Click here to load reader

MANUAL DE ESTÁGIO · Web viewINSTITUTO DE EDUCAÇÃO MANUAL DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM LETRAS: PORTUGUÊS, INGLÊS/ESPANHOL E LITERATURAS 2011 APRESENTAÇÃO Este manual tem

  • View
    223

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of MANUAL DE ESTÁGIO · Web viewINSTITUTO DE EDUCAÇÃO MANUAL DE...

MANUAL DE ESTGIO

Sistema Educacional

INSTITUTO DE EDUCAO

MANUAL DE ESTGIO

CURSO:

LICENCIATURA EM LETRAS: PORTUGUS,

INGLS/ESPANHOL E LITERATURAS

2011

APRESENTAO

Este manual tem como objetivo principal ajudar voc a cumprir o estgio escolar obrigatrio na matriz curricular do Curso de Letras. Aqui voc tambm encontra instrues para aproveitar melhor essa oportunidade e construir o seu futuro profissional.

ORIENTAES GERAIS

I - DO ESTGIO CURRICULAR.

O estgio uma atividade obrigatria e indispensvel para a formao acadmica. Foi institudo pela lei 6.494/77, regulamentada pelo decreto 87.497/82 e previsto na LDB 9394/96, em seu artigo 82.

O estgio na UNIPAN Unio Pan-Americana de Ensino, sistema educacional UNIBAN, ocorre desde a primeira srie e existe a preocupao com a qualidade das atividades prticas desenvolvidas pelos alunos, pois elas visam ampliao de competncias, crescimento individual, social e futura incluso profissional. Para isso as regras especficas para o cumprimento, conferncia e lanamento constam neste manual que tambm est disponvel na intranet da UNIBAN.

II DOS OBJETIVOS GERAIS

Introduzir o estudante no ambiente de trabalho profissional;

Desenvolver no aluno o senso de responsabilidade quando do exerccio de suas futuras atividades profissionais;

Estimular a capacidade de investigao cientfica e esprito crtico do discente, capacitando-o para encontrar solues aos problemas pertinentes rea de conhecimento, considerando criticamente os seus aspectos cientficos, ticos, sociais, econmicos e polticos, de forma a compreender a necessria adequao da teoria prtica;

Favorecer a integrao da Universidade ao contexto social no qual ela se insere, possibilitando ao aluno transferir e gerar conhecimentos que apontem a soluo de problemas e o desenvolvimento scio-econmico e cultural da regio;

Aprofundar conhecimentos e habilidades na rea de formao acadmica.

III - DO CUMPRIMENTO

O estgio devera ser realizado no decorrer do curso em horrio diferente do destinado s aulas, conforme legislao, normas e prazos. Somente sero considerados cumpridos aps a realizao das seguintes etapas:

- registro na ficha de controle (anexo a este Manual);

- conferncia e assinatura datada pelos professores indicados.

- confeco do relatrio eletrnico (digitao do estgio na intranet pelo prprio aluno) no perodo estipulado e divulgado pela UNIBAN atravs do Calendrio Acadmico que consta na intranet.

Ateno : A realizao do estgio de inteira responsabilidade do aluno em todas as suas etapas.

IV Das responsabilidades do CORPO DISCENTE

Respeitar a hierarquia da concedente, obedecendo e contribuindo nas determinaes e normas locais;

Zelar e ser responsvel pela manuteno das instalaes e equipamentos utilizados durante as atividades;

Representar, de maneira responsvel, a UNIPAN/UNIBAN;

Manter sigilo sobre o documental de uso exclusivo da concedente;

Estar atento a irregularidades que possam acontecer na prtica das atividades, seja no cumprimento do contrato de estgio ou em relao observncia dos princpios ticos da profisso, comunicando-as Universidade;

Registrar na Ficha Controle, todas as atividades e estgios curriculares realizados durante o ano letivo e entregar ao professor indicado para comprovao da realizao dos estgios;

Entregar Relatrio Final de Estgio;

Digitar os Estgios na Intranet durante o perodo estipulado pela Instituio;

Cumprir as normas do Estgio com interesse, tica e dedicao;

Cumprir com rigor o perodo estabelecido para a realizao do Estgio.

DIRETRIZES GERAIS DAS ATIVIDADES DE ESTGIO CURRICULAR NOS CURSOS DE LICENCIATURA

1. APRESENTAO

1.1. O Projeto Pedaggico dos curso de Licenciatura em LETRAS prev na sua matriz curricular o atendimento das exigncias definidas pela legislao, especialmente a Resoluo CNE n.1 de 15 de maio de 2006, que institui a durao e a carga horria dos cursos de licenciatura

1.2. O Estgio corresponde ao espao de integrao terico-prtica do currculo e s atividades de aproximao do futuro professor realidade social e pedaggica do trabalho educativo. Constitui em fonte de pesquisa cientfica capaz de proporcionar aos alunos as condies necessrias para a produo de informaes. Contribui para a divulgao de dados cientficos, atividades culturais e projetos do curso e da Instituio.

1.3. Compreende um universo de atividades que envolvem a prtica educativa, no mbito da cultura profissional e da cultura geral, em torno de questes educacionais, culturais, estticas e ticas.

1.4. Essas atividades esto presentes desde o primeiro ano do curso, sendo entendidas como parte do eixo articulador do currculo, constituindo um projeto interdisciplinar de formao do profissional da Educao.

2. JUSTIFICATIVA

Alm de atender s exigncias legais, a realizao do Estgio uma necessidade pedaggica, cuja finalidade proporcionar um conhecimento da realidade educacional de aprender/ensinar, o qual envolve a reflexo, a execuo e a avaliao de situaes de ensino.

3. OBJETIVOS DO ESTGIO

3.1. Promover o contato com meios e recursos diversificados capazes de contribuir para a formao profissional da educao.

3.2. Inserir o aluno no contexto do sistema escolar;

3.3. Propiciar ao aluno o aprender a ser professor;

3.4. Iniciar o aluno nas atividades de ensino/aprendizagem e de pesquisa da sala de aula, incluindo sua participao na preparao de aulas, etc

3.5. Possibilitar ao aluno um saber profissional, crtico e competente, que permita no s compreender a escola enquanto realidade concreta, mas tambm recri-la;

3.6. Propiciar ao licenciando experincias que o levem a se descobrir como conhecedor e propagador de cultura e formador de pessoas crticas e questionadoras.

4. REALIZAO DO ESTGIO

4.1. O estgio cumpre etapas, nas quais so observadas a evoluo da aprendizagem terico-prtica, estabelecendo um processo dirigido que parte de atividades mais simples at as mais complexas.

4.2. Unidade entre teoria e prtica: A orientao para a prtica no ser apenas domnio do professor de Metodologia e Prtica de Ensino e das Metodologias, mas de todas as disciplinas, considerando que mesmo as disciplinas tericas tm a finalidade de luminar a realidade.

4.3. Atividades em sala de aula em escolas pblicas ou particulares da rede de ensino da educao bsica. Atividades que compreendem o contato direto com a classe, em situao docente-discente, abrangendo as modalidades de observao e participao, podendo ser opo do estagirio dedicar-se apenas observao.

4.4. Em conformidade com a Resoluo do CNE/CP 2 de 19 de fevereiro de 2002, no Art. 1, pargrafo nico. Os alunos que exeram atividade docente regular na educao bsica podero ter reduo da

carga horria do estgio curricular em at o mximo de 200 (duzentas) horas, desde que a atividade exercida seja compatvel com a licenciatura cursada.

Obs: para se obter a reduo, nos termos da Resoluo acima, deve ser apresentado o registro da experincia profissional atravs de anotaes efetivadas pelo Diretor da Escola, carimbo e assinatura na Ficha de Registro.

4.5. O planejamento, a preparao e a execuo constituem responsabilidade do aluno e a avaliao pode ser expressa pela instituio concedente, indicando se o estgio foi cumprido satisfatoriamente ou no.

5. CARGA HORRIA DO ESTGIO ESCOLAR

A carga horria prevista est assim distribuda:

a) 1 Ano: cumprir 100 (cem) horas em instituies que mantm classes dos quatros ltimos anos do Ensino Fundamental (6 ao 9 ano), sendo 50% em lngua portuguesa e 50% em lngua estrangeira, em contato direto com a atividade docente. Estgio de observao.

b) 2 Ano: cumprir 200 (duzentas) horas distribudas em 100 horas nas sries finais do ensino fundamental e 100 horas no ensino mdio, sendo 50% em lngua portuguesa e 50% em lngua estrangeira em contato direto com a atividade docente. Estgio de participao.

c) 3 Ano: cumprir 150 (cento e cinqenta) em instituies que mantm classes de ensino mdio sendo 50% em lngua portuguesa e 50% em lngua estrangeira em contato direto com a atividade docente. Estgio de regncia.

Carga horria

1

2

3

Total

Estgio

100

200

150

450

Atividades Acadmico-cientfico-culturais

100

50

50

200

TABELA DE HORAS DO ESTGIO 1 ANO

01

Visita escola Carta de apresentao Termo de compromisso

04 h/a

02

Estudo do PPP

16 h/a

03

Preparao do estgio de Observao

10 h/a

04

Atuao do estgio em sala de aula lngua portuguesa

20 h/a

05

Atuao do estgio em sala de aula lngua estrangeira

20 h/a

06

Preparao do relatrio final

30 h/a

TOTAL DO ESTGIO

100 h

TABELA DE HORAS DO ESTGIO 2 ANO

01

Visita escola Carta de apresentao - Termo de compromisso

04 h/a

02

Estudo das DCEs de lngua portuguesa e lngua estrangeira

20 h/a

03

Estudo do PPP

16 h/a

04

Observao em lngua portuguesa ensino mdio

10 h/a

05

Observao em lngua estrangeira ensino mdio

10 h/a

06

Observao em lngua portuguesa nas sries finais do ensino fundamental

10 h/a

07

Observao em lngua estrangeira nas sries finais do ensino fundamental

10 h/a

08

Preparao do estgio (planos de ao para participao)* nas sries finais do ensino fundamental

40 h/a

09

Atuao do estgio em sala de aula em lngua portuguesa

Search related