of 14/14
Laboratório de Comunicação 5 6 O PROCESSO DE PRODUÇÃO NO AUDIOVISUAL A  c omplexa  p rodução  d e  s o m  e i magem Na unidade 9 deste livro, tivemos contato com as tecnologias envolvidas na produção de audiovisuais. Basicamente, conhecemos os dois suportes de realização, de captação de áudio e imagem e suas características técnicas: o cinema (imagem cinematográfica) e o vídeo (imagem eletrônica ou videográfica). Agora, já na reta final do nosso livro, vamos nos ater ao detalhamento do processo de realização. Ele começa com uma idéia concretizada em um roteiro e termina no filme, comercial ou programa de televisão pronto para ir ao ar, para ser exibido nas salas de cinema ou em qualquer outro meio. Escolhemos dar um maior destaque para as produções audiovisuais, em detrimento de conteúdos feitos para outras mídias também cobertas pelo curso, porque é no audiovisual que temos as mais complexas operações técnicas, onde está envolvido o maior número de profissionais e, por fim, ser nesse tipo de produção onde geralmente temos os orçamentos mais altos. 1 Em resumo, entre os produtos midiáticos, não existe nenhum mais complexo do que uma grande produção audiovisual. Essa afirmação pode ser facilmente constatada: nas produções para cinema e televisão, precisamos produzir imagem e som de qual idade, além de c om bi ná- lo s se gundo um a l i nguagem . J á nos trabalhos para rádio ou mesmo para Internet – sem falarmos nos destinados à mídia impressa –, no primeiro não existe imagem e no outro as imagens em movimento não são tão importantes para o meio. 1 Imaginando uma produção padrão, a da mídia eletrônica apresenta essas características em relação aos trabalhos de outras mídias. Unidade13  U NI DADE  1 3 

Processo de Produção Audiovisual

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Processo de Produção Audiovisual

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    1/14

    Laboratrio de Comunicao56

    O PROCESSO DE PRODUO NO AUDIOVISUAL

    A

    complexa

    produo

    de

    som

    e imagem

    Na unidade 9 deste livro, tivemos contato com as tecnologiasenvolvidas na produo de audiovisuais. Basicamente, conhecemos osdois suportes de realizao, de captao de udio e imagem e suascaractersticas tcnicas: o cinema (imagem cinematogrfica) e o vdeo(imagem eletrnica ou videogrfica).

    Agora, j na reta final do nosso livro, vamos nos ater aodetalhamento do processo de realizao. Ele comea com umaidia concretizada em um roteiro e termina no filme, comercial ouprograma de televiso pronto para ir ao ar, para ser exibido nas salasde cinema ou em qualquer outro meio.

    Escolhemos dar um maior destaque para as produes audiovisuais,

    em detrimento de contedos feitos para outras mdias tambm cobertaspelo curso, porque no audiovisual que temos as mais complexasoperaes tcnicas, onde est envolvido o maior nmero de profissionaise, por fim, ser nesse tipo de produo onde geralmente temos osoramentos mais altos.1 Em resumo, entre os produtos miditicos, noexiste nenhum mais complexo do que uma grande produo audiovisual.

    Essa afirmao pode ser facilmente constatada: nas produes

    para cinema e televiso, precisamos produzir imagem e som dequalidade, alm de combin-los segundo uma linguagem. J nostrabalhos para rdio ou mesmo para Internet sem falarmos nosdestinados mdia impressa , no primeiro no existe imagem e no outroas imagens em movimento no so to importantes para o meio.

    1 Imaginando uma produo padro, a da mdia eletrnica apresenta essas caractersticas em relaoaos trabalhos de outras mdias.

    U n i d a d e 1 3 UN I DA DE 1 3

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    2/14

    157Unidade 13

    Nos veculos audiovisuais, produzir som e imagem de qualidadecusta caro e um processo tecnicamente mais complicado do que em

    outros meios. Para realizar um captulo de novela, um telejornal ou umlonga-metragem, geralmente estaro envolvidos muito mais pessoas edinheiro do que na produo de qualquer outro produto ou contedosimilar para as demais mdias.

    Uma outra caracterstica que refora a importncia da MdiaEletrnica o total de verbas publicitrias destinadas para o meio.No Brasil, a televiso o veculo de comunicao de massa que maisaudincia atrai, alm de exercer grande influncia sobre os hbitosde consumo e ser o meio preferido na veiculao de comerciais degrandes anunciantes. No por outra razo, a boa qualidade tcnica um requisito em tudo o que colocado no ar, tanto na programaoquanto nos intervalos comerciais.

    Esses so fortes motivos para que futuros profissionais decomunicao tenham um bom conhecimento sobre o processo deproduo de audiovisuais. Em verdade, nesta etapa do curso, vamos

    contextualizar contedos de vrias unidades para entender como seproduz para televiso e cinema. Conhecendo a realizao do maiscomplexo produto da mdia, estaremos cobrindo, de alguma forma,todos os demais processos possveis alcanando, ento, o objetivoinicial da disciplina Laboratrio de Comunicao.

    Para complementar a ateno que as prximas pginas daroaos produtos de imagem e som, a ltima unidade do nosso livroapresentar as bases da linguagem audiovisual.

    As

    etapas

    de

    uma

    produo

    audiovisual

    J sabemos, do estudo feito na unidade 6, como se organizauma produo de forma genrica. Naquela altura, a produo foiestruturada em algumas etapas, a saber: idia, pesquisa, criao,roteiro, produo, finalizao e veiculao.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    3/14

    Laboratrio de Comunicao58

    2 Neste sentido, a anlise da produo audiovisual que vamos fazer cobre menos do que o conceito maisgeral da unidade 6.

    Partindo desse conceito, podemos adapt-lo para a produoaudiovisual. O resultado o seguinte: todo processo de realizao em

    cinema ou televiso pode ser dividido em trs fases fundamentais pr-produo, produo e ps-produo.2

    Para no nos confundirmos, preciso deixar clara uma coisa. Umdos usos da palavra produo se refere ao trabalho como um todo: arealizao de um filme ou comercial, por exemplo, uma produo.Outro sentido denominar a fase em que as imagens e sons estosendo criados e captados pela equipe de filmagem (ver unidade 10);

    quando o trabalho comea a se tornar concreto, a ganhar substncia.Pois bem, usando a palavra no primeiro sentido, a produo

    dividida em trs partes distintas, como definido acima. No entanto,uma dessas partes tambm ganha o nome de produo por ser a faseonde se capta o material que vai compor o trabalho; o segundosentido da palavra.

    Etapas de uma produo audiovisual:

    PRODUO =PR-PRODUO +PRODUO +PS-PRODUO

    So essas as etapas da realizao de um projeto audiovisual.Projeto qualquer trabalho, envolvendo as tecnologias audiovisuais,que tenha como objetivo final realizar um produto de comunicao,atravs do uso de imagens em movimento e som.

    Existem vrios formatos possveis que as empresas decomunicao, ou qualquer outro produtor/ realizador, podem utilizarno campo do audiovisual. Por exemplo, variando em finalidade,linguagem e mesmo durao: um comercial de 30 segundos, uminstitucional de 6 minutos, um documentrio de 15 minutos ou umfilme de fico longa-metragem com uma hora e meia de durao.

    Todos so trabalhos audiovisuais.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    4/14

    159Unidade 13

    Apr-produo:ondetudo planejado

    A etapa que d incio realizao de um projeto audiovisual a pr-produo. Ela consiste de toda a fase anterior captaodo material bruto que vai constituir o trabalho. Nesse ponto, oaudiovisual comea a deixar de ser apenas a idia abstrata, e osprimeiros passos so dados para transformar o roteiro em um filme.

    A pr-produo comea quando a equipe se forma; diretor eprodutores iniciam o trabalho de planejar, definir e produzir tudo o queser necessrio para tornar o roteiro um trabalho finalizado, pronto

    para ser veiculado. Por essa razo, preciso que o roteiro j estejafechado e passe a ser a referncia para o trabalho do diretor, dosprodutores e de toda a equipe de filmagem (ver unidade 10). Ele geralmente o ponto de partida para a realizao de qualquer projeto.

    Um detalhe importante que nesse momento toda a questodo financiamento do trabalho j deve estar resolvida. Isto , s seinicia um projeto dando a largada na sua pr-produo quandoexistem os recursos necessrios para financi-lo. Por exemplo, sefor um comercial, logicamente o oramento j est fechado com ocliente e a agncia de publicidade que criou a campanha; se for umlonga-metragem, os produtores executivos j conseguiram verbas epatrocnios que cobrem pelo menos a primeira fase da produo.

    Na pr, planejada e posta em prtica toda a logsticanecessria para que as imagens sejam produzidas de acordo com ainterpretao do roteiro pelo diretor. Por exemplo, so tarefas da

    pr-produo: contratar equipe, definir locaes e o cronograma defilmagens, selecionar atores, alugar todos os equipamentos.

    Resumindo: a pr-produo o perodo de planejamento epreparao em que toda a equipe tcnica, equipamentos e servios sodefinidos e contratados para que, no dia da filmagem, o roteiro possacomear a ser realizado. Uma regra de ouro: quanto melhor a suapr-produo, menos problemas e imprevistos acontecero na suafilmagem.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    5/14

    Laboratrio de Comunicao60

    A

    produo:

    filmagem

    ou

    gravao

    o momento

    crtico

    A pr-produo virtualmente s acaba quando comeamos afase da produo. Esta a etapa onde tudo o que foi planejadoanteriormente colocado em prtica com o objetivo de produzir asimagens que iro compor o projeto.

    A produo tambm pode receber o nome de filmagem ougravao. Chamamos de filmagem quando o projeto realizado emcinema (pelcula); chamamos de gravao quando utilizamos o vdeopara captar as imagens (ver unidade 9).

    Os dias de filmagem/ gravao so o momento crtico de umaproduo, pois, nessa fase, todos os recursos e equipe esto juntospara produzir o material bruto que ser finalizado adiante. Nadapode dar errado3; geralmente no h muita margem de manobraquanto aos custos e horrios de trabalho de equipe e do aluguel deequipamentos. Cabe ao diretor a coordenao de todos os recursos eprofissionais de forma a conseguir o melhor resultado possvel dentro

    das condies do projeto e do tempo estipulado pelo cronograma defilmagem.

    Ao final dos dias de filmagem/ gravao, temos todo o materialbruto captado. Imagens e sons prontos para comearem a sermontados/ editados. No entanto, antes de irmos para essa ltimaetapa, tudo o que foi produzido precisa ser devolvido e opagamento acertado. a chamada desproduo; essa tarefa responsabilidade dos produtores do projeto.

    3 Lgico que muita coisa no sai como o planejado, mas uma boa equipe tcnica aquela que, mesmocom imprevistos, e eles sempre acontecem, consegue realizar um trabalho de qualidade.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    6/14

    161Unidade 13

    Aps-produo:montando editandoimageme som

    Terminadas as filmagens, o diretor j tem todo o materialbruto que ele produziu. A prxima etapa a chamada edio oumontagem.4 E o que vem a ser essa fase? Bom, antes de darmos umaresposta, temos que entender que tanto o cinema quanto a televiso eo vdeo tm uma linguagem prpria: a linguagem audiovisual.5

    Na nossa rea profissional, trabalhamos com comunicao demassa e sabemos que um dos nossos objetivos comunicar algumacoisa para grandes audincias. Para isso, podemos usar as vrias

    linguagens disponveis. A linguagem audiovisual uma das maischeias de recursos. De forma resumida, o audiovisual um cdigoque utiliza imagens, planos e sons, a parte sonora que acompanha asimagens, para construir seus significados. a seleo e a organizaodesses elementos, imagem e som, plano aps plano, que permite queo diretor possa passar a sua mensagem, a sua idia. Esse trabalho, aedio/ montagem, feito na ps-produo (ver unidade 14).

    Durante o trabalho de produo das imagens, todas as cenas,todos os planos, so filmados diversas vezes e de pontos de vistadiferentes. Esse recurso, comum no trabalho de direo, serve paradar opes de escolha na hora da montagem. Com certeza, muitodo material que foi filmado no ser utilizado na edio final doaudiovisual.6 A essncia da edio exatamente escolher o que vaientrar e o que no vai. Essas escolhas so feitas na ps-produo.

    4 Novamente, a diferena entre um termo e outro se refere a estarmos utilizando o vdeo ou o cinema naproduo. No cinema, essa fase chamada de montagem; no vdeo, edio.

    5 Veremos esse tema na prxima e ltima unidade do livro.6 Uma boa mdia no mercado profissional, dependendo do tipo de trabalho, se ter uma relao de

    10:1 entre material bruto e tempo final de edio. Isto , para um minuto de programa ou comercial,so filmados dez minutos de imagens brutas.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    7/14

    Laboratrio de Comunicao62

    A montagem/ edio nada mais do que a seleo criteriosadas imagens que vo efetivamente compor o produto final. O diretor,

    juntamente com o editor ou montador, v as diversas opes e escolhea que quer usar; depois, coloca uma imagem aps a outra, em umaseqncia determinada para compor o filme.

    Esse mesmo processo ocorre no apenas com as imagens.Tambm o udio editado no momento em que trabalhamos o vdeo.Por fim, uma srie de outras operaes tambm ocorre durante aps-produo. Por exemplo, a realizao dos efeitos especiais de imagem,

    a incluso de trilhas sonoras e efeitos de udio, a edio da aberturado filme e a colocao dos crditos finais etc., tudo isso feito nessafase. Resultado desse processo o filme finalizado, pronto, acabado.

    A ps-produo tudo o que ocorre depois das filmagens etambm pode ser chamada de finalizao.

    Produzindo

    um

    comercial

    para

    a televiso

    7

    Para ilustrar o que acabamos de ver, descreveremos, adiante,em suas linhas gerais, a produo de um determinado tipo deaudiovisual: um comercial para a televiso. O motivo simples: asgrandes campanhas publicitrias para a TV so trabalhos com apurotcnico muito cuidadoso, e nelas comum a produo em cinema eps-produo em vdeo o que envolve processos importantes deconhecer.

    Essa forma de realizao visa aproveitar as melhores qualidades

    dos dois suportes: a melhor qualidade de imagem do cinema e amaior praticidade da edio eletrnica (ver unidade 9). Assim, filmespublicitrios de qualidade so produzidos em pelcula 35mm eeditados/ finalizados eletronicamente em vdeo.

    7 O processo que descrevemos aqui est resumido aos seus pontos bsicos para objetivo didtico, nosendo de forma alguma totalmente preciso em termos tcnicos.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    8/14

    163Unidade 13

    Durante a pr-produo, o diretor e os diretores de fotografiae produo tomam as principais decises para a realizao do

    comercial. A produo ser em pelcula, filmada em estdio, em umnico dia? A partir da, produtores e assistentes, juntamente comoutros membros da equipe, trabalham para que tudo esteja prontopara o dia definido no cronograma de produo. Faltam poucos dias;neste tipo de mercado, geralmente trabalhamos com menos tempo doque o necessrio, pressionados pelos prazos de entrega do filme que,via de regra, j tem data para entrar no ar.

    No dia da filmagem, desde cedo, todos j esto a postos. Asfilmagens correm tranqilas, o diretor faz todos os planos que desejae, antes do anoitecer, todo o trabalho est sendo desproduzido. Oresultado est nas latas de filme 35mm, que precisam ser enviadaspara o laboratrio revelar. O assistente de cmera e a produo soos responsveis por essa operao fundamental.8

    Na tarde seguinte, o laboratrio j tem o negativo revelado eprecisamos passar as imagens do suporte filme para o suporte vdeo.

    Isto , as imagens que foram produzidas em cinema precisam,para iniciarmos a edio, ser transferidas para uma fita de vdeo,geralmente em um formato de profissional, Betacam-digital, porexemplo.

    Esse processo conhecido como telecinagem. Telecinar imagens uma operao comum em produes profissionais hoje em dia, pois,captando em pelcula e editando eletronicamente, vamos precisar sair

    de um suporte para outro.O processo inverso tambm possvel: sairmos do vdeo para o

    filme. Ocorre quando temos um produto finalizado em vdeo e desejamosexibi-lo em salas de cinema. Essa operao chamada de transfer.

    8 Imaginem o seguinte: todo o trabalho de semanas, de produo e criao do filme, est concentradoem algumas latas de filme 35mm que precisam ser reveladas. Qualquer problema tcnico ou burocrticopoderia jogar fora toda a produo e o dinheiro gasto nela.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    9/14

    Laboratrio de Comunicao64

    Telecinagem: Processo caracterstico da ps-produo no qualimagens produzidas em cinema so transferidas para suportemagntico, transformando-se, ento, em imagens de vdeo. Esseprocesso realizado por um equipamento denominado Telecine.O suporte de vdeo pode ser qualquer um, mas geralmente umformato profissional digital.

    Transfer: Processo inverso da telecinagem. No transfer, asimagens em vdeo so copiadas do suporte eletrnico parao suporte pelcula cinematogrfica, geralmente na bitola de

    35 mm, o que permite a projeo em salas de cinema.

    Durante a telecinagem, tambm fazemos a sincronia de some imagem. J sabemos que, no vdeo, som e imagem esto juntos,mas isso no acontece quando produzimos em filme. Portanto, nomomento em que as imagens brutas cinematogrficas so telecinadas,sincronizamos com elas o som previamente gravado.

    Uma vez as imagens todas j em vdeo, podemos comear a

    edio.

    Vamos chamar de edio off-linea primeira etapa dafinalizao. Essa diviso tem uma razo econmica. Imaginemos, scomo exemplo, que um diretor precise de 20 horas para editar o seutrabalho. Uma boa parte desse tempo, a maior parte podemos dizer,ser consumida na operao simples de ver todas as imagens, deselecionar o que vai ser usado, em dar uma primeira ordem, fazer

    uma primeira verso da montagem do trabalho.Pois bem, essas operaes podem ser feitas em equipamentos

    mais simples do que os necessrios para, na fase final da edio,realmente dar o acabamento tcnico ao filme, com todos os efeitos,todos os recursos de finalizao etc.

    Por esse motivo, separamos a edio em off-linee on-line. Aprimeira, demorada e bsica, feita em equipamento mais simples

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    10/14

    165Unidade 13

    e barato. A segunda, j avanada, realizada em mquinas maiscaras e que oferecem mais recursos.

    Pois bem, a edio off-line feita pelo diretor, juntamente como editor/ montador. Ao final, eles tm um bom rascunho de como otrabalho vai ficar. Essa verso apresentada agncia e ao cliente.Geralmente algumas sugestes de alterao so feitas. O diretorprocede s modificaes e novamente submete aprovao.Resultado aprovado, o trabalho segue para a edio on-line, ondetodos os detalhes mais tcnicos vo ser realizados; a colocao da

    trilha sonora definitiva, a incluso de efeitos digitais etc. Desse modo,a etapa on-line mais breve e, assim, menos custosa.

    Edioo -lin on-lin : uma separao no processo de

    edio que tem razes econmicas. A edio off, primeiraetapa da finalizao, feita em equipamentos mais simples ebaratos. J quando o trabalho se encontra definido e aprovado,passamos para a edio on-line, que realizada emequipamentos de mais recursos e que vo realmente finalizar

    o trabalho. A diferena est no preo que se paga pela locaode cada um desses equipamentos.

    Como vimos em outras unidades, atualmente esses processostcnicos utilizam a tecnologia digital de forma intensa. Aconvergncia digital muito forte nas etapas da ps-produo(unidades 1 e9). At mais ou menos uma dcada atrs, a edioeletrnica era feita em mquinas analgicas que copiavam as

    imagens de uma fita magntica para outra, de acordo com asescolhas do editor.

    Isto , a edio era a operao de copiar uma imagem que sedesejava, que estava numa fita com as imagens brutas, para umaoutra fita, onde era montado o trabalho final. Essa forma de operaotem diversas limitaes, pois, por exemplo, uma vez colocada aimagem, com uma determinada durao e posio em relao aos

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    11/14

    Laboratrio de Comunicao66

    outros planos, no se podia fazer muita coisa para alterar essesparmetros. Era o que chamamos de edio linear, pela maneira

    como deveria ser montado o filme, uma imagem aps a outra,geralmente no sentido do incio para o fim.

    Mas, com a convergncia, a edio passou a ser feita comimagens digitalizadas e com o auxlio de computadores. Esse processoabriu uma srie de possibilidades e vantagens em relao ao que eraento feito e ganhou o nome de edio no-linear. Isso porque agoraa montagem das imagens pode ser feita em qualquer ordem, com

    enorme liberdade para alterar e trocar planos, mudar a seqncia dascenas, manipular as imagens de infinitas maneiras.

    Um exemplo da revoluo que representam os processos digitaisna finalizao de um audiovisual pensarmos no que podemos fazercom um texto na sua verso digital em um processador do tipo Worde as limitaes que temos nesse mesmo texto escrito mo ou jimpresso. a diferena entre a edio linear e a no-linear.

    Pois bem, hoje, ningum mais utiliza profissionalmente a ediolinear. Durante a edio off-line, o diretor e o editor fazem todas asexperincias e podem, depois das observaes da agncia e docliente, alterar facilmente a montagem antes de passarem para a faseon-line. Enfim, a finalizao hoje muito mais gil, fcil e criativa comos sistemas no-lineares.

    Edio linear edio no-linear: Edio linear a formaclssica de se editar vdeo; de uma mquina player so geradas

    as imagens que so reproduzidas em uma mquina recorder,de acordo com a deciso do editor. Por outro lado, na ediono-linear, todas as imagens so digitalizadas para dentro de umcomputador e processadas pela mquina. Finalizado o trabalho,o resultado transferido para uma fita de vdeo. A ediono-linear muito mais gil e verstil do que a linear; a manipulaodas imagens virtualmente infinita.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    12/14

    167Unidade 13

    Encerrada toda a finalizao, o diretor do comercial entregacpias do comercial para a agncia, que providencia que elas

    cheguem s emissoras programadas na mdia da campanha.Tambm, no caso de existir veiculao na mdia cinema, pode sernecessrio fazer um transfer para filme 35mm. Pronto, temos aquiuma das produes audiovisuais das mais exigentes em termostcnicos. Abaixo, um fluxograma que resume o que vimos acima.

    Roteiro definidoProdutor e Diretor escolhidosOramento aprovado

    Reunio de pr-produo Planejamentodo projeto

    Filmagem

    Revelao do filme(negativo)

    Telecinagem(sincronizao da imageme udio)

    Ediooff-line

    Trilha sonora e efeitos

    (primeira verso)

    Aprovao

    cliente/agncia

    Edio on-line(trilha sonora e efeitos, verso final)

    Cpia de exibio Emissoras

    Fluxograma da produo de um comercial em cinema/ vdeo

    PR-PRODUO

    PRODUO

    PS-PRODUO

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    13/14

    Laboratrio de Comunicao68

    No

    esquea

    Uma produo pode ser dividida em trs etapasprincipais: pr-produo, produo (ou filmagem/ gravao) eps-produo;

    A pr-produo o planejamento de todas as demaisetapas do trabalho, em especial o que vai acontecer nasfilmagens/ gravaes; a produo quando temos a fasemais crtica e todos os problemas devem ser minimizados

    para realizarmos as imagens e sons; captadas as imagensbrutas, passamos para a finalizao, a ps-produo, ondeo trabalho comea a tomar a forma definitiva; ao trmino,temos o audiovisual finalizado e pronto para ver veiculado;

    A partir dos dois suportes de produo de imagem queexistem, cinema e vdeo, podemos fazer transferncias dematerial de um para o outro; esses processos se chamamtelecinagem (de cinema para vdeo) e transfer (de vdeo para

    cinema); Podemos separar a edio em off-linee on-line; essa diviso

    tem razes econmicas;

    A edio hoje feita eletronicamente em sistemasno-lineares; essa forma de trabalho tem enormes vantagensem relao edio linear anteriormente utilizada.

    Atividadesprticas Caso seja possvel, visite uma grande produtora ou

    alguma empresa que trabalha com servios de aluguelde equipamentos para filmagens ou de finalizao deaudiovisuais. Pergunte sobre as etapas tcnicas, osequipamentos etc.

  • 7/23/2019 Processo de Produo Audiovisual

    14/14

    169Unidade 13

    Pesquise na Internet textos sobre o processo de edioe montagem de filmes, sobre edio no-linear e sobretelecinagem e transfer.

    Leia

    mais

    Leia o texto sobre edio digital Montagemcinematogrfica: do artesana l ao vir tual, disponvel emhttp:/ / www.ctav-sav.com.br/ tecnica/ montag_ana.htm

    Referncias

    GAGE, Leighton David. O Filme Publicitrio. So Paulo: Atlas, 1991.

    http://www.ctav-sav.com.br/tecnica/montag_ana.htmhttp://www.ctav-sav.com.br/tecnica/montag_ana.htm