palestra alcoolismo

  • View
    5.782

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

www.sáudeglobalcaps.com.brPalestra Alcoolismo

Text of palestra alcoolismo

Medicina Preventiva

Um mal desnecessrio

Medicina Preventiva

Causar prazer ou satisfao; agradar, aprazer, com prazer Sensao ou sentimento agradvel, harmonioso, que atende a uma inclinao vital; alegria, contentamento, satisfao, deleite: Caminhar na praia um prazer; prazer ao ver o por do sol. Disposio corts, afvel, agrado. Distrao, divertimento, diversoFonte dicionrio Aurrio 2001

Medicina Preventiva

Todas as relaes humanas envolvem emoes e sentimentos. Para entendermos bem essa questo do relacionamento do ser humano, necessrio analisarmos a sua relao com a realidade. E por onde comea o contato da pessoa com a realidade? Comea pela senso-percepo; nossos cinco sentidos e termina, em sua ltima essncia, nos sentimentos espirituais.

Medicina Preventiva

O QUE A DEPENDNCIA QUMICA? o consumo de lcool (experimental, espordico ou episdico), abuso ou uso nocivo associado a algum prejuzo (quer em termos biolgicos, psicolgicos ou sociais), sendo o ltimo estgio a falta de controle sobre este consumo.

SNDROME DE DEPENDNCIA

Medicina Preventiva

Segundo a Classificao Internacional de Doenas, CID 10 (Classificao de Transtornos Mentais e de Comportamento), trata-se de um conjunto de fenmenos fisiolgicos, comportamentais e cognitivos, no qual o uso de uma substncia alcana prioridades a um indivduo maiores do ele prprio supunha ter.

Medicina Preventiva

DIAGNSTICO FORTE DESEJO OU SENSO DE COMPULSO DIFICULDADES EM CONTROLAR O COMPORTAMENTO ESTADO DE ABSTINNCIA FISIOLGICO QUANDO O USO DA SUBSTNCIA CESSOU OU FOI REDUZIDO EVIDNCIA DE TOLERNCIA, DOSES CRESCENTES SO REQUERIDAS PARA ALCANCE DOS EFEITOS ANTES PRODUZIDOS POR DOSES MENORES

Medicina Preventiva

DIAGNSTICO ABANDONO PROGRESSIVO DE PRAZERES OU INTERESSES ALTERNATIVOS EM FAVOR DO USO DA SUBSTNCIA PSICOATIVA AUMENTO DA QUANTIDADE DE TEMPO NECESSRIO PARA OBTER OU TOMAR A SUBSTNCIA OU PARA SE RECUPERAR DE SEUS EFEITOS PERSISTNCIA NO USO DA SUBSTNCIA COMPROMETIMENTO DO FUNCIONAMENTO COGNITIVO RELACIONADO DROGA

O DEPENDENTE, PORTANTO, ALGUM QUE

Medicina Preventiva

DESENVOLVE UM COMPORTAMENTO QUE EM GRANDE PARTE NO CONSEGUE CONTROLAR. MAS NO H UMA FRMULA PARA SE SABER QUEM, ENTRE OS USURIOS DE DROGAS, VAI SE TORNAR DEPENDENTE. O TERRENO DE POSSIBILIDADE, DE RISCOS, DE SITUAES RELATIVAS.

Medicina Preventiva

Eu para quando eu quiser....posso me livrar do lcool a qualquer momento.... Sou incompreendido, as pessoas tm inveja de mim Todos me perseguem S uma cervejinha, s uma caipirinha, s uma pinguinha. (frases mais usadas, mas que so simplesmente frases, a realidade bem diferente).

Medicina Preventiva

Quais seus efeitos?

Os primeiros efeitos ocorrem no crebro, o qual vai se deteriorando, comprometendo a percepo, coordenao e funo motora e a perda de memria. Progressivamente destri o corao, fgado e pncreas. Aumenta o risco de cncer e com o tempo o alcolatra se torna vulnervel s infeces.

Medicina Preventiva SOFRIMENTO O abuso de bebidas alcolicas causa sofrimento no s para a pessoa, mas principalmente para sua famlia e seus amigos. O dependente com o passar do tempo e intensidade da doena, perde o emprego, torna-se excludo da sociedade e entra por um caminho sem volta, nessa hora que ajudar preciso e o indivduo tem que estar disposto a receber esta ajuda e principalmente curar-se da doena.

Medicina Preventiva

OUTRAS DROGAS lcool + outras drogas: 1- Depressoras 2- Estimulantes 3- Perturbadoras Aceleram a dependncia e seus malefcios.

Fatores que Favorecem a Dependncia

Medicina Preventiva

O tipo de produto, a personalidade do usurio e o momento scio-cultural e econmico

Medicina Preventiva

CONSUMO Motivaes pessoais: Persistncia de sentimento de vazio Insatisfao Desprazer Mal estar

TRATAMENTO Reformulao Pessoal Familiar Psico-social Internaes Medicamentoso Grupos de auto-ajuda

Medicina Preventiva

Medicina Preventiva

QuestionamentosComo a comunidade vivencia o problema do uso do lcool ? Quais as alternativas de abordagem do problema ? Qual o papel do lcool e tabaco e da automedicao ?

O IMPORTANTE ....

Medicina Preventiva

Valorizar qualidade de vida e descobrir meios de buscar a auto-realizao, satisfao e adequao vida