Click here to load reader

contabilidade 01.pdf

  • View
    13

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of contabilidade 01.pdf

  • Contabilidade Avanada

    Aplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    1 - Introduo

    Para gerenciar suas atividades, as empresas tem que gerenciar seusrecursos financeiros com a maior eficincia e eficcia possvel.

    No Brasil, onde e custo do capital mais alto que a maioria dos pasesesta tarefa mais rdua.

    A tarefa de buscar uma alternativa de aplicao mais rentvel umapreocupao constante dos gestores das empresas.

    claro que a maior parte do capital e deve ser empregado noprocesso de produo, como Estoques, Financiamentos de vendas aprazo, Imobilizado, etc.

    No entanto as sobras do capital de giro devem ser aplicadas, mesmoque a prazo curto, em alternativas que tragam rendimentos financeiros

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    2 Conceito

    Antes de se detalhar os procedimentos contbeis relativos s aplicaesde recursos em ttulos e valores mobilirios, necessrio definir algunsconceitos

    Titulo de crdito: Papis emitidos por entidades financeiras ( letras decambio, CDB ) ou por entidades no financeiras ( debntures) com oobjetivo de captao de dinheiro no mercado. Papis com prazo devencimento e rendimento de juros

    Debnture um ttulo de crditorepresentativo de emprstimo queuma companhia faz junto a terceiros eque assegura a seus detentoresdireito contra a emissora, nascondies constantes da escritura deemisso.

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    2 Conceito

    Valores mobilirios: Papis emitidos por entidades financeiras ou norepresentativos de fraes de patrimnio ( aes ou cotas ) ou dedireitos sobre a participao num patrimnio ( bnus de subscrio oupartes beneficirias)

    Aplicaes Financeiras: Aplicaes de natureza monetriarepresentados por direitos ou ttulos de crdito, com prazo devencimento e taxas pr ou ps fixadas. Depsitos a prazo fixo, CDB,Caderneta de poupana, )

    Investimento: Aplicaes de recursos em bens de natureza nomonetria representadas por valores mobilirios sem prazo devencimento ou taxa de rendimento predeterminada. O rendimentoest associado ao mercado. (aes, investimentos em ouro, fundos deaes )

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    3 Critrios de avaliao de aplicaes financeiras e estoque de ouro Art 183 da Lei 6404/76

    Art. 183. No balano, os elementos do ativo sero avaliados segundo os seguintes critrios:

    I - as aplicaes em instrumentos financeiros, inclusive derivativos, e em direitos e ttulos de crditos, classificados no ativo circulante ou no realizvel a longo prazo: (Redao dada pela Lei n 11.638,de 2007)

    a) pelo seu valor justo, quando se tratar de aplicaes destinadas negociao ou disponveis para venda; e (Redao dada pela Lei n 11.941, de 2009)

    b) pelo valor de custo de aquisio ou valor de emisso, atualizado conforme disposies legais ou contratuais, ajustado ao valor provvel de realizao, quando este for inferior, no caso das demais aplicaes e os direitos e ttulos de crdito; (Includa pela Lei n 11.638,de 2007)

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    Exemplos de contabilizao

    1 - Aplicao financeira

    A empresa X aplicou $1000 em CDB em 15-11-x5 para resgate em 15-02-x6. At 31-12-x5 os rendimentos totalizavam $20. No exerccio de X5 seriam efetuados os seguintes lanamentos:

    15-11-x5Dbito : A.circulante, Aplicaes financeiras, CDB $1000Crdito: A.Circulante, Disponvel, Bancos $1000

    31-12-x5Dbito: A.circulante, Aplicaes financeiras, CDB $20Crdito: Resultados, Receita Financeira $20

    Obs : Supe-se que em 31-12-x5 o valor provvel de realizao seja, no mnimo de $1020.

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    Exemplos de contabilizao2 Estoque de ouro

    A empresa Alfa adquiriu em 10-01-x1 a ttulo de investimento temporrio determinada quantidade de ouro ao custo de $1000

    Dbito: A.Circulante, Inv.temporrios, Est.Ouro $1000Crdito: A.Circulante, Dispoinvel, Banco $1000

    Em 31-01-x1 o valor de mercado do ouro foi para $1050-

    Dbito e crdito sem lanamento

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    Exemplos de contabilizao2 Estoque de ouro

    Em 28-02-x1 o valor de mercado de seu estoque de ouro caiu para $950.

    Dbito: Resultado, Outras despesas, Perdas $50

    Crdito: A.Circulante, Inv.temp. Prov.desvaloriz(redutora) $50

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    Exemplos de contabilizao2 Estoque de ouro

    Em 31-03-x1 foi efetuada a venda do estoque de ouro por $980.vendaDbito : A.Circulante, Disponvel, Banco $980Crdito: Resultado, Resultado venda ouro $980

    Custo aquisicaoDbito: Resultado, Resultado venda ouro $1000Crdito: A.circulante, Inv.tempor.Estoque Ouro $1000

    Reverso provisoDbito: A.circulante,prov.desvalor est.ouro $50Crdito: Resultado, Result.venda ouro $50

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    Exemplos de contabilizao2 Estoque de ouro

    Resultado da venda de ouro

    Receita de venda $980Custo da venda $1000Resultado Bruto ($20)Reverso da Proviso $50Resultado final $30

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    4 Investimentos em outras empresas

    Alm das aplicaes mencionadas, a empresa pode tambminvestir em outras empresas adquirindo, no caso, parte ou o talde aes ou quotas de capital.

    Classificao contbil

    O que orienta a classificao contbil dos investimentos emoutras companhias a inteno da investidora com relao aoprazo previsto para a permanncia da posse dos ativos.

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    4 Investimentos em outras empresas

    Caso o investimento feito pela empresa investidora tenha ocarter de extenso ou diversificao de suas atividades, oumesmo como atividade geradora de resultados a longo prazo,tem-se a figura do investimento permanente, cuja classificaocorreta no ativo no circulante, Investimentos:

    L 6404/-76 Art. 179. ATIVO - As contas sero classificadas doseguinte modo:

    III - em investimentos: as participaes permanentes emoutras sociedades e os direitos de qualquer natureza, noclassificveis no ativo circulante, e que no se destinem manuteno da atividade da companhia ou da empresa;

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    4 Investimentos em outras empresas

    Caso a investidora no tenha a inteno de manter por um prazorazovel tais investimentos, tem-se a figura do investimentotemporrio. Neste caso, a correta classificao no AtivoCirculante ou no No Circulante, dependendo da realizaoocorrer a curto ou longo prazo.

    Ex:

    A investidora Alfa adquire 35% das aes da empresa Gama(investida). O objetivo da Investidora revender, a curto oumdio prazos, tal aplicao.Portanto, este investimento deve ser classificado, pelainvestidora, em seu Ativo Circulante, visto que no tem acaracterstica de investimento permanente.

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    4 Investimentos em outras empresas - Critrio de Avaliao

    H dois critrios para a avaliao e contabilizao das participaessocietrias em outras empresas:

    - Mtodo de Custo de Aquisio

    -Mtodo de Equivalncia Patrimonial

    O Mtodo de Custo de Aquisio aplica-se em casos deinvestimentos em outras empresas:

    - Em carter temporrio, ou seja, no permanente- Em carter permanente, mas em investidas que no sejamcontroladas nem coligadas

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    4 Investimentos em outras empresas - Critrio de AvaliaoLei 6404/76

    Art. 183. No balano, os elementos do ativo sero avaliados segundo os seguintes critrios:

    III - os investimentos em participao no capital social de outras sociedades, ressalvado o disposto nos artigos 248 a 250, pelo custo de aquisio, deduzido de proviso para perdas provveis na realizao do seu valor, quando essa perda estiver comprovada como permanente, e que no ser modificado em razo do recebimento, sem custo para a companhia, de aes ou quotas bonificadas;

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos e Valores Mobilirios e Outros Ativos

    4 Investimentos em outras empresas - Critrio de Avaliao

    Em resumo: A investidora deve registrar o investimento com base novalor efetivamente desembolsado, ou seja, pelo custo de aquisio,. Porocasio do encerramento das Demonstraes Contbeis, se houvernecessidade, dever constituir proviso para perdas permanentesprovveis na realizao.

    Exemplos de perda permanente:

    -Investimentos societrios em empresas falidas ou em situaofinanceira delicada, de difcil recuperao.

    -Investimentos em empresas cujos principais projetos tornam-se inviveis, por qualquer motivo, e que sero abandonados,comprometendo seriamente a sobrevivncia da investida.

  • Contabilidade AvanadaAplicaes de Recursos em Ttulos

Search related