Simpأ³sio de Direito Mأ©dico Mأ³dulo V Dilemas da prأ،tica ... Acne vulgar أ‰ uma doenأ§a inflamatأ³ria

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Simpأ³sio de Direito Mأ©dico Mأ³dulo V Dilemas da prأ،tica ... Acne vulgar أ‰ uma...

  • Acne – Aspectos dermatológicos

    Ana Maria Roselino Médica colaboradora HC-FMRP-USP

    Profa. Sênior FMRP-USP

    Simpósio de Direito Médico Módulo V – 31/08/2017

    Dilemas da prática dermatológica: dos aspectos bioéticos aos aspectos jurídicos

  • Acne vulgar Conceito

    Epidemiologia

    Patogênese e

    aspectos clínicos

    Tratamento

    Isotretinoína

    ... Modo de ação

    ... Biodisponibilidade

    ... Efeitos colaterais

    ... Depressão e suicídio

    ... Teratogenicidade

    ... Termos de consentimento e de risco

    ... Indagações

  • Acne vulgar

    É uma doença inflamatória crônica da unidade pilo-sebácea.

    É a doença mais comum em dermatologia.

    Afeta 95% dos adolescentes do gênero masculino e 85% do feminino, e 50% continuam apresentando acne na fase de adultos jovens.

    Acomete as regiões com maior número de glândulas sebáceas: face, tronco anterior e dorso, e região superior dos braços.

  • Collier CN et al. The prevalence of acne in adults 20 years and older. JAAD 2008; 58:56-9.

    Global Burden of Disease Study

  • Tuchayi SM et al. Acne vulgaris. Nature Reviwes. 2015;1:1-20; Dréno B. What is new in the

    pathophysiology of acne, an overwiew. JEADV 2017;31(Suppl. 5):8-12.

  • https://www.google.com/search?biw=1920&bih=974&tbm=isch&sa=1&q=acne+vulgar&oq=acne+vulgar&

    gs_l=psy-ab.3..0l4.29211.30534.0.31001.7.7.0.0.0.0.222.847.0j1j3.4.0....0...1.1.64.psy-

    ab..3.4.845...0i67k1.qlmqO6tfs-8#imgrc=BtgClSdmgEqiYM:

  • Fox L et al. Treatment modalities for acne. Molecules. 2016,21,1063;

    doi:10.3390/molecules21081063; Que SKT et al. Acne: Kids are not just little people. Clin

    Dermatol. 2016;34:710-6.

  • Isotretinoína . composto derivado da metabolização da vitamina A (retinol)

    . sintetizada em 1955

    . 1970s – efetiva para acne

    . aprovação FDA > 12 anos

    . 0,5 – 1,0 mg/kg/d/5-6 meses (dose acumulada 120-150mg/kg)

    . 20% de recidiva

  •  A isotretinoína (13-cis-ácido retinóico) foi

    reconhecida como agente teratogênico

    em 1982.

     Em 1985, Lammer et al. definiram o

    espectro de defeitos estruturais.

     De 21 crianças afetadas, 17

    apresentavam defeitos craniofaciais, 12

    defeitos cardíacos, 18 possuíam

    anormalidade morfogenética do sistema

    nervoso central e 7 anomalias do

    desenvolvimento tímico.

    http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/04/mulheres-que-tomam-

    remedio-contra-acne-nao-evitam-gravidez-diz-estudo.html

  • Isotretinoína e risco de gravidez em meninas adolescentes

    No consultório: abordar relacionamento sexual com os responsáveis? Ou somente com a paciente? . Quando negar vida sexual ativa, prescindir de prescrever anticoncepcionais? . Encaminhar todas as pacientes ao ginecologista?

    . Solicitar teste de gravidez para todas antes de iniciar a isotretinoína? . Enquanto se aguarda os resultados de exames, distribuir os termos de consentimento e risco para levarem pra casa e lerem com calma.