Cfo 2010 Prova Gabarito A

  • View
    803

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA PMMG, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

CFO/2010 GABARITO PROVA A - AZUL 1 QUESTO 2 QUESTO 3 QUESTO 4 QUESTO 5 QUESTO 6 QUESTO 7 QUESTO 8 QUESTO 9 QUESTO 10 QUESTO 11 QUESTO 12 QUESTO 13 QUESTO 14 QUESTO 15 QUESTO 16 QUESTO 17 QUESTO 18 QUESTO 19 QUESTO 20 QUESTO A A A A A A A A A A A A A A A A A A A B B B B B B B B B B B B B B B B B B B A C C C C C C C C C C C C C C C C C C C D D D D D D D D D D D D D D D D D D D 21 QUESTO 22 QUESTO 23 QUESTO 24 QUESTO 25 QUESTO 26 QUESTO 27 QUESTO 28 QUESTO 29 QUESTO 30 QUESTO 31 QUESTO 32 QUESTO 33 QUESTO 34 QUESTO 35 QUESTO 36 QUESTO 37 QUESTO 38 QUESTO 39 QUESTO 40 QUESTO A A A A A A A A A A A A A A A A A A A A B B B B B B B B B B B B B B B B B B B B C C C C C C C C C C C C C C C C C C C C D D D D D D D D D D D D D D D D D D D D

Belo Horizonte, 17 de agosto de 2009. (a)FRANCISCO DE ASSIS LEAL DA SILVA, TEN CEL PM CHEFE DO CRS

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEO EXCELNCIA EM CONCURSOS PBLICOS. 1

CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA PMMG, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEOPROVA DO CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA POLCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

CFO / 2010 PROVA A - AZUL(Edital n 05/2009, de 18 de maro de 2009). Lngua Portuguesa, Matemtica, Ingls, Geografia, Histria do Brasil, Conhecimentos de Informtica e Direitos Humanos. NOME: ____________________________________________________ LOCAL DE PROVA: ____________________________ SALA: ______ INSTRUES AOS CANDIDATOS: Abra este caderno de prova somente quando autorizado. Esta prova contm 39 (trinta e nove) questes numeradas de 02 a 40, valendo 5 (cinco) pontos cada e valor total de 195 (cento e noventa e cinco) pontos. 3. O tempo mximo permitido para a realizao da prova objetiva ser de 3 (trs) horas incluindo o preenchimento da folha de respostas. 4. Responda as questes e marque a opo desejada na folha de respostas, usando caneta (tinta azul ou preta). 5. Para cada questo existe somente uma resposta. 6. Prova sem consulta. 7. No ser admitido nenhum tipo de rasura na folha de respostas. As questes rasuradas ou em branco ou com dupla marcao sero consideradas nulas para o candidato. 8. proibido o uso de mquinas calculadoras, telefones celulares ou outros similares. 9. Iniciadas as provas, os candidatos somente podero deixar a sala, e a esta retornar, exclusivamente para uso de sanitrios ou bebedouros, somente no intervalo de tempo abrangido dentro da segunda hora de realizao das provas, ou seja, das 09:00 s 10:00h, e devidamente acompanhados por fiscal do concurso. 10. Ao final da prova, entregue ao aplicador a folha de respostas, devidamente preenchida, assinada e conferida. 1. 2.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEO EXCELNCIA EM CONCURSOS PBLICOS. 2

CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA PMMG, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

ATENO

ANTES DE INICIAR SUA PROVA, VOC DEVER ASSINALAR, NO CAMPO DESTINADO 1 (PRIMEIRA) QUESTO DA SUA FOLHA DE RESPOSTAS, O TIPO DE PROVA QUE EST FAZENDO, SOB PENA DE ANULAO.

CAMPO DESTINADO MARCAO DO TIPO DE PROVA:Prova A AZUL marcar letra A

Prova B BRANCA marcar letra B

Prova C VERDE marcar letra C Prova D AMARELA marcar letra D

A marcao das respostas do caderno de provas inicia-se a partir da questo n. 02 (dois) at a questo n. 40 (quarenta).CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEO EXCELNCIA EM CONCURSOS PBLICOS. 3

CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA PMMG, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

ATENO1 QUESTO ESTA QUESTO NO SE REFERE PROVA DE CONHECIMENTOS DO CONCURSO. VOC DEVER MARCAR NA FOLHA DE RESPOSTAS, OBRIGATORIAMENTE, A ALTERNATIVA A QUE CORRESPONDE A SEU CADERNO DE PROVAS.Carta-testamento de Getlio Vargas. 24 de agosto de 1954. Mais uma vez, as foras e os interesses contra o povo coordenaram-se novamente e se desencadeiam sobre mim. No me acusam, insultam; no me combatem, caluniam e no me do o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ao, para que eu no continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me imposto. Depois de decnios de domnio e espoliao dos grupos econmicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revoluo e venci. Iniciei o trabalho de libertao e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao Governo nos braos do povo. A campanha subterrnea dos grupos internacionais aliou-se dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinrios foi detida no Congresso. Contra a justia da reviso do salrio mnimo se desencadearam os dios. Quis criar a liberdade nacional na potencializao das nossas riquezas atravs da Petrobrs, mal comea esta a funcionar, a onda de agitao se avoluma. A Eletrobrs foi obstaculizada at o desespero. No querem que o trabalhador seja livre. No querem que o povo seja independente. Assumi o Governo dentro da espiral inflacionria que destrua os valores de trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcanaram at 500% ao ano. Na declarao de valores do que importvamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhes de dlares por ano. Veio a crise do caf, valorizou-se o nosso principal produto. Tentamos defender seu preo e a resposta foi uma violenta presso sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder. Tenho lutado ms a ms, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma presso constante, incessante, tudo suportando em silncio, tudo esquecendo a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a no ser meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de algum, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereo em holocausto a minha vida. Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vs e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no meu pensamento a fora para a reao. Meu sacrifcio vos manter unidos e meu nome ser a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue ser uma chama imortal na vossa conscincia e manter a vibrao sagrada para a resistncia. Ao dio respondo com o perdo. E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitria. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEO EXCELNCIA EM CONCURSOS PBLICOS. 4

CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA PMMG, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

de quem fui escravo no mais ser escravo de ningum. Meu sacrifcio ficar para sempre em sua alma e meu sangue ser o preo do seu resgate. Lutei contra a espoliao do Brasil. Lutei contra a espoliao do povo. Tenho lutado de peito aberto. O dio, as infmias, a calnia no abateram meu nimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereo a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na histria. Getlio Vargas. Fonte: Redeglobo.globo.com LNGUA PORTUGUESA INTERPRETAO DE TEXTO 2 QUESTO Getlio Vargas, enquanto Presidente do Brasil, foi obrigado a renunciar por duas vezes. Aponte a alternativa abaixo que, de acordo com a carta, torna verdadeira essa afirmao:

A. ( B. ( C. ( D. (

) Nada mais vos posso dar a no ser meu sangue. ) Mais uma vez, as foras e os interesses contra o povo coordenaram-se novamente e ) No querem que o trabalhador seja livre. ) Sigo o destino que me imposto.se desencadeiam sobre mim.

3 QUESTO Ao afirmar: Lutei contra a espoliao do Brasil, Getlio Vargas quis enfatizar que:

A. ( B. ( C. ( D. (

) ) ) )

o pas estava sendo privado ilegitimamente, por grupos nacionais e internacionais, do progresso; lutou contra a escravido de todos os brasileiros que eram submetidos ao regime militar e ao AI n.5; o Brasil estava no pice da deflao, por isso organizaes internacionais pediram emprstimos e declararam a moratria; o Brasil deveria deixar de ser colnia de Portugal.

4 QUESTO Ao afirmar que a A Eletrobrs foi obstaculizada at o desespero., o autor quis dizer que:

A. ( B. ( C. ( D. (

) ) ) )

a Eletrobrs foi fundada com capital estrangeiro e deveria ser nacionalizada; a presso dos grupos nacionais e internacionais impediram que a empresa gerasse os lucros esperados; foi obrigado a vender a Eletrobrs a custo baixo e os grupos internacionais faziam presso para que ela gerasse lucros; o Exrcito estava ameaando fechar a empresa, por causa da greve geral que se instalou no Pas.

CENTRO DE RECRUTAMENTO E SELEO EXCELNCIA EM CONCURSOS PBLICOS. 5

CONCURSO PBLICO PARA ADMISSO AO CURSO DE FORMAO DE OFICIAIS/CURSO DE BACHARELADO EM CINCIAS MILITARES REA DE DEFESA SOCIAL, DA PMMG, PARA O ANO DE 2010 (CFO/CBCM-2010).

5 QUESTO Getlio Vargas era um Presidente com grande aceitao popular. Ele demonstrou saber dessa situao ao escrever:

A. ( B. ( C. ( D. (

) Mas esse povo de quem fui escravo no mais ser escravo de ningum. ) instaurei o regime de liberdade social. ) Voltei ao Governo nos braos do povo. ) No querem que o trabalhador seja livre.GRAMTICA

6 QUESTO Predicativo do sujeito o termo que exprime um atributo, um estado ou modo de ser do sujeito...Assinale a alternativa cujo termo assinalado