Jornal digital 16-02-17

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Jornal digital 16-02-17

  1. 1. Prefeito discute pedgio no trecho da BR 101 em So Joo do Sul Correio do SulANO XXVI EDIO N 5.108 R$ 2,00QUINTA-FEIRA, 16 DE FEVEREIRO DE 2017 www.grupocorreiodosul.com.br 36 23 Pancadas de Chuva aTarde - Predomnio de sol pela manh. tarde chove com trovoada. Previso para hoje Extremo Sul Catarinense PREFEITURAS CRITICAM DIREO DO HOSPITAL POR FALTA DE REPASSE TRAFICANTE ENGOLE PEDRAS DE CRACK PARA FUGIR DO FLAGRANTE Pagina 3 Pagina 13Praia Grande Ararangu Pagina 5 Preocupao
  2. 2. 80%dospartidosstmComissoProvisria Os 10 Mais De acordo com o TSE, os dez partidos que mais possuem Comisses Provisrias no pas so PR, PSD, PSB, PROS, PRB, DEM, PSDB, PP, PSC e PTB. O PR est presente em cerca de 5 mil municpios, mas em 4.459 ele est institudo atravs de Comisses Provisrias. O PSD tem 3.755 Comisses Provisrias e o PSB 3.540. Chama a ateno tambm o fato de gran- des siglas, como o PSDB e o PP, estarem elencados entre aqueles que se ressaltam por no terem Diretrios Municipais formalizados. Os tucanos tm Comisses Provisrias em nada menos do que 2.964 municpios e os progressistas em 2.924. O TSE j editou norma dando conta de que, a partir do dia 3 de maro, todas as Comisses Provisrias s podero vigorar por 120 dias. No Congresso Nacional, no entanto, tramita projeto para deixar tudo como est. De volta Incurso de vrios prefeitos de nossa regio Braslia, em busca de recursos, est terminando hoje. Nos ltimos dias, cumpriram agenda na Capital Federal o prefeito de Sombrio, Znio Cardoso (PMDB); de Turvo, Tiago Zilli (PMDB); de Jacinto Machado, Joo Batista Mezzari (PMDB), de So Joo do Sul, Moacir Tei- xeira (PSD), e de Passo de Torres Jonas Souza (PMDB). Na maior parte do tempo os prefeitos cumpriram agendas conjun- tas, participando de audincias com os senadores Drio Berger (PMDB), Dalrio Beber (PMDB) e Paulo Bauer (PSDB) e tambm com os deputados federais Mauro Mariani (PMDB), Geovnia de S (PSDB), Edinho Bez (PMDB), Rogrio Peninha Mendona (PMDB), Ronaldo Benedet (PMDB) e Celso Maldaner (PMDB). O deputado estadual Manoel Mota (PMDB) acompanhou os prefeitos em todos os compromissos coletivos. ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 Eu sempre desconfiei daqueles que nunca me pediram nada. Geralmente os que parecem no ter fome so os que mais comem quando se sentam mesa. Getlio Vargas (1882/1954) Ex-presidente do Brasil L evantamento do Tribunal Superior Eleitoral d conta de que quase 80% dos partidos esto institudos nos municpios e nos Estados atravs, meramente, de Comis- ses Provisrias. Dentre os campees de Comisses Provisrias esto PR, PSD, PSB, PROS, PRB e DEM. No outro lado da moeda, os que mais tm Diretrios Municipais oficializados so PMDB, REDE, PDT, PT e PSTU. A diferena entre um Diretrio Mu- nicipal e uma Comisso Provisria gri- tante, se partirmos do princpio de que a poltica deve ser algo srio. Para possuir um Diretrio Municipal um partido deve ter, necessariamente, um nmero consi- dervel de filiados. Dentre estes filiados necessrio que se escolha um grupo de pessoas para nortear os destinos do par- tido, chamado de Diretrio. Por sua vez, dentro deste Diretrio necessrio que se escolha a executiva do partido, cujos membros respondero, num primeiro momento, pelos encaminhamentos dados pela sigla em nvel local. Teoricamente, a executiva fica subordinada ao Diretrio e o Diretrio subordinado aos filiados, que, por sua vez, so uma espcie de filtro da sociedade. Na via inversa, uma Comisso Pro- visria constituda por meia dzia de pessoas que respondem, em todas as circunstncias, pelos destinos do partido a que esto filiadas. Para se criar uma Comisso Provisria no necessrio, por exemplo, um nmero mnimo de filiados. Neste sentido, dez pessoas podem se reunirem em Ararangu e criarem uma Comisso Provisria de um partido. Obviamente que isto acontece com a conivncia do cacique estadual ou regional da sigla que ser instituda. Dentre outras distores, do dia para a noite o tal partido passa a ter direito a espaos em horrios eleitorais de rdio e televiso gratuitamente. A situao, no entanto, bem mais grave, do ponto de vista social, do que espaos conseguidos gratuitamente junto aos veculos de comunicao. que, em princpio, o que se imagina que todo o partido uma agremiao destinada discusso dos problemas da sociedade e empenhada na busca de solues para estas demandas. No toa que a todo momento se v polticos dizendo que vo fazer isto, aquilo, e aquilo outro. Teori- camente, eles estariam representando um grupo maior, comumente chamado de partido poltico. As Comisses Provisrias, por sua vez, representam meramente um gru- pelho, que, geralmente, est alinhado com os interesses de um cacique maior. Na prtica, todas as decises do partido acabam passando por este cacique. Se ele quiser dissolver a Comisso Provisria e nomear outra, por exemplo, pode fazer isto sem o menor constrangimento. A de se ressaltar que muitas Comis- ses Provisrias, de fato, so meramente provisrias. Muitas vezes desentendi- mentos dentro de um partido acabam fazendo com que ele entre em insolvn- cia, sendo necessrio que tudo seja co- meado do zero. Nestes casos a situao de provisoriedade se justifica. Todavia, o que se v na maioria absoluta dos casos que as tais Comisses Provisrias so na verdade comisses eternas, a servio de alguns, fazendo com que o verdadeiro significado de um partido poltico perca totalmente seu sentido. Lula l Pesquisa encomendada pela Confederao Nacional dos Transportes,e realizada pela MDA, da conta de que ex-presidente Lula da Silva (PT) lidera a corrida sucessria com vistas disputa da Presidncia da Re- pblica, em 2018. De acordo com o levan- tamento, Lula tem 30,5% das intenes de votos, contra 11,8% de Marina Silva (Rede) e 11,3% do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC). J o senador Acio Neves (PSDB) aparece com 10,1% e o ex-governador do Cear, Ciro Gomes (PDT), com 5%. O presidente Michel Temer (PMDB) o pre- ferido de 3,7% dos brasileiros para a disputa presidencial do ano que vem.Apesquisa foi feita entre os dias 8 a 11 de fevereiro. Na ocasio foram ouvidas 2.002 pessoas, em 138 municpios de 25 Estados. A margem de erro, de acordo com a CNT/MDA de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nvel de confiana. Menos bombeiros Vrios quartis do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina devem deixar de ter plan- to noturno. O argumento do Governo do Estado o de que no h efetivo suficiente para manter bombeiros 24 horas por dia a disposio da populao. Somente nos ltimos dois anos cerca de 500 bombeiros saram da ativa, sem que houvesse a re- posio de pessoal suficiente. Um estudo realizado pelo comando dos Bombeiros do Estado determinar quais os quartis funcionaro somente durante o dia. Por b- vio, os municpios com histrico de menos ocorrncias sero os mais prejudicados. Nestes casos, o conselho que se pode dar para que as residncias e empresas deixem para pegar fogo somente durante o dia. Acidentes noturnos de maior vulto tambm devem ser adiados para a manh seguinte. Por sua vez, os impostos recolhidos para o governo podem ser feitos noite, via internet banking. Rolando Christian CoelhoRolando Christian Coelho Jornal Correio do Sul Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2017 rolando_coelho@hotmail.com (48) 99945.6787 POLTICA
  3. 3. 3 Impasse Geral Se funcionrios do hospital Nossa Senhora de Ftima pararem, no por falta de apoio dos municpios, dizem secretrios N esta quinta-feira, uma reunio na sede daAssocia- o dos Municpios do Extre- mo-Sul Catarinense (Amesc) vai tratar sobre o novo marco regulatrio para a assinatura de con- vnios. A legislao que entrou em vigor este ano, bem mais rigorosa do que a anterior, e um dos motivos para o de- sencontro entre as prefeituras de Praia Grande e So Joo do Sul e o hospital Nossa Senho- ra de Ftima de Praia Grande. Funcionrios do hospital es- to mais uma vez ameaando Praia Grande Turvo fazer greve devido ao atraso dos salrios, e esta semana, em conversa com o Correio do Sul, o administrador Jean Gonalves reclamou da falta de repasse de recursos pelas duas administraes munici- pais. Jean afirmou que nem Praia Grande nem So Joo tinham re- novado os contratos com a associao hospitalar, aumen- tando ainda mais o dficit das contas do hospital. O chefe de gabinete do prefeito Henrique Maciel, Varner Oliveira, diz que a administrao municipal de Praia Grande j repassou este ano R$ 150 mil ao hospital. O Jornal Correio do Sul Quinta-Feira, 16 de Fevereiro de 2017 Prefeiturasnotmculpaporgreve Aberto das 19h00 s 00h00 de Quarta Domingo Av. Nereu Ramos, 1082 Parque das Avenidas - Sombrio DiocesediscuteCampanhadaFraternidade A Diocese de Cricima promove, nesta quinta-feira e no sbado, os estudos dio- cesanos sobre a Campanha da Fraternidade (CF) 2017, cujo tema Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida e o lema Cultivar e guardar a criao (Gn 2,15). Ao todo, 86 pessoas partici- paro da primeira etapa hoje, na sede da Fundao Shalom da Famlia, em Linha Batista, Cricima. Outras 90 esto inscritas para sbado, que ser promovido no auditrio da Parquia Nossa Senhora da Orao, em Turvo. Os grupos compreendem padres, religiosos e leigos repre- sentantes das 33 parquias e santurio da Diocese de Cricima. A CF deste ano mobi- liza as comunidades para a reflexo quanto ao cuidado com a criao, especialmente dos biomas do Brasil, como dom de Deus, e promoo de relaes fraternas com a vida e com a cultura dos povos presentes nesses bio- mas. Os estudos, que tero mesmo contedo nos dois dias, sero assessorados pelos professores Zeca Virtuoso e Carlyle Menezes, com incio Hospital Nossa Senhora de Ftima, como tantos outros no pas, enfrenta constante crise financeira, e depende fortemente do dinheiro das prefeituras Padres e leigos se renem para preparar as discusses e aes da Campanha deste ano s 8h30min e trmino at s 15h30min.Alm de estudar e refletir, sempre de costume da Igreja diocesana, por meio de sugestes em grupos, pro- por atitudes concretas s co- dinheiro serviu para o paga- mento da folha salarial de de- zemb