Click here to load reader

TÉCNICAS BANCÁRIAS - EXERCÍCIOS NUCE

  • View
    4.129

  • Download
    43

Embed Size (px)

DESCRIPTION

BANCO DO BRASIL CAIXA ECONOMICA EXERCICIOS

Text of TÉCNICAS BANCÁRIAS - EXERCÍCIOS NUCE

Tcnicas BancriasSISTEMA FINANCEIRO NACIONAL 01. (CESGRANRIO/BB/2010) O Sistema Financeiro Nacional (SFN) constitudo por todas as instituies financeiras pblicas ou privadas existentes no pas e seu rgo normativo mximo o(a) a) Banco Central do Brasil. b) Banco Nacional de Desenvolvimento Econmico e Social. c) Conselho Monetrio Nacional. d) Ministrio da Fazenda. e) Caixa Econmica Federal. 02. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) A Lei n.o 4.595/1964, alterada pela Lei n.o 6.045/1974, dispe sobre as competncias do CMN. De acordo com essa lei, compete ao CMN a) autorizar as emisses de papel-moeda. b) disciplinar o crdito em determinadas modalidades. c) fixar diretrizes e normas da poltica internacional. d) determinar as caractersticas gerais, exclusivamente, das cdulas e dos tributos. e) coordenar sua prpria poltica com a de investimentos dos governos federal, estadual e municipal. 03. (CESPE/CEF/2010) O CMN possui diversas competncias. Segundo diretrizes estabelecidas pelo presidente da Repblica, competncia do CMN a) aprovar o regimento interno e as contas do Conselho Federal de Contabilidade e decidir sobre seu oramento e sobre seus sistemas de contabilidade. b) colaborar com a Cmara dos Deputados na instruo dos processos de emprstimos externos dos estados, do Distrito Federal e dos municpios. c) determinar a porcentagem mnima dos recursos que as instituies financeiras podero emprestar a um mesmo cliente ou grupo de empresas. d) expedir normas gerais de contabilidade e estatstica a serem observadas pelas instituies financeiras. e) baixar normas que regulem as operaes internacionais, inclusive swaps, fixando limites, taxas, prazos e outras condies. 04. (FCC/BB/2006-2) O Conselho Monetrio Nacional constitui o rgo regulador maior do sistema financeiro nacional. membro desse Conselho, embora no ocupe o cargo de presidente, a) o Ministro da Previdncia e Assistncia Social. b) Presidente do Banco Central do Brasil. c) Ministro do Desenvolvimento, Indstria e Comrcio Exterior. d) Presidente da Superintendncia de Seguros Privados. e) Presidente da Comisso de Valores Mobilirios. 05. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) O Sistema Financeiro Nacional (SFN), conhecido tambm como Sistema Financeiro Brasileiro, compreende um vasto sistema que abrange grupos de instituies, entidades e empresas. Nesse sentido, o Sistema Financeiro Nacional compreendido por uma rede de instituies bancrias, ONG, entidades e fundaes que visam principalmente transferncia de recursos financeiros para empresas com deficit de caixa. um conjunto de instituies financeiras e instrumentos financeiros que visam, em ltima anlise, a transferir recursos dos agentes econmicos (pessoas, empresas, governo) superavitrios para os deficitrios. dois subsistemas: um normativo e outro de intermediao financeira, sendo que este ltimo composto por instituies que estabelecem diretrizes de atuao das instituies financeiras operativas, como a Comisso de Valores Mobilirios. instituies financeiras e filantrpicas, situadas no territrio nacional, que tm como objetivo principal o financiamento de obras pblicas e a participao ativa em programas sociais. agentes econmicos e no econmicos que objetivam a transferncia de recursos financeiros, desde que previamente autorizada pela Comisso de Valores Mobilirios, para os demais agentes participantes do sistema.

a)

b)

c)

d)

e)

06. (CESGRANRIO/CEF/2008-1) O Conselho Monetrio Nacional (CMN) planeja, elabora, implementa e julga a consistncia de toda a poltica monetria, cambial e creditcia do pas. um rgo que domina toda a poltica monetria e ao qual se submetem todas as instituies que o compem. Uma das atribuies do CMN a) administrar carteiras e a custdia de valores mobilirios. b) estabelecer normas a serem seguidas pelo Banco Central (BACEN) nas transaes com ttulos pblicos. c) executar a poltica monetria estabelecida pelo Banco Central. d) regular a execuo dos servios de compensao de cheques e outros papis. e) propiciar liquidez s aplicaes financeiras, fornecendo, concomitantemente, um preo de referncia para os ativos negociados no mercado. 07. (CESGRANRIO/CEF/2008-1-A) O sistema financeiro composto por um conjunto de instituies financeiras, pblicas e privadas, e seu rgo normativo mximo o Conselho Monetrio Nacional (CMN). Algumas das principais atribuies do CMN so: I regular a constituio e o funcionamento das instituies financeiras, bem como zelar por sua liquidez; II acionar medidas de preveno ou correo de desequilbrios econmicos, surtos inflacionrios etc; III regulamentar, sempre que julgar necessrio, as taxas de juros, comisses e qualquer outra forma de remunerao praticada pelas instituies financeiras; IV fomentar e reequipar os setores da economia por meio de vrias linhas de crdito;

NUCE | Concursos Pblicos

1

www.nuceconcursos.com.br | Informaes: (81) 3198.1414

Tcnicas BancriasV ter o monoplio das operaes de penhor. Esto corretos APENAS os itens a) I e IV b) II e V c) I, II e III d) I, II e IV e) II, III e V 08. (FCC/BB/2006-3) Uma forma de buscar a segurana do sistema financeiro se d com a fixao do capital mnimo das instituies financeiras, cuja competncia do a) Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional. b) Ministro da Fazenda. c) Presidente da Repblica. d) Conselho Monetrio Nacional. e) Banco Central do Brasil. 09. (FCC/BB/2006-1) O Conselho Monetrio Nacional constitui a autoridade maior na estrutura do sistema financeiro nacional. Dentre as suas competncias, correto afirmar que a) recebe os recolhimentos compulsrios das instituies financeiras. b) concede autorizao s instituies financeiras, a fim de que possam funcionar no pas. c) efetua o controle dos capitais estrangeiros. d) regula a constituio, o funcionamento e a fiscalizao das instituies financeiras. e) fiscaliza o mercado cambial. 10. (CESPE/CEF/2010) As competncias privativas do BACEN incluem a) a definio da tributao das operaes financeiras. b) o exerccio da fiscalizao das instituies financeiras, sem, contudo, aplicar-lhes penalidades. c) a concesso de autorizao s instituies financeiras para arquivarem os seus estatutos na junta comercial. d) a realizao de operaes de redesconto e emprstimos a instituies financeiras bancrias. e) a emisso de debntures conversveis em aes. 11. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) As operaes de mercado aberto constituem o mais gil instrumento de poltica monetria utilizado pelo BACEN, pois permitem o imediato e permanente ajuste da liquidez monetria e do custo primrio do dinheiro na economia. A respeito dessas operaes, assinale a opo correta. a) Operao compromissada ocorre quando o ttulo adquirido sem assuno de qualquer compromisso de revend-lo no futuro, passando a compor a carteira da instituio adquirente de forma definitiva. b) As operaes de mercado aberto so realizadas com os ttulos pblicos e privados existentes na carteira do BACEN, por meio de operaes compromissadas ou finais. c) Nos leiles informais (go around), participam as pessoas fsicas e jurdicas no financeiras, alm dos dealers. Operao final ocorre quando o vendedor do ttulo assume o compromisso de recompr-lo, enquanto o adquirente assume o compromisso de revendlo. Os dealers so instituies financeiras escolhidas pelo BACEN para fomentar a liquidez e a competitividade do mercado aberto de ttulos pblicos, aumentando a eficincia de suas operaes, com consequncias positivas para os preos dos ttulos e para o perfil da dvida pblica.

d)

e)

12. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) A respeito dos procedimentos relativos liquidao interbancria de cheques e Centralizadora da Compensao de Cheques (COMPE), julgue os seguintes itens. I. A COMPE regulada e executada pelo Banco Central do Brasil (BACEN). II. Os participantes da COMPE so o BACEN, os estabelecimentos bancrios autorizados a receber depsitos do pblico, movimentveis por cheque; e outras instituies autorizadas a funcionar pelo BACEN, a critrio deste banco. III. A COMPE composta por trs sistemas: sistema local; sistema integrado regional; sistema nacional. IV. A COMPE pode compensar e liquidar os seguintes papis: cheques; documentos de acerto de diferena; recibos interbancrios; comunicaes de remessa; comunicaes de devoluo. V. So compensveis por meio do sistema nacional os documentos girados sobre praas participantes desse sistema e no abrangidas pelo sistema local ou sistema integrado regional em que estiverem sendo torados. Esto certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. Q 13. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Ao exercer as suas atribuies, o BACEN cumpre funes de competncia privativa. A respeito dessas funes, julgue os itens subsequentes. I. Ao realizar as operaes de redesconto s instituies financeiras, o BACEN cumpre a funo de banco dos bancos. II. Ao emitir meio circulante, o BACEN cumpre a funo de banco emissor. III. Ao ser o depositrio das reservas oficiais e ouro, o BACEN cumpre a funo de banqueiro do governo. IV. Ao autorizar o funcionamento, estabelecendo a dinmica operacional, de todas as instituies financeiras, o BACEN cumpre a funo de gestor do Sistema Financeiro Nacional.

NUCE | Concursos Pblicos

2

www.nuceconcursos.com.br | Informaes: (81) 3198.1414

Tcnicas BancriasV. Ao determinar, por meio do Comit de Poltica Monetria (COPOM), a taxa de juros de referncia para as operaes de um dia (taxa SELIC), o BACEN cumpre a funo de executor da poltica fiscal. e) Esto certos apenas os itens a) I, II, III e IV. b) I, II, III e V. c) I, II, IV e V. d) I, III, IV e V. e) II, III, IV e V. 14. (CESPE/CEF-RJ-SP/2010) Julgue os itens seguintes, relativos poltica monetria. I. O BACEN, ao efetuar o recolhimento compulsrio sobre os depsitos e outros recursos de terceiros, tem como objetivo reduzir a capacidade de criao de moeda pelas instituies financeiras que captam depsitos. II. A execuo da poltica monetria consiste em adequar o volume dos meios de pagamentos efetiva necessidade