Click here to load reader

PREÇOS: MO RIO«SOO

  • View
    1

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of PREÇOS: MO RIO«SOO

  • '___Tv'

    /*

    ^ 1 ^___

    Duduca foi dormir zangadinho porque a mamãe não lhe dera um pedaço de queijo para comer.

    ¦ «j. i im ii r

    I* _E^lr^^'_

    k-'

    £__.

    _v _a__M _"«

  • O TICO-TICO Novembro — 19X1

    ____________________^_ÍW j^vl*\m\

    ___________________^vyX.fi) .fl________L «J^_________:__r^' -^-.i/ 1 v. £ — *t ____ _____r ;'/"^^i_____________r 0? \^ )_______________T ^^S

    \WmWm mm\xi ^m^iy^^m

    PLÍÍlflnPCH D^3 TICO •TICO PQBfl 19_3.ô

  • (f^7\ Redactor - Chefe : Carlos

    ' Manhães IJirtctor-fJcrentc: A. do Souza e Silva

    r "'-!'—"J^—^.z* £> O

    [L0(§©B© . ©© V®[email protected]

    0 sistema planetário solar Al e ti s netinhos:

    O Sol e o conjunto de planetas que giram ao seu redor constituem o suj*ema planetário, denominado solar. Nesse sistema o Sol ocupa o ponto central e ao redor dele giram, colocados a distancias cada vez maiores, os seguintes planetas — Mercúrio, Venus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno,

    U/ano c Nctuno. Além de Nettino existe utn outro planeta, recentemente

    descoberto, chamado Plutão.

    : Entre Marte c Jupiier existe uma enorme distancia, onde se agita

    grande quantidade dc planetas de tamanho diminuto. Pertencem tambem,

    meus netinhos, ao sistema planetário solar os diversos satélites, que são: a Lua, -.atélite da Terra; dois satélites de Marte, oito de Júpiter; dez de Saturno; quatro de Urano, e um de Netuno.

    O Sol, como Vovô já disse uma vez a vocês, está sempre caminhando em direção á estrela Alpha da constelação do Centauro. Acompanhando

    o Sol, nessa viagem interminável pelos campos celestes, vão os planetas

    acima «itados, descrevendo em redor do astro-rei uma curva denominada

    orbita. O planeta dc menor orbita é. o que está mais próximo do Sol, isto é. Mercúrio.

    A distancia que vae desses planetas que Vovô citou mede-se por m.lhões de quilômetros c é para cada um deles a seguinte: Mercúrio, 58 i Ihõcs dc quilômetros; Venus, 108; Terra, 150; Marte, 277; Júpiter, 775; Saturno. 1.421: Urano, 2.858, e Netuno, 4.478. A" vista dessa des- igualdade de orbitas, o ano em cada um desses planetas é de diferente duração. Assim, o ano em Mercúrio é de 88 dias, em Venus de 224 dias, na Terra de 365 dias c seis horas, cm Marte de 687 dias, cm Júpiter de

    ..nc-s, cm Saturno dc 30 anos, em Urano de 84 anos e em Netuno

    de 165 anos.

    Pontualidade! A pontualidade é para o homem

    ou para o menino, uma prova Io- gica da sua educação primorosa e seu caracter elevado.

    O cidadão correto jamais falta a um encontro ou chega atrazado aos mesmos. Ele sabe que uma falha de cinco ou dez' minutos, aborrece o amigo, fazendo-o des- confiar de sua civilisação.

    E' verdadeiramente desagrada* ve! estar á espera de alguém, que depois aparece com um atraso grande, pedindo desculpas, ou in- ventnndo pretexto.

    A pontualidade deve ser ^tn- pre a preocupação da criança, para que ela desde a infância se acostume a cumprir os seus de- veres.

    Quando marcamos um encontro ~ com alguém) devemos préferit

    chegar adiantados, mas nun;a atrazados.

    Esta é a pior apresentação qu? se pode dar.

    A correção do caráter corres- ponde á sua elevada educação, c a pontualidade deve sempre guiar a existência dos guris.

    Lembremo-nos quando demo- rarmos em algum lugar, de que tambem não gostamos de esperar.

    DIVA PAULO

    PR0DUCT0S

    V O ô

    666 | PARA FEBRES S**i*m»i i*r\4.t\er.f*Lpn*_A

    UBIEÜES MI-FS3MSI CCHTRR -'-fflíIBOS

    COTIAS R EPüfOPJUcsmsus MBItriHi

    coirss» E RESFRIADOS

    *** ^^i^Jt-^^A^^^s^w^^^Mis^ws^wws^A»*

  • O TICO-TICO — 4 -i 3 — Novembro — 1ÍJ..7

    Exaustos, porem, dedaram-se ^^ _!_______»! i - -~-~-— .___ u- ,.• i r j- j_. _, -^—^J"___E=L—¦•__—_L____J ' i T__L Viram uma enorme ponre metali-e. vencidos pela fadiga, ador- -——^v= ¦^¦.^___=^___-*'=--~—— ^^ meceram. Quando acordaram ^AEE^=-

    '' ¦_J_-__Íggg_£—_^~ :—"* ca, de construção maravilhosa. Por ali tiveram uma surpresa. -gr^ ~.^p^^" ^5_ili |S^_

    devia cassar alqum comboio.

    ¦5^—-' * " --*~.^_9BH_^__. mUMUMMMUMmmmm^m^m^m^mmm^^^^^^^^^^^^^^mi

    ._^^^^^**f5^ __. ^-^gt [Aquilb deveser^ I-a-*^^M V /

    ^^J^j^^ ?^ v^-^- - .; ; v', / 'Wf LL\ em ______t_______J

    De fato, instantes depois, passava pela ponte um vei-

    culo com a velocidade de um relâmpago. Assombrados dis-

    puzeram-se a ...

    . . . seguir em direção á ponte e viram um grande edifício

    que parecia uma estação de parada do -eículo diabólico

    (Continua no próximo numero).

    ",***>*>*V****i'****r****^^*m*VS*S*S***ir^'^^' ^^S^»*V^V*'»a'*'i*^^VN*'^\i^VV*i''^^

    ALMANACH DO TICO-TICO PARA 1938 — UM LIVRO FORMIDÁVEL !

  • f O MISTÉRIO DOS DIAMANTES AMARELOS . (Ql Por ALOYSIO FRAGOSO V^

    / / / \ / r v, / h ^voS-h| W\ Pouco adean,e °* neqro> come^ram a mo"rar ;n^;e,aç5° que{la ieJceu7"ado0 / /V \ \ 1 à1

  • « TICO-TlCÜ — C — Novembro — 1937

    IMíSffl ^ mm

    -_¦, n guCESCBtVEt A&CÒMCE. cc:itl'.-!__.?.: a cue '.ou faieio '._ iiífiOEMlA te iustttutoe*-\ sueoo-*njt>os

    IpiPCXTA v_i ^CTLPACAtl TUPÒ -A CCHreOgjHOA ^ VáE Ci_RAO i_ n^Ç-mOCAS yf- (

    _i ——— i

    í* *< -/> ^^—¦¦5-í wy

    TliFàO.TEK» .SUt LÍ1V&Q CCi-iOi R__kCA' l&H- tachos o-quanto o aasmóf.

    DCITA^ FAlATOUlO-t.U NAO vf. ^^~—o\ ___VSUE_.NTO i.iN^o HC

    Corte pen esse e.cu OSiO. t>l"0 TUFÃO

    /"^ bEUS , im-* T\ OSSOS

    TI ' rt £_. ' / HA

    VOU OieKLlHAR IjTC P.VÍ.S, 1.E.VAR.. TEIA TANTC IWCl. NA MESA DO

    y \ P^eÃ"(~\^\ DCITA^ FAlATOUlO-t.U NAO ^Al^AA^^l -

    TODA A SOMBRA É UMA GENEROSIDADE DA ARVORE.

  • Às aventuras do Pindobinha UT___Wm'

    'V /

    l * I SW7& —"' " i ii i - N-tnlin- '-a,

    ______W M" «* t,lor k ' /( - SiJ^S* *Üf P « r • o « • "" í HH.H ' r« «,.,«-. i

    """""""-^-v- *v///^i -1. ¦ . «- , ;,Íio tJ

    ' ,¦ ^S§^'''

    "k k-

    H .,kk ¦¦¦ ipfef ¦ . . / k- 5>i Lk_i J 4^n^/^. (& ¦^* " ' ¦ l^"aa»—' ¦¦' ' ' "- "J ¦ ' ¦' '¦¦" IHl.-l ¦ ¦ «a .¦¦¦¦-¦¦¦ ¦ '¦ I ¦¦¦¦ —1

    í.ti / IV muito T\\Wi* T"»hrc «ti r rj.4 meu filho

    %e 7

    !¦¦•¦ ^^3 oMiirn"" ura eoTTrt» ii«? iilm- ,

    ¦'-...

    a*_... .--.-

    ' ^-k:j .

    / J •

  • O TICO-TICO — 8 — — Novembro — 19.J7

    ^"~~5»

  • ^Ék , ImWmma^aW SÊÊ a\Wm mX-W Jwm\\\-àm^k^ AmmBÊ m\rS ^^Lmmm^^ /njí kJÊmW âS " l^Bj ÊÊ * SS' .mW ^B

    1~Tl"' ,Jb9 %^fl Er fl B_V_-, 44—i- O Mexico é o paiz do mundo mais ri-- ' I _ -~fm% i ^temm*nar Çm\ Wx I I"*" j 2_QÍM •JIHrr^S \m? rt" co em prata. A torre da igreia de Valen-

    J t_TTB^B l / Qf—* jj Ai H-7 Í-tM M Bi'±! ciana em-Guanaiuato (Mexico) está locali-"t r~mm\ í / A ^B*—-1^ ¦1 f-í/ ^ y$**T ^fc___!______^-~_M B- zada sobre um veio da mina de prata local,y-Tf _ ?Jj7 ,v-^ "**¦¦—Bmm ¦. .!___¦ K ílj ilí ¦ i~> "W m'na cs$a 9ue produziu al 3Á partes doT"_fl_l mm' ^af ^T^^SBí ....H¦i-^B 7 >*— III .51 i ^WL.**—r- B precioso metal circulante em todo o ¦ -*m wf -( li) lll1. f ——M mundo.

    A figura abaixo não é uma cari- ! yk\ 8 ^= \i___ ""^ ^S " '^SÃ'7''»

    m\\l r jH H ¦;s=^ ^t^v^ ^s§* • \\V'V ii _________.' r

    catura de algum militar belicoso, mas Lfl Hi VySI^, X^t»^^*. (\™V1 J/fl m\-~- m) ?%£&>. ** \^PV^»\llli '&¦ Asim um "bulldog" que presta como Wf -^^tm^ mr W AVV sWma m\'

    muitos outros, relevantes serviços S^ & / V : ;..'jB I- ^V / «ju[vUiAwi FM*

    policia ingleza, „podendo ostentar ^L_u____r>/ y"~' mwJ B" capacete de seu posto. B ^^í ¦!!

    RB -^ k^^^j! ALGUMAS NOTAS SOBRE O ROSTO HUMANO

    -^-r» \ \ V L. y^^±. vi K^ O*

  • O í ICO- TIC O — 10 — 3 — Novembro — 1937

    As-proezas dc Gafo Felix (Desenho de Pt Sullwen — exclusividade tTO tlCO-TlCO para a Crasil)r

    iodas as portas e janelas fechadas —de I6n„, Se este ladrão conseguir _ Tenho que agradecer a Papaicom barras de ferro hein? bem, nem entrar estamos prompios para a luta_. Noel por essa idefa... — AI0 criança-— Mas ele nâo entrará... da... nâo fiquem...r— assim ficarei do lado...

    7fe> P?

    ...com medo. nâo lhes farei mal ai- ...ladrão? essa 6 forte! pois saibam que ...Policia estão a postos' Foi visgum... — Então vocês creanças, pensa- eu sou... eu sou... eu sou... —Todos ladrão entrar num edifício da rua Vm-ram que eu fosse um... os automóveis da,,, O auto mais próximo..

    .. .encaminha-se para lá imediatamente! — Vocês ouviram? pois bem. eu sou um detetive, alu está...

    ...Fui mandado aqui para apanhar este ...trabalho... —Aporá náo precisamos ladrão... — Força nele, Mike. temos mais ter medo deste ladrão... Foi uma que fazer este... para nós esse detetive ter...

    -.aparecido! — Fie olha de uma ma-neira cxquisita para mim„. — Boanoite! _ O automóvel da policial Estcuagora numa situação apertada1 _.

    -utem. pequenos, os soldados de .. .embora! — Oh. nâo. nao ha nenhum uniforme vào espantar o ladrão e nos fadráo em nossa casa mas um detetive queremos aoanhal-o, náo? diga-lhes que cm pessoa está aauí guardando o local., nenhum ladráo está aqui. faça-o ir... — Cr.'o que nâo somos preciso

Search related