Ação do Instituto Ayrton Senna vira ‘emboscada do bem’ no Rio ?· Olímpico Brasileiro, o IAS…

Embed Size (px)

Text of Ação do Instituto Ayrton Senna vira ‘emboscada do bem’ no Rio ?· Olímpico Brasileiro, o...

B O L E T I M

Ao do Instituto Ayrton Senna vira emboscada do bem no Rio

O F E R E C I M E N T O

S E G U N D A - F E I R A , 1 3 D E J U N H O D E 2 0 1 6

US$ 1,17 bi o valor de mercado do time do Manchester United, considerado o clube mais valioso do mundo

N M E R O D O D I A

E D I O 5 2 0

POR ERICH BETING

Leandrinho Barbosa e Anderson Varejo usaro, no jogo que pode dar o ttulo de campeo da NBA ao Golden State Warrior, na noite desta segunda-feira, uma pulseira com as cores verde e amarela que se tornou a emboscada do bem dos Jogos Olmpicos do Rio 2016.

O artefato j foi usado pela du-pla brasileira que estar no Rio na ltima sexta-feira. E poder estar no pulso de diversos atletas nas disputas olmpicas em agosto e nas Paralimpadas, em setembro.

A pulseira foi desenvolvida pela agncia de publicidade JWT para o Instituto Ayrton Senna. Ela faz parte de uma ao maior, chama-da No Pulso do Brasil. Por meio de um app de realidade aumenta-da, ao focalizar o celular no dese-nho de um capacete na pulseira, uma animao com narrao de Ayrton Senna exibida.

O vdeo reconta a primeira vitria de Senna em Interlagos, em 1991, quando o piloto sofreu com o carro quebrado e, mesmo assim, venceu. A entrevista dada

por ele aps a prova foi recortada e o resultado uma men-sagem de estmulo para ganhar em casa.

Numa parceria com o Comit Olmpico Brasileiro, o IAS conseguiu permisso para que a pulseira seja dada aos atletas brasileiros que vo disputar as Olimpadas.

Alguns deles j receberam a pulseira para a gravao do vdeo promocional de divulgao da campanha, outros devem ganhar na entrega dos kits dos atletas.

O IAS tambm vender a pul-seira para o pblico final, ao custo de R$ 14,99. Um primeiro lote j foi colocado venda na loja virtu-al do Instituto. A tendncia que as vendas aumentem conforme os

atletas usarem mais o produto.Com a pulseira, Varejo e Lean-

drinho ajudam a propagar os valo-res e a imagem de Senna, alm de mostrarem que tm desejo de vencer, assim como Ayrton fazia nas pistas, afirma Bianca Senna, diretora de branding do IAS.

A ideia que os atletas usem o artefato durante os Jogos Olmpi-cos, j que no h qualquer marca patrocinadora envolvida. Como o IAS embaixador da Paralimpa-da, no haveria qualquer restrio para uma ao assim nos Jogos.

1

http://ia.nspmotion.com/event/?cap=412405&c=37130&e=ADM_Click!1!1!1!!&r=[timestamp]

2

POR ERICH BETING

diretor da Mquina do Esporte

Em 2012, a British Airways, pa-trocinadora dos Jogos Olmpicos de Londres, fez uma campanha volta-da para o evento que era simples, mas genial. Como as pesquisas de opinio relacionada aos Jogos indi-cavam que o londrino queria ficar longe da cidade durante o evento, a companhia area criou uma ao em que pedia ao torcedor para no voar de avio e ficar para torcer pelo pas.

O resultado foi espetacular. Alm de engajar o torcedor como poucas marcas conseguiram no bombar-deio de campanhas publicitrias, a

British ganhou a simpatia do pbli-co local ao se tornar menos comer-cial e mais emocional na campanha.

A 53 dias dos Jogos, nenhuma empresa teve a mesma coragem em sua comunicao. Praticamente ningum pensou em explorar o fa-tor casa para a primeira edio dos Jogos no Rio de Janeiro. Coube ao Instituto Ayrton Senna encontrar um meio de se apropriar disso para transmitir a mensagem ao pblico.

natural que, pelo momento deli-cado vivido pelo pas na poltica, as marcas tenham receio de valorizar

o pas na comunicao. O humor do brasileiro no de valorizao da ptria em meio a tantos desvios, de dinheiro e de conduta tica e moral.

Mas o IAS entrou na nica seara que sagrada quando se fala em Olimpada, que a pureza do atleta que representa seu pas. Uma men-sagem de Senna ao atleta brasileiro capta a nostalgia que o pblico tem de um dolo que j morreu e projeta esperana para potenciais dolos.

O IAS teve uma das melhores sa-cadas de marketing do Rio at ago-ra. Onde esto as marcas?

Instituto nico a se apropriar do efeito casa para o Rio 2016

Torcedora do Flamengo tatua o amor pelo clube na perna, na loja oficial do clube; numa ao da Adidas tendo o Dia dos Namorados como gancho, dez scios-torcedores e dez torcedores que gas-tassem R$ 299 na loja poderiam fazer a tatuagem e eternizar a paixo pelo clube do Rio de Janeiro

IMAGEM DA SEMANA

http://ia.nspmotion.com/event/?cap=418177&c=37286&e=ADM_Click!1!1!1!!&r=[timestamp]

Assim como acontece com a Copa Amrica do Centenrio, a Adidas tambm domina as camisas entre as selees partici-pantes da Eurocopa. A empresa alem veste nove das 24 selees que disputam o torneio. A Nike a segunda, presente no uniforme de seis times. A Puma vem logo atrs, com cinco. A lista com-pletada por Errea, Joma, Macron e Umbro, com uma equipe cada.

Entre as selees que a Adidas a fornecedora oficial esto algu-mas das principais concorrentes ao ttulo. o caso da Alemanha, atual campe do mundo, e da Espanha, bicampe da Eurocopa. E selees que podem surpreen-der, como a Blgica de Hazard e a Sucia de Ibrahimovic, que se enfrentam pelo Grupo E.

Considerada azares no torneio, Irlanda do Norte, Pas de Gales, Rssia e Ucrnia tambm carre-gam as trs listras.

A principal aposta da Nike a Frana, anfitri da competio. O time de Paul Pogba bateu a Romnia por 2 a 1 na sexta-feira, na abertura da competio. A Inglaterra, nica campe do mundo do continen-te europeu que nunca venceu a Euro, outra seleo badalada que usa uniformes da empresa.

A Polnia de Lewandowski, Portugal de Cristiano Ronaldo, a Turquia de Sahin e a Crocia de Raktic so outros times da Nike.

A Itlia surge como a principal seleo da Puma. Tambm tm

a empresa alem de fornecedora as coadjuvantes ustria, Eslov-quia, Repblica Tcheca e Sua.

Albnia (Macron), Islndia (Errea), Irlanda (Umbro) e Rom-nia (Joma) completam a lista de participantes da competio.

Adidas e Nike ativaram sele-es e atletas em filme promocio-nal da Euro. Os alemes se apoia-ram em Pogba. Os franceses, em Cristiano Ronaldo e na Frana.

POR ADALBERTO LEISTER FILHO

Assim como na Amrica, Adidas domina camisas da Eurocopa

4

A Bundesliga anunciou o novo contrato de TV do torneio que praticamente duplica os valores que recebia anteriormente. Com durao de qua-tro anos, o novo contrato atinge o valor de 4,64 bilhes. Por temporada, o valor chega a 1,159 bilho, contra os atuais 628 milhes.

Com o novo compromisso, a Bundesliga se mantm como uma das trs maiores ligas de fute-bol do mundo em faturamento. O novo contrato manteve a Sky alem como principal parceira na TV por assinatura do torneio. O Eurosport com-prou o direito de exibir um jogo nas noites de sexta-feira. Na TV aberta, a ARD (emissora pbli-

ca) ficou com uma partida aos sbados.A Sky alem por sua vez, ter o direito de trans-

mitir 572 dos 612 jogos da primeira e segunda divises a partir da prxima temporada.

Outra novidade a Amazon, que comprou os direitos de transmisso pela rdio para internet e telefonia mvel da competio. a primeira vez que a empresa entra numa liga de futebol.

Como comparao, o prximo contrato da Liga espanhola ir superar os 1,6 bilho por ano. O montante de ambas, porm, modesto se com-parado ao atual acordo da Premier League, que renovou no ano passado por 2,3 bi por ano.

Bundesliga celebra receita recorde de mdia

http://www.maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/nike-e-adidas-escalam-suas-estrelas-em-filme-de-ativacao-para-eurocopa_30567.htmlhttp://www.maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/nike-e-adidas-escalam-suas-estrelas-em-filme-de-ativacao-para-eurocopa_30567.html

5

A agncia de marketing espor-tivo Octagon apresentou, semana passada, pesquisa sobre o com-portamento do f em relao ao consumo do esporte. Chamada de Insight Series, a pesquisa uma forma de entender como o torcedor assiste ao esporte e de que forma as marcas podem se engajar com ele a partir disso.

O resultado da pesquisa de que o f que conectado em redes sociais tende a ter maior engajamento com as marcas do que aquele que fantico pelo esporte, mas no to conectado - e que geralmente o foco de aes de ativao das empresas.

Na apresentao para um gru-po de executivos de empresas, a Octagon revelou resultados en-volvendo o futebol e o basquete.

No esporte mais popular do pas, 77% dos fs conectados tm maior facilidade para se conec-tar, engajar e consumir marcas patrocinadoras. Com o fantico,

mas no to conectado, o ndice cai para 65%, segundo a Octagon.

J no basque-te, o nvel de engajamento maior. A marca tem 86% de ateno do f conectado, ante um engajamento de 70% do torcedor fantico da modalidade.

A pesquisa revela, tambm, o uso da segunda tela constante desses torcedores durante jogos. No futebol, 90% desses torcedo-res usam telefone celular enquan-to ocorre a partida. No basquete, o ndice quase igual: 91%.

Nos torcedores que vo ao es-tdio, o ndice mais baixo: 25% no futebol e 31% no basquete.

Em relao ao consumo de m-dia desse torcedor, a Octagon viu que o engajamento via Twitter,

durante os jogos, constante. No futebol, 48% usam a rede para se informar. No basquete, 58%. A plataforma a preferida por ser quente, com diversas opinies simultneas de uma partida.

Segundo a Octagon, isso exige das marcas se comunicar com o torcedor dando a ele informaes que ele quer para reforar a pai-xo, gerando mais engajamento.

preciso entender como e onde o f consome a paixo para ter maior retorno, diz Manoel Ferreira, diretor da Octagon.

POR ERICH BETING

Pesquisa da Octagon mostra que f conectado gera maior retorno

A piv