of 38/38
GRUPO I DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITOS HUMANOS, INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO PROCESSUAL DO TRABALHO, CIVIL, COMERCIAL E REGIME JURÍDICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DIREITO CONSTITUCIONAL QUESTÃO Nº 1 Analise as assertivas abaixo acerca das súmulas aprovadas pelo STF, mediante dois terços de seus membros, relativas à matéria constitucional e precedidas de reiteradas decisões, conhecidas como “súmulas vinculantes”: I – poderão ter sua edição proposta pelos Tribunais Superiores, pelos Tribunais de Justiça dos Estados ou do Distrito Federal e Territórios, pelos Tribunais Regionais Federais, pelos Tribunais Regionais do Trabalho, pelos Tribunais Regionais Eleitorais e pelos Tribunais Militares; II – terão efeito vinculante apenas em relação aos órgãos do Poder Judiciário; III – poderão ser canceladas a pedido do Governador do Distrito Federal; IV – somente poderão ser revistas após prévia manifestação do Procurador-Geral da República, caso não tenha sido ele o autor do pedido de revisão. De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que: ( ) a) apenas as alternativas I, II e III estão incorretas; ( ) b) apenas a alternativa III está incorreta; ( ) c) apenas a alternativa II está incorreta; ( ) d) todas estão corretas; ( ) e) não respondida. QUESTÃO Nº 2 Assinale a alternativa INCORRETA: ( ) a) o Ministério Público, bem como qualquer cidadão, pode propor ação judicial para a proteção do patrimônio público; ( ) b) cabe mandado de segurança para obtenção de certidão relativa a informações conhecidas de pessoa física, negada por autoridade pública; ( ) c) ressalvada a hipótese do mandado de segurança coletivo, o mandado de segurança para a proteção do direito líquido e certo pode ser impetrado apenas por pessoa física; ( ) d) o mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente constituída e em funcionamento há pelo menos um ano, desde que em defesa de seus membros ou associados; ( ) e) não respondida. QUESTÃO Nº3 Assinale a alternativa INCORRETA:

GRUPO I DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITOS HUMANOS ... · grupo i direito constitucional, direitos humanos, individual e coletivo do trabalho processual do trabalho, civil, comercial

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of GRUPO I DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITOS HUMANOS ... · grupo i direito constitucional, direitos...

  • GRUPO IDIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITOS HUMANOS,

    INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHOPROCESSUAL DO TRABALHO, CIVIL, COMERCIAL E

    REGIME JURDICO DO MINISTRIO PBLICO

    DIREITO CONSTITUCIONAL

    QUESTO N 1

    Analise as assertivas abaixo acerca das smulas aprovadas pelo STF, mediante dois teros de seus membros, relativas matria constitucional e precedidas de reiteradas decises, conhecidas como smulas vinculantes:

    I podero ter sua edio proposta pelos Tribunais Superiores, pelos Tribunais de Justia dos Estados ou do Distrito Federal e Territrios, pelos Tribunais Regionais Federais, pelos Tribunais Regionais do Trabalho, pelos Tribunais Regionais Eleitorais e pelos Tribunais Militares;II tero efeito vinculante apenas em relao aos rgos do Poder Judicirio;III podero ser canceladas a pedido do Governador do Distrito Federal;IV somente podero ser revistas aps prvia manifestao do Procurador-Geral da Repblica, caso no tenha sido ele o autor do pedido de reviso.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) apenas as alternativas I, II e III esto incorretas;( ) b) apenas a alternativa III est incorreta;( ) c) apenas a alternativa II est incorreta; ( ) d) todas esto corretas;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 2

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) o Ministrio Pblico, bem como qualquer cidado, pode propor ao judicial para a proteo do patrimnio pblico; ( ) b) cabe mandado de segurana para obteno de certido relativa a informaes conhecidas de pessoa fsica, negada por autoridade pblica;( ) c) ressalvada a hiptese do mandado de segurana coletivo, o mandado de segurana para a proteo do direito lquido e certo pode ser impetrado apenas por pessoa fsica; ( ) d) o mandado de segurana coletivo pode ser impetrado por organizao sindical, entidade de classe ou associao legalmente constituda e em funcionamento h pelo menos um ano, desde que em defesa de seus membros ou associados;( ) e) no respondida.

    QUESTO N3

    Assinale a alternativa INCORRETA:

  • ( ) a) apesar do efeito erga omnes atribudo a decises proferidas nas aes coletivas, a posio majoritria do STF no sentido de que no h usurpao de sua prpria competncia se a pretenso na declarao de inconstitucionalidade de ato normativo, presente na ao coletiva, meramente incidental;( ) b) segundo entendimento jurisprudencial e doutrinrio dominantes, o Chefe do Executivo pode negar-se a cumprir ato normativo que entenda flagrantemente inconstitucional; ( ) c) pode-se afirmar que a competncia atribuda ao Congresso Nacional, para sustar atos do Poder Executivo que exorbitem os limites de delegao legislativa anteriormente concedida, na medida em que retira do ordenamento jurdico espcie normativa produzida em desconformidade com a Constituio Federal, constitui exceo regra de que o controle repressivo de constitucionalidade pertence ao Poder Judicirio; ( ) d) o Procurador-Geral de qualquer um dos ramos do Ministrio Pblico da Unio tem legitimidade concorrente para propor lei complementar estabelecendo alterao na organizao interna do respectivo ramo do Ministrio Pblico; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N4

    Consoante legislao ptria e entendimento atual do STF, produz efeito erga omnes a deciso que:

    I julga argio de descumprimento de preceito fundamental;II concede liminar em ao direta de inconstitucionalidade;III julga reclamao proposta para preservar sua competncia e garantir a autoridade de suas decises;IV nega liminar em ao direta de inconstitucionalidade.

    Considerando as alternativas acima, assinale a opo CORRETA:

    ( ) a) todas as alternativas esto corretas;( ) b) apenas as alternativas II e IV esto corretas;( ) c) apenas a alternativa III est incorreta;( ) d) apenas as alternativas III e IV esto incorretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 5

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) ressalvadas as excees previstas em lei, a deciso que julgar procedente ao direta de inconstitucionalidade no prejudicar o direito adquirido, o ato jurdico perfeito e a coisa julgada; ( ) b) em regra, a deciso que concede liminar em medida cautelar em ao direta de inconstitucionalidade produz efeitos ex nunc e a proferida na ao principal produz efeitos ex tunc;( ) c) salvo expressa manifestao em sentido contrrio, a concesso de medida cautelar em ao direta de inconstitucionalidade tem efeito repristinatrio; ( ) d) a participao de outros rgos ou entidades, na condio de amicus curiae, admitida nas aes direta de inconstitucionalidade e direta de constitucionalidade e, ainda, consoante jurisprudncia do STF, na argio de descumprimento de preceito fundamental;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 6

    Assinale a alternativa INCORRETA:

  • ( ) a) o Ministrio Pblico tem autonomia administrativa e financeira, mas poder ter sua proposta oramentria modificada pelo Poder Executivo caso seja apresentada fora dos limites estabelecidos na lei de diretrizes oramentrias;( ) b) o Conselho Nacional do Ministrio Pblico, em sua atividade correicional e disciplinar, pode determinar a remoo, a disponibilidade, a aposentadoria e a perda do cargo de membro do Ministrio Pblico; ( ) c) por determinao da Emenda Constitucional 45/2004, a distribuio de processos imediata tanto no Ministrio Pblico como no Poder Judicirio;( ) d) o Conselho Nacional do Ministrio Pblico composto por advogados, cidados, membros do prprio Ministrio Pblico e da magistratura, mas o cargo de Corregedor Nacional privativo dos membros do Ministrio Pblico;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 7

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) O Ministrio Pblico que atua perante o TCU no integra o Ministrio Pblico da Unio; ( ) b) a legitimao do Ministrio Pblico para a propositura da ao civil pblica extraordinria e disjuntiva;( ) c) constitui crime de responsabilidade do Presidente da Repblica a prtica de ato atentatrio ao livre exerccio do Ministrio Pblico; ( ) d) a autonomia administrativa do Ministrio Pblico mitigada pelo controle, a cargo do Conselho Nacional do Ministrio Pblico, de sua atuao administrativa; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 8

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) O decreto legislativo a espcie normativa que tem, como objeto, a regulamentao das matrias de competncia exclusiva do Congresso Nacional;( ) b) desde que caracterizada a relevncia e urgncia, qualquer matria pode ser objeto de medida provisria; ( ) c) a lei complementar difere da ordinria em razo da matria e em razo do respectivo quorum para aprovao;( ) d) a Emenda Constitucional espcie normativa que se equipara Constituio Federal no que se refere sua posio hierrquica em relao s demais espcies;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 9

    Com relao aos subsdios dos membros do Poder Judicirio, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) lei especfica, de iniciativa dos Tribunais Superiores ou dos Tribunais de Justia conforme o caso, fixar o valor dos subsdios dos membros e juzes respectivos, bem como as isenes tributrias pertinentes, sendo vedado qualquer tratamento privilegiado em relao aos demais contribuintes;

  • ( ) b) o subsdio do juiz federal no exceder o subsdio dos Ministros do STF, ressalvada parcela de carter indenizatrio prevista em lei; ( ) c) privativa do STJ a competncia para a fixao do subsdio da magistratura estadual;( ) d) de iniciativa privativa do STF o projeto de lei para a fixao do subsdio de toda a magistratura nacional, incluindo a federal e a estadual;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 10

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) apenas o brasileiro nato pode compor o STF, mas o naturalizado pode compor tanto o STJ quanto o TST;( ) b) os advogados que integram os Tribunais nas vagas destinadas a sua classe, adquirem vitaliciedade no ato da posse;( ) c) de iniciativa privativa do STJ a propositura de lei que objetive alterar o nmero de membros dos Tribunais de Justia; ( ) d) so requisitos comuns para ingresso no STJ, TST e STF: idade mnima de 35 e mxima de 65 anos; aprovao pela maioria absoluta do Senado Federal aps sabatina; nomeao pelo Presidente da Repblica;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 11

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) a Constituio Federal extinguiu as frias coletivas nos juzos e tribunais de 2 grau, mas no vedou a previso de dias sem expediente forense normal;( ) b) a vedao do exerccio da advocacia no perodo posterior de trs anos ao afastamento do cargo pblico, aplica-se aos juzes, aos membros do Ministrio Pblico e da Advocacia Pblica; ( ) c) as decises administrativas dos Tribunais sero motivadas e deliberadas em sesses pblicas, inclusive as disciplinares;( ) d) o Presidente do Conselho Nacional de Justia o Presidente do STF mas o cargo de Ministro-Corregedor privativo do Ministro do STJ;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 12

    Com relao iniciativa legislativa, INCORRETO afirmar que:

    ( ) a) de iniciativa privativa do Presidente da Repblica legislar sobre responsabilidade por dano ao meio ambiente; ( ) b) os municpios no tm competncia legislativa para estabelecer, em lei municipal, as hipteses de desapropriao relativas aos imveis localizados nos limites do municpio;( ) c) compete Unio, aos Estados e ao Distrito Federal legislar, concorrentemente, sobre direito tributrio e financeiro;( ) d) na ausncia de legislao federal fixando diretrizes de proteo ao patrimnio histrico, cultural, artstico, turstico e paisagstico lcito a cada um dos Estados da federao fix-las em lei estadual;( ) e) no respondida.

    DIREITOS HUMANOS

  • QUESTO N 13

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) o primeiro documento escrito que procurou conter os poderes do monarca surge na Inglaterra, em 1215, a saber, a Magna Carta outorgada por Joo Sem-Terra; ( ) b) os direitos humanos fundamentais surgem para estabelecer os limites do poder de atuao positiva do Estado, impondo uma atuao negativa, obrigao de no fazer, estabelecendo direitos e deveres para toda a sociedade;( ) c) o forte movimento social alavancado pela ausncia de proteo da dignidade humana gerou a constitucionalizao dos Direitos do Homem, alm dos direitos individuais, coletivos e polticos; ( ) d) o desenvolvimento econmico apresentado ao longo do sculo XIX, na Europa, acarretou a imediata melhoria scio-econmica do individuo; ( ) e) no respondida

    QUESTO N 14

    Com relao aos direitos humanos fundamentais no Brasil, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) sendo a intimidade um direito individual assegurado pela CF, decorrente do princpio fundamental da dignidade da pessoa humana, a jurisprudncia ptria vem se firmando no sentido de no admitir, em nenhuma hiptese, a revista ntima de mulheres ou homens;( ) b) a educao, direito de todos, dever do Estado que se materializa na garantia de ensino fundamental gratuito e na universalizao do ensino mdio, facultando-se ao Poder Pblico a concesso, ou no, de acordo com suas possibilidades oramentrias, de educao infantil prestada em creche e pr-escola, bem como de ensino superior gratuito;( ) c) nulo de pleno direito e, portanto, no gera direitos e obrigaes, o contrato de trabalho em que menor de 14 anos figura como empregado, sendo indevidas as verbas trabalhistas dele decorrentes, com exceo dos salrios;( ) d) a Constituio Federal brasileira no consagrou expressamente o princpio da universalidade dos direitos fundamentais, pois restringiu sua titularidade aos brasileiros e estrangeiros residentes no pas.( ) e) no respondida.

    QUESTO N 15

    Considerando a relao da norma internacional com o ordenamento jurdico interno, avalie as proposies seguintes:

    I as Convenes oriundas da Organizao Internacional do Trabalho exigem, de acordo com a sua Constituio, que os Estados membros submetam as convenes s autoridades competentes, de acordo com o seu ordenamento jurdico domstico, sendo esta obrigao meramente formal tendo em vista a soberania estatal; II os tratados e convenes internacionais so fontes formais de direito internacional, operando efeitos para o ordenamento jurdico interno dos pases que os ratificarem;III a Emenda Constitucional n 45 estabeleceu um sistema jurdico misto de incorporao dos tratados: para os tratados de direitos humanos que, ao serem aprovados, pelas duas casas do Congresso Nacional, em dois turnos, por 3/5 dos votos dos respectivos membros, tero a mesma eficcia de emenda constitucional; para os demais tratados, independentemente do sistema de aprovao, sero incorporados equiparando-se lei ordinria.

    De acordo com as assertivas acima, CORRETO afirmar que:

  • ( ) a) apenas as alternativas II e III esto corretas;( ) b) todas as alternativas esto corretas; ( ) c) todas as alternativas esto incorretas;( ) d) apenas a alternativa III est correta;( ) e) no respondida

    QUESTO N 16

    Analise as afirmativas a seguir:

    I a filosofia dos Direitos Humanos sofreu sua mais forte crtica no sculo XX, quando algumas teorias polticas passaram a neg-los sistematicamente, rejeitando todos os seus fundamentos, entre os quais o da dignidade; II o objetivo de um sistema arbitrrio destruir os direitos civis da populao inteira - condio prvia necessria para a dominao completa -, de tal forma que ela acabe por ser colocada fora da lei em seu prprio pas; III os tradicionalistas, os marxistas e alguns socialistas foram os maiores defensores da Declarao dos Direitos Humanos de 1789.

    De acordo com as assertivas acima, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) todas as alternativas esto corretas;( ) b) as alternativas II e III esto corretas;( ) c) a alternativa III est incorreta; ( ) d) todas as alternativas esto incorretas;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 17

    Analise as seguintes proposies:

    I o Brasil adota a concepo dualista, da qual decorre a impossibilidade do Poder Executivo ratificar o diploma internacional sem que tenha sido aprovado, por Decreto Legislativo, pelo Congresso Nacional;II - o processo histrico de generalizao e expanso da proteo internacional dos direitos humanos tem sido marcado pelos fenmenos da multiplicidade e diversidade dos mecanismos de proteo, acompanhados pela identidade predominante de propsito deste ltimo e pela unidade conceitual dos direitos humanos;III - a Declarao Universal dos Direitos Humanos de 1948 constituiu um marco decisivo no processo de generalizao da proteo dos direitos humanos, permanecendo como fonte de inspirao e ponto de irradiao e convergncia dos instrumentos de direitos humanos em nveis global e regional.

    De acordo com as assertivas acima, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) todas as alternativas esto corretas;( ) b) apenas as alternativas II e III esto incorretas;( ) c) apenas a alternativa II est correta;( ) d) apenas a alternativa I est incorreta; ( ) e) no respondida.

    DIREITO INDIVIDUAL DO TRABALHO

    QUESTO N 18

  • Analise as assertivas abaixo:

    I entre as vrias formas de interpretao da norma de Direito do Trabalho, incluem-se a teleolgica ou finalstica segundo a qual a interpretao ser dada ao dispositivo legal de acordo com o fim visado pelo legislador;II a Consolidao das Leis do Trabalho trata da integrao jurdica da norma, pois autoriza o juiz, na falta de expressa disposio legal ou convencional, a utilizar a analogia ou a equidade;III de acordo com a Constituio Federal, as normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais de expresso no tm aplicao imediata; IV em relao eficcia no espao da norma trabalhista, a jurisprudncia consolidada do Tribunal Superior do Trabalho adota o critrio da territorialidade (ou da Lex loci executionis), segundo o qual a relao jurdica trabalhista regida pelas leis vigentes no pas da prestao do servio e no por aquelas do local da contratao.

    De acordo com as assertivas acima, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) todas as assertivas esto incorretas;( ) c) apenas as assertivas II e IV esto corretas;( ) d) apenas a assertiva III est incorreta; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 19

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) dentre os mais importantes princpios especiais do Direito Individual do Trabalho indicados pela doutrina, incluem-se o princpio da proteo, o princpio da irrenunciabilidade dos direitos trabalhistas e o princpio da norma mais favorvel;( ) b) o princpio da primazia da realidade sobre a forma autoriza a descaracterizao de um contrato de prestao civil de servios, desde que despontem, ao longo de sua execuo, todos os elementos ftico- jurdicos da relao de emprego;( ) c) de acordo com a jurisprudncia consolidada do Tribunal Superior do Trabalho, o nus de provar o trmino do contrato de trabalho, quando negados a prestao de servio e o despedimento, do empregador, pois o princpio da continuidade da relao de emprego constitui presuno favorvel ao empregado;( ) d) o princpio da razoabilidade segundo o qual as condutas humanas devem ser avaliadas de acordo com um critrio associativo de verossimilhana, sensatez e ponderao, no tem aplicao no Direito Coletivo do Trabalho; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 20

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) o Direito do Trabalho no admite a renncia, pelo trabalhador, antes, durante e aps o rompimento do contrato de trabalho; ( ) b) somente ser passvel de transao lcita parcela juridicamente no acobertada por indisponibilidade absoluta, independentemente do respeito aos demais requisitos jurdico-formais do ato;( ) c) de acordo com o entendimento uniforme do Tribunal Superior do Trabalho, o direito ao aviso prvio irrenuncivel pelo empregado. O pedido de dispensa de cumprimento no exime o empregador de pagar o respectivo valor, salvo comprovao de haver o prestador dos servios obtido novo emprego;

  • ( ) d) de acordo com orientao jurisprudencial do Tribunal Superior do Trabalho, a transao extrajudicial que importa resciso do contrato de trabalho ante a adeso do empregado a plano de demisso voluntria implica quitao exclusivamente das parcelas e valores constantes do recibo;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 21

    Em relao s Comisses de Conciliao Prvia, analise as assertivas abaixo:

    I as empresas e os sindicatos podem constituir Comisses de Conciliao Prvia, de composio paritria, com representantes dos empregados e dos empregadores, com a atribuio de tentar conciliar os conflitos individuais do trabalho;II - as Comisses de Conciliao Prvia no podero ser constitudas por grupos de empresas ou ter carter intersindical;III a Comisso instituda no mbito da empresa ser composta de, no mnimo, quatro e, no mximo doze membros. A Comisso instituda no mbito do sindicato ter sua constituio e normas de funcionamento definidas no seu estatuto social;IV o termo de conciliao ttulo executivo extrajudicial e ter eficcia liberatria geral, exceto quanto s parcelas expressamente ressalvadas.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) apenas a assertiva I est correta;( ) c) apenas as assertivas III e IV esto incorretas;( ) d) apenas as assertivas II e III esto incorretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 22

    Analise as assertivas abaixo:

    I a relao empregatcia e a figura do empregado surgem como resultado da combinao de elementos ftico-jurdicos que so: a) prestao de trabalho por pessoa fsica a um tomador qualquer; b) prestao efetuada com pessoalidade pelo trabalhador; c) prestao efetuada com no-eventualidade; d) efetuada sob subordinao ao tomador dos servios; e) prestao de trabalho efetuada com onerosidade;II no haver distines relativas espcie de emprego e condio de trabalhador, nem entre o trabalho intelectual, tcnico e manual;III no h distino entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador e o executado no domiclio do empregado, desde que estejam presentes os elementos caracterizadores da relao de emprego;IV dentre as condies legais para admisso como me social, inclui-se a idade mnima de 21 (vinte e um) anos.

    Assinale a alternativa correta:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) apenas as assertivas I e II esto corretas;( ) c) apenas as assertivas II e III esto corretas;( ) d) apenas a assertiva IV est incorreta; ( ) e) no respondida.

  • QUESTO N 23

    Analise as afirmaes abaixo de acordo com a jurisprudncia do Tribunal Superior do Trabalho:

    I no se beneficiam do regime legal relativo aos bancrios os empregados de estabelecimento de crdito pertencentes a categorias profissionais diferenciadas;II a prestao de servios a mais de uma empresa do mesmo grupo econmico, durante a mesma jornada de trabalho, caracteriza a coexistncia de mais de um contrato de trabalho, salvo ajuste em contrrio;III os empregados de empresas distribuidoras e corretoras de ttulos e valores mobilirios tm direito jornada especial dos bancrios;IV preenchidos os requisitos caracterizadores da relao empregatcia, legtimo o reconhecimento de vnculo de emprego entre policial militar e empresa privada, independentemente do eventual cabimento de penalidade disciplinar prevista no Estatuto do Policial Militar.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) todas as assertivas esto incorretas;( ) c) apenas a assertiva III est incorreta;( ) d) apenas as assertivas II e III esto incorretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 24

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) a validade do contrato de aprendizagem pressupe anotao na Carteira de Trabalho e Previdncia Social, matrcula e freqncia do aprendiz na escola, caso no haja concludo o ensino mdio, e inscrio em programa de aprendizagem desenvolvido sob orientao de entidade qualificada em formao tcnico-profissional metdica;( ) b) a inobservncia dos requisitos legais necessrios configurao do estgio ou de qualquer obrigao contida no termo de compromisso caracteriza vnculo de emprego do educando com a parte concedente do estgio para todos os efeitos da legislao trabalhista e previdenciria;( ) c) em nenhuma hiptese, a durao do estgio na mesma parte concedente, e do contrato de aprendizagem, poder ultrapassar 2 (dois) anos;( ) d) assegurado ao estagirio, sempre que o estgio tenha durao igual ou superior a 1 (um) ano, perodo de recesso de 30 (trinta) dias, a ser gozado preferencialmente durante suas frias escolares;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 25

    Analise as assertivas abaixo de acordo com a jurisprudncia uniforme do Tribunal Superior do Trabalho:

    I a compensao de jornada de trabalho deve ser ajustada por acordo individual escrito, acordo coletivo ou conveno coletiva. O acordo individual para compensao de horas vlido, salvo se houver norma coletiva em sentido contrrio;II a validade de acordo coletivo ou conveno coletiva de compensao de jornada de trabalho em atividade insalubre no prescinde de inspeo prvia da autoridade competente em matria de higiene do trabalho;

  • III a interrupo do trabalho destinada a repouso e alimentao, dentro de cada turno, ou o intervalo para repouso semanal, no descaracteriza o turno de revezamento com jornada de 6 (seis) horas previsto constitucionalmente.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) todas as assertivas esto incorretas;( ) c) apenas as assertivas I e III esto corretas; ( ) d) apenas a assertiva III est incorreta.( ) e) no respondida.

    QUESTO N 26

    Analise as assertivas abaixo:

    I a doutrina dominante admite a possibilidade de cumulao de indenizaes por dano material, dano moral e dano esttico, ainda que a leso acidentria tenha sido a mesma;II no constitui discriminao a constatao de distines, excluses ou preferncias fundadas em qualificaes exigidas para um determinado emprego.III o trabalhador readaptado em nova funo, por motivo de deficincia fsica ou mental atestada pelo rgo competente da Previdncia Social, no servir de paradigma para fins de equiparao salarial;IV a empresa privada que possui 200 (duzentos) empregados est obrigada a preencher 3% (trs por cento) dos seus cargos com beneficirios reabilitados ou pessoas portadoras de deficincia, habilitadas.

    De acordo com as assertivas acima CORRETO afirmar que:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) apenas as assertivas I e IV esto corretas;( ) c) apenas a assertiva IV est incorreta; ( ) d) apenas as assertivas II e III esto corretas;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 27

    Analise as assertivas abaixo:

    I a jurisprudncia uniforme do Superior Tribunal de Justia no admite que a pessoa jurdica sofra dano moral;II o empregador continua responsvel pelo pagamento dos salrios enquanto durar a paralisao dos servios em decorrncia da interdio de estabelecimento, setor de servio, mquina ou equipamento, ou de embargo obra, por deciso da autoridade competente com base em laudo tcnico que demonstre grave e iminente risco para o trabalhador;III de acordo com o entendimento uniforme do Tribunal Superior do Trabalho, o membro da CIPA possui estabilidade no emprego, mesmo na hiptese de extino do estabelecimento;IV no considerada como doena do trabalho a doena endmica adquirida por segurado habitante de regio em que ela se desenvolva, salvo comprovao de que resultante de exposio ou contato direto determinado pela natureza do trabalho.

  • Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) apenas as assertivas I e II esto corretas;( ) c) apenas as assertivas II e IV esto corretas; ( ) d) apenas as assertivas I e III esto corretas;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 28

    Analise as assertivas a seguir:

    I na hiptese de o trabalhador porturio avulso ser contratado por prazo indeterminado, por operador porturio, seu registro junto ao rgo Gestor de Mo de Obra ser cancelado;II os trabalhadores avulsos podero se reunir em cooperativa, para atuar como operador porturio, hiptese em que sero excludos da escala rodiziria dos avulsos e tero cancelados os seus registros;III compete tanto ao operador porturio quanto ao rgo Gestor de Mo de Obra a fiscalizao da presena dos trabalhadores porturios avulsos efetivamente escalados, nos locais de trabalho.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) apenas uma assertiva est correta. ( ) b) apenas duas assertivas esto corretas.( ) c) todas as assertivas esto corretas.( ) d) nenhuma assertiva est correta.( ) e) no respondida.

    QUESTO N 29

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) operao porturia a movimentao de passageiros, a movimentao ou armazenagem de mercadorias, destinadas ou provenientes de transporte aquavirio, realizada no porto organizado por operador porturio;( ) b) na hiptese de um trabalhador porturio avulso transgredir alguma norma disciplinar, compete ao rgo gestor de mo-de-obra, aps ouvida a comisso paritria, aplicar, quando cabveis, as penalidades previstas em lei, contrato, conveno ou acordo coletivo; ( ) c) a remunerao, a definio das funes, a composio das equipes e as demais condies de trabalho avulso sero objeto de negociao coletiva entre os sindicatos dos trabalhadores avulsos e dos operadores porturios; ( ) d) dispensvel a interveno do operador porturio na movimentao de mercadorias lquidas a granel, ainda que ocorra em rea do porto organizado; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 30

    Acerca do trabalho porturio, CORRETO afirmar:

  • ( ) a) a atividade de amarrao dos navios, nos portos organizados, deve ser feita por trabalhadores porturios avulsos de capatazia; ( ) b) a guarda porturia, que deve ser constituda e regulamentada pela autoridade porturia respectiva, tem por finalidade prover a vigilncia e a segurana dos portos e no se confunde com o trabalho do vigia porturio; ( ) c) de acordo com o disposto na Conveno n 137, da OIT, o operador porturio poder contratar trabalhador porturio, por prazo indeterminado, que dever ocorrer exclusivamente entre os obreiros j inscritos no rgo gestor de mo de obra;( ) d) vedada aos operadores porturios a utilizao exclusiva de mo de obra contratada com vnculo empregatcio, devendo requisitar percentual mnimo de trabalhadores avulsos. A proporo entre trabalhadores vinculados e avulsos ser estabelecida de acordo com a quantidade da carga movimentada pelo respectivo operador porturio;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 31

    Analise as proposies abaixo:

    I a remunerao consiste no somatrio da contraprestao paga diretamente pelo empregador, seja em pecnia, seja em utilidades, com a quantia recebida pelo obreiro de terceiros, a ttulo de gorjeta;II uma das caractersticas do salrio a possibilidade de sua natureza composta, ou seja, a possibilidade de parte da contraprestao ser paga em dinheiro e parte in natura; III para configurao da equiparao salarial necessrio o preenchimento dos seguintes requisitos: identidade de funes, trabalho de igual valor, mesmo empregador, mesma localidade, simultaneidade na prestao de servios, desde que existente quadro de carreira organizado;IV- a jurisprudncia consolidada do TST admite o desconto do salrio do empregado desde que haja prvia autorizao, sem requisito formal, e seja fruto do livre consentimento do obreiro.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so incorretas;( ) b) apenas as assertivas III e IV so incorretas; ( ) c) apenas as assertivas II e IV so corretas;( ) d) apenas a assertiva I correta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 32

    Analise as assertivas abaixo:

    I a jurisprudncia dominante do TST considera que a no-reduo da jornada de trabalho durante o aviso prvio retira a eficcia respectiva, sendo ilegal a adoo de tal prtica;II o empregado que cometer falta grave no curso do aviso prvio no far jus ao restante do aviso, alm de perder o direito s verbas rescisrias de natureza indenizatria, salvo no caso de abandono de emprego;III de acordo com a jurisprudncia atual do TST, reconhecida a culpa recproca, o empregado tem direito a 50% (cinqenta por cento) do valor do aviso prvio, alm do dcimo terceiro salrio e das frias proporcionais;IV- de acordo com o principio da alteridade, os riscos da atividade econmica pertencem nica e exclusivamente ao empregador; por conseqncia, extinta a empresa, sero devidas ao obreiro todas as verbas atinentes dispensa imotivada, alm do respectivo aviso prvio.

    Assinale a alternativa CORRETA:

  • ( ) a) todas as alternativas so incorretas;( ) b) apenas a alternativa I incorreta;( ) c) apenas as alternativas II e III so corretas;( ) d) todas as alternativas so corretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 33

    Analise as seguintes proposies:

    I o empregado estvel que deixar de exercer cargo de confiana tem direito a reverso ao cargo efetivo que haja anteriormente ocupado, salvo no caso de falta grave;II segundo prev a jurisprudncia dominante do TST, eventual pleito de reintegrao no emprego de obreiro estvel somente ser atendido se concedido judicialmente dentro do perodo estabilitrio;III na forma da lei, o pedido de demisso do empregado estvel s ser vlido quando devidamente assistido por sindicato representativo e, se no o houver, perante autoridade do Ministrio do Trabalho e Emprego ou da Justia do Trabalho.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so corretas; ( ) b) apenas as assertivas I e II so corretas;( ) c) todas as assertivas so incorretas;( ) d) apenas a assertiva III correta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 34

    Analise as seguintes proposies:

    I qualquer alterao na estrutura jurdica da empresa, como fuso, incorporao, transformao, ciso, transferncia de cotas e etc., no afetar os contratos de trabalho do empregado, permanecendo intangvel o liame empregatcio com o novo empregador;II a poca de concesso de frias ser a que melhor consulte os interesses do empregador, sendo lcita a concesso de frias coletivas a todos os empregados, cujo perodo no poder ser inferior a 10 (dez) dias corridos;III o contrato de trabalho poder ser suspenso para qualificao profissional dos empregados, sempre que for necessrio e a qualquer tempo;IV no poder o empregado recusar a promoo, caso exista no ato da admisso quadro de carreira organizado devidamente homologado pelo Ministrio do Trabalho e Emprego, mesmo que no tenha aptido para o desempenho da nova funo.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so corretas;( ) b) apenas as assertivas I e II so incorretas;( ) c) apenas a assertiva III incorreta;( ) d) apenas as assertivas III e IV so incorretas; ( ) e) apenas a assertiva II correta.

  • DIREITO COLETIVO DO TRABALHO

    QUESTO N 35

    Analise as proposies abaixo:

    I em face da jurisprudncia consolidada do Supremo Tribunal Federal, o trabalhador eleito para cargo diretivo de entidade de classe antes da concesso, pelo Ministrio do Trabalho e Emprego, de seu registro sindical, no detm estabilidade no emprego; II de acordo com a legislao em vigor, os membros do conselho fiscal do sindicato possuem estabilidade no emprego;III o dirigente sindical no exerccio de seu mandato afastado do trabalho, sem prejuzo do salrio e demais vantagens do cargo.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) apenas a proposio I correta;( ) b) apenas a proposio II correta; ( ) c) apenas a proposio III correta;( ) d) todas as proposies so corretas;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 36

    No Direito Coletivo do Trabalho brasileiro, a categoria diferenciada aquela:

    I formada de empregados que exercem profisses ou funes diferenciadas por fora de estatuto profissional especial ou de condies de vida singulares;II formada de empregadores que exercem atividades diferenciadas por fora de estatuto especial ou de condies de vida singulares;III formada de empregados e de empregadores que exercem profisses ou atividades diferenciadas por fora de estatuto especial ou de condies de vida singulares;IV formada por meio de deliberao de empregados e empregadores desejosos de se organizarem autonomamente.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) apenas a assertiva I correta; ( ) b) apenas a assertiva III correta;( ) c) apenas as assertivas II e IV so incorretas;( ) d) todas as assertivas so incorretas;( ) e) no respondida

    QUESTO N 37

    Quanto ao sistema contributivo, analise os itens abaixo:

    I a Contribuio Sindical tem natureza tributria, impondo-se o respectivo desconto a todos os trabalhadores;

  • II a Contribuio Assistencial devida apenas aos associados do sindicato nos termos da jurisprudncia dominante do TST;

    III a Contribuio Confederativa tem como finalidade garantir o sustento do sindicato em razo dos gastos ocorridos no processo de negociao coletiva, nos termos da CLT, e devida apenas pelos associados do sindicato, de acordo da jurisprudncia dominante do TST.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) apenas a assertiva II incorreta;( ) c) apenas as assertivas I e III so corretas;( ) d) apenas a assertiva I correta; ( ) e) no respondida

    QUESTO N 38

    Analise as proposies abaixo:

    I facultado aos sindicatos representativos de categorias profissionais celebrar Convenes Coletivas de Trabalho com uma ou mais empresas da correspondente categoria econmica;II as Convenes Coletivas de Trabalho so aplicadas s relaes individuais de trabalho no mbito da representao dos sindicatos convenentes; III as normas coletivas so aplicadas apenas aos trabalhadores sindicalizados, membros da categoria profissional representada pelo sindicato obreiro, em respeito liberdade de filiar ou desfiliar a sindicato, conforme consagrado pela Constituio da Repblica;

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so corretas;( ) b) apenas as assertivas II e III so corretas;( ) c) apenas as assertivas I e III so incorretas; ( ) d) apenas a assertiva I incorreta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 39

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) o Direito Coletivo do Trabalho estrutura-se em torno dos seres coletivos trabalhistas, atuando na resoluo dos conflitos coletivos no mbito das relaes laborais; ( ) b) so conflitos coletivos trabalhistas aqueles que atingem comunidades especificas de trabalhadores e empregadores ou tomadores de servios, quer no mbito restrito do estabelecimento ou empresa, quer em mbito mais largo, envolvendo a categoria ou, at mesmo, comunidade obreira mais ampla;( ) c) a resoluo dos conflitos coletivos de trabalho est concentrada na autocomposio, sendo possvel, eventualmente, a utilizao de tcnicas de autotutela, como a greve e o lockout, por exemplo; ( ) d) a frmula autocompositiva da negociao trabalhista pode receber certos impulsos e estmulos, caracterizados por mecanismos de autotutela, como a greve, ou auxiliares, como a mediao. Entretanto, a presena desses diferentes mecanismos no desnatura a autocomposio realizada, que se celebra autonomamente pelas partes, ainda que sob certa presso social verificada ao longo da dinmica negocial;( ) no respondida.

  • QUESTO N 40

    Sobre o exerccio do direito de greve:

    I assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir a oportunidade de exerc-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender e, para o seu exerccio nas atividades consideradas essenciais, o sindicato dever comunicar a empresa com antecedncia mnima de 48 horas e populao no prazo de 72 horas; II o lockout a paralisao das atividades pelo empregador, constitucionalmente garantido, para que seja respeitado o princpio da igualdade;III no havendo acordo, vedado ao empregador, enquanto perdurar a greve, a contratao direta de outros trabalhadores para a manuteno dos equipamentos essenciais;

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so incorretas;( ) b) apenas as assertivas II e III so corretas;( ) c) apenas as assertivas I e III so incorretas;( ) d) apenas a assertiva III correta; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 41

    Segundo a Constituio da Republica, assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) ao sindicato cabe a defesa dos direitos individuais dos associados, exclusivamente em questes judiciais;( ) b) ao sindicato, e na sua ausncia, federao ou confederao, cabe a defesa dos interesses da categoria, em aes judiciais, competindo aos scios dessas entidades a interveno assistencial;( ) c) o sindicato, a federao e a confederao tm legitimidade concorrente para defender os direitos da categoria, em aes judiciais;( ) d) ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria em questes administrativas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 42

    Assinale a alternativa INCORRETA.

    ( ) a) o princpio da liberdade sindical, tal como consagrado na Conveno n 87 da OIT, aplicado integralmente ao ordenamento jurdico domstico; ( ) b) a estrutura sindical brasileira conjuga os princpios da unicidade, da autonomia e liberdade sindicais;( ) c) o princpio da unicidade sindical no impede o desmembramento de sindicato, ainda que na mesma base territorial, desde que o novo sindicato constitudo no tenha representatividade em rea inferior de um municpio;( ) d) os princpios da autonomia e liberdade sindical, aplicveis ao ordenamento jurdico domstico, no autorizam os sindicatos a fixarem nmero de dirigentes acima do previsto legalmente, contemplados pela estabilidade;( ) e) no respondida.

  • DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

    QUESTO N 43

    Julgue as seguintes proposies acerca dos princpios de natureza processual:

    I segundo a jurisprudncia consolidada do TST, o princpio da identidade fsica do juiz aplicvel na Justia do Trabalho, mesmo aps o advento da EC 24/99, que extinguiu a representao classista;II o princpio do jus postulandi, inscrito na Consolidao das Leis do Trabalho (CLT), foi recepcionado pela Constituio Federal de 1988;III o princpio do impulso oficial nas execues aplicvel apenas s aes trabalhistas tpicas, em que se discutem crditos oriundos de relaes de emprego;IV por aplicao do princpio da perpetuatio jurisdicionis, as aes de execuo de multas impostas pelos rgos de fiscalizao das relaes de trabalho, em fase de apelao por ocasio do advento da EC 45/2004, devero ser julgadas pela Justia do Trabalho.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) os itens I e II so certos;( ) b) o item I certo e o item III errado;( ) c) o item IV errado e o item II certo; ( ) d) os itens III e IV so certos; ( ) e) no respondida

    QUESTO N 44

    Julgue os itens seguintes acerca dos critrios de interpretao da norma processual e ainda a propsito de sua eficcia no tempo e no espao:

    I o mtodo filolgico supe a investigao do sentido das palavras utilizadas pelo legislador, bem assim das funes que desempenham no texto;II o mtodo comparativo induz o intrprete a buscar o sentido e alcance da norma jurdica a partir de sua insero em um sistema lgico o ordenamento jurdico -, que no admite contradies ou paradoxos;III por aplicao do princpio da extraterritorialidade, as normas processuais alusivas ao nus da prova e sua forma de produo sero aquelas vigentes nos pases em que verificados os fatos que se pretende demonstrar;IV a eficcia imediata da lei processual mitigada pela teoria do isolamento dos atos processuais, embora prevalea na doutrina e na jurisprudncia a teoria tempus regit processum, segundo a qual o processo inteiramente regido pela lei vigente ao tempo de sua instaurao.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) os itens I e II so certos;( ) b) o item I certo e o item III errado;( ) c) o item IV certo e o item II errado;( ) d) o item III certo e o item IV errado: ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 45

  • A propsito dos meios de resoluo de conflitos individuais e coletivos do trabalho, assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) os conflitos individuais de trabalho devem ser submetidos a prvia tentativa de conciliao se existir, na localidade da prestao de servios, Comisso de Conciliao Prvia no mbito da empresa ou do sindicato da categoria ou rgo do Ministrio do Trabalho e Emprego;( ) b) o exerccio da funo arbitral pelos rgos do Ministrio Pblico do Trabalho admissvel tanto em conflitos coletivos, quanto em litgios individuais; ( ) c) de acordo com a jurisprudncia do TST, o ajuizamento de dissdio coletivo de natureza econmica depende de comum acordo entre as partes envolvidas, resguardando-se ao Poder Judicirio o exame da razoabilidade de eventual recusa manifestada pelo suscitado;( ) d) havendo conflito intersindical acerca da titularidade da representao dos interesses individuais e coletivos de determinada categoria, a mediao respectiva no poder ser processada no mbito do Ministrio do Trabalho e Emprego;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 46

    A propsito da competncia da Justia do Trabalho, analise os itens seguintes:

    I segundo a jurisprudncia do STJ, a competncia para as aes movidas por sucessores de empregado falecido em servio, envolvendo dano moral sofrido pelos prprios sucessores, no se insere na competncia da Justia do Trabalho;II de acordo com a jurisprudncia atual do STF, compete Justia do Trabalho instruir e julgar as aes propostas por trabalhadores contratados por ente pblico para atender necessidade transitria de excepcional interesse pblico;III de acordo com a jurisprudncia atual do STF, as aes de interdito proibitrio propostas por empresas que buscam preservar o livre acesso aos seus estabelecimentos, em razo de movimentos paredistas deflagrados por seus empregados, devem ser julgadas pela Justia Comum;IV compete ao TST decidir conflito de competncia entre Tribunal de Justia e Tribunal Regional do Trabalho, quando em exame matria relativa relao de trabalho;

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) os itens I e II so certos; ( ) b) os itens II e III so errados;( ) c) o Item III certo e o item IV errado;( ) d) o item I errado e o item IV certo;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 47

    Em razo de auto de infrao lavrado pelo Ministrio do Trabalho e Emprego, foi firmado Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministrio Pblico do Trabalho, pelo proprietrio de determinada fazenda que praticou ilcitos trabalhistas que envolviam, entre outros fatos, a submisso de trabalhadores a condio anloga de escravo. Instaurada ao de execuo do TAC perante o juzo trabalhista em que sediada a Fazenda, ops o Executado embargos execuo, pretendendo desconstituir a eficcia daquele ttulo. Argumentou que no foi configurado o fato tpico alegado e ainda que fora induzido a erro por ocasio da celebrao do referido TAC. Paralelamente, impetrou o Executado mandado de segurana contra ato do Secretrio de Inspeo do Trabalho, embora no foro da Capital da Repblica, pretendendo a excluso de seu nome do rol denominado lista suja, sob o argumento da presuno de inocncia.

    Com base nesses dados e ainda luz da legislao vigente, assinale a alternativa CORRETA:

  • ( ) a) segundo o disposto na Constituio da Repblica, a competncia para decidir o mandado de segurana da Justia Federal;( ) b) ao lado das decises judiciais impugnadas por recurso gravado de efeito suspensivo, o TAC constitui ttulo executivo judicial;( ) c) embora detenha competncia territorial, o juzo para o qual distribudo o mandado de segurana pode declinar da competncia, ante a conexo por prejudicialidade, para o juzo responsvel pela ao de execuo embargada; ( ) d) em face da repercusso criminal do fato apurado, a ao do Ministrio Pblico do Trabalho apenas se legitima com a atuao conjunta do Ministrio Pblico Federal;( ) e) no respondida.QUESTO N 48

    A propsito das nulidades no processo do trabalho, assinale a alternativa correta:

    ( ) a) atuando em juzo sem o concurso de advogado, determinado litigante no obteve do magistrado autorizao para oitiva de testemunhas. Nesse caso, em grau de recurso ordinrio, se atendidos os pressupostos recursais prprios, poder postular o reexame da questo, ainda que no tenha reagido de imediato contra a referida deciso judicial;( ) b) verificada a existncia de conexo com outra ao, a incompetncia territorial poder ser declarada de ofcio pelo magistrado, sem que ocorra nulidade; ( ) c) a nulidade resultante da incompetncia absoluta do juiz deve ser declarada de ofcio a qualquer tempo ou grau de jurisdio, inclusive aps o trnsito em julgado da sentena proferida; ( ) d) ao reconhecer a existncia de nulidade, cabe ao tribunal fixar, se entender conveniente, os atos por ela alcanados, podendo tambm relegar essa definio ao juiz de primeiro grau;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 49

    A propsito do procedimento aplicvel s aes de competncia da Justia do Trabalho, analise os itens seguintes:

    I as aes que envolvem litgios sobre representao sindical, transpostas competncia da Justia do Trabalho pela EC 45/2004, sero processadas em conformidade com o rito ordinrio previsto no Cdigo de Processo Civil (CPC), fonte subsidiria do Direito Processual do Trabalho;II o mandado de segurana impetrado contra atos praticados em execuo trabalhista deve ser proposto perante o TRT ao qual vinculada a autoridade coatora, observando-se o rito especial fixado em lei;III o mandado de segurana impetrado contra ato praticado pelo Secretrio de Relaes do Trabalho, envolvendo tema ligado a registro sindical, deve ser proposto perante o primeiro grau da Justia do Trabalho, observando-se o rito especial fixado em lei;IV a ao de cumprimento de sentena normativa proferida por tribunal do trabalho deve ser processada em conformidade com o rito executivo fixado na CLT;

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) o item I certo e o item II errado;( ) b) o item II certo e o item III errado;( ) c) o item III certo e o item IV errado; ( ) d) o item IV certo e o item I errado;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 50

  • A propsito da disciplina legal do procedimento sumarssimo na Justia do Trabalho, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) aplicvel s aes cujo valor no exceda a 40 (quarenta) salrios mnimos vigentes na data do ajuizamento, o rito sumarssimo aplica-se s aes propostas em face de sociedades de economia mista e empresas pblicas, sendo, porm, inaplicvel s aes movidas em face de rgos da Administrao Pblica direta, autrquica e fundacional;( ) b) formulando o Autor pedido ilquido ou genrico, no ser franqueada a emenda da inicial, competindo ao magistrado extinguir liminarmente o processo sem exame do mrito;( ) c) embora as partes possam apresentar at 02 (duas) testemunhas, deve o juiz limitar ou excluir as testemunhas que considerar excessivas, impertinentes ou protelatrias;( ) d) em grau de recurso, as aes vinculadas ao rito sumarssimo recebero parecer oral ou escrito, conforme parea conveniente ao representante do Ministrio Pblico oficiante, dispensada a lavratura de acrdo, que corresponder certido de julgamento, quando a sentena for confirmada por seus prprios fundamentos; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 51

    Acerca das provas no processo do trabalho, analise os itens seguintes:

    I como expresso do princpio da necessidade da prova, o denominado nus subjetivo est direcionado aos litigantes e envolve o encargo de demonstrar em juzo os fatos controvertidos;II conjugado ao princpio da comunho das provas, o nus objetivo da prova envolve o dever cometido ao juiz de analisar os meios de convico carreados aos autos, independentemente de quem os tenha produzido, a fim de proferir a deciso;III enquanto meios diretos de prova, as presunes e indcios, os usos e costumes representam critrios relevantes para que o magistrado possa deduzir a ocorrncia ou no dos fatos polemizados pelos litigantes;IV a confisso ficta resultante da recusa da parte em prestar depoimento, enquanto meio direto de prova, reveste com presuno relativa de veracidade a verso de fato deduzida pela parte contrria.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) o item I e certo e o item II errado;( ) b) o item II certo e o item III errado; ( ) c) o item III certo e o item IV e errado;( ) d) o item IV certo e o item I errado;( ) e) no respondida.

    QUESTO 52

    Acerca dos atos judiciais decisrios, avalie os itens seguintes:

    I formulando o autor de Ao Rescisria proposta perante a Justia do Trabalho pedido de antecipao dos efeitos da tutela, com o escopo de sustar o trnsito da execuo instaurada, deve o magistrado adequar o pedido sua real natureza, verificando a presena dos requisitos prprios concesso da cautela;II segundo a jurisprudncia do TST, a concesso da antecipao dos efeitos da tutela por ocasio da sentena autoriza a interposio de recurso ordinrio e mandado de segurana, este ltimo para coibir a eficcia material concreta da deciso judicial referida;III gradativamente mitigado pela legislao, o princpio da colegialidade, que caracteriza o funcionamento dos rgos jurisdicionais de carter revisor, no impede que o pedido de antecipao dos efeitos da tutela, deduzido em recurso ordinrio, seja decidido pelo Relator, sem prejuzo de sua ratificao pelo rgo competente, por ocasio do exame do recurso ordinrio;

  • IV segundo a jurisprudncia do TST, a concesso liminar da ordem de reintegrao de empregado dispensado em razo de ser portador do vrus HIV autoriza a impetrao de mandado de segurana.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) o item I certo e o item II errado; ( ) b) o item II certo e o item III errado;( ) c) o item III certo e o item IV errado;( ) d) o item IV certo e o item I errado;( ) e) no respondida.QUESTO N 53

    A propsito do sistema recursal trabalhista, considere as seguintes proposies:

    I gravados de efeito devolutivo e classificados como recurso prprio, os embargos de declarao intempestivamente opostos no suspendem o prazo do recurso imprprio, ordinrio ou extraordinrio, adequado;II o efeito devolutivo imanente ao recurso ordinrio permite que o tribunal revisor examine argumento de defesa no considerado no julgado recorrido, no se aplicando, contudo, a pedido no apreciado na origem;III o agravo apresentado com o objetivo de suprir omisso em deciso monocrtica de provimento ou denegao de recurso, deciso revestida de contedo definitivo e conclusivo da lide, deve ser recebido como embargos de declarao e decidido monocraticamente, por aplicao dos princpios da fungibilidade e celeridade processual;IV embora ostente natureza interlocutria, a deciso que acolhe exceo de incompetncia territorial, determinando o envio dos autos a rgo jurisdicional vinculado a tribunal diverso daquele a que se vincula o juzo excepcionado, desafia a interposio de recurso ordinrio imediato;

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) o item I certo e o item II errado;( ) b) o item II certo e o item III errado;( ) c) o item III certo e o item IV errado;( ) d) o item IV certo e o item I errado;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 54

    Ao poder normativo da Justia do Trabalho, previsto no artigo 114 da Constituio da Repblica, compete:

    I - criar regulamentos para as empresas prevendo novos direitos trabalhistas que devero ser cumpridos sob pena de multa diria a ser fixada na sentena normativa; II - estabelecer normas e condies de trabalho, criando, inclusive, obrigaes pecunirias para as empresas, tais como aumentos ou reajustes salariais; III - estabelecer normas e condies, respeitadas as disposies convencionais e legais mnimas de proteo ao trabalho;

    IV - criar normas, com fora de lei, para todos os integrantes das categorias envolvidas no dissdio sem que, necessariamente, sejam observados os limites legais mnimos j previstos na Constituio Federal e leis destinadas aos trabalhadores;

    Assim considerando, assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so incorretas;

  • ( ) b) apenas as assertivas I e IV so incorretas; ( ) c) apenas as assertivas II e IV so corretas;( ) d) apenas a assertiva I incorreta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 55

    Analise as assertivas abaixo sobre os embargos execuo:

    I a exceo ou objeo de pr-executividade um meio de defesa do devedor, destinado a atacar o ttulo executivo, independentemente da garantia do juzo, que no se confunde com os embargos do devedor, pois estes constituem verdadeira ao incidental de conhecimento no processo de execuo; II a exceo de pr-executividade deve ser apresentada aps a citao do devedor e antes da penhora, ocorrendo a suspenso ou interrupo do prazo para o oferecimento dos bens penhora pelo devedor ou a indicao dos bens penhorveis pelo credor; III a arrematao o ato processual que implica a transferncia da propriedade dos bens penhorados do devedor a um terceiro realizada pelo Estado, por intermdio de praa ou leilo, quele que maior lano oferecer.

    Assim considerando, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas so incorretas;( ) b) apenas as assertivas I e III so incorretas;( ) c) apenas as assertivas I e II so corretas;( ) d) apenas as assertivas I e III so corretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 56

    Analise as proposies a seguir:

    I segundo o texto constitucional, os dissdios coletivos somente podem ser ajuizados por comum acordo entre as partes, pelas respectivas entidades sindicais, ou na inexistncia destas, por comisso de trabalhadores, depois de esgotadas todas as tentativas prvias de conciliao;II as sentenas normativas podem fixar regras que assegurem condies de trabalho diversas daquelas previstas em lei; entretanto, devem assegurar, ao menos, o que a lei prev como condies mnimas de labor;III as sentenas normativas tm efeito erga omnes e submetem-se ao efeito da coisa julgada material;IV as sentenas normativas podem ter natureza constitutiva quando estabelecem novas condies de trabalho, ou declaratrias quando visam apenas interpretar ou declarar determinada norma coletiva; as sentenas normativas no podem ter carter condenatrio, posto que sua execuo se d por meio de ao individual autnoma.

    Assim considerando, assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) a proposio II incorreta e a IV parcialmente correta;( ) b) apenas as proposies I e II esto corretas; ( ) c) no h proposio correta;( ) d) apenas a proposio IV correta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 57

  • O Ministrio Pblico do Trabalho ajuizou ao civil em face da empresa X, objetivando a adoo de equipamento de proteo coletiva para minimizar a periculosidade do meio ambiente do trabalho. A Justia considerou que as provas produzidas nos autos foram insuficientes para confirmar a existncia da periculosidade, motivo pelo qual julgou improcedente o pedido que condenava a empresa a adotar proteo coletiva. Contra essa deciso o Ministrio Pblico do Trabalho no interps qualquer recurso e os autos foram arquivados.

    Considerando a hiptese acima, assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) a propositura da mencionada ao civil pelo Ministrio Pblico do Trabalho induziu litispendncia para reclamaes trabalhistas que tramitavam concomitantemente, propostas por empregados da empresa X com a finalidade de obter o pagamento do adicional de periculosidade;( ) b) o julgamento procedente do pedido de adicional de periculosidade, deduzido em reclamao trabalhista proposta por empregado da empresa X aps o trnsito em julgado da deciso proferida na mencionada ao civil, constitui ofensa coisa julgada;( ) c) com relao aos empregados da empresa X facultado, apenas aos que no intervieram no processo movido pelo Ministrio Pblico do Trabalho, propor reclamao trabalhista individual pleiteando o pagamento do adicional de periculosidade;( ) d) tanto o Ministrio Pblico do Trabalho como o sindicato da categoria profissional dos empregados da empresa X poderiam ajuizar nova ao, deduzindo pedido idntico ao julgado improcedente, caso obtenham novas provas acerca da periculosidade do meio ambiente; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 58

    O Ministrio Pblico recebeu denncia de que o Municpio X, apesar de realizar concursos pblicos regularmente, prov os cargos efetivos constantes de seu quadro com cidados no aprovados no certame.

    Considerando esta hiptese, assinale a alternativa que contm proposio INCORRETA:

    ( ) a) em ao civil ajuizada aps a concluso do inqurito civil, o juiz da causa, julgando procedente o pedido relativo ao provimento de cargos efetivos apenas com servidores aprovados em concursos poder determinar que o Municpio cumpra a obrigao no prazo de 100 dias, sob pena de pagamento de multa diria de R$ 1.000,00 (hum mil reais), ainda que no demandada na petio inicial pelo Ministrio Pblico;( ) b) concursados aprovados no certame oferecido pelo Municpio X podero promover individual e diretamente a liquidao e execuo da sentena obtida pelo Ministrio Pblico, independentemente de terem proposto ao individual de conhecimento;( ) c) no caso de liquidao e execuo individual da sentena obtida pelo Ministrio Pblico, a ao respectiva somente poder ser distribuda para o juzo que proferiu a sentena condenatria; ( ) d) a sentena obtida pelo Ministrio Pblico no beneficiar, nos processos judiciais individuais, os concursados que tenham proposto aes objetivando nomeao nos cargos para os quais foram aprovados, caso no tenham pedido a suspenso das respectivas demandas no prazo de trinta dias contados da cincia, nos autos, do ajuizamento da ao proposta pelo Ministrio Pblico;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 59

    Com relao ao mandado de segurana na Justia do Trabalho, incorreto afirmar que:( ) a) a sentena concessiva de mandado de segurana no est sujeita ao duplo grau de jurisdio, caso o direito controvertido no exceda a 60 (sessenta) salrios mnimos; ( ) b) sob pena de nulidade, sempre obrigatria a oitiva do Ministrio Pblico do Trabalho como custos legis, independentemente do objeto e mesmo que o mandamus tenha sido impetrado perante Vara do Trabalho;

  • ( ) c) cabvel contra deciso de Juiz que, em audincia inaugural em ao civil pblica promovida pelo Parquet, nega-lhe a prerrogativa de assento direita;( ) d) pode ser impetrado contra ato do oficial de cartrio que nega registro a entidade sindical; ( ) e) no respondida.

    DIREITO CIVIL

    QUESTO N 60

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) os excepcionais, sem desenvolvimento mental completo, so incapazes, relativamente a certos atos, ou maneira de os exercer;( ) b) presume-se o trmino da existncia do ausente nos casos em que a lei autoriza a abertura da sucesso definitiva;( ) c) pode ser declarada a morte presumida, se algum desaparecido em campanha ou feito prisioneiro, no for encontrado at dois anos aps o trmino da guerra, decretando-se sua ausncia; ( ) d) a comorincia a morte de duas ou mais pessoas na mesma ocasio e, geralmente, em razo de um mesmo acontecimento;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 61

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) Salvo disposio estatutria em contrrio, as decises sero tomadas pela maioria de votos dos administradores, se a pessoa jurdica tiver administrao coletiva;( ) b) a pessoa jurdica subsistir, mesmo que cassada a autorizao para seu funcionamento, enquanto se ultima a respectiva liquidao; ( ) c) o cancelamento da inscrio da pessoa jurdica ser promovido antes mesmo de encerrada a liquidao respectiva;( ) d) a qualidade de associado de entidade associativa intransmissvel, sendo vedada disposio estatutria em contrrio.( ) e) no respondida.

    QUESTO N 62

    Leia com ateno as assertivas abaixo:

    I quando as circunstncias ou os usos o autorizarem, e no for necessria a declarao de vontade expressa, o silncio importa anuncia;II so interpretados estritamente os negcios jurdicos benficos e a renncia;III a condio de fazer coisa ilcita invalida o negcio jurdico que lhe subordinado;IV a condio resolutiva de fazer coisa impossvel tm-se por inexistente.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) apenas as assertivas III e IV so corretas;( ) b) apenas as assertivas I, II e III so corretas;( ) c) apenas as assertivas I e II so corretas;( ) d) todas as assertivas so corretas;

  • ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 63

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) a obrigao de dar coisa certa abrange seus acessrios, mesmo que no mencionados, salvo se o contrrio resultar das circunstncias do caso ou do ttulo;( ) b) nas obrigaes alternativas, como regra geral, a escolha cabe ao credor;( ) c) quando a obrigao alternativa for de prestaes peridicas, a faculdade de escolha poder ser exercida em cada perodo;( ) d) em caso de obrigao alternativa, se uma das duas prestaes no puder ser objeto de obrigao ou se tornar inexeqvel, subsistir o dbito quanto outra;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 64

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) nos contratos benficos, responde por simples culpa o contratante, a quem o contrato aproveite;( ) b) nos contratos onerosos, responde cada uma das partes por culpa, salvo as excees previstas em lei;( ) c) a mora se constitui mediante interpelao judicial ou extrajudicial quando no houver termo para a obrigao;( ) d) ocorrendo caso fortuito ou fora maior durante a mora do devedor, este no responder pela impossibilidade da prestao; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 65

    Leia com ateno as assertivas abaixo:

    I a proposta de contrato no obriga o proponente quando o contrrio resulta da prpria natureza do negcio proposto;II como regra geral, a oferta ao pblico equivale proposta quando encerra os requisitos essenciais ao contrato;III ainda que o proponente tenha se comprometido a esperar resposta, tornar-se- perfeito o contrato entre ausentes desde a expedio da aceitao.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) apenas as assertivas I e II esto corretas;( ) b) apenas as assertivas II e III esto corretas;( ) c) apenas as assertivas I e III esto corretas;( ) d) todas as assertivas esto corretas;( ) e) no respondida.

    DIREITO COMERCIAL

  • QUESTO N 66

    Em relao ao capital social das sociedades limitadas assinale a alternativa ERRADA:

    ( ) a) o ato inicial para a contribuio do capital social chamado pela doutrina de subscrio, a qual representa a manifestao de vontade de ingressar na sociedade;( ) b) o aumento do capital social assegura aos scios o direito de preferncia para subscrio de novas quotas que dever ser exercido no prazo de 30 (trinta) dias, sem necessidade de assemblia ou reunio para aprovar a alterao contratual; ( ) c) os scios respondem solidariamente pela integralizao total do capital. Assim, o scio que integralizou o capital social pode responder pelo scio subscritor que ainda no integralizou, em ao de integralizao proposta pela massa;( ) d) a eficcia da reduo do capital social exige publicidade da ata de assemblia que aprovar a reduo, a ausncia de impugnao de credor quirografrio ou a prova do pagamento da dvida ou o depsito judicial do respectivo valor;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 67

    A respeito da recuperao extrajudicial assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) os credores trabalhistas, tributrios, titulares de posio de proprietrio fiducirio de bens mveis ou imveis, de arrendador mercantil, de proprietrio ou promitente vendedor de imveis cujos respectivos contratos contenham clusula de irrevogabilidade ou irretratabilidade, e de proprietrio em contrato de venda com reserva de domnio e o credor decorrente de adiantamento de contrato de cmbio para exportao, no sero atingidos pelo plano de recuperao extrajudicial; ( ) b) para simplesmente procurar seus credores e tentar encontrar, junto com eles, uma sada negociada para a crise, o empresrio ou sociedade empresria precisar atender aos requisitos da Lei para a recuperao extrajudicial;( ) c) no haver qualquer requisito a ser preenchido pelo empresrio e a sociedade empresria para requerer a homologao do acordo de recuperao extrajudicial; ( ) d) a desistncia da adeso ao plano por parte do credor poder ocorrer a qualquer momento, independentemente da distribuio do pedido de homologao;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 68

    Extinguem-se as obrigaes do falido com:

    I o pagamento de todos os crditos; II o pagamento, depois de realizado todo o ativo, de mais de 50% do passivo quirografrio, sendo facultado depsito para atingir esta porcentagem; III o decurso do prazo de cinco anos, contado do encerramento da falncia, se o falido no tiver sido condenado por prtica de crime falimentar;IV o decurso do prazo de dez anos, contado do encerramento da falncia se o falido tiver sido condenado por prtica de crime falimentar.

    De acordo com as assertivas acima pode-se afirmar que:

    ( ) a) todas as alternativas so incorretas;( ) b) apenas as alternativas I e II so corretas;( ) c) apenas as alternativas III e IV so incorretas;

  • ( ) d) Todas as alternativas so corretas;( ) e) no respondida.

    REGIME JURDICO DO MINISTRIO PBLICO

    QUESTO N 69

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) o Procurador-Geral da Repblica o Chefe do Ministrio Pblico da Unio, podendo ser reconduzido por mais de duas vezes, sendo que, cada nova reconduo dever ser precedida de deciso do Senado Federal;( ) b) a exonerao, de ofcio, do Procurador-Geral da Repblica, por iniciativa do Presidente da Repblica, dever ser precedida de autorizao da maioria simples do Senado Federal, em votao aberta; ( ) c) atribuio do Procurador-Geral da Repblica, como chefe do Ministrio Pblico da Unio, dirimir conflitos de atribuio entre integrantes de ramos diferentes do Ministrio Pblico da Unio; ( ) d) o Procurador-Geral da Repblica poder delegar aos Procuradores-Gerais a prtica de atos de gesto administrativa, financeira e de pessoal; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 70

    Leia com ateno as assertivas abaixo:

    I o Conselho de Assessoramento Superior do Ministrio Pblico da Unio composto pelo Procurador-Geral da Repblica, que o preside, pelo Vice-Procurador -Geral da Repblica, pelo Procurador-Geral do Trabalho, pelo Procurador-Geral da Justia Militar e pelo Procurador- Geral de Justia do Distrito Federal e Territrios; II as reunies do Conselho de Assessoramento Superior do Ministrio Pblico da Unio sero convocadas pelo Procurador-Geral da Repblica, podendo solicit-las qualquer de seus membros; III o Conselho de Assessoramento Superior do Ministrio Pblico da Unio dever opinar, dentre outras matrias, sobre a organizao e o funcionamento da Diretoria-Geral e dos servios da Secretaria do Ministrio Pblico da Unio;

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas; ( ) b) todas as assertivas esto incorretas;( ) c) apenas as assertivas I e II esto corretas;( ) d) apenas a assertiva I est correta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 71

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) o Procurador-Geral de Justia do Distrito Federal e Territrios ser nomeado pelo Procurador-Geral da Repblica dentre os integrantes de lista trplice elaborada pelo Colgio de Procuradores e Promotores de Justia, para um mandato de dois anos;

  • ( ) b) o Procurador-Geral da Justia Militar ser nomeado pelo Presidente da Repblica, dentre integrantes da instituio, com mais de trinta e cinco anos de idade e de cinco anos na carreira, escolhido em lista trplice elaborada mediante voto plurinominal, facultativo e secreto, pelo Conselho Superior do Ministrio Pblico Militar, para um mandato de dois anos, observado o mesmo processo; ( ) c) o Procurador-Geral da Repblica ser nomeado pelo Presidente da Repblica, dentre integrantes do ltimo grau da carreira, com mais de trinta e cinco anos de idade, integrantes de lista trplice escolhida mediante voto plurinominal, facultativo e secreto, pelo Colgio de Procuradores para um mandato de dois anos; ( ) d) o Procurador-Geral do Trabalho ser nomeado pelo Procurador-Geral da Repblica, dentre integrantes da instituio, com mais de trinta e cinco anos de idade e de cinco anos na carreira, integrantes de lista trplice escolhida mediante voto plurinominal, facultativo e secreto, pelo Colgio de Procuradores para um mandato de dois anos; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 72

    Leia com ateno as assertivas abaixo:

    I o Conselho Superior do Ministrio Pblico do Trabalho composto somente por Subprocuradores-Gerais do Trabalho, eleitos para um mandado de dois anos; II o Conselho Superior do Ministrio Pblico do Trabalho composto: pelo Procurador-Geral do Trabalho e o Vice-Procurador-Geral do Trabalho, como membros natos; por quatro Subprocuradores-Gerais do Trabalho eleitos pelo Colgio de Procuradores do Trabalho e por quatro Subprocuradores-Gerais do Trabalho eleitos por seus pares, para um mandato de dois anos, mediante voto plurinominal, facultativo e secreto, permitida uma reeleio; III o Presidente do Conselho Superior indicar o seu Vice-Presidente, que o substituir em seus impedimentos e em caso de vacncia;

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) todas as assertivas esto incorretas;( ) c) apenas a assertiva II est correta; ( ) d) apenas a assertiva III est correta;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 73

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) a Cmara de Coordenao e Reviso do Ministrio Pblico do Trabalho organizada por ato normativo, cumprindo-lhe dispor sobre seu funcionamento em regimento interno;( ) b) a Cmara de Coordenao e Reviso do Ministrio Pblico do Trabalho composta por trs membros do Ministrio Pblico do Trabalho, todos eles indicados pelo Conselho Superior, juntamente com os seus suplentes, para um mandato de dois anos, sempre que possvel dentre integrantes do ltimo grau da carreira; ( ) c) o Coordenador da Cmara de Coordenao e Reviso do Ministrio Pblico do Trabalho designado pelo Procurador-Geral do Trabalho, dentre os Subprocuradores-Gerais do Trabalho; ( ) d) incumbe ao Coordenador da Cmara de Coordenao e Reviso do Ministrio Pblico do Trabalho participar, sem direito a voto, das reunies do Conselho Superior do Ministrio Pblico do Trabalho; ( ) e) no respondida.

  • QUESTO N 74

    Leia com ateno as assertivas abaixo:

    I a Corregedoria do Ministrio Pblico do Trabalho, dirigida pelo Corregedor- Geral, o rgo de coordenao, de integrao e de reviso do exerccio funcional na instituio; II o Corregedor-Geral nomeado pelo Procurador-Geral do Trabalho, dentre os Subprocuradores-Gerais do Trabalho, integrantes de lista trplice elaborada pelo Conselho Superior, para mandato de dois anos, renovvel uma vez; III- O Corregedor-Geral poder ser destitudo, por iniciativa do Procurador-Geral do Trabalho, antes do trmino do mandato, pelo voto de dois teros dos membros do Conselho Superior.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) todas as assertivas esto incorretas;( ) c) apenas a assertiva I est correta;( ) d) apenas as assertivas II e III esto corretas; ( ) e) no respondida.

    GRUPO IIPROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO

    DIREITO PROCESSUAL CIVIL

    QUESTO N 75

    A propsito da Jurisdio, considere as seguintes proposies:

    I enquanto manifestao da soberania do Estado, a jurisdio no passvel de delegao a terceiros, sendo exercida exclusivamente por magistrados investidos em conformidade com as regras da Constituio Federal;II por fora do princpio da aderncia, a jurisdio est limitada ao espao geogrfico sobre o qual se projeta a soberania do Estado;III a idia matriz do princpio do juiz natural legitima a instituio de juzos e tribunais especiais, destinados soluo de conflitos prvios e determinados, gravados de especial interesse social;IV embora no se instaure de ofcio a jurisdio, os rgos jurisdicionais do Estado devem oferecer respostas a todos os conflitos que lhes sejam submetidos, ainda que omissa ou obscura a legislao em vigor.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) o item I certo e o item II errado;( ) b) o item II certo e o item III errado; ( ) c) o item III certo e o item IV errado;( ) d) o item IV certo e o item I errado;( ) e) no respondida.

  • QUESTO N 76

    A propsito das regras de competncia, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) a competncia fixada no momento em que a ao proposta, sendo irrelevantes as modificaes do estado de fato ou de direito ocorridas posteriormente, salvo quando suprimirem o rgo judicirio ou alterarem a competncia em razo da matria ou da hierarquia;( ) b) a ao proposta perante tribunais estrangeiros, envolvendo o domnio de imvel sediado no Brasil, no impede que a autoridade judiciria brasileira conhea de ao idntica ou conexa, tampouco configurando litispendncia;( ) c) a ao fundada em direito real sobre imvel deve ser proposta no foro do domiclio do Ru, salvo se incerto ou desconhecido o seu domiclio, caso em que ser demandado onde for encontrado ou no foro do domiclio do Autor; ( ) d) h conflito de competncia quando dois ou mais juzes se consideram competentes ou incompetentes para instruir e julgar determinada causa, ou ainda, quando h controvrsia acerca da reunio ou separao de processos;( ) e) no respondida.QUESTO N 77

    A propsito dos procedimentos previstos no Cdigo de Processo Civil, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) as regras do procedimento comum ordinrio so aplicveis subsidiariamente ao procedimento comum sumrio;( ) b) a antecipao dos efeitos da tutela aplicvel em carter excepcional nas aes submetidas ao procedimento sumrio, caso em que no deve o magistrado considerar a existncia de risco irreversibilidade do provimento antecipado; ( ) c) independentemente do valor da causa, o procedimento sumrio deve ser observado nas aes de ressarcimento por danos causados em acidente de veculo de via terrestre;( ) d) nas aes submetidas ao procedimento ordinrio, quando a matria controvertida for unicamente de direito e no juzo j houver sido proferida sentena de total improcedncia em outros casos idnticos, poder ser dispensada a citao e proferida sentena, reproduzindo-se o teor da anteriormente prolatada;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 78

    A propsito da interveno de terceiros, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) tem lugar a oposio quando algum postula, no todo ou em parte, a coisa ou o direito sobre o qual controvertem autor e ru;( ) b) a nomeao autoria obrigatria quele que detiver a coisa em nome alheio, sendo-lhe demandada em nome prprio, caso em que dever indicar o proprietrio ou o possuidor;( ) c) admissvel o chamamento ao processo de todos os devedores solidrios, quando o credor exigir de um ou de alguns deles, total ou parcialmente, a dvida comum;( ) d) a denunciao da lide facultativa quele que estiver obrigado, pela lei ou pelo contrato, a indenizar, em ao regressiva, o prejuzo do que perder a demanda; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 79

    A propsito da resposta do ru, assinale a alternativa CORRETA:

  • ( ) a) cumpre ao ru alegar na contestao toda a matria de defesa e expor as razes de fato e de direito com que impugna o pedido do autor, pois no lhe ser possvel deduzir novas alegaes em momento posterior;( ) b) em ao vinculada ao rito sumrio, no pode o juiz decidir de imediato a exceo de incompetncia territorial, ainda que a considere manifestamente improcedente;( ) c) a extino da ao sem resoluo do mrito, por falta de pressuposto processual de constituio vlida e regular da relao processual, prejudica o trnsito regular da reconveno proposta;( ) d) ao Ru compete alegar na contestao a prescrio da pretenso deduzida pelo Autor, sob pena de presuno de renncia, sem prejuzo de sua declarao de ofcio pelo juiz; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 80

    A propsito da sentena e da coisa julgada, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) ainda que genrica a condenao, a sentena condenatria produz a hipoteca judiciria;( ) b) ao proferir sentena que resolve o processo sem exame do mrito, o juiz deve decidir de forma concisa;( ) c) os motivos, ainda que importantes para determinar o alcance da parte dispositiva da sentena, e a verdade dos fatos estabelecida como fundamento da sentena, no fazem coisa julgada;( ) d) salvo se fundada em smula vinculante do Supremo Tribunal Federal, a sentena proferida contra a Unio apenas produzir efeitos, alcanando a eficcia da coisa julgada, depois de confirmada pelo tribunal competente; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 81

    A propsito dos recursos, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) por aplicao do princpio do duplo grau de jurisdio, a apelao interposta pela parte sucumbente, no prazo legal, com advogado regularmente habilitado nos autos, dever ser recebida pelo juzo de primeiro grau, ainda que a sentena recorrida esteja em conformidade com smula do Supremo Tribunal Federal ou do Superior Tribunal de Justia; ( ) b) a apelao interposta contra sentena que rejeita liminarmente embargos execuo, ou que os julga improcedentes, ser recebida apenas no efeito devolutivo;( ) c) nas hipteses em que a deciso interlocutria for suscetvel de causar parte leso grave e de difcil reparao, ser admissvel a interposio do agravo por instrumento, dispensada a forma retida;( ) d) no sero admissveis embargos infringentes quando o acrdo proferido de forma no unnime houver reformado, em grau de apelao, sentena de natureza terminativa;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 82

    A propsito dos incidentes de uniformizao de jurisprudncia e de inconstitucionalidade, assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) sendo obrigatria a interveno do Ministrio Pblico, os incidentes de uniformizao resolvidos com o voto da maioria absoluta dos membros do tribunal devero ser objeto de smula;( ) b) compete a qualquer magistrado, integrante de rgo fracionrio de tribunal, suscitar o incidente de uniformizao de jurisprudncia quando verificar a existncia de divergncia acerca da interpretao do

  • direito aplicvel ou ainda quando constatar no julgamento recorrido interpretao diversa da que Ihe haja dado outra turma, cmara, grupo de cmaras ou cmaras cveis reunidas;( ) c) a declarao de inconstitucionalidade de lei ou ato normativo do poder pblico, reconhecida por rgo fracionrio de tribunal, depende de ratificao do rgo plenrio ou do rgo especial, com o voto da maioria absoluta de seus membros, ainda quando existir prvio pronunciamento destes rgos sobre a questo; ( ) d) na conduo do incidente de inconstitucionalidade o relator, considerando a relevncia da matria e a representatividade dos postulantes, poder admitir, por despacho irrecorrvel, a manifestao de outros rgos ou entidades;( ) e) no respondida.

    DIREITO ADMINISTRATIVO

    QUESTO N 83

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) o Presidente da Repblica poder convalidar o ato de extino de cargo pblico vago, praticado por Ministro de Estado, ainda que no lhe tenha delegado essa atribuio;( ) b) o ato administrativo qualificado pela lei de discricionrio, emanado de autoridade integrante do Poder Executivo, no pode ser objeto de discusso judicial, sob pena de restar violado o princpio da separao entre os trs Poderes;( ) c) a concesso da aposentadoria pedida por servidor pblico ato administrativo discricionrio, pois depende da anlise do preenchimento dos requisitos previstos em lei;( ) d) o Poder Judicirio, caso provocado pelo interessado, pode determinar a revogao do ato administrativo que lhe prejudicou; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 84

    Leia com ateno as assertivas abaixo:

    I - a Constituio Federal assegura a livre associao sindical dos servidores pblicos civis e militares;II - segundo entendimento jurisprudencial dominante no STF, servidores pblicos estatutrios no podem celebrar acordos ou convenes coletivas de trabalho;III o STF reviu entendimento anterior no sentido de que vedado ao servidor pblico o exerccio do direito de greve, em face da ausncia de lei regulamentadora, passando, a partir de deciso recente de seu rgo plenrio, a entender vivel o movimento paredista pelos servidores pblicos, os quais devero observar, no que couber, a lei aplicvel aos trabalhadores da iniciativa privada;IV - segundo entendimento jurisprudencial dominante no STF, aos servidores pblicos contratados pelo regime da CLT, aplicam-se as mesmas restries de extenso de direitos sociais previstas para os demais servidores pblicos.

    De acordo com as assertivas acima, pode-se afirmar que:

    ( ) a) todas as assertivas esto corretas;( ) b) apenas uma assertiva est correta; ( ) c) apenas duas assertivas esto corretas;( ) d) apenas trs assertivas esto corretas;( ) e) no respondida.

  • QUESTO N 85

    De acordo com a Constituio Federal, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) compete ao Congresso Nacional a regulamentao da contratao, por tempo determinado, dos servidores de qualquer dos poderes da Unio, dos Estados, do DF e dos Municpios, para atender necessidade temporria de excepcional interesse pblico;( ) b) irregular a contratao temporria de empregados mdicos pela administrao pblica municipal, com a finalidade exclusiva de conter grave surto epidemiolgico, se no houver lei especfica prevendo esta hiptese de contratao excepcional; ( ) c) o exerccio de cargos de confiana da administrao pblica que no se destinam s atribuies de chefia, direo e assessoramento, deve ser precedido de prvia aprovao em concurso pblico;( ) d) os empregados pblicos das autarquias, fundaes e sociedades de economia mista, subordinados ao regime celetista, no esto proibidos de acumular mais de um emprego pblico remunerado;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 86

    Com relao licitao, CORRETO afirmar que:

    I no obrigatria na aquisio de bem que, embora disponvel em diversas qualidades, oferecido por um nico comerciante;II procedimento obrigatrio para a Unio, Distrito Federal, Estados, Municpios, autarquias e fundaes pblicas, sendo inexigvel para as empresas pblicas e sociedades de economia mista sujeitas ao regime jurdico prprio das empresas privadas que explorem atividades econmicas de produo ou comercializao de bens ou de prestao de servios; III deve observar os princpios da objetividade, impessoalidade, moralidade, vinculao ao instrumento convocatrio, probidade administrativa, igualdade, publicidade, alm de outros que lhe sejam correlatos;IV o direito brasileiro compreende as modalidades denominadas concorrncia, tomada de preos, convite, concurso e leilo, as quais podem ser utilizadas, em um mesmo procedimento, de forma isolada ou combinadamente, conforme o objetivo pretendido pela administrao pblica.

    De acordo com as assertivas acima, assinale a opo CORRETA:

    ( ) a) as assertivas I e II esto incorretas;( ) b) apenas a assertiva III est correta;( ) c) as assertivas III e IV esto corretas;( ) d) as assertivas I e III esto corretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 87

    Assinale a alternativa INCORRETA:

    ( ) a) de acordo com a Constituio Federal, imprescritvel a ao que pretende o ressarcimento do errio de danos decorrentes de improbidade administrativa;( ) b) a contratao irregular de servidor pblico no aprovado em concurso pblico para o exerccio de cargo efetivo configura ato de improbidade administrativa, mesmo que o contratado tenha bem exercido as funes atribudas ao cargo; ( ) c) no obrigatria a interveno do Ministrio Pblico como fiscal da lei, em ao civil pblica por improbidade administrativa ajuizada por co-legitimado distinto, caso tenha proposto o arquivamento do inqurito civil relativo mesma questo e objeto versados na ao;

  • ( ) d) de acordo com a Lei de Improbidade Administrativa, os atos de improbidade que importem enriquecimento ilcito ou prejuzo ao errio dependem da existncia de dolo ou culpa; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 88

    Assinale a alternativa CORRETA:

    ( ) a) a improbidade administrativa pode ser cometida apenas pelo servidor pblico; ( ) b) segundo a jurisprudncia dominante, a decretao de indisponibilidade de bens em decorrncia de improbidade administrativa no alcana aqueles adquiridos anteriormente prtica do ato mprobo;( ) c) no caso de falecimento do servidor pblico que praticou ato de improbidade administrativa, seus herdeiros respondem, at o limite do valor da herana, pela condenao no ressarcimento do dano ao errio;( ) d) todas as alternativas anteriores esto corretas; ( ) e) no respondida.

    QUESTO N 89

    Com relao administrao pblica indireta INCORRETO afirmar que:

    ( ) a) sociedades de economia mista so sociedades annimas cujas aes pertencem ao Estado e a particulares, que se associam na explorao de atividades econmicas de produo ou comercializao de bens ou de prestao de servios;( ) b) depende de lei especfica a criao das sociedades de economia mista, empresas pblicas, autarquias e fundaes pblicas; ( ) c) as autarquias so pessoas jurdicas de direito pblico cujos objetivos so exclusivamente administrativos ou de gesto de servios pblicos especficos;( ) d) a rea de atuao das fundaes pblicas definida em lei complementar;( ) e) no respondida.

    QUESTO N 90

    Considerando o disposto na Constituio Federal acerca da responsabilidade do Estado em razo de danos causados a terceiros, CORRETO afirmar que:

    ( ) a) meramente subsidiria na hiptese de uma autarquia ser a responsvel pelo dano; ( ) b) o Brasil adotou a Teoria do Risco Integral, uma vez que a responsabilidade estatal objetiva, no comportando excludentes ou atenuantes;( ) c) a absolvio administrativa e criminal do agente pblico causador do dano afasta a responsabilidade civil do Estado;( ) d) nenhuma das afirmativas anteriores est correta.( ) e) no respondida.

    GRUPO IIIPREVIDENCIRIO E PENAL

    INTERNACIONAL E COMUNITRIO

  • DIREITO PREVIDENCIRIO

    QUESTO N 91

    A propsito da Seguridade Social e de seu sistema de custeio, considere as seguintes proposies:

    I as contribuies sociais podem ter suas alquotas majoradas por lei, sendo certo, contudo, que os novos valores no sero exigveis no mesmo exerccio financeiro em que haja sido publicada a lei que as tenha aumentado;II de acordo com o Texto Constitucional, a seguridade social deve ser organizada pelo Poder Pblico, considerando, entre outros objetivos, a irredutibilidade do valor dos benefcios e a eqidade na forma de participao no custeio;III as contribuies sociais devidas pelo empregador, incidentes sobre a folha de salrios, podero ter alquotas diferenciadas e fixadas em razo da natureza da atividade econmica dese