Instalações Hidráulicas Prediais-1º Capitulo

  • View
    388

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of Instalações Hidráulicas Prediais-1º Capitulo

  • Instalaes Hidrulicas Prediais I

    INSTALAESHIDRULICAS

    PREDIAIS USANDO TUBOS DE PVC E PPR

    Inst.hidr00.indd 1 15.09.10 11:46:56

  • II Instalaes Hidrulicas Prediais

    Inst.hidr00.indd 2 13/04/11 09:02

  • Instalaes Hidrulicas Prediais III

    Manoel Henrique Campos Botelho

    Geraldo de Andrade Ribeiro Jr.

    3. edio

    INSTALAESHIDRULICAS

    PREDIAIS USANDO TUBOS DE PVC E PPR

    Inst.hidr00.indd 3 13/04/11 09:02

  • Rua Pedroso Alvarenga, 1245, 4 andar

    04531-012 So Paulo SP Brasil

    Tel 55 11 3078-5366

    contato@blucher.com.br

    www.blucher.com.br

    Segundo Novo Acordo Ortogrfico, conforme 5. ed.do Vocabulrio Ortogrfico da Lngua Portuguesa, Academia Brasileira de Letras, maro de 2009.

    proibida a reproduo total ou parcial por quaisquer

    meios, sem autorizao escrita da Editora.

    Todos os direitos reservados pela Editora

    Edgard Blcher Ltda.

    FICHA CATALOGRFICA

    Botelho, Manoel Henrique Campos

    Instalaes hidrulicas prediais: Usando Tubos

    de PVC e PPR / Manoel Henrique Campos Botelho,

    Geraldo de Andrade Ribeiro Junior 3 edio

    So Paulo: Blucher, 2010.

    Bibliografia.

    ISBN 978-85-212-0551-7

    1. Instalaes hidrulicas e sanitrias

    2. Policloreto de vinila 3. Tubulaes Instalaes

    I. Ribeiro Junior, Geraldo de Andrade. II. Ttulo.

    10-08609 CDD-696.1

    ndices para catlogo sistemtico:

    1. Instalaes hidrulicas prediais: Uso de tubos

    de PVC: Tecnologia 696.1

    2. Tubos de PVC: Uso em instalaes hidrulicas

    prediais: Tecnologia 696.1

    Instalaes hidrulicas prediais:

    Usando Tubos de PVC e PPR

    2010 Manoel Henrique Campos Botelho

    Geraldo de Andrade Ribeiro Junior

    3 edio 2010

    3 reimpresso 2013

    Editora Edgard Blcher Ltda.

    p.iv_Botelho_instalacoes.indd ivp.iv_Botelho_instalacoes.indd iv 29/04/2013 10:08:0429/04/2013 10:08:04

  • Instalaes Hidrulicas Prediais V

    1. edio, maio 1998Para a realizao do livro foi extremamente til a colaborao da equipe tcnica da

    Amanco (Fortilit, na poca da primeira edio), que contribuiu com uma experincia tcnica da maior valia.

    Os autores agradecem ao apoio da Amanco para a relizao do trabalho; as suges-tes e contribuies da equipe tcnica da Amanco; a Jlio Cerqueira Cesar Neto, pro-fessor da matria Instalaes Hidrulicas Prediais na Escola Politcnica da Universidade de So Paulo, USP, nos anos 1960, pelas informaes e orientaes durante o curso; ao colega e amigo Jarbas Prado de Francischi Jr., engenheiro, pelos trabalhos de reviso e suporte.

    Os autores agradecem tambm ao pessoal tcnico com quem trabalharam (instala-dores, encanadores, bombeiros ou aparelhadores, repeitando-se a terminologia de cada regio do pas).

    Muito se aprendeu no contato com esses profisionais, os quais, com suas experincias do dia a dia, mostraram que o saber humano tem vrias fontes e isso uma das suas maiores belezas

    2. edio, 2006Os autores agradecem Amanco, tradicional fabricante de tubos e conexes de

    PVC e PPR, que patrocinou a edio deste livro, a autorizao para novas edies deste trabalho.

    3. edio, 2011Os autores agradecem Amanco a autorizao de reproduo de informaes tc-

    nicas de seus produtos.

    Agradecimentos

    Inst.hidr00.indd 5 13/04/11 09:02

  • VI Instalaes Hidrulicas Prediais

    Inst.hidr00.indd 6 15.09.10 11:46:56

  • Instalaes Hidrulicas Prediais VII

    2. edioEsta uma publicao dirigida a todos os profissionais que trabalham com insta-

    laes prediais usando tubos de PVC e mais recentemente tubos e conexes de PPR (polipropileno).

    O convite da Amanco para que fosse produzida esta segunda edio deste livro veio ao encontro de um desejo nosso, induzido por muitas cartas de leitores de livros de um dos autores, que indicavam a oportunidade do trabalho e tambm pela introduo do captulo de gua Quente .

    Introduzimos esse captulo de gua Quente face disponibilidade no mercado dos tubos e conexes do tipo PPR (polipropileno), particularmente os produzidos pela Amanco. O PPR usado em tubos e conexes permite solues extremamente adequadas para o uso de gua quente nas instalaes. Prova disso o seu uso em inmeros pases desenvolvidos. Agradecemos Amanco a autorizao do uso de suas informaes tc-nicas e de referncias.

    Embora existam no mercado livros muito bons sobre o tema, conclumos que sem-pre h coisas novas e particulares para serem desenvolvidas. Cremos que juntamos com felicidade dois tipos de autores (MHCB e GAR), um ligado Hidrulica, Saneamento e preparao de livros tcnicos e outro ligado a projetos e construo.

    Tambm os autores trabalham ou j trabalharam com manuteno de edifcios p-blicos, e toda a difcil e riqussima experincia nesse campo procurou se retratar no livro.

    O trabalho trata das instalaes prediais de gua fria e quente, esgotos sanitrios e guas pluviais, que podem ser plenamente atendidas por sistemas em PVC e PPR, instalaes estas, tpicas da grande maioria das edificaes do pas.

    Os autores desejam receber dos colegas leitores no s comentrios sobre o livro, como relatos de casos e solues empregadas. fundamental que as experincias vivi-das sejam relatadas a todos os colegas e, principalmente, aos colegas mais jovens e aos que esto morando e trabalhando nos mais diferentes pontos do pas, para que todos ganhem com a experincia comum.

    Que a troca de experincias dos leitores deste trabalho se transforme num ponto de encontro entre todos os que fazem instalaes hidrulico-prediais, para que estas sejam as melhores possveis.

    novembro 2006Manoel Henrique C. Botelho

    email: manoelbotelho@terra.com.brGeraldo de Andrade Ribeiro Jr.

    email: gerarib@uol.com.br

    Introduo

    Inst.hidr00.indd 7 15.09.10 11:46:57

  • VIII Instalaes Hidrulicas Prediais

    Inst.hidr00.indd 8 15.09.10 11:46:57

  • Instalaes Hidrulicas Prediais IX

    A maior evoluo tecnolgica ocorrida na execuo das instalaes hidrulicas, tan-to prediais como em redes de abastecimento de gua potvel, redes de guas pluviais, esgotos sanitrios e obras afins, foi a substituio de materiais metlicos, cermicos e de fibrocimento por PVC.

    Essa substituio proporcionou ao engenheiro construtor uma srie grande de van-tagens: maior facilidade de execuo, menores custos, menor ferramental necessrio, menor tempo de execuo, maior disponibilidade de peas componentes e os benefcios resultantes.

    A menor resistncia mecnica do PVC comparativamente aos materiais metlicos (ao galvanizado, ferro fundido e cobre) superada com precaues nas fases de pro-jeto e execuo.

    Os autores abordam desde os conceitos mais gerais utilizados na fase de projeto at normas, bacos, exemplos significativos e regras preciosas para execuo.

    O auxlio inicial prestado aos projetistas.

    O projeto deve sempre ser executado, mesmo nas menores obras.

    A ausncia de projeto conduz a frequentes solues improvisadas antitcnicas e antieconmicas.

    Economizar projetos (de fundaes, estruturais, de instalaes, de esquadrias, de detalhes arquitetnicos e outros) um erro clamoroso.

    Alm disso, os projetos devem ser claros, acompanhados de lista detalhada de ma-teriais, notas tcnicas julgadas importantes e em nvel de interpretao no apenas pelo engenheiro, mas tambm pelos mestres e oficiais encarregados da execuo da obra.

    A presente publicao contm, alm dos conceitos gerais, normas de execuo, planilhas de clculo e exemplos significativos.

    Faam bom uso dela.Emilio Paulo Siniscalchi

    Maio, 1998

    Apresentao

    Inst.hidr00.indd 9 15.09.10 11:46:57

  • X Instalaes Hidrulicas Prediais

    Inst.hidr00.indd 10 15.09.10 11:46:57

  • Instalaes Hidrulicas Prediais XI

    1 O Sistema Predial de gua Fria ............................................................................ 1 1.1 Fontes de abastecimento ............................................................................... 2 1.2 Sistemas de distribuio................................................................................. 3 1.2.1 Direto ................................................................................................ 3 1.2.2 Indireto ............................................................................................. 4 1.2.3 Indireto hidropneumtico ................................................................. 6 1.2.4 Misto .................................................................................................. 7 1.2.5 Caso particular de edifcios altos ..................................................... 9 1.3 Componentes e caractersticas de um sistema predial .............................. 12 1.3.1 Ramal predial ou ramal de entrada predial .................................... 12 1.3.2 Alimentador predial (ramal interno) ............................................. 14 1.3.3 Reservatrio .................................................................................... 14 1.3.4 Barrilete .......................................................................................... 17 1.3.5 Colunas de distribuio .................................................................. 18 1.3.6 Ramais e sub-ramais ....................................................................... 21 1.3.7 Peas de utilizao e aparelhos sanitrios ..................................... 22 1.3.8 Instalao elevatria ....................................................................... 23 1.4 Projetos ......................................................................................................... 23 1.4.1 Consideraes gerais ...................................................................... 23 1.4.2 Etapas do projeto ............................