3487 medicina chinesa

  • View
    76

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of 3487 medicina chinesa

  • 1. A UTILIZAO DO SHIATSU COMO INSTRUMENTO COMPLEMENTAR PARA REDUO DA FADIGA FSICA DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM EM UMA UNIDADE HOSPITALAR
  • 2. ii Universidade Federal de Santa Catarina Programa de Ps-Graduao em Engenharia de Produo A UTILIZAO DO SHIATSU COMO INSTRUMENTO COMPLEMENTAR PARA REDUO DA FADIGA FSICA DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM EM UMA UNIDADE HOSPITALAR Roberto Masatoshi Yamada Dissertao apresentada ao Programa de Ps-Graduao em Engenharia de Produo Universidade Federal de Santa Catarina como requisito parcial para obteno do ttulo de Mestre em Engenharia de Produo Florianpolis 2002
  • 3. iii ii Roberto Masatoshi Yamada A UTILIZAO DO SHIATSU COMO INSTRUMENTO COMPLEMENTAR PARA REDUO DA FADIGA FSICA DOS TRABALHADORES DE ENFERMAGEM EM UMA UNIDADE HOSPITALAR Esta dissertao foi julgada aprovada para a obteno do ttulo de Mestre em Engenharia de Produo no Programa de Ps-Graduao em Engenharia de Produo da Universidade Federal de Santa Catarina Florianpolis, 08 de maro de 2002. __________________________________ Professor Ricardo Miranda Brcia, Ph.D. Coordenador do Curso Banca Examinadora ____________________________ Professor Glaycon Michels, Doutor Orientador
  • 4. iv ________________________________ _______________________________ Professora Sonia Maria Pereira, Doutora Professora Virgnia Grunewald, Doutora iii
  • 5. v Este trabalho dedicado pessoa que permitiu que todas as condies (materiais, mentais e espirituais), fossem favorveis sua concluso. minha esposa, Rosngela, sempre presente em minha vida.
  • 6. vi iv Agradecimentos Universidade Federal de Santa Catarina, pela oportunidade da realizao deste trabalho, Diretoria de Enfermagem do Hospital Universitrio e aos profissionais da Clnica Cirrgica II, pela pacincia e participao, Ao orientador Professor Glaycon Michels, pelas valiosas observaes, Aos professores do Curso de Ps-Graduao.
  • 7. vii
  • 8. viii ix Lista de Figuras Figura 1 - Trajeto do Canal do Pulmo ...........................................................34 Figura 2 - Trajeto do Canal do Intestino Grosso .............................................35 Figura 3 - Trajeto do Canal do Estmago .......................................................36 Figura 4 - Trajeto do Canal do Bao-Pancreas ...............................................37 Figura 5 - Trajeto do Canal do Corao ..........................................................38 Figura 6 - Trajeto do Canal do Intestino Delgado ............................................39 Figura 7 - Trajeto do Canal da Bexiga.. ...........................................................40 Figura 8 - Trajeto do Canal do Rim ..................................................................41 Figura 9 - Trajeto do Canal do Pericardio (Circulao- Sexo)...........................42 Figura 10 - Trajeto do Canal do Triplo Aquecedor............................................43 Figura 11 - Trajeto do Canal da Vescula Biliar ...............................................44
  • 9. ix Figura 12 - Trajeto do Canal do Fgado............................................................45 Figura 13 - Trajeto do Canal do Vaso-Concepo ...........................................46 Figura 14 - Trajeto do Canal do Vaso-Governador ..........................................47 Figura 15 - Ciclo de Gerao............................................................................53 Figura 16 - Ciclo de Restrio...........................................................................54
  • 10. x x Lista de Quadros Quadro 1: Cinco Elementos ( Cinco Movimentos)............................................52 Quadro 2: Estrutura de Funcionamento do Servio de Enfermagem da Clnica Cirrgica II ...........................................................................75 Quadro 3: Regimede Contratao de Pessoal ............................................. 75 Quadro 4: Distribuio dos Recursos Humanos por Turno de Trabalho...........78 Quadro 5: Nmero de Atendimentos do Hospital Universitrio por Perodo.....86 Quadro 6: Demonstrativo da Concentrao de Tarefas dos Tcnicos e Auxiliares de Enfermagem por Turno de Trabalho..........................89
  • 11. xi xi RESUMO A busca constante de aperfeioamento, em qualquer atividade humana, fundamental para a melhoria da qualidade de vida dos indivduos, motivou e impulsionou a realizao do presente estudo. Objetivando a evoluo de padres de convivncia social, familiar, profissional e de lazer, o ser humano tem procurado obter, cada vez mais, maior qualidade de vida pessoal e de grupo. A tendncia de crescimento de movimentos em prol de uma vida mais voltada para a natureza tem se revelado significativa nos dias atuais. O imperativo da produtividade sempre crescente nas organizaes tem levado os trabalhadores a apresentarem desconfortos fsicos decorrentes do desempenho de suas atividades laborativas. Em consonncia com esta tendncia, apresenta este trabalho, sugesto para a aplicao do Shiatsu a um grupo de trabalhadores de Enfermagem, com base em um programa de acompanhamento e avaliao da tcnica proposta. Shiatsu, tcnica milenar, oriunda do Japo, tem como uma das mais importantes regras de sua aplicao olhar o indivduo como um todo, como um ser nico e no apenas o problema identificado. Outro aspecto importante que o Shiatsu no utiliza nenhum meio mecnico ou qualquer tipo de elemento qumico artificial. Existem relatos de apresentao de resultados significativos no abrandamento dos desconfortos musculares. O Shiatsu uma tcnica que est em sintonia com a tendncia mundial das pessoas buscarem alvio para os seus problemas atravs de meios naturais, aumentando os conhecimentos que ampliem a conscincia do prprio corpo. A metodologia empregada para identificao das origens das dores dos trabalhadores foi a da observao das rotinas dirias e entrevistas no-estruturadas junto a uma equipe de Enfermagem de uma unidade hospitalar.
  • 12. xii Palavras-chave: Shiatsu, terapia corporal, terapia oriental, dores osteo- musculares. xii ABSTRACT The present dissertation has been motivated and impelled by the permanent search for perfecting which is fundamental for the improvement on people's life quality whatever their activity. Aiming the evolution of the social, familial, professional and leisure associations standards human beings have strived for having more and more life quality both personally and socially. The trend toward the growth of movements is favor of life being more in accordance with nature has shown itself meaningful nowadays. The urge for productivity being always increased in organizations has led their workers to feel physical disconfort caused by the carrying out of their work tasks. In consonance with this trend we present in this paper a suggestion for the application of Shiatsu to a group composed of nursing profession people, based on a program of examination and assessment of the proposed technique. Shiatsu which is a millenary technique born in Japan has as one of its most important rules looking at the person as a whole, as a unique being, not only at the identified problem.Another important aspect is that Shiatsu doesn't use any mechanical means or any kind of artificial chemical elements. Significant results concerning the subsidence of muscular disconfort have been reported. Shiatsu is a technique that is in perfect harmony with the worldwide trend of people seeking relief for their problems through natural means, increasing the knowledge and thus the awareness they have of their own bodies. The methodology used to identify the origin of the pain felt by the workers was the observation of their daily routines and non- structured interviews with a hospital ward nursing staff. keywords: Shiatsu, body therapy, Eastern therapy, osteomuscular pain.
  • 13. 1 CAPTULO 1 INTRODUO 1.1 - Consideraes Iniciais e Contextualizao do Problema Na poca atual, existem mltiplas e radicais transformaes que ocorrem em um ritmo sem precedentes, desafiando nossa capacidade de reao. Turbulncia, crise e caos so as palavras da moda. Em um mundo on-line, tempo e espao encurtam-se, o local e o global misturam-se, ncleo e periferia confundem-se. A tecnologia permite, hoje, assistir em t