Dissolução em líquidos guião didáctico para professores

  • View
    1.856

  • Download
    7

Embed Size (px)

Text of Dissolução em líquidos guião didáctico para professores

  • 1. RANDOXPL MATERIAISDISSOLUO em LQUIDOSGuio Didctico para ProfessoresDireco-Geral de Inovaoe de Desenvolvimento Curricular Isabel P. Martins Maria Lusa Veiga Filomena TeixeiraCelina Tenreiro-VieiraRui Marques Vieira Ana V. Rodrigues 2 Fernanda Couceiro

2. Biblioteca Nacional - Catalogao NacionalDissoluo em lquidos: guio didctico para professores.Isabel P. Martins... [et al.]. - (Ensino Experimental dasCincias n 2)ISBN 972-742-241-1 978-972-742-241-8I - Martins, Isabel P., 1948-CDU 37154 373F icha tcnicaColeco Ensino Experimental das CinciasExplorando materiais... Dissoluo em lquidos2 Edio - (Setembro, 2007)EditorMinistrio da EducaoDireco-Geral de Inovao e de Desenvolvimento CurricularAutoresIsabel P. Martins, Maria Lusa Veiga, Filomena Teixeira, Celina Tenreiro-Vieira,Rui Marques Vieira, Ana V. Rodrigues e Fernanda CouceiroConsultores CientficosMaria Arminda Pedrosa e Paulo Ribeiro-ClaroDesignManuela LourenoPaginaoOlinda SousaExecuo grficaTipografia Jernimus LdaTiragem2500 Exe.Depsito Legal249105/06ISBN972-742-241-1978-972-742-241-8 3. l da s cincias no nta me icloex erip o o ensin Explorando materiais... dissoluo em lquidosI ntroduoI Enquadramento Curricular 92 Finalidade das Actividades 93 Enquadramento Conceptual104 Actividades 13 A Explorando... Factores que influenciam o tempo de15 dissoluo de um material B Explorando... Comportamento de materiais em contacto 46 com gua C Explorando... Limites de solubilidade de um material noutro52 D Explorando... Reversibilidade da dissoluo61 E Explorando... Conservao da massa na dissoluo 675 Recursos716 Aprendizagens esperadas 72747 Sugestes para avaliao de aprendizagensA nexos Caderno de Registos para Crianas 4. l da s cincias nontame iclo ex eri pooensinExplorando materiais... dissoluo em lquidosI ntroduoSobre o LivroO presente livro faz parte da Coleco Ensino Experimental dasCincias, um conjunto de textos concebidos para apoiar umprograma de formao de professores com vista generalizao doensino experimental das Cincias no 1 Ciclo do Ensino Bsico (CEB).Trata-se, portanto, de um conjunto de textos produzidosespecificamente para este fim, baseados em trabalhos deinvestigao em Educao em Cincias para os primeiros anos deescolaridade desenvolvidos pelos autores e em muitos outrosproduzidos a nvel internacional, com particular destaque para osltimos anos.A coleco Ensino Experimental das Cincias constituda porGuies Didcticos para Professores, organizados numa lgicatemtica abordando, cada um deles, um tpico relevante do CurrculoNacional e do Programa do 1 CEB. Trata-se, pois, de uma Coleco deformato aberto a qual poder ir sendo acrescentada com novosvolumes.DestinatriosA Coleco est organizada num formato apropriado para professoresdo 1 Ciclo do Ensino Bsico que pretendam melhorar as suas prticassobre o ensino das Cincias de base experimental. Da a opo poruma orientao de didctica das Cincias, apoiada na integrao deconhecimento de contedo e de conhecimento didctico especficopara os primeiros anos de escolaridade. No entanto, a obra poderinteressar a outros pblicos, por exemplo, futuros professores do 1CEB nos anos terminais da sua formao inicial, alunos de ps--graduao e ainda autores de recursos didcticos. 5 5. l da s cincias nontame iclo ex eri pooensinExplorando materiais... dissoluo em lquidos Estrutura do Livro Este livro um Guio Didctico para Professores do 1 CEB e intitula- se Explorando Materiais Dissoluo em Lquidos e pretende ser uma base de apoio ao ensino do tema Dissoluo de Materiais, de cariz experimental. As actividades propostas podero ser exploradas do 1 ao 4 anos de escolaridade, de acordo com o desenvolvimento cognitivo das crianas, e ser abordadas pela ordem considerada mais apropriada pelo(a) professor(a). O livro est organizado em duas partes: o Guio Didctico, propriamente dito, destinado a ser usado por professores, e o Caderno de Registos, para uso das crianas no acompanhamento das actividades propostas (fotocopivel). Neste Caderno as crianas iro registar as suas ideias prvias, a planificao das actividades que faro com o auxlio do(a) professor(a), os dados recolhidos durante a realizao dos ensaios e as concluses construdas a partir dos dados, tendo em conta as questes-problema iniciais. A organizao do Guio Didctico, equivalente para todos eles, embora salvaguardando as especificidades prprias de cada tema, est estruturada nas seguintes seces: Enquadramento curricular, justificando a pertinncia do tema segundo o Currculo Nacional do Ensino Bsico (ME, 2001) e o Programa do 1 CEB (ME, 1990; 2004); Finalidade(s) das Actividades, explicitando o que sepretende que as crianas alcancem, globalmente, com arealizao das actividades propostas; Enquadramento conceptual, clarificando o conhecimento de contedo que os professores do 1 CEB devero ter sobre o tema, de modo a poderem conduzir as tarefas e apoiar as crianas na explorao das suas ideias prvias com vista aos desenvolvimentos (conceptuais e processuais) desejados. No se trata, evidentemente, de conhecimento de contedo prprio para o 1 CEB, mas constitui aquilo que deve ser o nvel de6 conhecimento mnimo dos professores; 6. l da s cincias nontame iclo ex eri pooensinExplorando materiais... dissoluo em lquidos As Actividades apresentam-se estruturadas em subtemticasque iro ser objecto de explorao experimental e organizadassegundo um formato facilitador do trabalho de alunos(as) eprofessor(a): propsitos da actividade, contexto de explorao emetodologias de desenvolvimento.Cada actividade engloba uma ou mais questes-problema formuladasnuma linguagem prxima da das crianas, as quais sero objecto deexplorao experimental, individualmente ou em grupo, conformedeciso do(a) professor(a). As actividades do tipo investigativo estoestruturadas de modo a que as crianas compreendam o que umensaio controlado; saibam prever factores que podero afectar, nocaso particular em estudo, o valor da varivel a medir; sejam capazesde distinguir dados de uma observao, sua interpretao econcluses a extrair; confrontem resultados obtidos com previsesfeitas e percebam os limites de validade da concluso de cada um dosensaios realizados. Recursos didcticos, equipamentos e dispositivos duradourose materiais consumveis necessrios para a realizao doconjunto das actividades propostas (as quantidades dependerodo nmero de ensaios a realizar, a decidir pelo(a) professor(a)); Aprendizagens esperadas, do domnio conceptual, processuale atitudinal, que as actividades, no seu conjunto, poderopromover nos alunos, com vista ao desenvolvimento decompetncias preconizadas no Currculo Nacional do EnsinoBsico; Sugestes para avaliao das aprendizagens, exemplificandoquestes, s quais os alunos devero ser capazes de responder deforma adequada, aps a realizao das actividades propostas.Embora estejam apresentadas na parte final do livro, tal noimpede que o(a) professor(a) as v explorando com os alunos medida que progride no tema.Ao longo do Guio Didctico, particularmente na metodologia deexplorao das actividades, utiliza-se sinaltica prpria orientadorade tarefas a realizar pelos alunos (anotaes, previses, concluses),de cuidados a ter com a manipulao de instrumentos e materiais eprocedimentos a seguir, conforme se ilustra: 7 7. l da s cincias nontame iclo ex eri pooensinExplorando materiais... dissoluo em lquidos Anotar no caderno de registos Fazer previses C Elaborar concluso Condies de segurana 8 8. l da s cincias no nta me icloex erip o o ensin Explorando materiais... dissoluo em lquidosE xplorandomateriais...DISSOLUO em LQUIDOS Enquadramento curricular I O Currculo Nacional do Ensino Bsico (2001) apresenta orientaes que apontam para o desenvolvimento de competncias das crianas tais como Observao da multiplicidade de formas, caractersticas e transformaes que ocorrem nos materiais, Explicao de alguns fenmenos com base nas propriedades dos materiais e Realizao de actividades experimentais simples, para identificao de algumas propriedades dos materiais, relacionando-os com as suas aplicaes. O tema Dissoluo no aparece de forma explcita no Programa do 1 CEB (1990, 2004). Contudo podemos subentender que a sua explorao adequada e pertinente, uma vez que nesse documento se prope Realizar experincias com alguns materiais e objectos de uso corrente; Comparar alguns materiais segundo algumas das suas propriedades (flexibilidade, resistncia, solubilidade, dureza, transparncia, combustibilidade); Agrupar materiais segundo essas propriedades; Relacionar essas propriedades com a utilidade dos materiais. 2 Finalidade das actividades Verificar a diversidade de comportamentos de materiaisdistintos na formao de solues (no estado lquido); Identificar e explorar alguns dos factores que influenciamesses comportamentos; Compreender algumas caractersticas das solues.9 9. l da s cincias nontame iclo ex eri pooensinExplorando materiais... dissoluo em lquidos Enquadramento conceptual 3 A dissoluo um fenmeno que resulta de interaces das unidades estruturais do soluto com unidades estruturais do solvente, neste sentido pode dizer-se que se trata de um fenmeno de interaco soluto-solvente atravs de interaces entre unidades estruturais de ambos. A natureza das unidades estruturais de um e outro factor determinante da possibilidade de ocorrncia de interaces entre elas. A extenso da dissoluo ser tanto maior quanto mais intensas forem as interaces entre as unidades estruturais do soluto e do solvente, o que implica que simultaneamente ocorram rupturas de interaces soluto- soluto e solvente-solvente. No caso do acar para uso domstico e restaurao (cujo componente principal a sacarose uma substncia do grupo dos acares), a sua dissoluo em gua ocorre porque h molculas de gua que interactuam com as de sacarose, traduzindo-se em ruptura das interaces entre as molculas da sacarose (entre si) e entre parte das molculas de gua (entre si), por fora de as interaces entre molculas de gua e de sacarose serem mais intensas do que entre molculas de cada uma das substncias e