Apostila Recursos Materiais e Patrimoniais - ULG

  • View
    304

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Apostila Recursos Materiais e Patrimoniais - ULG

ADMINISTRAO DEMATERIAISProfessor: Abdulai Sombille Djal

OBJETIVOS:

Objetivo Geral: Desenvolver competncias para o entendimento dos conceitos da Administrao de Materiais e Recursos Patrimoniais.

Objetivos Especfico: , Desenvolver competncias para o entendimento das funes e operacionalidades da Administrao de Materiais e Recursos Patrimoniais, por meio de instrumentos eficazes.2

CONTEDO1. 1.1 1.2 1.3 1.4 Os Recursos Introduo Administrao de Recursos Fatores de produo Recursos tecnolgicos

2. 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.7 2.8 2.9

Aquisio de Recursos Materiais e Patrimoniais Introduo A funo de compras e a Lei 8.666 Novas formas de comprar Estratgias de aquisio tica em compras O sinal da demanda Softwares de planejamento e controle Procedimentos Parcerias3

3. O Papel dos Estoques nas Empresas 3.1 Introduo 3.2 Tipos de Estoque 3.3 A Importncia dos Estoques 4. Anlise dos Estoques 4.1 Introduo 4.2 Gesto de Estoques 4.3 Lotes Econmicos de Compra. 5. Modelos de Estoques

6. Administrao Patrimonial7. Gesto da Distribuio 7.1 A Logstica 7.2 Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos4

BIBLIOGRAFIA

AMMER, Dean S., Administrao de Material. So Paulo: Atlas, 1994 2. ARNOLD. J. R. Tony, Administrao de Materiais. So Paulo : Atlas, 1999 3.MARTINS, Petrnio Garcia , Paulo Renato Camposlt. Administrao de Materiais e Recursos Patrimoniais. So Paulo : Saraiva, 2006.1.

5

6

Recursos tudo aquilo que gera ou tem a capacidade de gerar riqueza, no sentido econmico do termo.

7

Recursos Disposio das EmpresasMateriais Patrimoniais

CapitalHumanos Tecnolgicos8

Materiais engloba a seqncia de operaes que tem seu incio na identificao do fornecedor, na compra do bem, em seu recebimento, transporte interno e acondicionamento, em seu transporte durante o processo produtivo, em sua armazenagem como produto acabado e finalmente em sua distribuio ao consumidor final9

Ciclo da Administrao de MateriaisClientes Sinal de Demanda TransporteExpedio

Identificar Fornecedo r Comprar MaterialTransportarRecebimento e Armazenagem

Armazenagem do Produto Acabado

Movimentao Interna

10

Patrimoniais trata da seqncia de operaes que, assim como a administrao de recursos materiais, tem inicio na identificao do fornecedor, passando pela compra e recebimento do bem, para depois lidar com a conservao, manuteno ou, quando for o caso, alienao.Patrimnio - Conjunto de bens, valores, direitos e obrigaes de uma pessoa fsica ou jurdica que possa ser avaliado pecuniariamente e que seja utilizado na consecuo de seus objetivos. 11

Capital - O capital, sob a forma de numerrio, o mais facilmente reconhecido, por sua caracterstica de liquidez, que faz com que ele possa ser utilizado inclusive na aquisio de outros recursos

12

Humanos as que trabalham na empresa tambm constituem recursos, pois com o seu conhecimento geram novas idias, que so transformadas em novos produtos, novos mtodos de trabalho, servios cada vez mais adequados ao uso dos consumidores.13

Tecnolgicos normalmente, quando ouvimos a palavra tecnologia, associamos com algo intangvel incorporado a entidades concretas, a bens fsicos, como mquinas, ferramentas e produtos qumicos.

14

Na realidade, a tecnologia abrange bem mais do que isso ela o corpo de conhecimentos com a qual a empresa conta para produzir produtos ou servios. Negcio essencial Core Business Organizao que aprende (Learning Organization)

15

Ciclo PDCAO CICLO PDCA de Edward Deming, um dos principais gurus da qualidade, e uma forma de agir que resume de maneira simples o ciclo de renovao e acumulao.Serve tanto para a implementao de novas idias como para a resoluo de problemas. Os recursos tecnolgicos da empresa devem ser: Planejados (Plan), Desenvolvidos ou Adquiridos (Do), Controlados (Control), e ter Aes (Act) sobre eles.16

17

Recursos MateriaisSo os itens ou componentes que uma empresa utiliza nas suas operaes do dia a dia, na elaborao do seu produto final ou na consecuo do seu objetivo social.

Estoques da Empresa:Matria prima, produtos em processo, produtos em trnsito e produtos acabados, produtos consignados.18

O Sinal da DemandaForma sob a qual a informao chega rea de compras para desencadear o processo de aquisio de bem material ou patrimonial.- Solicitao de Compras - MRP - JIT - Reposio Peridica - Ponto de Pedido. - Caixeiro Viajante. - Contratos de Fornecimento.19

Sistema de Reposio Peridica Intervalo padro pr fixado

Quantidade a ser pedida:

Q = estoque mximo - estoque atual20

Sistema do Ponto de Pedido Lote padro de compra pr definido

Ponto de pedido calculado:

PP = consumo mdio x tempo de reposio (atendimento)21

Contratos de Fornecimento H um contrato entre cliente e fornecedor e,

quando h necessidade do bem, o computador

automaticamente emite e envia ordem decompra via EDI.

22

Softwares de Planejamento e ControlePreparao das especificaes Identificao dos proponentes fornecedores Preparao das cartas-convites Entrega da solicitao de fornecimento acompanhada de todas as informaes necessrias e suficientes para os proponentes elaborarem suas propostas Recebimento das propostas Anlise e julgamento23

Softwares de Planejamento e ControleNegociaes Emisso do pedido de compra ou contrato de fornecimento Acompanhamento do fornecimento (follow-up) Recebimento Aprovao ou contestao Solicitao do pagamento ao fornecedor

24

ParceriasSo cada vez mais numerosas as empresas a acordar para o fato de que as alianas vo ter importncia primordial no futuro. As alianas esto evoluindo to depressa, que ningum pode mais fazer tudo sozinho. James Houghton25

Parcerias Adversrio

Confiana mtua Parceria ganha-ganha COMAKERSHIP Relacionamento empresa / fornecedor e o

impacto no lucro26

Evoluo do Relacionamento Abordagem convencional - preo Melhoria de qualidade - qualidade

Integrao operacional - participao do

fornecedor no projeto do produto e do processo, investimentos comuns em P&D Integrao estratgica - Parceria real nos negcios.27

Comakership Gerenciamento comum dos procedimentos dos

negcios Desenvolvimento de produtos e processos Engenharia simultnea QFD Fornecimentos sincronizados e qualidade assegurada.

28

Avaliao de Fornecedores Custo Qualidade Pontualidade Inovao

Flexibilidade Produtividade Instalaes

Capacitao gerencial e financeira29

Desenvolvimento de Fornecedores Avaliao prvia Diretrizes para programa de melhoria Treinamento e acompanhamento Interaes constantes para melhoria de

processos

30

Negociaes O contrato resultante deve materializar todos

os avanos e novos conceitos atingidos at ento, entre eles:

Exclusividade de fornecimento; Compromisso de abertura de planilhas; Repasse de ganhos com melhoria do processo; e Penalidades decorrentes de no cumprimento de prazos.31

32

IntroduoGesto de Aquisio assunto estratgico centro de lucros. Valor total com compras de 50 a 80% da renda bruta.

Importncia da rea: Informao Atualizada; Habilidades Interpessoais; Dinamismo.33

A Funo de ComprasParte do processo de logstica da empresa. Conceito voltado para o processo e no apenas para transaes. Sistema Tradicional.

34

Sistema TradicionalArquivo do Material Comprado

Inputs de InformaesInformao de controle de inventrio

Nome, endereo, Ficha Do instrues de Fornecedor remessa Para as ltimas 5 10 compras

PEDIDOS COMPUTADORArquivo do Histrico de Preos

Arquivo de Pedidos em Aberto

Figura Sistema Automatizado de Compras Tradicional

Relatrios

Ordens de Compra

35

Sistema ModernoMATRIZ O escritrio central acessa todos os sistemas de dados da matriz utilizando servios de telecomunicaes, como os oferecidos pela Embratel.CLIENTES Acessam as bases de dados da empresa para consultar informaes sobre estoques, notas, pedidos, crdito e faturamento.36

Sistema ModernoTRANSPORTADORAS A fim de agilizar a comunicao, a empresa est conectada via modem s transportadoras, controlando todo o romaneio de cargas e notas fiscais. LIGAES DISTNCIA (Rede WAN) Servidores RISC mantm a empresa ligada on-line s filiais, fbricas, transportadoras, vendedores e fornecedores.37

Sistema ModernoVENDEDORES Munidos de notebooks equipados com modem, os vendedores conectam-se empresa para tirar pedidos on-line, acessar o correio eletrnico e obter informaes sobre estoque, faturamento, situao de crdito e carteira de clientes.

38

Sistema ModernoUNIDADES DE VENDAS E REPRESENTANTES Acessam todo o sistema da matriz via Renpac.

FBRICAS As vrias unidades ligam-se matriz para ter acesso ao correio eletrnico e compartilhar dados gerenciais e financeiros, como resultados, pedidos e faturamento.FORNECEDORES Esto todos ligados empresa. Utilizando o padro EDI, tm acesso a vrias informaes, como os pedidos de compras.39

Classificao das ComprasCOMPRAS

COMPRAS DE RECURSOS MATERIAIS

COMPRAS DE RECURSOS PATRIMONIAIS

40

Interfaces de Compras

JURDICOINFORMTICA

MARKETING e VENDASCONTABILIDADE E FINANAS

QUALIDADEENGENHARIA DE PRODUTO E DE PROCESSOS

FABRICAO OU PRODUO41

Novas Formas de ComprarCompras Globalizadas (global sourcing)

EDI (Electronic data interchange)Rapidez, segurana e preciso do fluxo de informaes; Reduo dos custos; Facilidade na colocao de pedidos; e Sedimentao do conceito de parcerias

42

Novas Formas de ComprarLivrarias Virtuais

Compras via Internet Cartes de Crdito43

Estratgias de Aquisio

Vert