11
Bacteriologia Coliformes totais Coliformes fecais Escherichia coli Enterococos intestinais Clostridium perfringens Microrganismos totais a 22ºC Microrganismos totais a 37ºC Salmonela Vibrio fischeri Daphnia magna Thamnocephalus platyurus Artemia franciscana Heterocypris incongruens A implementar: Quantificação de microcistinas Ecotoxicologia Setor de Biologia/Microbiologia Qualidade Ecológica Micologia Fitoplâncton quantitativo Fitoplâncton qualitativo Clorofila a Identificação e quantificação de fungos leveduriformes e filamentosos

Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

  • Upload
    lyhanh

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Citation preview

Page 1: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Bacteriologia

Coliformes totais Coliformes fecais Escherichia coli Enterococos intestinais Clostridium perfringens Microrganismos totais a 22ºC Microrganismos totais a 37ºC Salmonela

Vibrio fischeri Daphnia magna Thamnocephalus platyurus Artemia franciscana Heterocypris incongruens A implementar: Quantificação de microcistinas

Ecotoxicologia

Setor de Biologia/Microbiologia

Qualidade Ecológica

Micologia

Fitoplâncton quantitativo Fitoplâncton qualitativo Clorofila a

Identificação e quantificação de fungos leveduriformes e filamentosos

Page 2: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Filtração Contagem e confirmação

Setor Biologia/Microbiologia

Método de Filtração

por Membrana

Bacteriologia

Page 3: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Setor Biologia/Microbiologia

Método Microplacas

Bacteriologia

Diluição 1/2 Diluição 1/20

Page 5: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Micologia

Setor Biologia/Microbiologia

ÁGUAS

AREIAS

AR INTERIOR

Page 6: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Micologia

Aspergillus niger

Trichophyton sp.

Cladosporium sp.

Setor Biologia/Microbiologia

Page 7: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Vibrio

fischeri Thamnocephalus

platyurus

Daphnia

magna

Heterocypris

incongruens

Setor Biologia/Ecotoxicologia

Artemia franciscana

Ecotoxicologia

Page 8: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Setor Biologia/Fitoplâncton

No âmbito da implementação da Diretiva Quadro da Água, (DQA) torna-se necessário que Portugal proceda à avaliação do estado e potencial ecológico das suas massas de água. O fitoplâncton é um dos indicadores de qualidade biológica utilizados nesta avaliação sendo caracterizado pela composição específica, abundância e biomassa expressa através de biovolume ou indiretamente através da concentração de clorofila a.

IDENTIFICAÇÃO – COMPOSIÇÃO ESPECÍFICA Microscópio invertido WILD 40 e microscópio de rotina Zeiss Axioskop 2, ambos equipados com contraste de fase e ocular micrométrica, este último equipado com câmara digital e sistema de aquisição e análise de imagens.

microscópio invertido WILD 40 microscópio de rotina Zeiss Axioskop 2

Page 9: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Setor Setor Biologia/Fitoplâncton

QUANTIFICAÇÃO DE FITOPLÂNCTON Quantificação pelo método de Utermöhl: câmaras de sedimentação e microscópio de inversão segundo a Norma Europeia NE

15204, 2006 Water quality – Guidance standard on enumeration of phytoplankton using inverted microscopy (Utermöhl technique).

Contagens de fitoplâncton estatisticamente significativas (precisão ≈ 10%; contagem de 400 a 500 unidades de contagem (células, cenóbios/colónias e filamentos).

Câmaras de sedimentação compostas e simples Câmara de sedimentação simples

Abundância de Fitoplâncton expressa em nº de células por mililitro (cel mL-1)

Page 10: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Setor Setor Biologia/Fitoplâncton

BIOVOLUME DE FITOPLÂNCTON

Estimativas de biovolume de fitoplâncton a partir da abundância (cel mL-1), das medidas das células (μm) e da adaptação das formas das células a figuras geométricas adequadas (μm3) de acordo com os documentos:

CEN/TC230/WG2/TG3/ N108, 2007 – Water Quality – Draft proposal – Phytoplankton biovolume determination using inverted microscopy (Utermöhl technique).

Manual para a avaliação da qualidade biológica da água em Lagos e Albufeiras segundo a Diretiva Quadro da Água, INAG, I.P. 2011.

Biovolume de Fitoplâncton expresso em milímetro cúbico por litro (mm3 L-1)

• Índice de Grupo Algal, IGA • Percentagem de Biovolume de Cianobactérias

O laboratório participa regularmente em Ensaios de Comparação Interlaboratorial de Fitoplâncton, no âmbito do programa europeu EQAT (External Quality Assessment Trials Phytoplankton), que englobam as componentes Identificação, Abundância e Biovolume.

Page 11: Setor de Biologia/Microbiologia SBIO.pdf · Diluição 1/2 Diluição 1/20. Setor Biologia/Microbiologia Método Colilert e Enterolert Bacteriologia . Micologia Setor Biologia/Microbiologia

Setor Setor Biologia/Clorofila a

A concentração de Clorofila-a pode ser utilizada como um indicador de biomassa fitoplanctónica, sendo atualmente uma das métricas contempladas na Diretiva Quadro da Água no âmbito da avaliação do estado e potencial ecológico das massas de água.

DETERMINAÇÃO DE CLOROFILA A POR MÉTODOS ESPECTROFOTOMÉTRICOS

Filtração

Extração / Centrifugação

Leituras por espectrofotometria

Clorofila-a expressa em micrograma por litro (μg L-1)

O laboratório participa regularmente em Ensaios de Comparação Interlaboratorial para o parâmetro Clorofila a, no âmbito do programa europeu QUASIMEME (Quality Assurance of Information for Marine Environmental Monitoring in Europe).