Trabalho Individual 4º Semestre

Embed Size (px)

DESCRIPTION

TRABALHO

Text of Trabalho Individual 4º Semestre

ABNT - UNOPAR - Completo

PAGE

SUMRIO31 INTRODUO

42 DESENVOLVIMENTO

42.1 GESTO FINANCEIRA E ORAMENTO EMPRESARIAL

52.1.1 Conceito de Gesto Financeira

52.1.1.1 Gesto financeira e fluxo de caixa

82.2 PRINCIPAIS DECISES DE INVESTIMENTO

92.2.1 Risco e Retorno

102.3 PRINCIPAIS TIPOS DE ORAMENTO

132.3.1 Pontos Positivos do Oramento para Gesto

142.4 NOES DE ATURIA

142.4.1 Conceitos de Aturia

152.4.2 Previdncia no Brasil

162.5 DIREITO EMPRESARIAL

172.5.1 Sociedades Empresariais e Sociedades Simples

182.5.2 Obrigaes dos Empresrios e Sociedades Empresariais

203 CONCLUSO

21REFERNCIAS

1 INTRODUO

O presente trabalho apresenta uma anlise sobre gesto financeira, oramento empresarial, noes de aturia e direito empresarial como um elemento fundamental no processo de gesto. Evidenciam de forma ampla os principais conceitos, caractersticas para conhecimento geral do processo. Todos os pontos abordados reforam ainda mais o quanto importante o estudo contnuo e atualizado para um trabalho eficiente e de evidentes resultados. E sem dvida mostrar que a presena do contador cada vez mais necessria para a sociedade e para as empresas. O principal objetivo desse artigo sem dvida mostrar que a presena do contador cada vez mais necessria para a sociedade e para as empresas. Da a evidente importncia do conhecimento, da evoluo da profisso contbil.

de grande relevncia o seu estudo, pois estamos na poca do conhecimento, do capital intelectual, das grandes decises e que a funo do contador na sociedade fundamental, a cada dia que passa mais importante.

2 desenvolvimento2.1 Gesto Financeira e Oramento Empresarial um conjunto de atividades administrativas que envolvem as bases da administrao, planejamento, anlise e controle, com o objetivo de maximizar os resultados econmicos e/ou financeiros gerados pelas operaes empresariais. Entre as funes da atividade, esto integrao das aes de obteno, operao e controle dos recursos financeiros; determinao das necessidades dos recursos financeiros; planejamento e inventrio dos recursos disponveis; captao de recursos externos de forma eficiente (em relao aos custos, prazos, condies fiscais e demais condies); e aplicao e equilbrio adequados na perspectiva da eficincia e rentabilidade. O Objetivo da gesto financeira melhorar os resultados apresentados pela empresa e aumentar o valor do patrimnio por meio da gerao do lucro lquido proveniente das atividades operacionais, mas nem sempre ocorre uma adequada gesto financeira na empresa.

Uma gesto correta permite que se visualize a atual situao das empresas. Registros adequados permitem anlises e colaboram com o planejamento para aperfeioar resultados. A gesto financeira abrange muitos aspectos dentro da empresa, tudo necessita de certo clculo financeiro.

Oramento empresarial Trata do oramento, no apenas como componente de um sistema que envolve o planejamento global dos negcios das organizaes, mas tambm como pea de destaque no exerccio do controle e da avaliao do desempenho alcanada pelas operaes realizadas. Analisa o controle global da gesto, abordando o andamento da empresa em seu conjunto, sob os perfis econmicos, patrimoniais e financeiros.2.1.1 Conceito de Gesto Financeira um conjunto de atividades administrativas que envolvem as bases da administrao, planejamento, anlise e controle, com o objetivo de maximizar os resultados econmicos e/ou financeiros gerados pelas operaes empresariais. Entre as funes da atividade, esto integrao das aes de obteno, operao e controle dos recursos financeiros; determinao das necessidades dos recursos financeiros; planejamento e inventrio dos recursos disponveis; captao de recursos externos de forma eficiente (em relao aos custos, prazos, condies fiscais e demais condies); e aplicao e equilbrio adequados na perspectiva da eficincia e rentabilidade.2.1.1.1 Gesto financeira e fluxo de caixaExistem vrios fatores que afetam o fluxo financeiro de uma empresa, desde um cenrio econmico "sombrio" em mundo globalizado, como o que passamos recentemente, com altas taxas de juros e cortes de crditos, at mesmo os prazos obtidos com fornecedores e concedidos a clientes. Por estas razes e muitas outras que se torna fundamental a adoo do "Fluxo de Caixa" como instrumento de controle e tambm como base para tomada de decises.

O Fluxo de Caixa pode ser utilizado tanto como ferramenta de gesto operacional (curtoprazo), como uma forma de gesto estratgica (mdio e longo prazo) fazendo uma projeo futura de entradas e sadas de recursos financeiros, por um determinado perodo.

O seu objetivo, dentre vrios, : ajudar no planejamento estratgico da empresa, controle do dinheiro que entra e sai prever perodos em que haver sobras de caixa ou necessidades sobre buscar fontes para financiar as necessidades de caixa, evitar o descasamento de datas entre pagamentos e recebimentos e planejar uma possvel aquisio de equipamentos e etc.

Para a montagem da projeo do fluxo de caixa devemos considerar os seguintes dados:

a) Entradas: Vendas Vista;

Vendas a prazo (duplicatas, cheques pr-datados e carto de crdito);

Venda de Imobilizado (observar se no ir prejudicar as operaes da empresa);

Emprstimos e/oufinanciamentosjunto a Bancos

Juros Recebidos de clientes;

Rendimentos de aplicao financeira;

Aumento de capital.

b) Sadas: Distribuio dos lucros;

Pr - labore;

Pagamentos de juros a fornecedores;

Aquisio de equipamentos (Capital de Giro por Capital Fixo);

Compra Vista;

Pagamento de Fornecedores;

Impostos;

Despesas Operacionais (Folha de pagamento, aluguel, gua, luz, telefone, honorrios).

O fluxo de caixa quando gerado com eficincia uma poderosa ferramenta para a gesto de negcios, as informaes devem ser detalhadas, o gestor deve ter domnio do ciclo operacional da empresa e tambm fundamental a implantao de controles auxiliares.

Pode ser usado por empresas de qualquer porte, lembre-se que uma ferramenta de gesto que pode lhe dar suporte para decises futuras com base nos dados atuais, desde que estes nmeros sejam reais e atualizados religiosamente.

O controle pode ser semanal, mensal, e at mesmo dirio, comece a us-lo e ver o quanto necessrio ter o controle em suas mos.

Uma cultura de planejamento financeiro e organizao so fundamentais para o sucesso do fluxo de caixa, pois para ele convergem as informaes financeiras de todos os setores da empresa.

Manter controles auxiliares essencial: controle de bancos, de clientes, de fornecedores, controle de despesas e controle da movimentao de caixa, so fundamentais para o sucesso do fluxo de caixa.

Uma anlise bsica que podemos fazer usando o fluxo de caixa sobre quando o ocorre, por exemplo, o descasamento de prazos entre recebimentos e pagamentos. A empresa pode estar tendo um prazo curto para pagar os fornecedores e em compensao estar dando um prazo longo para os recebimentos de seus clientes. Tendo em mos o controle deduplicatas a receber, cheque pr-datadoououtro controle de recebimento futuro, confrontado com ascontas a pagarem um fluxo de caixa, est informao de descasamento ficar evidente.

Com o fluxo projetando uma viso futura de receitas e despesas (baseados no histrico da empresa, nunca em informaes super ou sub - valorizadas) podemos ter a certeza que teremos capital suficiente para a aquisio de maquinrio, ou no. E mais, ainda podemos ver o impacto dele em cima da nossa produo projetando novas tambm receitas.

So muitas as decises que podemos tomar com anlise do fluxo, o que fazer com as sobras de caixa? Aplicar no mercado financeiro? Comprar matria prima? Ou quem sabe antecipar compromissos com fornecedores, se o desconto interessante porque no?

Estas questes podem ser muito bem respondidas quando a empresa possui controles eficazes e que traduzem a realidade.

Ao trabalhar com valores projetados no devemos subestimar os custos e supervalorizar as receitas e to pouco o contrrio, devemos sim fazer uma anlise criteriosa das estimativas.

Ento mos a obra desenvolva o seu fluxo de caixa, desenvolva outros controles, domine a gesto financeira da sua empresa para a tomada de decises estratgicas e correes de rota.2.2 PRINCIPAIS DECISES DE INVESTIMENTOAs decises de investimentos dizem respeito aos comprometimentos de recursos necessrios para a organizao obter, em um momento futuro, algum tipo de retorno. Sejam em ativos circulantes ou permanentes, sejam em ativos financeiros ou em outras empresas, fundamental decidir que projetos recebero recursos, em que quantidade e quais so os retornos esperados, tendo em vista os objetivos traados pela empresa e os meios necessrios para atingi-los.No cotidiano das empresas, a necessidade de tomada de decises relacionadas a investimentos constante, o gestor deve nesta situao, definir meios para aplicar o capital disponvel visando tornar a empresa melhor e mais rentvel no futuro.

Esta tomada de decises, em geral, quando relacionadas a finanas e investimentos, acontece em ambientes de incertezas. Conforme afirmam Oldcorn, este tipo de deciso implica em investir dinheiro, tempo e energia em um projeto de resultados desconhecidos, porque s ocorrero no futuro.

A deciso de investimento se torna complexa por envolver diversos fatores, inclusive de ordem pessoal do gestor, assim, necessrio que este utilize modelos tericos para explicar e prever suas decises pessoais. Em princpio, o desafio na deciso de investimento definir o retorno esperado e aplicar em investimentos que apresentem condies de garantir este retorno. No entanto, surge a dificuldade para avaliar os ganhos futuros e riscos de um potencial investimento.

Para minimizar os e