GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: UMA ANÁLISE DO CORPO E SUAS MUDANÇAS .gravidez na adolescÊncia: uma

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: UMA ANÁLISE DO CORPO E SUAS MUDANÇAS .gravidez na adolescÊncia: uma

  • GRAVIDEZ NA ADOLESCNCIA: UMA ANLISE DO CORPO E SUAS MUDANAS

    BIOPSIQUICOSSOCIAIS- ESTUDO DE CASO DO JARDIM GUANABARA II

    Jean Carlos Silva Matos

    Rangel Gomes Godinho

    Zacarias Martins S. Filho

    Orientador: Eguimar Felcio Chaveiro

    O artigo apresenta a caracterizao do corpo adolescente e sua problemtica com a insero do fator

    gravidez nesta fase. Como metodologia foi utilizada uma reviso bibliogrfica e referncias em artigos de

    jornais e/ou revistas para fundamentao terica, no plano prtico foi elaborado entrevistas informais,

    direcionando algumas questes sobre o comportamento biopsiquicossocial das jovens.

    O corpo alvo de estudo de diversas reas do conhecimento como a medicina, psicologia, antropologia,

    sociologia. Na demografia o estudo do corpo ganha importncia por ele ser um elemento emprico,

    estabelecendo relao com as demais categorias demogrficas. Neste trabalho pode-se perceber uma

    relao intrnseca com o fenmeno da migrao. Durante as conversas descobrimos que os pais das

    jovens eram migrantes advindos da Bahia - Feira da Mata, com exceo de uma que apresentava origem

    no Par-Marab, apresentando assim, relao de parentesco entre si.

    As instituies disputam a todo o momento o controle do corpo adolescente, sendo evidente atravs do

    mercado que o faz produto ou religio que o santifica.

    O corpo como entidade biopsiquicossocial se manifesta na sociedade adquirindo diferentes corporeidades.

    A adolescente grvida por est inserida neste contexto tomada por conflitos que influenciam na imagem

    pessoal com as mudanas fsicas que ocorrem em seu corpo. As transformaes corporais so

    apresentadas par e passo com as questes emocionais, e sua anlise separada fica comprometida j que as

    mudanas fsicas fica no imaginrio do ser, atuando como signo na afirmao pessoal em seu espao de

    convvio

    O lado emocional nessa fase caracterizado por conflitos que aparecem, quando da descoberta do mundo

    pelo adolescente. Esses conflitos iniciam-se a partir das instituies que pregam certas normas como

    verdades a serem seguidas. Neste ponto, o adolescente se v no meio de um dilema; afloram sua rebeldia

    contra as estruturas sociais dominantes, que limitam sua liberdade, anulando suas possibilidades.

    A gravidez adolescente, caracteriza-se por modificaes psicolgicas, o corpo da gestante tem que se

    adaptar s alteraes naturais da adolescncia e aos elementos caractersticos da gestao. Durante esse

    perodo a jovem passa por conflitos que afetam sua imagem pessoal, que tem um valor psquico e

  • emocional, sobretudo nesta fase, quando a aparncia fsica um fator importante para a afirmao social.

    Essas transformaes levam gestante adolescente insegurana, que podem apresentar sentimentos de

    medo, rejeio, preocupao.

    Por outro lado quando a adolescente possui uma base familiar e apoio do parceiro, mesmo que a gravidez

    no tenha sido planejada, a gestante tomada por sentimento de alegria.

    Mesmo com as transformaes sociais que ocorreram no final do sculo passado e inicio deste sculo

    XXI, as questes que se referem gravidez adolescente apontam para as camadas mais desfavorecidas da

    sociedade.

    As evidncias para a iniciao sexual precoce apontam para o baixo nvel scio econmico e baixa

    instruo. As fontes de informaes referentes sexualidade podem apresentar distores quanto ao seu

    real significado, favorecendo para uma futura gravidez indesejada. As mudanas nos valores morais da

    sociedade moderna contribuem para o aumento do nmero de gestantes adolescentes. Os estmulos

    sexuais dos meios de comunicao alcanam com maior intensidade as parcelas que possuem menos

    informao ou educao sexual. Evidentemente, as classes sociais com menor poder aquisitivo so as que

    apresentam mais adolescentes em gestao.

    Quando se tem dilogo na famlia, as informaes referentes ao sexo so melhores compreendidas pelo

    jovem, despertando uma conscincia de preveno contra a gravidez ou doenas sexualmente

    transmissveis, com isso favorecem o uso de mtodos contraceptivos.

    Diante disso, buscamos entender o fenmeno gravidez na adolescncia observando as particularidades do

    bairro Jardim Guanabara II, em Goinia-GO.

    O bairro Jardim Guanabara II situado na regio norte de Goinia um tpico bairro de periferia,

    apresentando problemticas sociais como qualquer outro bairro na mesma situao. A populao

    representativa desse bairro predominantemente de migrantes oriundos das regies Norte e Nordeste do

    Brasil, que procuram oportunidades para melhorar sua qualidade de vida, assim quando chegam a Goinia

    so obrigados a procurar abrigos em reas normalmente de invases.

    O fenmeno gravidez na adolescncia no bairro estudado est ligado diretamente a fatores sociais, como

    pobreza e falta de assistncia governamental. Quando voltamos nosso olhar em relao corporeidade,

    vemos que ali ocorre uma reproduo das relaes sociais presentes naquele espao, pois as aes das

    jovens revelam sua conformidade diante da precria condio de vida, no revelam preocupao com a

    situao financeira. Percebemos que a vida caminha buscando a sobrevivncia, que no existem degraus

    para chegar aos sonhos, que dois reais fazem alegria quando se d para comprar duas garrafas de pinga.

    A conformidade em relao a condio atual, em geral, da sociedade demonstra o nvel de necessidade de

    apoio das partes que detm o poder para com as esferas sociais mais deficitrias. Nesse ponto, as

    condies que os governantes do, a essas pessoas, no seria a poltica mais adequada. O governo

  • patrocina assistencialismos, ao invs de construir possibilidades de o cidado exercer sua humanidade

    atravs da sua fora de trabalho, demonstrando dignidade em sua vida, atravs da produo. Essa forma de

    incluso poderia mudar a conscincia do indivduo, no que se refere a sua posio psiquicossocial.

  • 1

    O NOVO SENTIDO DA OBRA DE ARTE NA ESCALA DA PAISAGEM URBANA

    CONTEMPORNEA DE BARCELONA (1980-2000).

    Aletia Tolentino de Vasconcelos

    Universidade Catlica de Gois - Iniciao Cientfica

    Orientadora: Dra. Eline Maria Moura Pereira Caixeta

    Resumo

    O texto tem por objetivo mostrar o novo sentido que a obra de arte tem adquirido na paisagem

    urbana contempornea a partir da cidade de Barcelona, atravs dos espaos levantados pelo

    grupo de pesquisa, pretende-se analisar o papel da obra de arte nesses espaos pblicos que

    compreendem praas, parques e espaos intersticiais. O espao pblico um lugar expressivo,

    dinmico e que, em Barcelona desde a dcada de 1980, vem sofrendo revitalizaes tornando-

    o representativo e, devido tendncia contempornea, mais ldico que funcionalista, onde h

    um trabalho de profissionais da arquitetura compartilhado com artistas plsticos, paisagistas e

    usurios, concebendo experincias estticas e criando novas paisagens.

    Palavras-chaves: paisagem urbana; arte; espao pblico, cidade contempornea.

    Trabalho

    Toda e qualquer cultura possui uma razo, ou seja, uma lgica intrnseca que a define e que

    possibilita o surgimento de novos domnios, ligando os homens a sua temporalidade. Essa

    lgica definida por Ana Cristina Gomes dos Santos e Vicente Del Rio (1998) como lgica de

    poca ou lgica cultural, faz com que a sociedade se estruture e aja dentro das condies do

    seu tempo, aquilo que produz interesses, idias e tendncias, estabelecendo condutas capazes

    de apontar os perodos de interveno de grupos sociais motivados por processos culturais

    que os impulsionam. Essa condio o que fundamenta o presente estudo, observar a obra de

    arte em relao paisagem urbana como fenmeno representativo e esttico dos movimentos

    scio-culturais contemporneos.

    Segundo Jorge Bassani (2003) a cidade, tal qual a arte, inteligvel na medida em que

    estabelece relaes com a histria da sociedade e sua cultura material, sendo sempre

    processos de representaes, processos lingsticos. Tendo em vista o acima exposto,

    considera-se o objeto artstico como um dos elementos que revelam a historicidade da

    paisagem na qual est inserido.

  • 2

    As obras de arte locadas em espaos abertos uma tendncia contempornea que fora dos

    espaos convencionais das galerias e dos museus, podem ganhar dupla interpretao, ora de

    objeto concebido enquanto arte, freqentando o espao urbano, ora como objeto que compe

    a paisagem, sendo parte integrante dela.

    Isso esta presente em vrios espaos pblicos contemporneos e, em especial, nos novos

    espaos urbanos que surgiram com a revitalizao de Barcelona nas ltimas dcadas, uma

    cidade que se renova ao londo da histria, desde o plano de Idelfons Cerd no sculo XIX at

    os dias atuais, a cidade est sempre repensando em seus espaos sem comprometer a essncia

    de sua estrutura histrica e mantendo seu carter renovador. Segundo Jan Gehl e Lars Gemzoe

    (2002), a arquitetura unida escultura tiveram um papel essencial no desenho e na imagem

    dos novos espaos pblicos desta cidade.

    Novos parques e praas foram criados sobre o tema: levar os museus s ruas. Cada novo

    espao pblico passou a ostentar uma obra de arte de um artista de prestgio internacional. As

    caractersticas exclusivas de cada praa eram, deste modo, enfatizadas pelo seu prprio

    desenho, assim como pelas nicas obras de arte, dando a cada bairro uma plataforma pblica

    para qualquer ocasio.

    Quase todos novos projetos envolveram a cooperao entre artistas e arquitetos. Um exemplo

    de