2684247

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of 2684247

  • 1. O PAPEL DO BIBLIOTECRIO NA GESTO DA INFORMAO EMPRESARIAL: UMA PESQUISA BIBLIOGRFICA EMPERIDICOS NACIONAIS DE BIBLIOTECONOMIA E CINCIADA INFORMAO Daniella Cmara Pizarro Delsi Fries DavokResumo: O artigo aborda o papel do bibliotecrio na gesto da informaoempresarial. Enfatiza que o bibliotecrio enquanto gestor da informaoempresarial deveria coletar, tratar, organizar, recuperar e disseminar seletivamenteinformaes de todos os tipos e de todos os formatos, com vistas a atender asnecessidades informacionais dos tomadores de deciso da empresa. Destaca quecabe ao bibliotecrio viabilizar e agregar valor a informao, tornando-a til, exatae oportuna, visto ela ser insumo essencial para garantir vantagem competitiva sempresas.Palavras-Chave: Bibliotecrio empresarial - Funes; Gesto da informaoempresarial; Informao Gesto.1 INTRODUO Na sociedade da informao, o desenvolvimento social e econmicogira em torno do armazenamento, processamento, valorizao edisseminao de informaes, as quais geram conhecimentos e satisfazemas necessidades de cidados e organizaes. Nesse contexto, odesenvolvimento da tecnologia da informao propiciou maiorespossibilidades de uso, disseminao e acessibilidade s informaes, quepara as empresas so subsdios imprescindveis para a intelignciacompetitiva e os processos decisrios. Todavia, inmeros problemasrelacionados qualidade das informaes, que so disponibilizadas emdiferentes formatos, tm preocupado os usurios da informaoempresarial. Segundo Rezende (2002), as caractersticas e necessidades dosdiferentes usurios de informao nas organizaes determinam a criaode diversos tipos de informao para atend-los e, principalmente, umaconstante adaptao do perfil da formao acadmica e da situao dosprofissionais da informao, em especial dos bibliotecrios.Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianpolis, v.13, n.1, p.37-58, jan./jun., 2008.37

2. Para lidar com o volume de informaes produzido pela sociedadecontempornea requerido um grupo cada vez mais diversificado deprofissionais, com uma grande variedade de competncias, comobibliotecrios, arquivistas, documentalistas, gerentes de bases de dados,consultores de informao e profissionais da comunicao. Essas reaspodem ser representadas pela trade Comunicao-Computao-Cinciada Informao, qual Cunha (2000, p. 1) acrescenta a Gesto daInformao, por entender que A combinao dessas quatro reas significaservios de informao gerenciados, com suporte tecnolgico, analisados edisseminados de forma eficaz. O Bibliotecrio, como profissional da informao, tende a aprimoraro seu perfil profissional, de forma a atender as necessidades deorganizaes de todos os tipos, que tm e necessitam da informao comoinsumo para seus processos. Nessa linha, Arruda (2000) destaca que omundo do trabalho vem redefinindo as qualificaes do profissional dainformao, requerendo dele capacidade gerencial e administrativa voltadaaos acervos informacionais, assim como educao continuada. Em outras palavras, o fato de o mundo estar vivenciando ummomento de constantes mudanas sociais, econmicas e tecnolgicasrepercute nas atividades do profissional da informao, exigindo dele, cadavez mais, qualificao e aperfeioamento contnuo de sua prxis. Simultaneamente ao reconhecimento das mudanas que vmocorrendo no papel do profissional bibliotecrio alguns estudos tericos epesquisas aplicadas sobre o tema tm sido desenvolvidos (ODDONE,1998). Todavia, apesar da importncia de se pesquisar e analisar o papel dobibliotecrio e definir as suas funes na empresa, agora integradas aogerenciamento estratgico da informao empresarial, os estudos ainda soincipientes. Este artigo sobre o papel do bibliotecrio na gesto da informaoempresarial visou reunir e analisar estudos relevantes sobre o tema,podendo fornecer referncias para pesquisas futuras sobre o tema. Ademais,pode servir de subsidio para: (i) reavaliar e aprimorar as atividades degerenciamento informacional; (ii) reafirmar a importncia do bibliotecriono processo de gerenciamento da informao empresarial; (iii) redefinir operfil do bibliotecrio em formao; e (iv) reformular as matrizescurriculares dos cursos de biblioteconomia. Para pesquisar o papel do bibliotecrio enquanto gestor dainformao empresarial buscou-se informaes em artigos sobre o tema,Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianpolis, v.13, n.1, p.37-58, jan./jun., 2008.38 3. publicados em cinco peridicos nacionais: Informao & Sociedade:Estudos; Revista Cincia da Informao; Perspectivas em Cincia daInformao; Encontros Bibli: Revista Eletrnica de Biblioteconomia eCincia da Informao; e DataGramaZero: Revista de Cincia daInformao. Esses cinco peridicos foram selecionados de formaintencional, considerando-se que eles representam uma amostrasignificativa das publicaes nacionais mais disseminadas e relevantes nasreas de Biblioteconomia e de Cincia da Informao. A abrangncia doestudo foi delimitada aos artigos publicados no perodo 2000-2006. A seleo dos artigos integrantes do corpus de texto analisado foirealizada a partir dos seguintes temas norteadores: Profissionais da informao no mbito organizacional; Bibliotecrios como gestores da informao; Informao empresarial; Unidades, centros e sistemas de informao empresarial; Gesto da informao no mbito organizacional; Gerenciamento estratgico da informao; Coleta e seleo de informao empresarial; Anlise e tratamento de informao empresarial; Disseminao de informao empresarial; Recuperao e armazenamento de informao empresarial; Usurios de informao empresarial; Inteligncia competitiva em organizaes; Cincia da Informao aplicada gesto empresarial; Adequao dos currculos das Faculdades de Biblioteconomia. Para explorar os artigos selecionados utilizou-se a tcnica de anlisede contedo (MINAYO, 1998), que abrangeu trs fases distintas: Na primeira fase, atravs de leitura flutuante, fez-se uma pr-seleodos artigos, tendo em vista os temas norteadores, que foram definidos apartir de uma reviso de literatura. Na seqncia, realizou-se nova leiturapara formar o corpus de texto final, que englobou 31 artigos. Na segunda fase realizaram-se vrias leituras dos artigosselecionados na fase anterior, a fim de identificar e definir as categorias deanlise que orientaram a pesquisa. Foram definidas, a priori, duascategorias de anlise: (i) funes do bibliotecrio como gestor dainformao; e (ii) atividades concernentes s funes do bibliotecrio comogestor da informao.Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianpolis, v.13, n.1, p.37-58, jan./jun., 2008.39 4. Na terceira fase da pesquisa, tendo em vista as categorias de anlisepr-estabelecidas, desvelou-se o contedo explcito e subjacente do corpusde texto, que revelou as funes e as respectivas atividades desenvolvidaspelo bibliotecrio na empresa, o que permitiu definir o papel dele enquantogestor da informao empresarial. Assim sendo, inicia-se a abordagem do tema da pesquisa levantandoconceitos e noes bsicas referentes aos principais tpicos a elerelacionados, como a gesto da informao empresarial, a intelignciacompetitiva e o bibliotecrio enquanto gestor da informao empresarial.Essa reviso de literatura apresenta os subsdios que orientaram aformulao das questes norteadoras da coleta de dados e da anliseobjetivo do estudo. Por fim, so relatados os resultados da anlise dos artigos, queidentificou as funes e as atividades do bibliotecrio com o objetivo decaracterizar o seu papel enquanto gestor da informao empresarial. Asargumentaes esto dirigidas a demonstrar o pressuposto de que o papeldo bibliotecrio na gesto da informao agregar valor informao,transformando-a em ferramenta estratgica acessvel, til, exata e oportunapara os processos decisrios da organizao, com vistas competitividadeempresarial.2 A EMPRESA, A INFORMAO E O BIBLIOTECRIO A informao empresarial deveria constituir-se da reunio de dadosfiltrados, analisados e disponibilizados com valor agregado, uma vez que recurso essencial para os processos de tomada de deciso e de planejamentoestratgico e para a inteligncia competitiva das empresas. Contudo, com freqncia, as informaes nas empresas encontram-se dispersas, de difcil localizao, integrao e articulao; outras vezeschegam tardiamente para a tomada de decises ou ficam retidas pelosexecutivos. A empresa s pode beneficiar-se dessas informaes se elasforem tecnicamente organizadas e disseminadas segundo as necessidadesdos usurios, tendo em vista os objetivos e a competitividade empresarial. A competitividade empresarial um fator fortemente ligado informao. Ela depende do conhecimento empresarial, da informao paranegcios e, principalmente, da gesto da informao e do conhecimento.Nesse sentido, as empresas deveriam ter a informao como uma condiobsica para agir.Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianpolis, v.13, n.1, p.37-58, jan./jun., 2008.40 5. Essa informao, segundo Milanesi (2002, p. 81), [...] pode ser extrada de documentos de acesso pblico ou de anlises encomendadas a especialistas, ou obtida por meio de pesquisas feitas com pblicos amplos ou restritos. De qualquer forma, a informao passa a ter um valor mais mensurvel do que em qualquer outra rea. No se trata da informao para o amanh, mas sim, para o imediato. Nessa direo, o desafio que se coloca para os bibliotecrios dasempresas no apenas o do acesso informao, mas, tambm, o dedecifrar o seu valor estratgico para uso oportuno, visto que as causas defalncia das empresas tm relao direta com a gesto da informaoempresarial. Tal situao indica que a maioria das empresas ainda no v ainformao empresarial como importante recurso estratgico para oprocesso decisrio. oportuno lembrar que, como recurso estratgico, ainformao deve ter valor agregado, exibindo utilidade, oportunidade eexatido. Isto , a informao empresarial para ter utilidade no processodecisrio deve resultar de dados exatos e estar disponvel oportunamentepara ser usada de forma combinada ao conhecimento acumulado em todosos nveis da gesto empresarial. Esse processo, representado