Click here to load reader

Gilmara David Lemos Maria Luíza Coelho da Rocha Raul Bardini Bressan

  • View
    104

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Gilmara David Lemos Maria Luíza Coelho da Rocha Raul Bardini Bressan

  • Slide 1
  • Gilmara David Lemos Maria Luza Coelho da Rocha Raul Bardini Bressan
  • Slide 2
  • Sumrio O que so bioindicadores? Quais os tipos? Vantagens; Caractersticas de um bom indicador; Utilizao (gua, ar e solo)
  • Slide 3
  • O que so? Bioindicadores so fatores biticos empregados para o reconhecimento de condies (passadas, presentes ou futuras) de ecossistemas. As espcies esto adaptadas para sobreviver, se reproduzir e realizar relaes ecolgicas em condies ambientais especficas. Desta forma, a presena de cada tipo de ser vivo indica caractersticas fsicas, qumicas e estruturais do ambiente em que se encontra.
  • Slide 4
  • Tipos: organismos nos 5 reinos.
  • Slide 5
  • Por que usar bioindicadores? 1) Eles fornecem sinais rpidos sobre problemas ambientais, mesmo antes do homem saber sua ocorrncia e amplitude; 2) Permitem que se identifiquem as causas e os efeitos entre os agentes estressores e as respostas biolgicas; 3) Oferecem um panorama da resposta integrada dos organismos e modificaes ambientais; 4)Permitem avaliar a efetividade de aes mitigadoras tomadas para contornar os problemas criados pelo homem.
  • Slide 6
  • Bioindicadores para testar produtos Allium cepa Bioindicadores para avaliar toxicidade Scenedesmus subspicatus
  • Slide 7
  • Bioindicadores para avaliar degradao ambiental
  • Slide 8
  • Tipos de Biondicadores: sentinelas: introduzidas para indicar nveis de degradao e prever ameaas ao ecossistema; detectoras: so espcies locais que respondem a mudanas ambientais de forma mensurvel; exploradoras: reagem positivamente a perturbaes; acumuladoras: permitem a verificao de bioacumulao; bio-ensaio: usados na experimentao; sensveis: modificam acentuadamente o comportamento.
  • Slide 9
  • Caractersticas dos melhores bioindicadores: limites de tolerncia estreitos sensveis a pequenas mudanas ambientais; Abundncia; Identificao fcil e rpida; Bem conhecidos (biologia e ecologia); Pouca mobilidade
  • Slide 10
  • Microrganismos bioindicadores So unipresentes. Encontrados em grandes quantidades. Fcil amostragem. Respondem rapidamente a mudanas no ambiente. Alguns apresentam exigncias especficas, que afetam sua presena ou abundncia em determinado ambiente. Tudo depende do objetivo!
  • Slide 11
  • Um bom exemplo Escherichia coli e anlise da qualidade microbiolgica da gua Microrganismos bioindicadores Objetivo Detectar presena de coliformes fecais na gua. Vantagens til para todos os tipos de gua; Sempre presente onde esto os patgenos entricos Sua abundncia na gua proporcional ao grau de contaminao fecal
  • Slide 12
  • gua Componente indispensvel para os organismos vivos. Menos de 3% gua doce. Crescimento populacional falta de gua potvel Preocupao com o tratamento de esgoto Rio Yamuna, ndia Bioindicadores da qualidade da gua
  • Slide 13
  • Estudo de Caso Estudar comunidade de protozorios ciliados em trechos do Rio Paraibuma (MG) que recebem diferentes nveis de lanamento de esgoto domstico, a fim de se avaliar a composio dessas comunidades e a viabilidade da utilizao dos ciliados como indicadores de qualidade da gua
  • Slide 14
  • Vantagens do uso de protozorios ciliados Abundncia Tempo de gerao curto Sensveis a pequenas alteraes na cadeia trfica Facilmente mantidos em laboratrio Bioindicadores da qualidade da gua Estudo de Caso
  • Slide 15
  • Bioindicadores da qualidade da gua Estudo de Caso Amostragem em 1 rea rural, que recebe baixa carga de esgosto, e em 2 reas urbanizadas, com alta carga de esgoto domstico
  • Slide 16
  • Espcies de ambientes anxicos Presena nas reas com alta taxa de esgosto domstico RESULTADOS
  • Slide 17
  • Espcies tolerantes
  • Slide 18
  • Bioindicadores da qualidade da gua Estudo de Caso Os baixos valores de oxignio dissolvido e os altos valores de condutividade eltrica registrados nas estaes 2 e 3, juntamente com a comunidade dos protozorios destas estaes, confirmaram as altas cargas de esgoto recebidas nestas estaes.
  • Slide 19
  • CONCLUSES Bioindicadores da qualidade da gua Estudo de Caso Mtodo biolgico + anlise fsico-qumica = mtodo eficiente na anlise da qualidade de gua um mtodo simples, rpido e de baixo custo Pode ser aplicado em estaes de tratamento de esgoto, como forma de se verificar a eficincia de tal processo Apresenta grande potencial deutilizao em tomadas de decises relativas conservao de nascentes e recuperao de ambientes degradados.
  • Slide 20
  • Alguns microrganismos produzem protenas de estresse quando expostos a certos contaminantes, como metais pesados. Outra aplicao...
  • Slide 21
  • Bioindicadores de poluentes do ar Por que monitorar? As medidas de bioindicadores tm sido usadas para apontar a probabilidade de um agente estressor (contaminante) causar efeito adverso no ambiente e nas populaes. Agentes Poluentes: - Gases emanados de indstrias - Fumaa de chamins domsticas - Gases de veculos automotivos - Gases vulcnicos Principal responsvel: Homem
  • Slide 22
  • Bioindicadores de poluentes do ar Leveduras: Por que utilizada? Pois simples, rpido e no requer equipamentos sofisticados (baixo custo). As leveduras do gnero Sporobolomycetes so sensveis ao dixido de enxofre e dixido de carbono, que a poluio do ar. A presena delas em folhas de Ip amarelo ou roxo se d em reas com menores ndices de poluio do ar.
  • Slide 23
  • Bioindicadores de poluentes do ar Metodologia: - Coleta-se folhas de Ip em diferentes pontos da cidade - As amostras so colocadas em meio de cultura e incubadas por 12 horas no escuro. - Em seguida, so viradas de ponta cabea e incubadas por mais 24 horas. - Aps esse perodo, conta-se o nmero de colnias de leveduras (fungos rosados),que crescem no meio e so de fcil visualizao. - Por fim, relaciona-se o nmero de colnias por cada rea da cidade amostrada. As reas mais poludas das cidade eliminam as leveduras.
  • Slide 24
  • Bioindicadores de poluentes do ar Lquens: So plantas resultantes da associao mutualstica entre fungos e algas, cuja colorao predominante verde amarelado ou verde acizentado. Por que os Lquens? - Os impactos dos poluentes sobre os organismos vivos no podem ser precisamente medidos. - Os lquens so sensveis poluio do ar, principalmente a dixido de enxofre, fluoretos e oznio. - A morfologia dos lquens no varia com as estaes, permitindo que a acumulao decorra todo o ano.
  • Slide 25
  • Bioindicadores de poluentes do ar - Estes organismos tm uma longevidade considervel, o que permite que sejam utilizados como integradores a longo prazo da deposio atmosfrica. - Uma grande concentrao dessas plantas num tronco de rvore exposto poluio area, um indicativo de que nesse local o nvel de poluio do ar est baixo e a qualidade do ar est adequada para as plantas e ser humano. Metodologia - Varivel para o local de estudo - Usar rvores similares (dimetro, com lquens em seus troncos expostos a poluio) - Frequncia de ocorrncia das espcies
  • Slide 26
  • Bioindicadores de poluentes do solo Qualidade do solo seria sua capacidade de funcionar dentro dos limites dos ecossistemas para: - Sustentar a produtividade biolgica; - Manter a qualidade da gua e do ar; - Promover a sade humana, de plantas e de animais.
  • Slide 27
  • Bioindicadores de poluentes do solo Dificuldades: - Multiplicidade de fatores qumicos, fsicos e biolgicos que controlam os processos biogeoqumicos e suas variaes em funo do tempo e espao; - Complexidade do solo; Quais indicadores? - Bactrias, fungos e arqueabactria Por que utilizar? - O uso de agrotxicos e pesticidas poluem o solo; - Permitem verificar a qualidade do solo, pois englobam atributos fsicos, qumicos e biolgicos que so necessrios.
  • Slide 28
  • O que analisado? - Biomassa microbiana - Atividade microbiana ou estado metablico (determinao de C e N) - Atividade Enzimtica - Posio trfica Fatores Limitantes: - Ph, Deficincias Nutricionais, Presena de Metais Pesado, Queimada. Importncia: - Fazem parte da frao viva da matria orgnica do solo, sendo responsveis pelo processo de formao do solo, decomposio de resduos orgnicos, ciclagem de nutrientes, biorremediao de poluentes e agrotxicos. - Uma alta diversidade microbiana garante a estabilidade do ecossistema, pois ela produz um efeito tampo no solo contra os estresses ambientais ou causados pelo homem.
  • Slide 29
  • Referncias: http://www.protexto.com.br/texto.php?cod_texto=371 http://www.allanhelber.com/Conteudos/Detalhes.aspx?IdCanal=40&IdMateria =993 http://www.allanhelber.com/Conteudos/Detalhes.aspx?IdCanal=40&IdMateria =993 http://naty-nataschajkcombr.blogspot.com/2010/07/bacterias.html http://www.cnen.gov.br/lapoc/tecnica/linpesq.asp http://www.ub.edu/bioani/personal/salvado/salvado.htm

Search related