TESE AGRARIA

  • View
    78

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of TESE AGRARIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CINCIAS MATEMTICAS E DA NATUREZA INSTITUTO DE GEOCINCIAS PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM GEOGRAFIA

PANTANAL: UM ESPAO EM TRANSFORMAO

ANA PAULA CORREIA DE ARAUJO

Rio de Janeiro 2006

PANTANAL: UM ESPAO EM TRANSFORMAO

ANA PAULA CORREIA DE ARAUJO

Tese de Doutorado apresentado ao programa de Ps-Graduao em Geografia do Instituto de Geocincias da Universidade Federal do Rio de Janeiro como parte dos requisitos necessrios Rio de Janeiro obteno do ttulo de Doutora em Cincias 2006 (Geografia).

Orientadora: Prof. Dr. Ana Maria de Souza M. Bicalho

Rio de Janeiro 2006

Araujo, Ana Paula Correia de Pantanal: um espao em transformao. Ana Paula Correia de Araujo Rio de Janeiro: 2006 315 f. Tese (Doutorado em Geografia) UFRJ, Rio de Janeiro, 2006 1- A organizao do espao do Pantanal de Mato Grosso do Sul 2- O processo de modernizao da pecuria de corte pantaneira 3- O desenvolvimento do turismo rural e do ecoturismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CINCIAS MATEMTICAS E DA NATUREZA INSTITUTO DE GEOCINCIAS PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM GEOGRAFIA

FOLHA DE APROVAO

A Tese Pantanal: um espao em transformao, foi apresentada por Ana Paula Correia de Araujo, foi aprovada e aceita como requisito para obteno do ttulo de Doutora em Geografia

MEMBROS DA BANCA EXAMINADORA:

___________________________________________ Prof. Dr. Ana Maria de S. M. Bicalho Presidente da Banca

___________________________________________ Prof. Dr. Jlia Ado Bernardes Examinadora

___________________________________________ Prof. Dr. Scott William Hoefle Examinador

___________________________________________ Prof. Dr. Edna Maria Facincani Examinadora

___________________________________________ Prof. Dr. Glaucio Jos Marafon Examinador

Rio de Janeiro, ___/___/___

Dedico este trabalho ao amigo Manoel Rothier, que me ensinou o caminho e esteve sempre ao meu lado. Com todo o meu corao, abrigada por tudo.

AGRADECIMENTOS

Em primeiro lugar agradeo Profa. Ana Maria Bicalho, pela orientao deste trabalho, por sua conduta e competncia, sempre indicando vasta bibliografia, chamando a ateno para o enfoque geogrfico, incentivando novas reflexes e impulsionando o desenvolvimento da pesquisa. Sua orientao foi fundamental para a realizao desta tese. Agradeo, tambm, por sua compreenso e por tudo aquilo que tem feito pelo meu crescimento profissional. Agradeo a amiga Glauciena Santi presidente da ABIH/MS pela ajuda na obteno de dados referente ao turismo em Mato Grosso do Sul, pelo contato com os profissionais do turismo e com as Secretarias de governo. Agradeo, sobretudo, pelo incentivo, carinho e pela fora nos momentos difceis. Sou grata dedicao da Dra. Ins B. C. Costa e Almeida, mdica veterinria do Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento pelas explicaes tcnicas referentes pecuria de corte, pelo fornecimento de dados, pela colaborao nos trabalhos de campo e pelos contatos com os pecuaristas da regio. Profa. Edna Maria Faccincani, do Departamento de Geografia da UFMS, pelos ensinamentos sobre a Geografia Fsica do Pantanal Sul e pela colaborao nos trabalhos de campo. Devo agradecimentos aos pecuaristas, administradores, veterinrios de campo, tcnicos e gerentes das fazendas estudadas pelo carinho, ateno e fornecimento de informaes e de dados sem os quais esta pesquisa no seria possvel. Agradeo, tambm, aos empresrios do turismo e aos turismlogos que trabalham na regio pelos ensinamentos e pelas informaes prestadas, de vital importncia para a compreenso da atividade no espao rural pantaneiro. Aos Presidentes de Associaes ligadas pecuria de corte e atividade turstica em Mato Grosso do Sul que sempre me receberam com ateno e interesse. Diretoria do IAGRO, e a seus mdicos veterinrios e tcnicos, dos municpios visitados, que sempre nos atenderam prontamente quanto ao fornecimento de dados contribuindo para um melhor conhecimento da regio estudada.

Embrapa Pantanal e a Embrapa Gado de Corte pelos dados e explicaes tcnicas. Agradeo, ainda, aos tcnicos da FAMASUL e da CNA pelas informaes prestadas. Secretaria de Produo e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul pelos dados estatsticos referente atividade turstica no estado e no Pantanal Sul. UFMS, que gentilmente cedeu inmeras vezes sua base de pesquisa no pantanal viabilizando a realizao deste trabalho. Aos funcionrios desta instituio pela gentileza no atendimento e pela ateno. ABIH/MS pelo fornecimento de dados, pelo contato com os hoteleiros e pelas informaes atualizadas. Ao Daniel pelos trabalhos de informtica quando o tempo era escasso. Agradeo ao PPGG/UFRJ em especial aos Professores do Programa de Ps Graduao da UFRJ pelos ensinamentos. Dona Idione e Nildete, secretrias do Curso de Geografia, pelos esclarecimentos prestados. Um agradecimento especial ao pessoal da biblioteca. CAPES pelo apoio financeiro sem o qual este projeto no poderia ser realizado. UFRJ e ao Departamento de Geografia, por tudo. Aos meus amigos e familiares pelo incentivo e carinho. A todos o meu sincero afeto e agradecimento.

ARAUJO, Ana Paula Correia de. Pantanal: um espao em transformao. 315 f. Tese (Doutorado em Geografia) UFRJ, Rio de Janeiro, 2006.

RESUMO

Este trabalho busca provar que o Pantanal um espao em transformao. O isolamento que sempre caracterizou a regio ao longo dos 300 anos de ocupao, est se rompendo nos ltimos quinze anos por novas vias de acesso, pela construo de aeroportos, pela ampliao do sistema porturio, pela chegada da luz eltrica, do telefone, do fax e da internet. O sistema tradicional de produo pecuria, baseado na experincia de sucessivas geraes, est cedendo lugar a um novo sistema de produo que emprega tcnicas modernas voltadas para o aumento da produo e, conseqentemente, da competitividade local. Em paralelo, o turismo rural e ecolgico - surge na regio como uma atividade nova, desenvolvido de forma integrada atividade pecuria, agregando valor propriedade rural e dotando a regio de uma nova funo: a funo turstica. Como conseqncia h alteraes na organizao espacial, que passa a se adequar s transformaes sociais. Novos atores hegemnicos imprimem uma nova racionalidade ao lugar, vinculada mxima eficincia produtiva atravs do aumento da produtividade e da competitividade no conjunto do sistema espacial. Essas transformaes, suas causas e conseqncias precisam ser compreendidas pela cincia. Neste sentido, este trabalho representa um dos olhares possveis para as mudanas em curso no Pantanal, um olhar sobre as duas atividades econmicas e a organizao do espao regional.

ARAUJO, Ana Paula Correia de. Pantanal: um espao em transformao. 315 f. Tese (Doutorado em Geografia) UFRJ, Rio de Janeiro, 2006.

ABSTRACT

The aim of the present study is to show that Pantanal is a changing area. During 300 years of colonization, the place stood isolated up to 15 years ago. Since then, the situation changed due to the improvement of the road systems, the construction of new airports, the development of harbors, and the arrival of new technologies concerning electric light, telephone/fax connections and internet. Besides all these innovations, the traditional way of raising cattle, based on old methods, was replaced by fashionable technology which increased the local competitiveness. At the same time, an additional economical activity arose in this area: a rural and ecological tourism, developed in a integrated way with the cattle activity, increasing the value of the rural property, enabling the region in a new functioning way: the tourist function. As a consequence of that there are many differentiations at the local space organization, which becomes adapted to social alterations. Therefore, those recent factors of hegemony have brought a new rationality to Pantanal, linked to the maximum efficient productivity. Consequently, these changings, their causes and consequences, should be deeply analyzed by the searchers. Considering all the aspects mentioned above, this study intends to bring another focus to those changings occurring at the Pantanal, and to those two economical activities and area organization.

LISTA DE FOTOS

FOTOS

Introduo

Foto 1 Amanhecer no Pantanal Sul ..............................................................................20 Foto 2 Dificuldade de acesso ao interior da regio.......................................................24

Captulo Pantanal

Foto 3 - Marcao do gado em sistema tradicional de produo ....................................43 Foto 4 Peo de boiadeiro conduzindo a boiada ............................................................44 Foto 5 Formas de relevo peculiares ao Pantanal ..........................................................62 Foto 6 Baa, Corixo, Salina do Pantanal.......................................................................63 Foto 7 Processo de bagualeao ...................................................................................80 Foto 8 Carro-de-boi ......................................................................................................83 Foto 9 Produo de charque no Pantanal......................................................................87

Captulo Pantanal Sul: transformaes geoeconmicas

Foto 10 Ponte sobre o rio Paraguai inaugurada em 2004 ...........................................141 Foto 11 Fazenda Santa Ins ........................................................................................148

Captulo O Pantanal Sul e a pecuria

Foto 12 Sistema de confinamento utilizado para engorda de bovinos .......................187 Foto 13 Touro Bragus .................................................................................................190 Foto 14 Sistema de rastreament