PODCAST COMO ESTRATÉGIA PUBLICITÁRIA PARA ATINGIR PÚBLICOS SEGMENTADOS: Análise do caso Nerdcast

  • View
    750

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

A pesquisa analisa o podcast como uma ferramenta de comunicao para atingir pblicos segmentados e sua eficincia dentro destes nichos. Para isso sero discutidos assuntos como o surgimento do podcast no contexto mundial e no Brasil, o crescimento e consumo desta mdia, a segmentao do pblico e a forma de anunciar dentro deste formato. A fim de comprovar a relevncia da proposta estabelecida foi selecionado o estudo do podcast Nerdcast.

Transcript

  • 1. como estratgia publicitria ANLISE DO CASO NERDCAST por Tales Henrique para atingir pblicos segmentados Podcastcomo estratgia publicitria ANLISE DO CASO NERDCAST por Tales Henrique para atingir pblicos segmentados Podcast

2. sua importncia e metodologia. viso geral do assunto abordado estudo de caso deste programa Apesquisa Ocontedo Nerdcast ETAPAS sua importncia e metodologia. viso geral do assunto abordado estudo de caso deste programa 1 2 3 Apesquisa Ocontedo Nerdcast ETAPAS 3. SUA IMPORTNCIA OBJETIVO E METODOLOGIA. 1 APESQUISA 4. APESQUISA. Esta pesquisa analisa a mdia podcast como uma ferramenta estratgica de comunicao para atingir pblicos segmentados. 5. SUAIMPORTNCIA Investigao acadmica para um entendimento mais aprofundado sobre o assunto; Entendimento de como funciona o processo de divulgao voltado para nichos pouco explorados pela mdia de massa; Anlise da propaganda segmentada como uma estratgia de alcance direto do target. 6. AMETODOLOGIAAPLICADA Como procedimento metodolgico foi realiza- do um levantamento bibliogrfico de autores que tratam da publicidade, do marketing, da internet e especificamente do podcast, atravs de fontes como livros, trabalhos acadmicos, pesquisas de opinio e arquivos digitais. A pesquisa est fundamentada por nomes como Pierre Lvy (1999), Henry Jenkins (2008), Chris Anderson (2006), Tim O'Reilly (2005), Lcio Luiz (2009), Pablo de Assis (2009) e Cludio Torres (2009), entre outros. 7. OCONTEDO 2 VISO GERAL DO ASSUNTO ABORDADO OCONTEDO 2 VISO GERAL DO ASSUNTO ABORDADO 8. Adam Curry HISTRICO Adam Curry HISTRICO 9. Steve Jobs HISTRICO Steve Jobs 10. OPODCASTNOBRASIL No dia 21 de outubro de 2004, Danilo Medeiros, do blog Digitalminds, lanou o primeiro podcast brasileiro; Muitos podcasts surgiram neste mesmo pero- do, e em 2005 aconteceu a Conferncia Brasileira de Podcast a PodCon Brasil; Fundao da Associao Brasileira de Podcast a ABPod; No final de 2005 acontece o Podfade; Surge uma nova gerao de podcasts (2006); Prmios: iBest, YouPix, Shorty Awards. 11. CONSUMODEPODCAST Aumento das interaes so- ciais na cibercultura; Posicionamento estratgico das empresas no meio digital; Adaptao das tcnicas de propaganda convencionais para este novo contexto; Contato direto com o consu- midor: o caminho para os lados; Influncias: pessoas falan- do com pessoas; 12. CONSUMODEPODCAST O podcast alcana grupos de pessoas interessadas nos mesmos assuntos; O processo de criao do podcast regido pela inten- o do ouvinte; Entretenimento importante; O contedo tem que ser re- levante para ser bem aceito, assim como a propaganda; Propaganda coerente e no intrusiva; CONSUMODEPODCAST O podcast alcana grupos de pessoas interessadas nos mesmos assuntos; O processo de criao do podcast regido pela inten- o do ouvinte; Entretenimento importante; O contedo tem que ser re- levante para ser bem aceito, assim como a propaganda; Propaganda coerente e no intrusiva; 13. Produo em grande escala - pblico genrico SEGMENTAODOPBLICO Produo em menor escala - nichos (ANDERSON, 2006) Produo em grande escala - pblico genrico SEGMENTAODOPBLICO Produo em menor escala - nichos (ANDERSON, 2006) 14. UMAQUESTO O que motiva um anunciante a investir e vincular sua marca a um podcast, sendo este um espao relevante para pequenos segmentos, se comparado s mdias de massa? Resposta: Empatia e credibilidade. Esta proximidade pode ser tra- balhada a fim de criar vnculos com o produto, marca ou servio oferecido. 15. ESTRATGIAS Baseado na hipertextualidade o podcast permite ao usurio uma experincia com recursos interati- vos dentro e fora do contedo sonoro gravado; 60,8% preferem baixar direto do site do que assi- nar o feed RSS;* Na descrio do episdio, os links, textos, vitri- nes ilustradas , vdeos e as redes sociais exten- dem a experincia e podem levar o consumidor di- retamente ao anunciante; 35,26% dos ouvintes brasileiros so a favor de propagandas em podcast, desde que elas no sejam intrusivas e outros 36,75% concordam com os anncios, desde que sejam relevantes.* *(Podpesquisa, 2009) 16. FORMATOS Meno - Merchandising editorial/ Tie-in; Os oferecimentos nas aberturas de programas ou nas leituras de e-mails; Testemunhal; Concursos; Programas patrocinados; 17. 3 NERDCASTESTUDO DE CASO DESTE PROGRAMA 3 NERDCASTESTUDO DE CASO DESTE PROGRAMA 18. Est na rede desde maro de 2006; Audincia com idade entre 15 a 35 anos em sua maioria Possui linguagem simples e informal; Abordagem temtica com du- rao de 1 hora um mais; Cinema, seriados, games, TV, HQs, tecnologia, histria, lite- ratura, cincia, biografias, nos- talgia, oportunidades de neg- cios, profisses, alm de entre- vistas especiais. OPROGRAMA 19. NMEROS o maior podcast do Brasil com mais de 370 episdios; O ltimo Nerdcast Especial RPG teve mais de 777.000 downloads; No final de cada ms, um Nerdcast atinge, em mdia, 300.000 downloads 20h de trabalho por progra- ma; 347.000 downloads na 1 semana; 25.000 assinantes no feed RSS 20. ANUNCIANTESANUNCIANTES 21. PRMIOSPRMIOS 22. SpockSpock Testemunhal de dois minutos com comen- trios e descries do produto Ocorre na leitura de e-mails do programa Exemplo: LG Live Cinema 3D Game e Ms da Comdia VH1 Aparece em: 1min 30s Link do programa: http://ow.ly/cmdEo SPOT 23. Spot de dois minutos contextualizado com tema sugerido pelo cliente. Exemplo: Desafio SEBRAE Aparece em: 02min 00s Link do programa: http://ow.ly/cmqwo OBS: Nerdcast temtico pode ter spot de outros anunciantes. Os temas esto sujeitos aprovao. TEMTICO 24. site: www.olivreiro.com.br CASE:OLIVREIRO 25. BRIEFINGEAO O objetivo do site olivreiro.com.br era au- mentar 4 mil cadastros na sua base de dados. Para isso, eles fariam uma campanha massiva em vrios blogs e mdias sociais. BRIEFINGEAO O objetivo do site olivreiro.com.br era au- mentar 4 mil cadastros na sua base de dados. Para isso, eles fariam uma campanha massiva em vrios blogs e mdias sociais. 26. BRIEFINGEAO Patrocinaram uma srie de 3 programas com um dos temas mais pedidos pelos ouvintes: Senhor dos Anis, como presente de Natal dado pelo "olivreiro.com.br"; e ainda foi sorteado um Kit Tolkien. BRIEFINGEAO Patrocinaram uma srie de 3 programas com um dos temas mais pedidos pelos ouvintes: Senhor dos Anis, como presente de Natal dado pelo "olivreiro.com.br"; e ainda foi sorteado um Kit Tolkien. 27. REPERCUSSO 13 minutos aps o Nercast #192a ir ao ar, a comunida- de j contava com 57 mem- bros; Aps 3 horas, j era a maior comunidade do Li- vreiro com 692 membros; Em 5 horas se tornou a pri- meira comunidade do Li- vreiro a ter 1000 membros. 4.700 cadastros; 101 tpicos ativos; 1182 respostas; 1 evento. 28. Mais de 1000 twittadas sobre o Nerdcast #192; Alcance de mais de 200 mil pessoas. REPERCUSSO Fontes: http://www.youtube.com/watch?v =_OYjx-93fAw http://www.slideshare.net/social mediabr/apresentacao-nerdcast-s mbr2010?from_search=28 29. CONCLUSOCONCLUSO 30. CONCLUSO O comportamento do usurio da web 2.0 gerou tendncias diferenciadas de consumo; O podcast uma ferramenta que refora isso devido mobilidade que proporciona ao usurio; A relao de proximidade que os podcasters tm com seu pblico estimula os anunciantes de alguns segmentos a anunciar para nichos em podcasts. 31. CONCLUSO Muitos formatos de insero de anncios dentro do pod- cast foram inspirados em formatos j utilizados no rdio, adaptados linguagem do ciberespao; Ferramentas hipertextuais so utilizadas, e geram for- matos hbridos de anncio com mais interatividade; Segmentao bem precisa e individualizada; Empresas que pretendem entrar neste mercado, preci- sam se adaptar s novas tendncias da web, antes mesmo de aplicar as tcnicas convencionais de propaganda que j so usadas na mdia de massa; 32. CONCLUSO Com base em alguns estudos de caso dentro do programa Nerdcast, foi constatado que possvel obter sucesso em campanhas publicitrias dentro de mdias alternativas, usando os recursos hipertextuais da cibercultura; A empatia e a credibilidade conquistada pelo Jovem Nerd e como ele se comunica com o seu pblico fundamental para toda estrutura do site; Atravs de aes bem direcionadas, estratgia de marke- ting eficiente e o uso de tcnicas publicitrias, os organiza- dores conseguem divulgar produtos e servios voltados para seu nicho e criar um canal de manuteno do relaciona- mento e de interao com seus usurios; O Nerdcast a prova de que possvel fazer um podcast com contedo relevante voltado para um pblico segmenta- do, com potencial de consumo e conseguir tambm, ter cre- dibilidade junto aos seus anunciantes e clientes. 33. REFERNCIAS ANDERSON, C. A Cauda longa: do mercado de massa para o mercado de nicho. So Paulo: Elsevier, 2006. CAMPOS, R. O merchandising da Coca Cola, estratgias de comunicao no ponto de venda. So Paulo: Funadesp, 2004. CLASEN, Luisa. Youpix visita: Nerdoffice. Disponvel em: . Acesso em: 19/05/2013. CONHEA o Jovem nerd. Disponvel em: . Acesso em: 18/05/2013. COUTINHO, M. Cauda longa. In: SPYER, J. Para Entender a Internet - noes, prticas e desafios da comu- nicao em rede. [S.l.]: eBook, 2009. DIMANTAS, H. Comunidades virtuais: heterodoxia informacional. In: PEREZ, Clotilde; BARBOSA, Ivan Santo (Orgs.). Hiperpublicidade, v. 2: atividades e tendncias. So Paulo: Thompson Learning, 2008. FOSCHINI, A.; TADDEI, R. Conquiste a Rede: Podcast. So Paulo: Ebook, 2006. JENKINS, H. Cultura da Convergncia. So Paulo: Aleph, 2011. HAMMERSLEY, Ben. Audible revolution. Disponvel em: . Acesso em: 09/03/2013. JENKINS, Henry. Cultura da Convergncia. So Paulo: Aleph, 2008. 34. REFERNCIASREFERNCIAS JOVEM Nerd: Midia kit 2013. Disponvel em: . Acesso em: 18/05/2013. LAURINDO, Gilmar. A publicidade no rdio: os formatos e o processo de digitalizao. Disponvel em: . Acesso em: 18/05/2013. LEMOS, A. Cidade e Mobilidade. Telefones Celulares, funes ps-massivas e territrios informa