Investindo com Dr. Money - Extrato do livro

  • View
    167

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Investindo com Dr. Money - Extrato do livro

  1. 1. ndice PARTE 1: INVESTIMENTOS NA TEORIA As trs regras de ouro dos investimentos 8 Poupana, Dvidas e Investimentos 10 Investimentos: Cincia ou Cassino? 13 Conhea-te a ti mesmo 17 Montando o quebra-cabeas 32 Aposentadoria: uma aposta macabra 36 Risco e Retorno: a dupla dinmica dos investimentos 45 Um pouco mais sobre risco 52 PARTE 2: INVESTIMENTOS NA PRTICA Garom, o menu por favor 63 Renda Fixa, mas nem tanto! 66 Ponha ao na sua vida! 85 Imobilizando o seu capital 102 Ouro e outros bichos 108 Fundos de Investimento 110 Produtos de Previdncia 126 Voltando ao quebra-cabeas 129 guisa de eplogo 133 Sobre o autor 135
  2. 2. Investimentos: Cincia ou Cassino? Qual a dica do momento? assim, com variantes mais ou menos educadas, que a maioria de meus pacientes comeam a sua primeira consulta sobre investimentos. a pergunta tpica de quem est com as fichas na mo, em frente roleta, ansioso por adivinhar o prximo nmero premiado. Quem sabe a sorte grande no est me esperando na prxima jogada, pensam. Existem muitos tipos de jogos, para todos os gostos e para todos os bolsos. Desde as loterias populares (Sena, Loteria Esportiva etc), at os cassinos de Las Vegas, passando pelo turfe, bolo no escritrio e tranca no clube. Alguns jogos so pura sorte, como dizem. No envolvem conhecimento sobre o que se est apostando, como o caso dos cassinos. Outros pressupem um pouco de estudo. O turfe, por exemplo. preciso saber se o potro Raio Azul, filho de Raios Que O Parta com Borboleta Azul, est ou no resfriado. Ou se o jquei Mumuca mais leve e gil que o jquei Meleca. Investimentos enquadram-se no tipo de jogo que exige estudo. Talvez seja o exemplo mais nobre. Afinal, entender o balano de uma empresa ou a direo da economia de um pas parece ser mais difcil do que aprender sobre a anatomia eqina ou sobre as virtudes e defeitos dos times de futebol, no caso da Loteria Esportiva. Se no mais difcil, pelo menos essa a impresso que causa todo o jargo utilizado pelos entendidos no assunto: EBITDA, balano de pagamentos, yield, cupom, dficit nas transaes correntes, e uma longa lista de etcteras deixa o investidor leigo completamente perdido na selva das finanas. Mas, na viso de muitos, no deixa de ser um jogo. Afinal, depois de tudo, esto l, como cavalos na linha de partida, todas as modalidades de investimentos: Renda Fixa, Aes, Dlar, Ouro, Imveis. Prontos para a largada, sob o olhar nervoso do investidor que fez suas apostas no potro Aes, o qual vem correndo bem nos ltimos preos. Foi dada a largada! Aes sai na frente, livrando dois corpos de vantagem logo de cara sobre Renda Fixa e Imveis. Dlar e Ouro esto na lanterninha. O nosso investidor, ainda tenso, respira um pouco, vendo a lgica prevalecer. Oh no! Chuvas pesadas vm da China, e o nosso potro no corre bem em pista molhada. Aes tropea e cai, sendo ultrapassado por Renda Fixa. Mas logo em seguida, cavalo de fibra que , Aes recupera-se e assume novamente a liderana, apesar de estar mancando de uma pata. O nosso investidor pensa em reclamar seu prmio neste momento, mas acredita que Aes possa voltar sua velha performance e decide continuar na corrida. Aes de fato parece recuperado, quando de repente uma velha gripe americana, da variante Subis Praimes, mal tratada alguns anos atrs, volta com fora total, e faz com que o nosso coitado Aes no pare de espirrar. Aes perde terreno e ultrapassado por todos os outros concorrentes, ficando em ltimo lugar. O nosso investidor sua frio e comea a apresentar sintomas de taquicardia quando sua esposa lembra de que precisa daquele dinheiro para pagar a escola das crianas. Agora no tem mais jeito. Acabou a corrida para o infeliz. O nosso investidor pega de
  3. 3. volta o que restou de seu investimento, e volta para casa, cabisbaixo e macambzio, sabendo que, provavelmente, vai precisar mudar as crianas de escola. E o que pior: o potro Aes recuperou-se de sua gripe e arrasou Renda Fixa e Dlar na volta seguinte, deixando o nosso investidor ainda mais aborrecido, por j estar fora do preo. Infelizmente, este o destino mais comum daqueles que encaram investimentos como um jogo. claro que voc sempre vai ouvir histrias do tipo Z da Bolsa ganhou rios de dinheiro com opes de Vale e agora est colecionando conchinhas em sua praia particular em Honolulu. Efetivamente, h pessoas que ganham muito dinheiro com investimentos, assim como existem os sortudos que ganham na loteria ou no cassino. Mas isso no quer dizer que a sorte grande vai se repetir com voc! Este um ponto muito importante: para cada caso de sucesso retumbante, h mil casos de fracassos mais retumbantes ainda. A SNDROME DO OBA-OBA H investidores que embarcam nas maiores roubadas, simplesmente porque foram atacados pela Sndrome do OBA-OBA, brilhantemente descrita por Mounsier Cifron. Minha misso alertar o leitor sobre esta perigosssima patologia, para que fique prevenido e detecte os seus primeiros sinais a tempo de salvar-se, a si e a seus pertences. Monsieur Cifron identificou a Optmisticus Boborus Antarus ou, mais simplesmente, Sndrome do OBA, estudando o comportamento de domadores de lees. Seus efeitos seriam ainda mais devastadores se no houvesse um antdoto eficaz, do qual falaremos mais adiante. Monsieur Cifron observou que os domadores de lees, depois de colocar suas cabeas dentro da boca dos bichanos cerca de cem vezes, acreditavam que no corriam mais risco de perderem este precioso rgo. O interessante que, mesmo ouvindo notcias de outros colegas que tiveram suas cabeas decepadas, os domadores no conseguiam acreditar que corriam este risco. Perder a cabea coisa de amadores, pensavam. E descuidavam das regras mais elementares de segurana. Os seres humanos tendem a superestimar sua capacidade de lidar com o risco, principalmente depois de algumas jogadas de sucesso. Ou simplesmente porque veem outros, que so obviamente menos inteligentes e espertos que ns, alcanando o sucesso. Monsieur Cifron identificou uma variante muito grave a Sndrome do OBA-OBA em que o doente no precisava enfiar sua cabea na goela do leo 100 vezes para ganhar auto-confiana; bastava uma ou duas vezes, e tudo virava festa. Esta variante ataca principalmente empresrios de primeira viagem. E o antdoto? Bem, o antdoto no foi encontrado seno no sculo XIX, por ningum menos que Mr. Dindin. Trata-se da Seo de Economia dos jornais. Das duas uma: ou estamos em crise, ou estamos temendo que a poca de bonana acabe em crise. Ao ler a Seo de Economia, muitos doentes atacados de OBA ou de OBA-OBA caem na real. uma pena que tenha passado tantos sculos at que os jornais inventassem a Seo de Economia. Muitas cabeas de inocentes domadores poderiam ter permanecido em seus respectivos pescoos.
  4. 4. SE VOC NO PODE VENC-LO, JUNTE-SE A ELE O sonho de todo jogador vencer a banca. O sonho de todo investidor vencer o mercado. Ganhar dinheiro s custas do restante do mercado. Ser mais esperto, ou mais bem informado. Sinto informar que isto no possvel. Ou, pelo menos, no possvel na maior parte do tempo, na maior parte dos mercados. Esta dolorosa verdade foi descoberta por acaso pelo brilhante estudioso do sculo XVI, Don Dieron, ao organizar um concurso pblico na corte do Rei Joo, o Fanfarro. O rei estava procurando contratar um funcionrio que teria uma funo muito importante no reino: o escolhido esposaria sua filha, a Princesa Joana, a Fanfarrona. De quebra, o novo funcionrio seria nomeado Prncipe de todos os domnios ultramarinos, quando estes fossem descobertos. Depois de ter enfrentado problemas no Congresso, o rei havia eliminado todos os cargos de confiana comissionados. Por isso, o novo prncipe deveria ser concursado. Aqui entra o teste de Don Dieron. Don Dieron bolou um teste em que concorreriam a inteligncia, a perspiccia e, acima de tudo, a capacidade do novo prncipe de fazer compras no supermercado sem superviso. Encheu um recipiente transparente com feijes. O candidato deveria simplesmente estimar o nmero de feijes dentro do recipiente. Vrios candidatos compareceram ao castelo. Alguns nem quiseram ver o recipiente, confiando em seus poderes paranormais. Outros, no s quiseram ter acesso ao recipiente, como tambm s suas medidas e s medidas dos feijes. A maioria, no entanto, viu o pote e chutou um nmero. Don Dieron, ento, notou um fenmeno interessante: na medida em que o nmero de prognsticos aumentava, mais a mdia dos prognsticos se aproximava do nmero real de feijes dentro do recipiente. Passado o concurso e nomeado o noivo da princesa, Don Dieron continuou os seus experimentos nessa linha. Encheu recipientes dos mais diversos tamanhos e formatos com gros de milho, lentilhas, ervilhas. O resultado repetia-se: quanto maior o nmero de prognsticos, maior a preciso com relao ao nmero real. Don Dieron, ento, formulou o que seria a base da teoria da Eficincia dos Mercados: Quanto maior o nmero de participantes em um concurso, e quanto maior o nmero de informaes a respeito do recipiente e dos feijes, maior a chance de acertar o nmero de feijes contidos em um recipiente. Por ser simples, singelo at, passaram-se os sculos e os dinheirologistas no se aperceberam do poder deste enunciado. Coube a mim, Dr. Money, a honra de chamar a ateno de toda a comunidade cientfica para este princpio. Para tanto, achei por bem atualiz-lo, e hoje a sua forma moderna a seguinte: Quanto maior o nmero de negociadores de um ativo, e quanto maior o nmero de informaes a respeito deste ativo, maior a chance de que o preo deste ativo negociado no mercado seja justo.
  5. 5. Voc pode no ter conscincia disso, mas ao comprar um ativo no mercado, a sua esperana de que algum, no futuro, queira compr-lo de voc por um preo mais alto. Isso s vai acontecer se voc acreditar que o preo justo desse ativo mais alto do que o preo pelo qual voc pagou para adquiri-lo, e algum vai reconhecer a justeza desse preo no futuro, quando voc, feliz e radiante, vai se desfazer desse ativo por um preo mais alto. O pressuposto desse raciocnio de q