PELA PAZ Sepé Tiaraju MOVIMENTO SEPÉ TIARAJU, HERÓI ...· Itinerante, irá em todas as escolas page 1
PELA PAZ Sepé Tiaraju MOVIMENTO SEPÉ TIARAJU, HERÓI ...· Itinerante, irá em todas as escolas page 2

PELA PAZ Sepé Tiaraju MOVIMENTO SEPÉ TIARAJU, HERÓI ...· Itinerante, irá em todas as escolas

Embed Size (px)

Text of PELA PAZ Sepé Tiaraju MOVIMENTO SEPÉ TIARAJU, HERÓI ...· Itinerante, irá em todas as escolas

REALIZAO:

SEP TIARAJU, HERI NACIONAL

Entre os problemas mais recorrentes na escola esto a violncia e a dificuldade de estabelecer um trabalho conjunto entre a instituio escolar, a famlia e a sociedade em geral. A presena desses problemas leva muitas vezes ao abandono escolar e reprovao, o que acaba por marginalizar um grande nmero de estudantes, sobretudo das camadas menos privilegiadas da sociedade. O movimento pela paz Sep Tiaraju prope mobilizar diversos atores sociais para que juntos desenvolvam aes com vistas ao enfrentamento da violncia e da excluso social por meio da educao e da construo de uma cultura de paz. O projeto conta com a adeso de pessoas interessadas em interagir com as comunidades escolares tendo como foco a preveno e enfrentamento da violncia na construo de uma cultura de paz.

MOVIMENTO PELA PAZ Sep Tiaraju

PROGRAMAO

CONTATO:PROMOTORIA DE JUSTIA DE FREDERICO WESTPHALEN

(55) 37444240 | mpfrederico@mp.rs.gov.br

INSTITUIES PARCEIRAS:126/RS Grupo Escoteiro Cacique Sep Tiaraju de Palmeira das Misses, 15 Coordenadoria Regional da Sade CRS, APAE/FW, Associao Comercial e Industrial ACI, Associao Cultural Atena, Associao Frederiquense de Proteo do Menor PROMENOR, Associao Mdico-Esprita do RS AMERGS, Associao Melhores Amigos dos Animais AMAA, Banrisul, Brahma Kumaris, Cmara de Dirigentes Lojistas CDL, Cmara Municipal de Vereadores de Frederico Westphalen, CEDEDICA de Palmeira das Misses, Central nica das Favelas CUFA/FW, Clube de Desbravadores e Igreja Adventista do 7 Dia de Palmeira das Misses, Comisso OAB vai Escola, Escola Edgar Marques de Mattos, Escola Estadual Tcnica Jos Caellas, Escola Irm Odila Lehnen, Escola Maria Falcon, Escola Nossa Senhora de Ftima, Fazenda Senhor Cristo Rei, Federao Esprita do RS FERGS, Fundao Escola Tcnica Liberato Salzano Vieira da Cunha / NH, GEPAZ/PUC-RS, Gesto Socioambiental - Banrisul, Igreja Assembleia de Deus Ministrio de Madureira de Palmeira das Misses, Instituto Autismo e Vida, Instituto Francisco Valdomiro Lorenz, Interact Club, Lions Clube de Palmeira das Misses, OVNI Audiodescrio, Prefeitura Municipal de Frederico Westphalen, Presdio Estadual de Frederico Westphalen, Programa AABB Comunidade, Rotaract Club, Rotary Clube Barril, Secretaria Municipal de Coordenao e Planejamento de Frederico Westphalen SEPLAN, Secretaria Municipal de Assistncia Social de Frederico Westphalen, Secretaria Municipal de Educao de Frederico Westphalen, Secretaria Municipal de Educao de Palmeira das Misses, Seicho-No-Ie do Brasil, Servio Social do Comrcio SESC, Sociedade Esprita Allan Kardec, Sociedade Esprita Luz e Caridade de Palmeira das Misses, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM/CESNORS, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Misses URI/FW.

O ndio guarani Sep Tiaraju foi heri em seu tempo, tendo lutado pela sua comunidade, segundo os valores em que acreditava. Todavia, Sep Tiaraju no nasceu lder; nasceu como qualquer outro, em um dos aldeamentos jesuticos dos sete povos da misses, mas foi educado ao longo de sua vida por sua comunidade e acabou por se tornar a grande liderana das milcias indgenas que atuaram contra as tropas luso-brasileira e espanhola na chamada guerra guarantica. Hoje, vivemos uma poca em que h grande necessidade de herosmo, e a descoberta do heri em cada um de ns de suma importncia. Por isso, urge que se pense: quem so nossos heris? Por quais causas lutamos? Quais so nossos valores? Quais foram os valores dos nossos ancestrais? Que valor tem a paz para ns? Como podemos contribuir para a mudana do mundo em que vivemos? Nesse sentido, resgatar o mito do heri fundamental, e Sep Tiaraju personaliza esse mito. Ao seguir seu exemplo e nos tornarmos heris, podemos contribuir para restaurar a vida, a sade, a educao e a paz em nossa comunidade. Coletivamente, medida que todos derem sua contribuio, o mundo ser transformado.

OFICINA1) Convivncia pacfica com os animais

2) Educao ambiental e urbana, uma busca para viverem em paz

Associao Melhores Amigos dos Animais AMAACaio Eduardo Messora Bagnolo

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das MissesLucimery Dal Medico, Alessandra Gobbi Santos

Alunos do Crianas de 6 a 10 anos de idadeensino fundamental

Jovens de ensino mdio

Escola Municipal Marechal Floriano (Prof. Claudete, 55-9105-9326)

Colgio Agrcola (Ass. Social. Mara, 55-3744-8909)

3) Brincando e aprendendo valores e paz

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Misses URIJuliane PiovesanRosane de Ftima FerrariNaiara Andreato da Silva

Crianas 3 a 5 ano

Colgio N.S. Auxiliadora (Prof. Terezinha Volpato, 55-3744-1700)

4) Dana Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Misses URICarlise Olschowsky Pereira

Escolares Colgio Agrcola (Ass. Social. Mara, 55-3744-8909)

5) Meio ambiente e a valorizao da vida

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e dasMisses URI - Claudia Felin Cerutti Kuhnen

Alunos do ensino fundamental e mdio Escola Estadual Afonso Pena (Prof. Alice, 55-3744-3533)

6) Recursos humanos e cidadania, mecanismos pela paz7) O poder da tica para a formao da cultura da no-violncia

Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Misses URI - Daniel PulcherioUFSM/CESNORSCleomar Marcos Fabrizio

Adultos e adolescentes

Universitrios

Escola Natlia Gadonski (Prof. Aliete Schio, 55-9908-7644)UFSM/CESNORS (Prof. Gensio Mario da Rosa -55-3744-8964)

8) A expanso das universidades pblicas no interior do pas e sua contribuio para a recuperao de comunidades vulnerveis

UFSM/CESNORSGensio Mario da RosaFabiana Regina da Silva

Universitrios UFSM/CESNORS (Prof. Gensio Mario da Rosa -55-3744-8964)

9) Seminrio Cultura pela paz UFSM/CESNORSLana DAvila Canpanella

Comunidade em Geral, Alunos do Ensino Mdio, Fundamental e Universitrios.

Escola Estadual Santo Incio (Marina Zanco, 3744-3844)

11) A importncia da famlia na construo da aprendizagem

12) Oficina pensando a cidadania

Secr. Mun. De Assist. Social de Frederico Westphalen CRAS/PAIF, Rudinara Tagliapietra, Ctia Dalla Valle, Valdriana Maria Stival

Presdio Estadual de Frederico Westphalen/CUFARoberto Torres Jnior

Pais/Responsveis

Detentos do Presdio Estadual de Frederico Westphalen

Escola Estadual Mon. Vitor Batistella (Prof. Eleane, 3744-4324)

Presdio Estadual de Frederico Wesphalen

13) Circo CUFAAna Jaqueline Nunes

Adolescentes Escola N.S. de Ftima (Mirtes Quadros, 9153-4014).

14) Capoeira CUFA/Escola Edgar Marques de MattosRodrigo Roani

Adolescentes Escola Municipal 21 de Abril (Neli da Silva, 9625-0909)

15) Orquestra das comunidades CUFA/Escola Maria FalconFernando Franciscato

Crianas e adolescentes Escola Sep Tiaraju (Angela Mazzonetto, 9971-4503)

16) Taekwondo

17) Futebol

CUFA/Escola Irm Odila LehnenJeferson Bagoni

CUFA/Escola Irm Odila LehnenRenato Ediberto Lanza

Adolescentes

Crianas e adolescentes

Escola Giusto Damo (Mariluza Rossatto, 3744-6897)

Escola Municipal 21 de Abril (Neli da Silva, 9625-0909)

18) Basquete CUFA/Escola Nossa senhora de FtimaJuan Juan Pablo

Crianas e adolescentes Escola Municipal Duque de Caxias (Roselei, 3744-6500)

19) Reciclando hbitos e valores Sociedade Esprita Allan Kardec, Valter Pereira da SilvaRosi Maria Prestes, Patrcia Sabino, Katia ZardoCrianas de 07 a 10 anos da rede de ensino e professores representantes

Escola Mon. Vitor Batistella (Prof. Eleane, 3744-4324)

20) Jogos Cooperativos Programa AABB Comunidade, Diliane CamargoAnderson Bruggemann Neves, Greia dos Anjos da Costa

Crianas e adolescentes de 06 a 18 anos

Escola Cardeal Roncalli (Leandro Piovesan, 3744-1164)

10) Caminhos do conhecimento UFSM/CESNORSJefferson Alves da Costa Jnior

Comunidade em Geral, Alunos do Ensino Mdio e Universitrios.

Escola Cardeal Roncalli (Leandro Piovesan, 3744-1164)

RESPONSVEL/INSTITUIO LOCALPBLICO-ALVO

21) Boas maneiras: construindo uma sociedade mais gentil

Cmara Municipal de vereadores de Frederico WestphalenRicardo Denti Jnior

Crianas e adolescentes Escola Estadual Afonso Pena (Prof. Alice, 55-3744-3533)

22) Mediao de conflitos na Rede Escolar

ACI/CDL/SEPLANSimonia Gonalves de Oliveira

Equipe diretiva, docentes e jovens do ensino

E.E.E.F.Escola Estadual Santo Incio (Marina Zanco, 3744-3844) Claudio Manoel da Costa

23) Divulgao da entidade Promenor

Associao Frederiquense de Proteo do Menor PROMENORDaniela S. BorelaViviane Scapin

Crianas e adolescentes com faixa etria entre 05 e 14 anos, em situao de vulnerabilidade social

Itinerante, ir em todas as escolas distribuir o folder

24) Convivendo com as diferenas APAE/FWProfissionais da APAE

Adolescentes Escola Estadual Vergnio Cerutti (Prof. Eliane, 8405-0318)

25) A paz em 3 dimenses Associao Cultural AtenaGiancarlo Cerutti PanossoPaula Fernanda Savaris

Pais e Mestres (educadores) Escola N.S. de Ftima (Mirtes Quadros, 9153-4014)

26) Direitos e Deveres das crianas e adolescentes, frente ao ECA

Comisso OAB vai EscolaPablo H. Caovilla Kuhnen

Crianas, adolescentes e professores Escola Giusto Damo (Mariluza Rossatto, 3744-6897)

27) Educao para a sustentabilidade

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGSLucas Veiga Avila, Analissa TiburskiPedro Henrique Muller

Estudantes do Ensino Mdio Escola Cardeal Roncalli (Leandro Piovesan, 3744-1164)

28) Educao para a Paz Universidade Estadual do Rio