A experiência da implantação do modelo de gestão de excelência no sistema hcfmusp

  • Published on
    07-Nov-2014

  • View
    2.893

  • Download
    11

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

<ul><li> 1. A Experincia da Implantao do Modelode Gesto de Excelncia no Sistema HC- FMUSP Marisa Madi Della Coletta Junho - 2009 </li> <li> 2. Perfil </li> <li> 3. Hospital das Clnicas Autarquia do Estado de So Paulo Secretaria de Estado Faculdade de da Sade Medicina da USP </li> <li> 4. Hospital das Clnicas - negcioAssistncia Ateno mdico-hospitalar no nvel tercirio de complexidade Promoo da sade, preveno de doenas e reabilitaoEnsino Graduao no ensino mdico, fisioterapia, fonoaudiologia e TO Ps-graduao senso lato e senso estritoPesquisa Cincias da sade 62 laboratrios de investigao </li> <li> 5. Hospital das Clnicas - porte 2230 leitos operacionais 378.545,32 m2 de rea construda 15.581 funcionrios R$ 1.100.000.000,00 recursos do tesouro e extra- oramentrios </li> <li> 6. Hospital das Clnicas - Unidades IPq IOT ICr ICHC DMR FZ HCFMUSP FFM LIM HESa p HAS InRad InCor HAC </li> <li> 7. Hospital das Clnicas - Liderana ADMINISTRAO SUPERIOR Conselho Deliberativo Superintendncia Diretoria Clnica INSTITUTO Conselho Diretor Diretoria Executiva </li> <li> 8. Hospital das Clnicas - Estrutura Estrutura Matricial-Horizontal Unidade/ Instituto Superintendente Superintendente Direx Direx Direx Direx Direx Direx Direx Direx Direx Direx Colegiado NETI NETI Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro ...... Comit Tcnico NUDI NUDI Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro NEF NEF Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro NPG NPG Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro NCD NCD Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro NIS NIS Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro 10 Ncleos NILO NILO Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro de Gesto NCI NCI Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro NEAH NEAH Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro NGP NGP Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro Centro </li> <li> 9. Modelo CQH/PNGS </li> <li> 10. Por que trabalhar com o modelo propostopelo CQH/ PNGS MissoContribuir para a melhoria contnua da qualidade no atendimento nos servios de sade mediante metodologia especfica Indicadores hospitalares Publicaes Cursos de gesto em sade Selo de Conformidade Ncleos de Apoio Prmio Nacional de Gesto em Sade PNGS </li> <li> 11. Prmio Nacional de Gesto em Sade- PNGS Trabalha com os Fundamentos da Excelncia da Fundao Nacional da Qualidade Considera a existncia dos diferentes nveis de maturidade na gesto e diferentes realidade Reconhece o potencial das organizaes de sade para a gesto de excelncia </li> <li> 12. CQH PNGS - PNQ Nvel de Maturidade Classe Mundial PNQ Excelncia PNGSRumo a Excelncia Roteiro CQHCompromisso com a Excelncia Esforo e Tempo </li> <li> 13. Por que trabalhar com o Modelo deGesto no Hospital das Clnicas Diagnstico da Gesto # modelo de avaliao # Direcionamento para as aes de melhorias # modelo de gesto # </li> <li> 14. Por que trabalhar com o Modelo deGesto no Hospital das Clnicas Integrao das Unidades em um objetivo comum # trabalhando com um mesmo padro de gesto # Permitindo melhorar a gesto do Sistema como um todo# contribuir para a melhoria da assistncia prestada # </li> <li> 15. Passos para Implantao do Modelo deGesto no HC Entendimento do Modelo Auto-Avaliao (Unidades e Corporao) Anlise Crtica dos Pontos Fortes e Oportunidades de Melhorias Elaborao de Planos de Melhorias (correo de rumo) Implementao das Melhorias Monitoramento da Implementao Anlise Crtica da Implementao Nova Auto-Avaliao </li> <li> 16. Como feito o entendimento do Modelono Hospital das Clnicas Programa de Educao Gerencial (PEG) Ensino Distncia: EAD Modelo de Excelncia de Gesto (FNQ) Curso Interno de Auto-avaliao Curso Interno de PNGS para Executivos Curso Interno de Banca Examinadora Frum de Boas Prticas Estmulo de servidores para atuao como Examinadores do PNQ e PNGS </li> <li> 17. Auto-avaliao do SistemaFMUSP HC </li> <li> 18. Metodologia Ciclos anuais (desde 2002) Alternando a conduo: um ano pelas prprias Unidades (120 pessoas) e no outro ano pelo NPG - avaliao trocada (65 pessoas) Ferramenta utilizada: critrios do PNGS Rumo Excelncia Relatrios de Gesto das Unidades e do HC anuais </li> <li> 19. Metodologia Relatrios de Avaliao das Unidades e do HC anuais Utilizados no Planejamento Estratgico (anlise de ambiente interno e anlise de desempenho) Cursos anuais de formao e atualizao para a banca examinadora, internos. Pr-requisito o curso distncia da FNQ sobre o Modelo de Excelncia em Gesto (MEG) </li> <li> 20. Resultados Quantitativos Faixas dePontuaoPontuao Estgio da Organizao 2003 2004 2005 2006 07 e 08 Enfoques adequados para os requisitos da maioria dos itens, sendo alguns Faixa 4 proativos, disseminados na maioria das reas e processos, produtos e/ou351 - 450 partes interessadas. Uso continuado na maioria das prticas de Gesto, mas existem lacinas no inter relaciona Enfoques adequados aos requisitos de alguns itens, sendo os mesmos Faixa 3 basicamente reativos, estando disseminados em algumas reas e processos,251- 350 produtos e/ou partes interessadas. Existem muitas lacunas no inter relacionamento entre as prticas de Gesto. Algu Os enfoques se encontram nos primeiros estgios de desenvolvimento, Faixa 2 existindo lacunas significativas na aplicao da maioria deles. Comeam a151 - 250 aparecer alguns resultados relevantes decorrentes da aplicao de enfoques implementados. Estgios muito preliminares de desenvolvimento de enfoques para os Faixa 1 requisitos dos Critrios, no tendo sido iniciada a aplicao. Ainda no 0 - 150 existem resultados relevantes decorrentes de enfoques omplementados. </li> <li> 21. Resultados Qualitativos Integrao das unidades em um objetivo comum - padronizao da gesto Melhorias implementadas a partir planos de correo de rumo Desenvolvimento individual daqueles que vm atuando nos ciclos de avaliao (ciclo PNQ 2008, 13 servidores do HC na Banca Examinadora, sendo 3 sniores e 1 relator) </li> <li> 22. Frum de Boas Prticas </li> <li> 23. Metodologia Mensal (desde 2005) Cada ms organizado por uma Unidade Apresentao de quatro prticas Modelo padronizado pelo NPG de acordo com o Banco de Boas Prticas da FNQ Ferramenta utilizada: PNGS Rumo Excelncia </li> <li> 24. Metodologia Avaliao das prticas Pela platia: convidada toda a fora de trabalho Moderador externo Escolhido pelo NPG entre coordenadores e examinadores de Prmios associados rede da FNQ Papel de alinhamento da apresentao das prticas com os conceitos do Modelo de gesto Avaliao do evento pelos participantes Disponibilizao das prticas na intranet </li> <li> 25. Resultados Quantitativos Nmero de participantes 1000 908 861 900 812 800 700 600 500 400 300 200 100 0 2006 2007 2008 </li> <li> 26. Resultados Qualitativos Pblico-alvo: mdia gerncia Apesar de toda a fora de trabalho ser convidada, por meio da anlise da participao, foi possvel verificar a preferncia deste pblico. Elaborao de eventos especficos para a alta direo e nvel tcnico-operacional </li> <li> 27. Resultados Qualitativos Integrao das Unidades por meio da disseminao das prticas Melhorias implementadas a partir das avaliaes da platia e examinador Divulgao das prticas desenvolvidas no Sistema FMUSP-HC no Banco de Boas Prticas da FNQ Prmio Banco de Boas Prticas - maio 2009 </li> <li> 28. Alguns Nmeros Estudo Distncia 331 participantes Cursos Presenciais (PEG, curso de auto- avaliao, banca examinadora, PNGS para executivos) - 723 participantes Frum de Boas Prticas 3.435 participantes </li> <li> 29. Conquistas Externas comImplantao do Modelo ICHC ICr Categoria Prata Categoria Prata Ciclo 2005-2006 Ciclo 2007-2008 InRad Categoria Prata Ciclo 2006-2007 </li> <li> 30. Obrigada marisamadi@hcnet.usp.br </li> </ul>