PRODUÇÃO DE MUDAS PRÉ-BROTADAS DE BATATA-BAROA ?· 1 PRODUÇÃO DE MUDAS PRÉ-BROTADAS DE BATATA-BAROA…

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

PRODUO DE MUDAS PR-BROTADAS DE

BATATA-BAROA(MANDIOQUINHA-SALSA)

1

PRODUO DE MUDASPR-BROTADAS DE BATATA-BAROA

(MANDIOQUINHA-SALSA)

Sarah Ola MoreiraNuno Rodrigo Madeira

Vitria, ES2018

ISSN 1519-2059DOCUMENTOS N 255

2

2018 - IncaperInstituto Capixaba de Pesquisa, Assistncia Tcnica e Extenso RuralRua Afonso Sarlo, 160 - Bairro Bento Ferreira - CEP: 29052-010 - Vitria-ES - BrasilCaixa Postal: 391 - Telefones: (27)3636-9888 / 3636-9846www.incaper.es.gov.br / coordenacaoeditorial@incaper.es.gov.br

Documentos n 255ISSN 1519-2059Editor: IncaperTiragem: 1000Julho 2018

Conselho EditorialPresidente Gilson TfanoGerncia de Transferncia de Tecnologia e Conhecimento - Sheila Cristina Prucoli PosseGerncia de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovao - Luiz Carlos PrezottiGerncia de Assistncia Tcnica e Extenso Rural - Celia Jaqueline Sanz RodriguezCoordenao Editorial - Lilim Maria Ventorim Ferro

Membros: Andr Guaroni MartinsCintia Aparecida BremenkampGustavo Soares de SouzaJos Aires VenturaMarianna Abdalla PrataRenan Batista Queiroz Romrio Gava Ferro

Edio: Luciana Silvestre GirelliProjeto Grfico, Diagramao e Fotos: Cristiane Gianezi da Silveira Reviso Textual: Marcos Roberto da CostaFicha Catalogrfica: Merielem Frasson da Silva

Incaper - Biblioteca Rui TendinhaDados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)

S838 Moreira, Sarah Ola Produo de mudas pr-brotadas de batata-baroa (mandioquinha-salsa) / Sarah Ola Moreira, Nuno Rodrigo Madeira. Vitria, ES : Incaper, 2018. 20 p. : il. color. (Documentos, 255. Incaper) Irregular. ISSN 1519-2059

1. Esprito Santo (Estado). 2. Tubrculo. 3. Mandioquinha-salsa. 4. Brotao. 5. Muda. I. Moreira, Sarah Ola. II. Madeira, Nuno Rodrigo. III. Ttulo. IV. Srie.

CDD 635.1

Elaborado por Merielem Frasson da Silva CRB-6 ES/675

3

APRESENTAO

A batata-baroa ou mandioquinha-salsa uma raiz, rica em fsforo, vitamina A e niacina, sendo tambm uma importante fonte de energia em decorrncia do seu alto teor de carboidratos. Devido sua composio nutricional e facilidade de digesto, amplamente recomendada, em especial para crianas, pessoas idosas e convalescentes.

Para se ter sucesso na produo da batata-baroa, preciso, entre outros fatores, que as mudas tenham qualidade. Elas tm que estar sadias e vigorosas para produzir boas razes. De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistncia Tcnica e Extenso Rural (Incaper), falhas cometidas na fase de produo das mudas podem causar perda da produtividade de at 30% no final da colheita.

Para orientar os produtores sobre como deve ser o preparo correto das mudas, foi elaborada esta cartilha, que contm o passo a passo da produo de mudas saudveis de batata-baroa. Tratam-se de medidas simples, mas que trazem bons resultados para o plantio. O agricultor pode avaliar, em um primeiro momento, que esse procedimento parece ser mais trabalhoso. No entanto, ao adotar um bom sistema de produo de mudas, ele evitar perda de produo, ganhar em produtividade e poupar tempo no replantio e tambm na colheita, pois a produo poder ser colhida de maneira uniforme.

Boa leitura!

Nara Sthefania Tedesco Diretora-Presidente do Incaper

Gilson TfanoDiretor-Tcnico do Incaper

4

5

SUMRIO

INTRODUO............................................................7

1 COLHEITA DAS PLANTAS DO CAMPO DE PRODUO.........8

2 RETIRADAS DAS RAZES E DAS FOLHAS............................10

3 DESTAQUE E SELEO DOS REBENTOS............................11

4 LAVAGEM DAS MUDAS........................................................12

5 DESINFECO....................................................................13

6 CORTE.................................................................................14

7 PR-BROTAO..................................................................15

8 PLANTIO.............................................................................17

DVIDAS FREQUENTES.............................................18

POR QUE FAZER A PR-BROTAO DAS MUDAS?................18

QUAL O EFEITO DA PR-BROTAO DAS MUDAS NA PRODUTIVIDADE DA LAVOURA?............................................18

A PR-BROTAO DE MUDAS DIMINUI A INCIDNCIA DE PRAGAS E DOENAS NA LAVOURA?.....................................19

VOC SABIA?............................................................19

AES DE PESQUISA PARA A BATATA-BAROA......................19

LINKS TEIS............................................................20

REFERNCIAS..........................................................20

6

7

INTRODUO

No Esprito Santo, a mandioquinha-salsa mais conhecida como batata-baroa. Os principais municpios produtores so Alfredo Chaves, Marechal Floriano, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante e Muniz Freire, onde a cultura j teve grande importncia econmica e social. No entanto, nos ltimos anos, ela vem encontrando problemas de ordem climtica, especialmente excesso de calor nas pocas mais quentes do ano, ataques de pragas e queda no preo pago ao produtor. Com isso, houve reduo da rea plantada nos ltimos anos.

De acordo com o Boletim da Conjuntura Agropecuria Capixaba, em 2017, a rea de mandioquinha-salsa no Esprito Santo foi de 309 hectares e produo de 4,5 t, resultando em uma produtividade de 14,5 t/ha (GALEANO, 2017). Essa produtividade mdia est muito abaixo da

PRODUO DE MUDASPR-BROTADAS DE BATATA-BAROA

(MANDIOQUINHA-SALSA)

Engenheira Agrnoma, D.Sc. em Gentica e Melhoramento de Plantas, Pesquisadora do Incaper, sarah.moreira@incaper.es.gov.br

Engenheiro Agrnomo, D.Sc. em Fitotecnia/Olericultura, Pesquisador da Embrapa Hortalias

Sarah Ola Moreira1Nuno Rodrigo Madeira2

1

2

8

capacidade gentica das cultivares devido, especialmente, m-formao das mudas, que pode causar at 30% de falhas no estande.

Durante a fase de produo de mudas, alguns princpios bsicos que garantem a sua qualidade no tm sido atendidos. Isso tem provocado graves problemas de perda de vigor pelo acmulo de doenas e pragas e queda na produtividade (MADEIRA et al., 2017).

Portanto, o objetivo desta publicao informar os produtores e tcnicos sobre um novo mtodo para produo de mudas de mandioquinha-salsa, buscando garantir sua qualidade fitossanitria e fisiolgica, gerando maior produtividade final da cultura.

1 COLHEITA DAS PLANTAS DO CAMPO DE PRODUO

O primeiro passo para a produo das mudas realizado na colheita das plantas. Nesse momento, importante selecionar as plantas produtivas, vigorosas e sem sintomas de pragas e doenas para a produo das mudas. Lembre-se de que as mudas de batata-baroa sero geneticamente idnticas s plantas de onde elas foram tiradas. Sendo assim, plantas produtivas e vigorosas daro origem a mudas com as mesmas caractersticas.

9

Figura 1. Plantas selecionadas para colheita.

10

Figura 2. Retirada das razes e folhas da planta.

2 RETIRADAS DAS RAZES E DAS FOLHAS

Aps a colheita, devem-se retirar as razes, que sero comercializadas, e as folhas, deixando-se uns 5 centmetros dos pecolos (talos). As folhas podero ser utilizadas na alimentao animal.

11

3 DESTAQUE E SELEO DOS REBENTOS

Deve ocorrer o destaque dos perfilhos (rebentos) para a produo das mudas. Devem-se eliminar os rebentos mais velhos de cada planta, que possuem maior tamanho e ficam localizados na parte mais central da muda, pois tendem a formar plantas que florescem precocemente.

Figura 3. Destaque e seleo dos rebentos.

EliminarUtilizar

12

4 LAVAGEM DAS MUDAS

Aps a separao, faz-se a imerso dos rebentos em gua para a retirada de terra. Outra opo colocar as mudas em uma caixa plstica e lav-las com gua corrente, por exemplo, com mangueira. O importante limpar o solo que fica agarrado aos rebentos.

Figura 4. Lavagem das mudas.

13

5 DESINFECO

Imerso dos rebentos em soluo de hipoclorito de sdio (gua sanitria), na concentrao de 5% (1 litro de hipoclorito de sdio para 19 litros de gua), por 5 minutos. Em seguida, devem-se lavar novamente as mudas para retirada do excesso de cloro nos brotos.

Figura 5. Processo de desinfeco de mudas.

14

6 CORTE

Depois de secas sombra, o corte das mudas deve ser feito deixando 2 a 3 centmetros de pecolos (talos) na parte superior da muda. Na parte inferior, o corte deve ser feito em diagonal inclinado (bisel), com lmina fina, como um estilete largo. No se deve usar facas ou canivetes, pois, mesmo sendo bem afiados, costumam ter a sada da lmina grossa, o que pode trincar as mudas. A superfcie do corte deve ficar lisa, bem cortada e sem trincas na parte inferior da muda.

Figura 6. Corte das mudas.

15

7 PR-BROTAO

As mudas devem ser mantidas sombra, sob luz indireta, em um recipiente com gua, por um perodo de 7 a 10 dias. O ambiente ideal uma varanda de casa ou galpo coberto com as laterais abertas. Podem ser usados potes de sorvete ou manteiga, normalmente com cerca de 10 centmetros de dimetro, que tenham o fundo reto.

Na lateral do pote, faa dois furos, um de cada lado, a 2 centmetros do fundo, para manter o nvel de gua. Todos os dias, verifique a quantidade de gua no pote, para que as mudas fiquem sempre com a sua parte inferior em contato com a gua.

i