of 2/2
Embora associemos o Natal ao nas- cimento de Jesus, a tradi- ção da festivi- dade remon- ta a milênios. As origens do natal vêm desde dois mil anos an- tes de Cristo. Tudo começou com um antigo festi- val mesopotâmico que simbolizava a passagem de um ano para o outro, o Zagmuk. A mesopotâmia inspirou a cultura de muitos povos, como a dos gregos, que assimilaram as raízes do festival, celebrando a luta de Zeus con- tra o titã Cronos. Mais tarde, por intermédio da Grécia, costume alcançou os romanos, sendo absorvido pelo festival chamado Saturnalia, pois era em homenagem a Saturno. A festa começava no dia 17 de dezembro e ia até o 1º de janeiro, comemorando o solstício do inverno. De acordo com seus cálculos, o dia 25 era a data em que o Sol se encontrava mais fraco, porém pronto para recomeçar seu crescimento e espalhar vida por toda a Terra. Durante a data, que acabou conhecida como o Dia do Nascimento do Sol Invicto, as escolas eram fechadas e ninguém trabalhava. Eram reali- zadas festas nas ruas, grandes jantares eram ofe- recidos aos amigos, e árvores verdes - ornamen- tados por muitas velas - enfeitavam as salas para espantar os maus espíritos da escuridão. Os mes- mos objetos eram usados para presentear uns aos outros. DEPOIS DE CRISTO Nos primeiros anos do Cristianismo, a Pás- coa era o feriado principal. O nascimento de Je- sus não era celebrado. No século IV, a Igreja decidiu instituir o nascimento de Jesus com um feriado. Mas havia um problema: a Bíblia não menciona a data de seu nascimento. Então, apesar de algumas evi- dências sugerirem que o nascimento de Jesus ocorreu na primavera, o Papa Júlio I escolheu 25 de dezembro. Alguns estudiosos acreditam que esta data foi adotada num esforço de absorver as tradições pagãs da Saturnalia. A maior parte dos historiadores afirma que o primeiro Natal, como conhecemos hoje, foi celebrado no ano 336 d.C. A troca de presentes passou a simbolizar as ofertas feitas pelos três reis magos ao menino Jesus, assim como outros rituais também foram adaptados. VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL Natal significa nascimento e nascimento quer dizer renovação, recomeço ou, talvez, ape- nas começo. Começo de nova caminhada, de novos entendimentos, de nova compreensão do porquê estarmos aqui, de quais são nossas tare- fas, de quais são nossas reais necessidades, de procurarmos descobrir com vontade firme e per- severança nossas capacidades interiores de ser- mos pessoas melhores, de aprendermos a ser mais tolerantes, mais misericordiosos, mais com- panheiros dos nossos companheiros de jornada, porque nunca caminhamos sozinhos. Informativo Cristianismo Redivivo Ano 01 Número 008 Dezembro/2009 Nossas Atividades Domingo A partir das 7h00 Sopa Fraterna, evangelização infantil, adulto, Mãos Fra- ternas e curso de informáti- ca; Segunda 19h30 Cursos Sistematiza- dos da Doutrina Espírita; Terça 14h30 Sala de Costura; 19h30- Reunião Pública, triagem, tratamento fluídi- co, biblioteca e livraria; Quarta 14h30 Projeto de Artesa- nato Altamiro Araújo; Quinta 19h15 Tratamento Espiri- tual; Sexta 19:30 Reunião Pública, Evangelização, Biblioteca e Livraria; Sábado 07h00 Campanha da So- pa; 15h00 Campanhas do Quilo e Auta de Souza, Visi- tas Fraternas; 17h00 Moci- dade Espírita. ESCOLHA UMA ATIVIDADE E VENHA PARTICIPAR Olá irmãos! Neste mês deseja- mos a todos vocês um feliz natal e um ano novo cheio de muita harmonia, saúde e paz. Que o nosso mestre Jesus possa estar sempre nos acompanhado e intu- indo ao bem. Mande sua sugestão ou matéria para o e-mail cristianismoredivi- [email protected] que o seu trabalho será submetido a uma avaliação doutrinária e se estiver em sintonia com o nosso jornal, a sua matéria será publicada. Desde já avisamos que os direi- tos autorais do jornalzinho são de Jesus, nosso irmão e mestre maior. Este é o nosso espaço de divulgação e inte- ração na net. Temos aqui downloads de mú- sicas, fotos, aulas e muito mais. Aqui você vai ficar por dentro de tudo que se passa na nos- sa casa espírita, e no movimento espírita num contexto geral. E se você tem alguma sugestão mande um email para [email protected] , que a sua ideia será muito bem vinda. Tudo isso você encontra no nosso blog: EDITORIAL Feliz Natal com Jesus! cristianismoredivivounai.blogspot.com

Informativo Dezembro 2009

  • View
    237

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Informativo Dezembro 2009

  1. 1. EDITORIAL Ol irmos! Neste ms deseja- mos a todos vocs um feliz natal e um ano novo cheio de muita harmonia, sade e paz. Que o nosso mestre Jesus possa estar Informativo Cristianismo Redivivo sempre nos acompanhado e intu-Ano 01 Nmero 008 Dezembro/2009 indo ao bem. Mande sua sugesto ou matria para o e-mail cristianismoredivi- [email protected] que o seuFeliz Natal com Jesus! trabalho ser submetido a uma avaliao doutrinria e se estiver EmboraDEPOIS DE CRISTO em sintonia com o nosso jornal,associemos oNos primeiros anos do Cristianismo, a Ps- a sua matria ser publicada.Natal ao nas- Desde j avisamos que os direi-cimento de coa era o feriado principal. O nascimento de Je- tos autorais do jornalzinho soJesus, a tradi-sus no era celebrado. de Jesus, nosso irmo e mestre o da festivi- No sculo IV, a Igreja decidiu instituir o maior.nascimento de Jesus com um feriado. Mas haviadade remon-ta a milnios. um problema: a Bblia no menciona a data deAs origens do natal vm desde dois mil anos an-seu nascimento. Ento, apesar de algumas evi-tes de Cristo. Tudo comeou com um antigo festi- dncias sugerirem que o nascimento de Jesusval mesopotmico que simbolizava a passagemocorreu na primavera, o Papa Jlio I escolheu 25de um ano para o outro, o Zagmuk. de dezembro. Alguns estudiosos acreditam queA mesopotmia inspirou a cultura de muitos esta data foi adotada num esforo de absorverpovos, como a dos gregos, que assimilaram asrazes do festival, celebrando a luta de Zeus con- as tradies pags da Saturnalia.Nossas Atividades tra o tit Cronos. Mais tarde, por intermdio daA maior parte dos historiadores afirma que DomingoGrcia, costume alcanou os romanos, sendo o primeiro Natal, como conhecemos hoje, foi A partir das 7h00 Sopa absorvido pelo festival chamado Saturnalia, pois celebrado no ano 336 d.C. A troca de presentes Fraterna, evangelizaoera em homenagem a Saturno. A festa comeava passou a simbolizar as ofertas feitas pelos trsno dia 17 de dezembro e ia at o 1 de janeiro,reis magos ao menino Jesus, assim como outrosinfantil, adulto, Mos Fra-comemorando o solstcio do inverno. De acordorituais tambm foram adaptados. ternas e curso de informti- com seus clculos, o dia 25 era a data em que o ca; VERDADEIRO SENTIDO DO NATALSol se encontrava mais fraco, porm pronto para Natal significa nascimento e nascimento Segundarecomear seu crescimento e espalhar vida por quer dizer renovao, recomeo ou, talvez, ape- 19h30 Cursos Sistematiza-toda a Terra. nas comeo. Comeo de nova caminhada, de dos da Doutrina Esprita;Durante a data, que acabou conhecida como novos entendimentos, de nova compreenso doTera o Dia do Nascimento do Sol Invicto, as escolas porqu estarmos aqui, de quais so nossas tare-eram fechadas e ningum trabalhava. Eram reali-fas, de quais so nossas reais necessidades, de 14h30 Sala de Costura;zadas festas nas ruas, grandes jantares eram ofe-procurarmos descobrir com vontade firme e per- 19h30- Reunio Pblica,recidos aos amigos, e rvores verdes - ornamen-severana nossas capacidades interiores de ser- triagem, tratamento fludi-tados por muitas velas - enfeitavam as salas paramos pessoas melhores, de aprendermos a ser co, biblioteca e livraria;espantar os maus espritos da escurido. Os mes- mais tolerantes, mais misericordiosos, mais com- Quarta mos objetos eram usados para presentear unspanheiros dos nossos companheiros de jornada, 14h30 Projeto de Artesa- aos outros.porque nunca caminhamos sozinhos. nato Altamiro Arajo; Quinta 19h15 Tratamento Espiri- tual;Sexta 19:30 Reunio Pblica, cristianismoredivivounai.blogspot.comEvangelizao, Biblioteca e Este o nosso espao de divulgao e inte- Livraria;rao na net. Temos aqui downloads de m-Sbadosicas, fotos, aulas e muito mais. Aqui voc vai 07h00 Campanha da So-ficar por dentro de tudo que se passa na nos- pa; 15h00 Campanhas do sa casa esprita, e no movimento esprita Quilo e Auta de Souza, Visi- num contexto geral. E se voc tem alguma tas Fraternas; 17h00 Moci- sugesto mandeum emailpara dade Esprita. [email protected] , que asua ideia ser muito bem vinda.ESCOLHA UMA ATIVIDADEE VENHA PARTICIPARTudo isso voc encontra no nosso blog:
  2. 2. ANIVERSARIANTES O abrao um excelente tnico. Hoje sabemos que JANEIRO UM ABRAO a pessoa deprimida bem mais suscetvel a doenas. Muitos pedidos de perdo foram traduzidos em O abrao diminui a depresso e revigora o sistema 02 - Claudiene 3676 5864 abraos... Muitos dizeres "eu te amo" foram conver-imunolgico. O abrao injeta nova vida nos corpos 05 - Vanessatidos em abraos. Muitos sentimentos de saudade cansados e fatigados, e a pessoa abraada sente-se 06 - Reinaldo 3677 7272foram calados por abraos. Muitas despedidas emo-mais jovem e vibrante. O uso regular do abrao pro- 08 - Stela Dalva 3676 7093 cionadas selaram um amor sem fim no aconchegolonga a vida e estimula a vontade de viver. 09 - Oniranda 3676-3583 de um abrao.Recentemente ouvimos a teoria muito interessante 10 - Ana Paula 3676 6632O que voc faz quando est com dor de cabea, de uma psicloga americana, dizendo que voc pre- 12 - Geiza Freitas 3676-2597 ou quando est chateado? Ser que existe algum cisa de quatro abraos por dia para sobreviver, oito 13 - Caroline 3676-9047remdio para aliviar a maioria dos problemas fsicos e abraos para manter-se vivo e doze abraos por dia 15 - Elaine Monteiro emocionais? Pois , durante muito tempo estivemospara prosperar. E o mais bonito que esse remdio procura de alguma coisa que nos rejuvenescesse,no tem contra-indicao e no h maneira de d-lo 17 - Srgio 8803 5402que prolongasse nosso bom humor, que nos prote-sem ganh-lo de volta. - Pense nisso! 18 - Ana Lcia 3676 3563J h algum tempo temos visto, colado nos vidros degesse contra doenas, que curasse nossa depresso e 18 - Tiago 3676 5192 que nos aliviasse do estresse. Sim, alguma coisa que alguns veculos, um adesivo muito simptico, dizen- 18 - Orlando 3676-1151 fortalecesse nossos laos afetivos e que, inclusive, do: abrace mais! Eis uma proposta nobre: abraar 19 - Mazinho 3676 4107 nos ajudasse a adormecer tranqilos. mais. O contato fsico do abrao se faz necessrio 20 - Guilherme 8819 4841 Encontramos! O remdio j havia sido descoberto epara que as trocas de energias se dem, e para que a 21 - Aparecida Rod. 3676-2254j estava nossa disposio. O mais impressionanteafetividade entre duas pessoas seja constantemente 22 - Albertina de tudo que ainda por cima no custa nada. Alis,revitalizada. 24 - Ronilda 3676 1848 custa sim, custa abrir mo de um pouco de orgulho, O "abraar mais" um excelente comeo para aque- 28 - Claudney 36765414 um pouco de pretenso de ser auto-suficiente, um les de ns que nos percebemos um tanto afastadospouco de vontade de viver do jeito que queremos, das pessoas, um tanto frios no trato com os outros. 29 - Vnia 3676 1685sem depender dos outros. S quem j deu ou recebeu um sincero abrao sabe o abrao. O abrao milagroso. medicina real- o quanto este gesto, aparentemente simples, conse-LIVRO DO MSmente muito forte. O abrao, como sinal de afetivida-gue dizer. Assim, convidamos voc a abraar mais.de e de carinho pode nos ajudar a viver mais tempo,Doe seu abrao apertado para algum, e recebaproteger-nos contra doenas, curar a depresso,imediatamente a volta deste ato carinhoso.fortificar os laos afetivos.Pense nisso! Abrace mais voc tambm.. falta de coerncia e objetividade e Sono durante a Palestra Esprita. monotonia do orador.Qual a origem da sonolncia durante umaNeste ltimo item, destacamos o uso de umapalestra?linguagem entediante; o volume baixo demais daCom certa freqncia, observamos alguns irmos voz; dico sem muita clareza; utilizao de dis-envolvidos pelo torpor enquanto assistem uma curso decorado ou com leitura muito prolongada;palestra. Vrios so os motivos que podem nosdivagaes com fuga do tema central e finalmen-induzir ao sono nestas ocasies. Com a finalidadete, falta de domnio sobre o assunto.de colaborarmos para que a palestra atinja o seu fundamental que se realize um esforo paraobjetivo de maneira ampla e proveitosa, destaca- corrigir estas situaes que colocam em risco amos abaixo alguns destes motivos, que julgamos seriedade do trabalho que produto do estudo eser til a sua identificao e correo, obviamentededicao do palestrante. Aos ouvintes, neces-dentro das possibilidades :srio manterem-se alertas nestas ocasies procu-PERISPRITO . alimentao excessiva antes da reunio;rando evitar as condies que favoream o sono O QUE OS ESPRITOS DISSERAM A RESPEITO. cansao fsico ou mental ao fim do dia;durante o aprendizado da doutrina. Ainda que o De: Geziel Andrade . desinteresse pelo tema abordado; assunto a ser explanado seja do nosso total co- Vejam alguns tpicos deste . influncia espiritual para impedir o esclarecimen- nhecimento, aproveitemos a oportunidade de livro: to do encarnado - (hipnose espiritual interna, expandir atravs de outros enfoques e idias dou-segundo Manoel Philomeno de Miranda);trinrias de organizao diferente da que temos - *As aes repetidas dos pensa-. desdobramento do encarnado;o desenvolvimento intelectual e aprimoramento mentos e da vontade exercem espiritual.. palestra extensa, onde a exposio ultrapassa o ao constante sobre o perispri-tempo determinado;Fonte: www.correioespirita.org.br to. *As ms aes do, ao perispri-teatro apresentada pela mocidade, que nos faz Evangelizao Infantil to, forma grosseira e opaca, a- lembrar o Verdadeiro Sentido do Natal, poisFim de ano e as comemoraes de natal! Tive- que nos dias de hoje anda to esquecido. A correntada a Terra por sua pr-mos muito trabalho, mas valeu a pena ver o pria materialidade e condenadacoordenao agradece a todos evangelizadoresresultado. Esse ano comemoramos o aniversrioe colaboradores pelo empenho, e deseja um a ficar encerrada nas baixas regi- de Jesus com bolo, refrigerante e uma pea defeliz natal e prspero ano a todos! es do mundo espiritual. *As boas aes vo transforman-Mocidade Esprita Meimei Encerramento do Cursos do o perisprito, pouco a pouco, num organismo sutil e radiante, Encerramos nossas atividades de estudo noNa segunda dia 14, finalizamos de semestresemestre, neste ltimo sbado dia 19, e nosdos Cursos Sistematizados. Tivemos a apresen- aberto s mais altas percepes,confraternizamos na casa do nosso irmo Slvio tao de um vdeo que conta a histria da nos- s sensaes mais delicadas dacom um delicioso churrasco. Mas j temos datasa casa, que cita a implantao dos cursos, vida do Espao, capaz de vibrarprevista para o retorno, que ser no dia 27 de esse vdeo emocionou a todos, depois uma harmonicamente com Espritos fevereiro de 2010, ento no se esquea. Ah s dinmica de amigo oculto e encerramos com elevados e de participar das ale-lembrando no sbado s 15:00h tem Campanha uma confraternizao cheia de guloseimas. grias e impresses do infinito.de Fraternidade Auta de Souza. No falte! Ento at o prximo semestre!