio marginal, relativamente aos ambientes de climas ridos e semi-ridos tropicais e sub-tropicais do Globo. Trata-se de uma regio com delimitao e caractersticas geoambientais reunindo: expressiva extenso da rea semi-rida quente, com baixos ndices pluviomtricos inferiores a 800 mm - concentrados em poucos meses e acentuada irregularidade temporo-espacial das chuvas; elevadas taxas de evapotranspirao; pequena capacidade de reteno de gua nas reas de depresso sertaneja e demais unidades geossistmicas situadas em terreno de embasamento cristalino; proporo de terras simultaneamente favorecidas por condies edafo-climticas e com limitaes de ordem topogrfica; baixo potencial de natureza hidro-energtica em funo da larga preponderncia de rios intermitentes sazonais (FUNCEME, 1993)

Programa para o Desenvolvimento Sustentvel da Ovinocaprinocultura na Regio Nordeste

5

O presente trabalho contm, na sua primeira parte, uma viso global da atividade nos mercados mundial, nacional e regional, ressaltando suas caractersticas, vantagens competitivas, oportunidades, ameaas e obstculos existentes em toda a cadeia produtiva. Em sua segunda parte, concentra informaes relativas ao Sistema Agroindustrial (SAG) da ovinocaprinocultura, dentro de uma viso sistmica, sob o amparo dos ambientes institucional e organizacional envolvidos. Finalmente, contempla o Plano de Aes para a implementao do Programa, definindo diretrizes, estratgias, objetivos, metas, parceiros, e as aes integradas que tendem a favorecer o desenvolvimento sustentvel da atividade. Para sua elaborao foram utilizadas informaes sobre a atividade em cada Estado da Regio, obtidas mediante contato com empresas, criadores, tcnicos e demais agentes da cadeia produtiva, sob a coordenao do Banco do Nordeste. Os dados secundrios so oriundos de pesquisas desenvolvidas pelo Servio Brasileiro de Apoio s Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Empresa de Pesquisa Agropecuria do Estado do Cear (EPACE), j extinta, e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuria (EMBRAPA). Por fim, vale salientar que trata-se de documento executivo e negocial, com foco no cliente e nos requisitos de competitividade, menos direcionado para os aspectos tcnicos da atividade.

Programa para o Desenvolvimento Sustentvel da Ovinocaprinocultura na Regio Nordeste

6

2

CARACTERIZAO E PANORAMA DA OVINOCAPRINOCULTURA NO MBITO MUNDIAL, NACIONAL, REGIONAL E ESTADUAL

2.1 No Mundo A ovinocaprinocultura uma atividade econmica explorada em quase todos os pases, estando presente em reas de diferentes climas, solos e coberturas vegetais. No entanto, essa explorao s apresenta expresso econmica em poucos pases, sendo, na maioria dos casos, desenvolvida em sistema extensivo e com incipiente tecnologia. Segundo dados da FAO, os maiores detentores de rebanho ovino so a Austrlia, a China e a Nova Zelndia, que concentram, respectivamente, 14 %, 9% e 5% do efetivo mundial. Quanto espcie caprina, os maiores criadores so a ndia, a China e o Paquisto, que detm, respectivamente, 20%, 15% e 6,5% do rebanho mundial (FAO, apud Seara,1996). 2.2 No Brasil O Brasil detm apenas 1,7% do plantel mundial de ovinos (11,8 milhes de cabeas) e 2,1% do rebanho caprino mundial (18,6 milhes de cabeas), apesar de possuir condies edafoclimticas semelhantes ou at superiores s dos pases maiores criadores dessas espcies (FAO, apud Seara,1996). Considerando a dimenso territorial brasileira e as condies ambientais favorveis explorao da ovinocaprinocultura, os nossos rebanhos no apresentam quantitativos expressivos, principalmente quando comparados com a criao de bovinos, cujo efetivo nacional da ordem de 150 milhes de cabeas, ou com o desenvolvimento atingido pela avicultura no pas. O rebanho ovino brasileiro est concentrado na Regio Sul, sendo o estado do Rio Grande do Sul responsvel por 63% do total nacional, seguido da regio Nordeste, onde se destacam os estados da Bahia, Cear e Piau como maiores criadores. O Nordeste concentra a quase totalidade do rebanho caprino nacional, predominando raas com aptido para corte. No Brasil, a caprinocultura leiteira incipiente, estando mais desenvolvida nas regies Sul e Sudeste, destacando-se os estados de So Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. De consumo reduzido, o leite e queijos de cabra oriundos da regio so produtos raramente presentes em estabelecimentos comerciais. Apenas existem nos supermercados queijos importados. 2.3 No Nordeste A ovinocaprinocultura est presente em todos os estados nordestinos. Tradicionalmente explorada por um grande nmero de produtores da rea rural, especialmente da regio semi-rida.

Programa para o Desenvolvimento Sustentvel da Ovinocaprinocultura na Regio Nordeste

7

O Nordeste brasileiro detentor de 10,4 milhes de caprinos e 7,2 milhes de ovinos, na sua quase totalidade deslanados, correspondendo respectivamente a 89% e 39% do rebanho nacional, fato que demonstra a vocao natural da Regio para o desenvolvimento da ovinocaprinocultura. O Estado da Bahia concentra os maiores plantis dessas espcies