Jovens Estudo 6 - Vocação

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Sexto estudo da série Vontades de Deus, ministrado no grupo de jovens da Igreja Batista Reformada Vida Nova

Text of Jovens Estudo 6 - Vocação

  • 1. Seqncia:Importncia pO trabalho na BbliaConsideraes que nos ajudamAvalie as possibilidadesConsidere os seus dCiddonsConsidere as suas necessidadesConsidere os seus desejos pessoais Jovens

2. ImportnciaA carreira profissional uma dasdecises mais importantes que umapessoa tem que tomar, porque tem aver:como ser o seu futuroseu dia-a-dia, sua rotinasua funo na sociedadeseu sustentoSua atuao na famliaSua atuao na igreja Jovens 3. O trabalho na viso puritana b lh Sagrado x secular Sdl Como os reformadores os puritanos rejeitaram a reformadores, dicotomia sagrado/secular. Willian Tyndale disse: h uma direfena entre lavar louas e pregar a palavra de Deus; mas no tocante a agradar a Deus; nenhum em absoluto. William Perkins concordou: a de ao d um pastor d guardar ovelhas umt dedlh trabalho to bom diante de Deus como a ao de um juiz ao sentenciar, ou de um magistrado ao regulamentar, ou de um ministro a pregar.Santos no Mundo, Leland Ryken. Jovens 4. O trabalho na viso puritana b lh Conceito puritano de Chamado Uma vocao ou chamado umUma certo tipo de vida, ordenado e Willian Perkins imposto ao homem por Deus,p p , Puritano para obem comum toda pessoa (1558-1602) de todo grau, sexo ou condio, estado, sem exceo, deve ter algum chamado pessoal e particular em que caminhar caminharSantos no Mundo, Leland Ryken. Jovens 5. O trabalho na Bblia b lhbli Tomou, pois o SENHOR Deus ao homem e o colocouTomou pois,no jardim do den para o cultivar e o guardar.(Gnesis 2:15 RA)Gnesis 47:3 Ento, perguntou Fara aos irmos deJos: QualJ Q l o vosso t b lh ? El responderam: Otrabalho? Eles d Osteus servos somos pastores de rebanho, tanto nscomo nossos pais.Jovens 6. O trabalho na Bblia b lhbli Seis dias trabalhars e fars toda a tua obra. Mas o stimo dia o sbado do SENHOR, teu Deus; no fars f nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filh nem ahb lhfilho, tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, animal nem o forasteiro das tuas portas para dentro; dentro; (xodo 20:9-10 RA) Joo 5:17 Mas ele lhes disse: Meu Pai trabalha at agora, e eu trabalho tambm. Jovens 7. O trabalho na Bbli b lh BbliaO trabalho um mandamento e um dever.O trabalho um privilgio dado aos homens paratorn-los completos e expressar a imagem de DeusO trabalho no um infeliz acrscimo a sua vida,mas parte integrante dela, juntamente com o lar, a delalarfamlia e a igreja.O trabalho no est em oposio, mas coopera como homem para o bem dele. Jovens 8. O trabalho na Bblia b lhbliO fim principal de nossas vidas... servir a Deusno servio aos homens nos afazeres de nossoschamados...chamados Alguns homens talvez diro: o qu qu,no devemos labutar nos nossos chamados paramanter nossas famlias? Respondo: isso deve ser Willian PerkinsPuritanofeito;f it mas este no o escopo e a fi lid d d t finalidade de(1558-1602)nossas vidas. A verdadeira finalidade de nossasvidas prestar servio a Deus no servio aohomem Aquele qq que furtava no furte mais; antes, trabalhe,fazendo com as prprias mos o que bom, para quetenha com que acudir ao necessitado. (Efsios 4:28 RA) Jovens 9. O trabalho na Bblia b lhbl Quanto a vs outros servos obedecei a vosso senhor segundo a carne comoutros, servos,temor e tremor, na sinceridade do vosso corao, como a Cristo, noservindo vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo,fazendo, de corao, a vontade de Deus; servindo de boa vontade, como aoSenhor e no como a homens, certos de que cada um, se fizer alguma coisaboa, receber isso outra vez do Senhor, quer seja servo, quer livre. E vs,senhores, de igual modo procedei p ,g p para com eles, deixando as ameaas,, ,sabendo que o Senhor, tanto deles como vosso, est nos cus e que para comele no h acepo de pessoas. (Efsios 6:5-9 RA)Malaquias 3:5 Chegar-me-ei a vs outros para juzo; sereitestemunha veloz contra os feiticeiros, e contra os adlteros, e contraos que juram falsamente, e contra os que defraudam o salrio dojornaleiro, e oprimem a viva e o rfo, e torcem o direito doestrangeiro, e no me temem, diz o SENHOR dos Exrcitos.gJovens 10. O trabalho na BbliaO pecado trouxe consequncias ao trabalho: E a Ado disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste darvore que eu te ordenara no comesses, maldita a terra por tua causa;em fadigas obters dela o sustento durante os dias de tua vida. Elaproduzir tambm cardos e abrolhos, e tu comers a erva d campo. Nd i b db lhdo Nosuor do rosto comers o teu po, at que tornes terra, pois dela fosteformado; porque tu s p e ao p tornars. (Gnesis 3:17-19 RA) fogem do trabalho preguiosos roubam seus patres, seno Deus Ganhar muito sem fazer nadabbuscam ociosidade e bi id d benefciosf i Jovens 11. Consideraes que nos ajudamNo busque revelaes sobrenaturais, mas viva deacordo com a sua Palavra;No abandone os processos normais dopensamento. Raciocine.Normalmente no se sabe a Sua vontade especificafora do processo de descobr-la com o passar dotempo.Deus est interessado no somente no resultado (otrabalho), mas no desenvolvimento, no processode confiana Nele. Jovens 12. Consideraes que nos ajudam No tenhamos pressa. Deus no tem pressa. Espere pelo Senhor! Deus soberano e preparou de antemo todas as boas obras que faremos (Ef. 2:10)Escolha aquele emprego ou chamado no qualvoc pode se mais til a Deus. No escolha aquele Deusno qual possa ser mais rico ou ilustre no mundo;mas aquele no qual possa fazer maior bem, emelhor escapar de pecar. Richard Baxter. Jovens 13. Avalie as possibilidades Ser que me interesso por qualquer profisso? H algum trabalho ilegtimo? Existem profisses possveis e aquelas mais difceis de alcanar... Enumere-as e veja seu alvo. Jovens 14. Avalie as possibilidadesUma outra coisa que torna o chamadojustificvel quando Deus d a um homemdons para isso... Deus o leva aquele chamadopq(1 Co 7:17). Quando Deus tem me convocadopara uma posio, Ele tem-me dado algunsdons apropriados para aquela posio posio,especialmente se a posio adequada a mim ea meus melhores dons.John Cotton(1585,(1585 1652) Ande cada um segundo o Senhor lhe temdistribudo, cada um conforme Deus o temchamado. assim que ordeno em todas asigrejas. (1 Corntios 7:17 RA)Jovens 15. Considere os seus donsO Deus que me criou, me modelou e me deuhabilidades e dons que eu possuo normalmenteno me pedir que eu faa algo que eu no possuocondies de fazer.Tendncias mais:a) Intelectuaisb) Manuaisc) De comunicaod) Habilidades especificas (voz, som, ps (futebol)....e) rea tcnica, informtica, engenharias f) Tratamento com pessoas, sadeg) Educao e humanasJovens 16. Considere os seus dons Busque conselhos de uma pessoa em quem confie. (Pv 12.15 e 15:22)No confunda modstia com humildade.A verdade sempre humilde, mas sermodesto pode ser enganoso na avaliaodosd nossos d dons e talentos.l Jovens 17. Considere as necessidades Cada homem por s e Deus por todos vil e diretamente contra ospropsitos de todo o trabalho.Profanam suas vidas e chamados os que se aplicam a aquisio dehonras, prazeres, benefcios, comodidades do mundo, etc...poisassim vivemos para outro fi dif i ifim diferente d que DdoDeus i di indicou, e ddessemodo servimos a ns mesmos, e, por conseguinte, nem servimos aDeus, nem aos homensWillian Perkins O cristo deve ver primeiro a necessidade e depois a recompensa, pois seu trabalho , antes de tudo, um servio a Deus.Jovens 18. Considere as necessidadesO senso de alguma necessidade urgente pode ser uma boa indicaode que o Senhor esteve modelando a direo de nossas vidas paraajudarem a satisfazer essa necessidade. Considere que o Senhor pode cham-lo para a obra do Reino de Deus, como pastor ou missionrio. Di i i que jovem cristo, qualificado para pregar poderq j ,q pp g p dizer que Deus e os homens tm maior necessidade dele no tribunal ou atrs do balco ou no consultrio mdico, do d que no plpito? (R L D b l i ? (R.L. Dabney) )Jovens 19. Considere as necessidadesAs circunstncias nos empurram, muitas vezes, para um caminho, eno temos como deix-lo. Obrigaes com familiares doentes, porexemplo, podem impedir de ir numa certa direo, ou limitaes dedinheiro, tempo ou oportunidades.Nesse caso, considere sempre a PROVIDNCIA DE DEUS, pois ele tem um tempo para tudo.Jovens 20. Considere seus desejos pessoais Agrada te do SENHOR e ele satisfar os desejos do teu corao Agrada-teSENHOR,corao.(Salmos 37:4 RA)O desejo de Deus abeno-lo pois Ele bom para convosco abeno-lo,convosco.Aspirar = d jA i desejar Fiel a palavra: se algum aspira ao episcopado, excelente obra almeja. (1 Timteo 3:1 RA) Muitas vezes Deus quem coloca esse desejo, e portanto um desejo portanto, indicativo seguro de que esse o caminho a seguir. Jovens 21. Conclusol Considere as suas motivaes!Elimine as motivaes erradas!Deus promete cuidar de ns, dar-nos graasuficiente para as nossas necessidades.Considere seus dons, as necessidades, seusdesejos e interesses.Confie suas decises sob orao, sabendo quetudo est sob o Seu domnio. Jovens