27 edição jornal realidade

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of 27 edição jornal realidade

  • www.jornalrealidade.jimdo.com

    UNINTER

    RUA BARO DO CERRO AZUL, 761 - SO JOS DOS PINHAIS

    Emprego pg 04

    Imagem G1.com

    16 a 30 de novembro de 2014 - N 27http://jornalrealidade.jimdo.com

    No Brasil h 155 mil pessoas em

    situao de escravido Pg. 03

    Paran: quase 200 mil motoristas zeram cursos

    de reciclagem nos ltimos quatro anos Pg. 04

    Cinco truques para fazer

    seu currculo ser percebido

    Aumento das tarifas dos

    pedgios no Paran Pg. 05

    Talentos do Paran

  • Pgina 02 Noticias Regio Metropolitana / Variedade Jornal Realidade

    Guatup Comunicaes Ltda - ME - CNPJ: 18.061.667/0001-60 - Fone: (41) 9654-1259

    www.jornalrealidade.comunidades.net / E-mail: jornalrealidade1@gmail.com / www.facebook.com/jornalrealidadeparana Exp

    ed

    ien

    te

    Editor Chefe: Paulo da Silva Filho.

    Jornalistas Responsveis:

    Paulo da Silva Filho - DRT: 9941/PR

    Ivanete Galter - DRT: 9947/PR

    " livre a expresso da atividade intelectual,

    artstica, cientca e de comunicao,

    independentemente de censura ou licena."

    Art. 5, IX da Constituio Federal de 1988

    As matrias aqui assinadas no reetem

    necessariamente a opinio deste jornal,

    sendo de total responsabilidade do autor

    o contedo publicado."

    10 mil exemplares por edio

    16 a 30 de novembro de 2014 - N 27

    Coluna do Daniel Tornesi

    Da Juventude para JuventudeBrasil caminha para

    nmero recorde de

    partidos, TSE avalia a

    criao de 21 novas

    agremiaes. Caso

    aprovados, o pas ter

    53 representaes

    s i g l as pa r t i d r i as .

    Vejo essa noticia como

    preocupante para o

    futuro do pas pois caso

    acontea algo como

    houve nessas eleies

    onde quase todos os

    partidos elegerem no

    mnimo 1 Deputado

    Federal como o gover-

    no iria administrar essa

    situao? Caro leitor,

    pense comigo, caso 40

    partidos elejam repre-

    sentantes como o futuro

    Presidente da Rep-

    blica poder governar,

    se para isso ter que ter

    a maioria na Cmara e

    no Senado e para ter

    m a i o r i a t e r q u e

    agradar com minist-

    rios e secretrias os

    vrios partidos que

    conseguiram represen-

    tao. O risco de a

    corrupo aumen-tar

    com o aumento do

    nmero de partidos no

    Brasil grande pois

    alguns deles esto

    sendo criados para

    servir de legenda de

    aluguel e enriquecer

    seus f undado res

    (donos).O cient ista

    poltico David Fleischer,

    da Universidade de

    Braslia, arma que

    Outros interesses, no

    os republicanos, esta-

    riam envolvidos com a

    c r iao das novas

    legendas; apenas

    uma forma de abrir uma

    janela para a migrao

    partidria, sem a perda

    de mandato Apesar de

    tudo conspirar contra a

    c r i a o d e n o v o s

    partidos, eles devem

    comear a surgir logo

    no comeo do ano.

    Uma coisa s eu no

    consigo entender, se

    existem 12 Partidos

    Politicos na atualidade

    que tem como posicio-

    namento o centrismo,

    qual a necessidade da

    c r iao de ma is 8

    Partidos que se decla-

    ram centristas? Ser

    que os 12 part idos

    polticos de centro no

    comportam os lideres

    das novas siglas ou

    elas esto sendo cria-

    das para outros ns?

    Fica a dvida! Meu

    abrao da semana vai

    para o radialista Alceni

    Vieira da Rdio Curiti-

    bana. Para enviar suas

    criticas, sugestes ou

    indicar temas para as

    colunas o amigo leitor

    pode entrar em contato

    pelo meu email. daniel

    .tornesi19@gmail.com

    Passa tempo: Localize as palavras no caa-

    palavras e complete o texto.

    A Importncia de Preservar a gua

    Um ________________ que muito incomoda a maioria da

    _______________, quando ocorre, o __________________ de gua.

    Isso porque precisamos e utilizamos a ______________ com os mais

    diferentes ns, dentro do nosso __________________ e fora dele. Desta

    maneira, interessante trabalhar com crianas, jovens e adultos a

    importncia da gua e as formas de preserv-la, mantendo nossos

    _______________ saudveis e longe de qualquer t ipo de

    _____________________.

    Na superfcie ________________, a gua recobre cerca de 70%. Mas com

    tanta gua no planeta ________________, por que temos de nos

    preocupar em ______________ os recursos _____________________?

    A maior parte da gua do ____________________ est nos

    ________________, ou seja, 97,2% gua salgada. Apenas 2,8% gua

    doce. Dois teros desta quantidade est congelada, restando menos de

    1% de gua doce para o ___________________.

    A gua no mundo:

    . 97,2% Salgada

    . 2,8% Doce

    (1% acessvel).

    Respostas: CONSUMO,CONTAMINAO,HDRICOS, MANANCIAIS,

    OCEANOS,ORGANISMO,PLANETA, POPULAO, PRESERVAR,

    PROBLEMA, RACIONAMENTO,TERRA,TERRESTRE,GUA.

    Receita natalina

    Tender com pur de ma

    INGREDIENTES

    tender:

    1 tender sem osso (cerca de 1,5 kg)

    2 colheres (sopa) de manteiga

    1 xcara (ch) de vinho branco seco

    2 colheres (sopa) de slvia fresca picada

    molho:

    2 colheres (sopa) de acar

    meia xcara (ch) de nctar de laranja

    meia xcara (ch) de vinho branco seco

    Pur de Ma:

    12 mas vermelhas tipo Gala

    1 colher (sopa) de acar

    1 stick de MAGGI Meu Segredo

    MODO DE PREPARO

    tender:

    1. com a ponta de uma faca risque a superfcie do tender de modo que se

    formem losangos

    2. coloque o tender em uma assadeira e espalhe sobre ele a manteiga

    3. regue com o vinho branco misturado com a slvia

    4. cubra com papel de alumnio e leve ao forno mdio (180 c),

    preaquecido, por cerca de 30 minutos

    5. retire o papel de alumnio, regue com o caldo da assadeira e deixe

    dourar por aproximadamente 10 minutos

    6. retire o tender da assadeira e reserve

    molho:

    1. leve a assadeira em que o tender foi assado chama do fogo,

    acrescente o acar e deixe dourar em fogo baixo

    2. junte o nctar de laranja e o vinho, raspe bem o fundo da assadeira e

    deixe ferver at apurar o molho

    3. despeje cuidadosamente em uma molheira e sirva o tender com o

    molho parte

    dica:

    1. para dar um toque a mais de frescor, acrescente ao molho 1 colher

    (ch) de raspas da casca de laranja

    Pur de ma:

    1. Descasque as mas, retire as sementes, corte em pedaos

    pequenos e leve ao fogo para cozinhar com meia xcara (ch) de gua

    2. Quando estiverem macias, retire do fogo e bata-as no liquidicador

    3. Junte o acar, o Meu Segredo e leve novamente ao fogo, mexendo

    sempre, at obter consistncia de pur

    4. Sirva quente

  • Pgina 03Notcias: Brasil / MundoJornal Realidade

    Imagem G1.com

    16 a 30 de novembro de 2014 - N 27

    No Brasil h 155 mil pessoas

    em situao de escravido

    D e a c o r d o c o m o

    levantamento divul-

    gado no dia 24 de

    novembro pela orga-

    nizao de direitos

    humanos Walk Free

    Foundation, quase 36

    milhes de homens,

    mulheres e crianas,

    representando que

    c e r c a d e 0 , 5 % d a

    populao global vivem

    e m s i t u a o d e

    escravido moderna no

    m u n d o . O B r a s i l

    ap resen ta um dos

    menores ndices de

    escravido do conti-

    n e n t e a m e r i c a n o

    cando atrs de pases

    como Canad, EUA e

    Cuba, no entan-to ainda

    p o s s u i 1 5 5 , 3 m i l

    pessoas nessa situa-

    o , a b r a n g e n d o

    desde o trabalho fora-

    do ou por dvidas, tr-

    co humano ou sexual

    ou at casamentos

    forados, onde uma das

    partes subserviente.

    "Depois da Europa, o

    continente americano

    a regio com a menor

    prevalncia de escrava-

    t u r a m o d e r n a n o

    mundo. Ainda assim,

    cerca de 1,28 milho de

    pessoas (no cont i -

    nente) so vtimas de

    escravatura, na sua

    maioria por meio do tr-

    co sexual e explorao

    laboral, (sobretudo)

    trabalhadores agrco-

    las com baixas quali-

    caes e e levada

    mob i l i dade" , d i z o

    re la t r io . "Um dos

    principais fatores na

    regio so as fortes

    tendncias migratrias

    transnacionais, que

    levam pessoas vulne-

    rveis a abandonar

    seus lares em busca de

    trabalho. As condies

    de trabalho so muitas

    vezes deplorveis e

    podem incluir servido

    por dvida, conna-

    mento fsico, ausncia

    de dias de descanso,

    falta de gua potvel,

    reteno de salrios e

    horas extras ilegais,

    m u i t a s v e z e s s o b

    ameaa de deporta-

    o." Segundo o ndice

    Global de Escravatura

    No continente america-

    no o Hai t i l idera o

    ranking da regio com

    2,3% de sua populao

    que vive em condies

    de escravatura moder-

    na. O relatrio destaca

    ainda que o Brasil est

    entre os pases com

    "respostas governa-

    mentais mais rmes"

    contra o problema da

    escravido moderna,

    ao encorajar as empre-

    sas a pressionarem

    pelo m do trabalho

    escravo nas diversas

    etapas de sua cadeia

    p r o d u t i v a . A n v e l

    mundial , os pase