Click here to load reader

folder-coinoculacao_2 copy

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of folder-coinoculacao_2 copy

  • Empresa Brasileira de Pesquisa AgropecuriaEmbrapa SojaRod. Carlos Joo Strass, s/n, acesso Orlando AmaralC.P. 231, CEP 86001-970, Warta, Londrina, PRFone: (43) 3371 6000 Fax: 3371 [email protected]

    Folder 02/2014 - mar/14 - 5.000 exemplares

    Texto: Mariangela Hungria eMarco Antonio Nogueira (Embrapa Soja).Fotos: Mariangela Hungria

    TECNOLOGIA DE COINOCULAO

    RIZBIOS E AZOSPIRILLUM

    EM SOJA E FEIJOEIRO

    E na colheita, o agricultor pode encontrar mais benefcios?Foram confirmados incrementos no rendimento de gros, em relao inoculao exclusivamente com rizbios. Os resultados obtidos podem ser visualizados na Tabela 1, onde se verifica que a coinoculao com Azospirillum resultou em um ganho extra de 7,7% no rendimento da soja e de 11,3% no rendimento do feijoeiro. Desse modo, alm de ambientalmente sustentvel, a coinoculao uma tecnologia altamente rentvel para o agricultor.

    estresses abiticos, como a seca. Tambm importante considerar as vantagens do uso desses microrganismos na sustentabilidade ambiental, com benefcios para a sociedade, pela diminuio da poluio de rios, lagos e lenois freticos, alm da menor emisso de gases de efeito estufa, ambos efeitos colaterais da sntese e uso de fertilizantes qumicos. Essas tecnologias esto em plena sintonia com as metas do governo brasileiro, do Plano ABC (Agricultura de Baixa Emisso de Carbono).

    A coinoculao da soja e do feijoeiro com rizbios e Azospirillum permite reduo no uso de fertilizantes qumicos nitrogenados e melhor resposta das plantas frente a estresses ambientais, resultando em maiores rendimentos de gros com sustentabilidade!

    Tabela 1. Ganhos mdios no rendimento de gros, em relao ao tratamento no inoculado, pela inoculao anual com rizbios e Azospirillum. Fonte: Hungria et al., Biology and Fertility of Soils, 49:791801, 2013.

    CG

    PE

    112

    16

  • Em que consiste a tecnologia de coinoculao?

    Isso representa umainovao tecnolgica paraa agricultura brasileira?

    A coinoculao uma tecnologia em sintonia com a abordagem atual da agricultura, que respeita as demandas de altos rendimentos, mas com sustentabilidade agrcola, econmica, social e ambiental. Consiste em adicionar mais de um microrganismo reconhecidamente benfico s plantas, visando maximizar a contribuio dos mesmos. Combina uma prtica j bem conhecida dos produtores: a inoculao das sementes de soja e do feijoeiro com bactrias fixadoras de nitrognio (N), conhecidas como rizbios, com o uso do Azospirillum, uma bactria at ento conhecida por sua ao promotora de crescimento em gramneas.

    Sim! a primeira vez, em mais de 50 anos, que se recomenda um novo tipo de bactria para as culturas da soja e do feijoeiro, alm dos rizbios. Os estudos conduzidos a campo mostram que a coinoculao proporciona vrios benefcios, como:

    aumento da rea radicular, o que possibilita maior aproveitamento dos fertilizantes e favorece a planta em situaes de estresse hdrico.

    incremento da produtividade pela maior capacidade de absoro de nutrientes e gua pelas razes.

    Quais as vantagens da inoculao com rizbios?

    Se os benefcios dos rizbios j so to relevantes,por que aplicar outro microrganismo?

    uma prtica sustentvel que dispensa a adubao nitrogenada na cultura da soja e, total ou

    Os mecanismos de ao dos rizbios e do Azospirillum so distintos. No caso desse novo microrganismo, os benefcios advm, principalmente, da produo de fitormnios, com grande impacto no crescimento das razes (Figura 1).

    O uso desses microrganismos vantajoso para o agricultor e para o meio ambiente?Seu uso reduz o aporte de fertilizantes qumicos, particularmente os nitrogenados, reduzindo o gasto com insumos. O custo de produo tem sido cada vez mais elevado e gastar menos na lavoura pode fazer a diferena para o agricultor. Durante a safra, os rizbios contribuem com o suprimento de nitrognio e os benefcios adicionais pela coinoculao com Azospirillum incluem o melhor estado nutricional das plantas e maior tolerncia a

    parcialmente, tambm no feijoeiro. A cultura da soja s vivel economicamente graas ao uso de inoculantes com estirpes de Bradyrhizobium, que chegam a aportar mais de 300 kg de N/ha. Deve ser feita anualmente para maximizar os benefcios proporcionados pelos microrganismos, resultando em incrementos mdios no rendimento de soja da ordem de 8%. No caso do feijoeiro, para rendimentos da ordem de 2.000 kg/ha, recomenda-se exclusivamente a inoculao com estirpes selecionadas de Rhizobium, mas h relatos de obteno de mais de 4.000 kg/ha.

    O maior sistema radicular resulta em maior absoro e/ou aproveitamento de gua e nutrientes. Em relao gua, tem-se como resultado menor suscetibilidade a estresses hdricos. Quanto aos nutrientes, observa-se maior vigor das plantas e equilbrio nutricional, pelo melhor aproveitamento dos nutrientes do solo e dos fertilizantes. Cabe, ainda, observar que o maior desenvolvimento radicular com Azospirillum tambm resulta em maior nodulao e, consequentemente, maior contribuio da fixao biolgica do nitrognio (Figura 2).

    Figura 1. Desenvolvimento radicular vigoroso de feijoeiro pela coinoculao com Rhizobium e Azospirillum.

    Figura 2. Raiz de soja com nodulao abundante resultante da coinoculao com Bradyrhizobium e Azospirillum.

Search related