Instruções para Lojas da Perfeição-Nicola Aslan

  • View
    2.300

  • Download
    13

Embed Size (px)

Transcript

Nicola Aslan 33

Instrues para Lojas da Perfeio II (Graus 4 ao 14)

Rio de Janeiro

1992

EDITORA MANICA Caixa Postal 3.881 20000 Rio de Janeiro RJ

NDICENo Santo dos Santos .................................... Do mesmo Autor ......................................... ADVERTNCIA .......................................... 3 5 6

INTERPRETAO ESOTRICA DO TEMPLO E DOS SMBOLOS DO GRAU....................................... 7 Sentido mstico dos mveis contidos no Sanctus Sanctorum .................................................................. 12 A Arca da Aliana........................................ 14 O Propiciatrio........................................... 16 A Mesa dos Pes da Proposio ................... 18 Alar dos Perfumes....................................... 19 O Candelabro de Sete Luzes .......................... 20 SMBOLOS DO GRAU DE "MESTRE SECRETO" .... 22 O Sinal do Silncio ...................................... 22 Cetro ................................................... 22 Chave .................................................. 22 Coroa .................................................. 23 Jia do Presidente da Loja de Perfeio ................. 23 O Laurel e a Oliveira..................................... 24 Painel do 4 Grau ........................................ 24 Templo de Salomo ...................................... 25 OS GRAUS DE COMUNICAO ........................... 26

5 Grau ................................................ 27 6 Grau ................................................ 32 7 Grau ................................................ 37 8 Grau................................................ 42 9 Grau ................................................ 46 10 Grau................................................ 49 11 Grau ................................................ 52 12 Grau................................................ 55 13 Grau ................................................ 58 14 Grau................................................ 61 Editora Manica Forme sua biblioteca ............. 66

NO SANTO DOS SANTOS Esta Editora no cumprimento de sua tarefa, publica o 2 volume dos graus, do 4 ao 14, com a finalidade de melhor esclarecimento dos chamados graus inefveis. O muito ilustre Ir.: Nicola Aslan que se consagrou como pesquisador sincero e autntico nas lides manicas, vem realizando para a nossa Editora essa constante busca no emaranhado cipoal do R.E.A.A. para facilitar aos llr.: que sinceramente procuram as luzes manicas como senda de aperfeioamento no difcil caminho da iniciao. De autoria de Nicola Aslan, publicados pela Editora Manica, recomendamos: "Pequenas Biografias de Grandes Maons Brasileiros", "Biografia de Joaquim Gonalves Ledo", substancioso trabalho histrico em dois volumes, salientando a modelar figura manica de Gonalves Ledo, pedra angular na histria manica do Brasil. Do mesmo autor, Ir.: Nicola Aslan, publicamos, tambm, recentemente, livro indispensvel a todo maom "COMENTRIOS AO RITUAL DE APRENDIZ", que tem como subttulo "Vademecum Manico", obra to til que muito em breve precisar de nova edio. Depois de publicadas as Instrues para Captulos graus 15 ao 18 e Instrues para Oficinas de Conselhos de Kadosch graus 19 ao 30. O incansvel Ir.: Nicola Aslan entregar E. M. para publicao os originais dos graus de Companheiro e Mestre. Assim no campo propriamente doutrinrio da Maonaria o nosso Resp.: Mestr.: Nicola Aslan ter prestado ao mundo manico inestimvel trabalho de orientao na parte filosfica e do simbolismo que na maior parte das vezes deixa muito a desejar. Temos para ns, que a Maonaria com seus Rituais e Smbolos, , antes de tudo, escola de aperfeioamento, conduzindo a criatura humana s sublimes lies da fraternidade. No se justifica tanta luta antifraterna que se tem verificado no curso da histria da fraternidade dos pedreiros livres. Ao ser fundada a Editora Manica inserimos em seus Estatutos: "RETIRO MANICO" "Art. 23 Logo que os recursos o permitirem, a Editora Manica adquirir em lugar aprazvel uma propriedade agrcola para Colnia de Frias de seus associados. Art. 24 O "Retiro Manico" se destina a estudos e a meditao, orientando-se os associados no sentido da busca da longevidade, proscrevendo-se o lcool e o fumo e outros txicos que prejudicam a sade. Art. 25 No "Retiro Manico" no sero permitidas caadas ou a prtica de qualquer crueldade vida de indefesos animais ou pssaros. Art. 26 No "Retiro Manico" os membros da sociedade vivero sob a forma de fraternidade recordando as antigas Ordens Iniciticas e usaro nomes simblicos previamente registrados. Esse programa no tem sido descurado, dentro em breve, como complemento do plano, levantaremos em local apropriado, um Templo

Manico que ter por finalidade de ao menos, uma vez por ms, abrigar LLoj.: RReg.: respeitados os limites da Potncia a que pertenam, sejam do Grande Oriente do Brasil, Grandes Lojas ou da Ordem Manica Mista Internacional "Le Droit Humam". Pretendemos ainda, a criao de uma Loja Manica, que em seus trabalhos, adote o Esperanto, lngua internacional, j reconhecida na aproximao dos povos. Finalizamos estas rpidas palavras citando destas Instrues para LLoj.: de Perfeio, o seguinte: "Os intendentes dos Edifcios devem, pois, realizar trabalhos especiais, oriundos da interpretao filosfica de seus smbolos e alegorias, contribuindo, ao mesmo tempo, para a educao do povo, para o qual deve haver uma legislao moral do trabalho. Combatendo sempre a ignorncia, a hipocrisia e a ambio e procurando o justo equilbrio entre a propriedade, o capital e o trabalho, como fonte de prosperidade. O edifcio social , pois, a preocupao precpua deste grau. Cabe, portanto, aos bons obreiros, o dever de procurar os meios de construir a sociedade em bases slidas e permanentes. Para esse fim, no toleraro o indiferentismo, inimigo terrvel de todos os bons sentimentos humanos. Sem preocupaes individuais, sero invulnerveis ao desalento e ao desespero, pois o lema ser: UM POR TODOS E TODOS POR UM, consagrando ao zelo e constncia de todos os trabalhos que possam dar mais solidez ao edifcio social. O trabalho, condio social do homem, no existe a no ser pela liberdade. A propriedade, direito que possui aquele que trabalha, como fruto de sua dedicao, no existe seno pelo trabalho. A propriedade e o trabalho, estas duas nicas bases da civilizao, tm por lao comum a liberdade, que no mais a prtica do Suum quique; a cada qual o que seu. Este tringulo: trabalho, liberdade, propriedade, smbolo da gerao da civilizao social, a sntese do verdadeiro socialismo, cuja prtica racional deve ser estimulada por este grau." Vassouras, Natal de 1979. BRAZ COSENZA Da Academia Manica de Letras e Diretor da Editora Manica

DO MESMO AUTOR Histria da Maonaria, Cronologia, Espiritualista Rio 1959 (Esgotado). Documentos (Ensaio) Editora

Estudos Manicos sobre Simbolismo Edies do Grande Oriente do Brasil Rio 1969 (Esgotado) Pequenas Biografias de Grandes Maons Brasileiros Editora Manica Rio 1973. O enigma de gnese da Maonaria especulativa Estudo publicado na Revista Eclesistica Brasileira (REB) Set. 1973 Editora Vozes Ltda. Petrpolis. Grande Dicionrio Enciclopdico de Maonaria e Simbologia 4 Vol. Editora Artenova S. A. Rio 1974-1976. Subsdios para uma BIOGRAFIA DE JOAQUIM GONALVES LEDO (Textos e Documentos) 2 Vol. Editora Manica Rio 1976. O Livro do Cavaleiro Rosa-Cruz (Estudos sobre o grau 18 do Rito Escocs Antigo e Aceito) Artenova S. A. Rio 1977. Comentrio ao Ritual do Aprendiz-Maom Vade Mecum Inicitico Editora Manica Rio 1977. Estudos Manicos sobre Simbolismo II Edio Edies Nicola Aslan Ltda. Cabo Frio 1978. III Edio Editora Aurora 1985. Uma Radioscopia da Maonaria ou a Maonaria ao alcance de todos Edies Nicola Aslan Ltda. Cabo Frio 1979. Instrues para Lojas de Perfeio O grau 4 Editora Manica Rio 1979. II vol. complemento at o grau 149 mesma Editora 1980. Instrues para Captulos Grfica Editora Aurora Ltda. Rio 1984. A Maonaria Operativa (Estudo crtico do Trabalho na Idade Mdia e nos Tempos Modernos) Grfica Editora Aurora Ltda. Rio 1979. HISTRIA GERAL DA MAONARIA O perodo operativo Grfica Editora Aurora Ltda. Rio 1979. HISTRIA GERAL DA MAONARIA A Maonaria Brasileira. Landmarques e outros problemas manicos (Estudos). Instrues para Oficinas de Conselho de Kadosch (graus 19? ao 309) Grfica Editora Aurora Rio 1984. NO PRELO HISTRIA GERAL DA MAONARIA O perodo Aristocrtico. Grande Dicionrio Enciclopdico de Maonaria e Simbologia 1 e 2 vols. 2 edio.

ADVERTNCIA Este 29 Volume das Instrues para Lojas de Perfeio" pura e simplesmente a continuao do 1 Volume. Foi porm dividido ao meio para que esta Editora pudesse pr ao alcance dos IIr.: que freqentam os Altos Graus do Rito Escocs Antigo a Aceito uma obra que no se tornasse onerosa, pelo preo elevado, de um lado, e de difcil manuseio por outro. Pensamos que, enquanto o Leitor tomasse conhecimento dos preliminares necessrios para a perfeita compreenso dos Altos Graus, o Editor disporia de tempo suficiente para, mais rapidamente, imprimir e apresentar a segunda parte do trabalho elaborado pelo lr.: Nicola Aslan. Este trabalho, como todos sabem, absolutamente indito e, poderamos mesmo dizer, nico na literatura manica universal.

O EDITOR

A misso da Maonaria moderna consiste unicamente em dar ao Maom a plena conscincia de si mesmo, mostrando-lhe, depois de lhe facilitar os meios de transformar a sua Pedra Bruta em Pedra Polida, o papel transcendente que ele poder desempenhar dentro de um mundo que, a olhos vistos, caminha a largos passos para um trgico impasse, por falta de HOMENS, com letras maisculas, homens que tenham plena segurana no leme do comando e que, evitando habilmente os escolhos, tenham a capacidade de conduzir esta sofrida humanidade ao porto seguro, manso e acolhedor da Fraternidade universal. Instrues para Lojas de Perfeio Vol. 1, 33-34.