Click here to load reader

Presentación de PowerPoint A qual juízo se refere o anjo? O juízo anunciado começa enquanto o evangelho é proclamado. Este juízo é conhecido como o juízo pré-advento. Nele

  • View
    1

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Presentación de PowerPoint A qual juízo se refere o anjo? O juízo anunciado começa enquanto o...

  • Lição 10 para 9 de março de 2019

  • Depois de desvelar o ataque final do dragão, da besta e do falso profeta (Apocalipse 13), é mostrado a João o grupo dos que vencerão no conflito (14:1-5), sua mensagem (14:6-13), e o resultado de aceitar ou rejeitar esta mensagem (14:14-20).

  • “E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo,” (Apocalipse 14:6)

    A mensagem dos três anjos é proclamada “a grande voz” (14:7; 18:2; 14:9). É um mensagem extremamente importante e urgente que deve ser levada ao mundo inteiro (14:6).

    Esta mensagem é “o evangelho eterno”, ou seja, as boas notícias da salvação oferecida pela graça através do sacrifício de Jesus.

    É eterno porque foi concebido “desde antes do princípio dos séculos” (Tito 1:2); não mudou nem mudará; e de sua aceitação ou rejeição depende a vida eterna de cada pessoa.

  • “Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora…” (Apocalipse 14:7a)

    O quê significa temer a Deus?

    Adora-lo (Gênesis 31:53).

    Toma-lo a sério (Êxodo 9:20).

    Guardar sua lei (Deuteronômio 6:2).

    Servi-lo (Deuteronômio 10:20).

    A qual juízo se refere o anjo?

    O juízo anunciado começa enquanto o evangelho é proclamado. Este juízo é conhecido como o juízo pré-advento. Nele se decide o destino eterno de cada pessoa (Apocalipse 22:11).

    Ante a expectativa do juízo, temos um temor reverente por Aquele que nos dá a salvação, a liberdade e a vida eterna.

  • O conflito final implica um ataque direto a adoração, tal como se reflete nos quatro primeiros mandamentos:

    DEUS

    Adorar só a Deus (Êx. 20:2-3)

    Não fazer imagens para adora-las

    (Êx. 20:4-6)

    Não blasfemar o nome de Deus

    (Êx. 20:7)

    Adorar o Criador no sábado

    (Êx. 20:8-11)

    SATANÁS

    Adorar a Satanás (Ap. 13:4)

    Adorar a imagem da besta

    (Ap. 13:14-15)

    Blasfemar contra Deus e seu nome

    (Ap. 13:6)

    O domingo como dia de adoração

    (Ap. 13:17)

  • Babilônia foi fundada por homens que não creram nas promessas de Deus (Gênesis 11:1-9). Nabucodonosor a fez “grande” (Daniel 4:30) e Isaías profetizou sua queda, por causa de sua idolatria (Isaías 21:9).

    A evolução teísta. Ou seja, que Deus usou a evolução como meio de criação, em lugar de criar o mundo em 7 dias.A tradição em lugar da Bíblia.Uma ética revisada, que elimina as definições bíblicas de gênero, matrimônio, etc.

    A Babilônia do tempo do fim está formada pelos sistemas religiosos que se apartaram da verdade abraçando falsas doutrinas como:

    Este é o “vinho” com que há se embriagado a mundo inteiro, de forma que não possam pensar com clareza, e evitar que abracem a verdade.

  • “Os homens agem como se tivessem

    recebido liberdade especial de cancelar as

    decisões de Deus. Os estudiosos da Alta

    Crítica põem-se no lugar de Deus e

    revisam a Palavra de Deus alterando-a ou

    endossando-a. Dessa forma todas as

    nações são induzidas a beber do vinho da

    fornicação de Babilônia. Esses

    proponentes da Alta Crítica acertaram as

    coisas de modo a adaptar-se às heresias

    populares destes últimos tempos. Se não

    podem subverter e torcer a Palavra de

    Deus, se não podem ajustá-la a práticas

    humanas, eles a despedaçam.”

    E.G.W. (Olhando para o alto, 21 de janeiro)

  • “E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão,Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro”(Apocalipse 14:9-10)

    Aqueles que se embriagaram com o vinho de Babilônia, devem beber o vinho da ira de Deus derramado nas 7 pragas (Ap. 15:7; 16:1-21).

    O fogo e enxofre é usado para descrever o juízo divino (Gênesis 19:24; Isaías 34:8-10; Judas 7).

    A fumaça doseu tormento sobe eternamente. Isto quer dizer que suas consequências são eternas.

    Na Segunda Vinda, os que aceitem o último chamado do evangelho eterno serão segados para vida eterna (Ap. 14:14-16; Mt. 13:30), o resto será vindimado para morte (Ap. 14:17-20).

  • “Os anjos são representados como voando pelo

    meio do céu, proclamando ao mundo uma

    mensagem de advertência, e tendo relação

    direta com o povo que vive nos últimos dias da

    história terrestre. Ninguém ouve a voz desses

    anjos, pois eles são símbolo do povo de Deus a

    trabalhar em harmonia com o Universo

    celeste. Homens e mulheres, iluminados pelo

    Espírito de Deus e santificados por meio da

    verdade, proclamam as três mensagens em sua

    ordem”

    E.G.W. (Mensagens escolhidas, vol. 2, pg. 387)