Click here to load reader

04. plano sumario de gerenciamento

  • View
    162

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Plano sumario de gerenciamento

Text of 04. plano sumario de gerenciamento

  • 1. UNIVERSIDADE DE SO PAULO - FUNDAO VANZOLINI CEGP T 54 - Simulao de Um Projeto04 PLANO SUMRIO DE GERENCIAMENTOPROJETO LAR SO JOSAlessandro Dias Andr Gustavo Carvalho Borges Jos Roberto Terada Jlio Achcar Lus Gustavo Campos Otto Engler Tamm de Lima Slvia MartinuzzoSo Paulo, 1 Semestre de 2014

2. 04.Plano Sumrio de GerenciamentoEmitido por: Nome do Arquivo: # da Reviso: Pgina:Andr Borges 04. Plano Sumrio de Gerenciamento 00 Pgina 2 de 41. INTRODUOI. Objetivo deste Plano de GerenciamentoO objetivo deste plano alinhar todos os procedimentos, polticas e prticas vigentes na execuo do Projeto Lar So Jos. Este projeto possui caractersticas especiais e especficas que devem ser observadas, pois um projeto de carter no lucrativo, com o intuito de ajudar uma instituio de caridade.Alguns procedimentos sero simplificados e desconsiderados no gerenciamento deste projeto, uma vez que o trabalho menor e no exige formas competitivas usuais de mercado para sua execuo.II. Sumrio Executivo do Termo de AberturaO termo de abertura define o escopo e as limitaes deste projeto, em acordo com os requisitos das partes interessadas. Est detalhado no documento integral, que pode ser visto em 02.Termo de Abertura.pdf.O termo de abertura define que o produto de nosso projeto um folder tamanho A4, impresso em duas faces com uma campanha de sensibilizao ampla, definida pela equipe na declarao de escopo.III. Restries do Projeto e PremissasAlgumas restries so relevantes e merecem ateno; So elas:1. O projeto deve proteger a integridade de todos durante o processo, da maneira mais respeitosa e tica possvel;2. Todo tipo de procedimento deve levar em conta que estamos tratando de um grupo de crianas que advm de uma camada mais vulnervel da sociedade e deve ser protegida de qualquer tipo de dano, de qualquer natureza;3. Todo o projeto deve estar de acordo com as necessidades da parte interessada do Lar So Jos, o Sr. Jos, que deve ser atendido em todas suas exigncias e a prioridade absoluta deste projeto.4. Todos os cuidados legais e jurdicos devem ser tomados ao longo da execuo para proteger a instituio e a execuo do projeto de quesitos legais prprios, como processos e suspenses jurdicas, pois se trata de representao de menores de idade, que esto subordinados s permisses e vontades de seus responsveis legais.2. GERENCIAMENTO DA INTEGRAONo haver documento prprio de integrao: A equipe de projeto pequena e o nmero de partes interessadas reduzido. Desta maneira, responsabilidade do gerente de projeto ser o papel de documentao viva, sempre observando as politicas e prticas deste plano de gerenciamento.3. GERENCIAMENTO DO ESCOPOO escopo ser gerenciado de maneira fluida, atravs dos documentos;1. Declarao de Escopo;2. WBS 3. 04.Plano Sumrio de GerenciamentoEmitido por: Nome do Arquivo: # da Reviso: Pgina:Andr Borges 04. Plano Sumrio de Gerenciamento 00 Pgina 3 de 4Os requisitos gerais devem ser capturados pela declarao do escopo, mas entendemos que neste caso especfico uma liberdade maior deve ser concedida ao executor da arte para que possa adaptar s solues de produo miditica sem muitas restries (como formato de folha, gramatura de papel, acabamento, mtodo de impresso, paleta de cores, etc.)I. Declarao do EscopoA declarao de escopo e regida pelo documento 05. Declarao de Escopo.pdf e deve ser assinada pela parte interessada do Lar So Jos para que o projeto possa ser desenvolvido.II. WBSA WBS a base para o entendimento do projeto e deve ser usada como ferramenta de comunicao, no devendo, no entanto ser restritiva no processo criativo da produo de marketing, podendo ser flexibilizada desde que no acarrete custos adicionais.Seu documento o 06. WBS.pdfIII. Plano de DesdobramentoNo haver plano de desdobramento para as atividades deste projeto e de suas etapas por conta do tamanho reduzido do projeto.IV. Plano de Gerenciamento de MudanasNo haver plano de gerenciamento de mudanas para este projeto. responsabilidade do gerente de projeto observar e manter a integridade do projeto e dialogar com a instituio para manter a integridade do projeto ao longo de sua execuo.No sero aceitas mudanas relativas ao oramento e para toda variao de custos que exceda o original previsto, uma nova soluo deve ser adotada pois no h tempo hbil nem fundo de contingncia para este projeto.4. GERENCIAMENTO DO CRONOGRAMAO cronograma deve ser gerenciado por marcos, e no por tarefas. Os marcos esto definidos dentro do termo de abertura e correspondem s etapas que devem ser atendidas dentro do prazo estipulado. O quadrimestre est institudo e de maneira fixa, sendo assim o cronograma dever ser atendido e no sero aceitas variaes dentro dos prazos. responsabilidade do gerente de projeto observar o atendimento aos prazos e monitorar a equipe e suas atividades para manter o projeto dentro da linha de base original do cronograma, assim como convocar a equipe para traar estratgias alternativas para o no atendimento dos marcos pr-estabelecidos.O arquivo para gerenciamento do cronograma o 07.Cronograma do Projeto.pdf5. GERENCIAMENTO DOS CUSTOSO gerenciamento dos custos ser efetuado de maneira simplificada e deve obedecer a poltica existente no documento 08. Oramento.pdf6. GERENCIAMENTO DA QUALIDADEOs procedimentos de qualidade sero geridos pelo documento 09. Plano de Gerenciamento da Qualidade.pdf 4. 04.Plano Sumrio de GerenciamentoEmitido por: Nome do Arquivo: # da Reviso: Pgina:Andr Borges 04. Plano Sumrio de Gerenciamento 00 Pgina 4 de 47. GERENCIAMENTO DAS COMUNICAESAS comunicaes internas e externas ao projeto sero regidas pelo documento 10. Plano de Gerenciamento das Comunicaes.pdf.8. GERENCIAMENTO DOS RISCOSOs riscos sero tratados de maneira simplificada, atravs de sua avaliao qualitativa e sero monitorados durante o projeto, sem a execuo formal de planos de contingncia individuais. responsabilidade de a equipe monitorar os riscos e seu surgimento durante o projeto.O documento que rege a observao e prticas referentes aos riscos o 11. Plano de gerenciamento dos Riscos.pdf.9. GERENCIAMENTO DE PENDNCIASNo ser utilizado um dirio de pendncias para este projeto. Todas as questes estaro centradas no gerente de projeto que manter a equipe atualizada das informaes. Ficar um dos membros da equipe responsvel por ser o ponto focal junto ao cliente para todas as questes relativas ao projeto, permitindo a distribuio de tarefas de maneira mais equilibrada.1. Dirio De ProjetoNo utilizaremos um dirio de pendncias para o projeto, dado o reduzido nmero de canais de comunicao existentes e simplicidade deste escopo.10. GERENCIAMENTO DAS AQUISIESAs aquisies sero geridas pelo documento 12. Plano de Gerenciamento das Aquisies.pdf11. GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADASAs partes interessadas sero geridas pelo bom senso e pelo contato pessoal frequente. Neste projeto, o entendimento e engajamento causa se sobrepe s formalidades e devem ser consideradas prioritrias. A satisfao do cliente no s imperativa, mas o requisito essencial do sucesso do projeto. Portanto, a nica mtrica deste projeto para o gerenciamento das partes interessadas o feedback imediato em cada contato junto aos representantes do lar.