intervençao precoce

  • View
    3.474

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of intervençao precoce

Conceito, mbito e Modelos de

Interveno Precoce

Interaco Necessrio Tempo Espao PRECOCE Valorizao Esperana ComuNicao Criana Ateno Orientao

Conceito e mbito Interveno precoce

ndiceIntroduo Interveno precoce Porque intervir precocemente Interveno precoce eficaz importncia da famlia Processos positivos de Interveno Precoce Modelos de interveno precoce Centrados: na comunidade, na equipa interdisciplinar, na famlia e na criana Exemplos de actividades de interveno precoce: crianas com baixa viso, deficincia motora, deficincia auditiva, mental, crianas hiperactivas, crianas sobredotadas. Concluso Bibliografia

Introduo Pretendemos com este trabalho recolher e organizar informao sobre a prtica da Interveno Precoce como tambm fundamentar, reflectir, investigar e dar a conhecer este conceito j que uma interveno atempada o ponto decisivo na eliminao de factores de risco da criana com NEE ou de risco biolgico, socioeconmico e cultural.

Este trabalho foi organizado da seguinte forma:1 efectuamos a definio precoce do conceito de Interveno precoce assim como o seu mbito; 2 definimos e caracterizamos os vrios modelos de interveno precoce adoptados no sistema Educativo portugus;

3 Por fim, damos vrios exemplo de actividades a ser adaptadas com crianas com NEE tendo em conta toda a pesquisa efectuada no mbito da interveno precoce.

Interveno precoce A interveno precoce, consiste na prestao de servios educativos, teraputicos e sociais, a crianas e s suas famlias, com o objectivo de minimizar efeitos negativos durante o seu desenvolvimento. Estes programas destinam-se a todas as crianas, desde a nascena at idade escolar que estejam em risco de atraso de desenvolvimento, manifestem deficincia ou necessidades educativas especiais.

Interveno precoce A Interveno Precoce deve resultar no desenvolvimento de melhores atitudes parentais perante um filho com deficincia. Deve proporcionar mais informao e melhores competncias para lidar com a criana e incentivar o tempo para o descanso e lazer.

Porqu intervir precocemente?Existem trs razes fundamentais: Quanto mais cedo se iniciar a interveno maior o potencial de desenvolvimento de cada criana; Para proporcionar apoio e assistncia famlia nos momentos mais crticos; Para maximizar os benefcios sociais da criana e famlia

A Interveno Precoce eficaz? Cerca de cinquenta anos de investigao nesta rea permitiram obter informao quantitativa (baseada nos resultados de investigaes longitudinais) e qualitativa (depoimentos de pais e professores) que demonstra que a Interveno Precoce proporciona ganhos, ao nvel do desenvolvimento e educao das crianas que dela beneficiam, melhora o nvel de funcionamento da famlia e produz benefcios econmicos e sociais a longo prazo.

Interveno precoce A investigao, efectuada com um grupo de crianas provenientes de meios sociais economicamente desfavorecidas, demonstrou, que estas crianas obtiveram melhores resultados escolares e muitas acabaram o ensino bsico obrigatrio e seguiram programas de formao profissional.

Eficcia da Interveno PrecoceDepende de: Da idade da criana (quanto mais nova melhor) Do envolvimento dos pais; Da intensidade e/ou estruturao do modelo do programa de Interveno Precoce adoptado.

Importncia da famlia Os servios de Interveno Precoce podem ter um impacto significativo nos pais e irmos das crianas em risco. As famlias destas crianas geralmente vivem sentimentos de decepo, isolamento social, stress, frustrao e desespero. O stress acrescido que a presena de uma criana com deficincia implica pode afectar o bem-estar da famlia e interferir no desenvolvimento da criana.

Importncia da famlia O envolvimento dos pais na interveno muito importante; As famlias de crianas, com deficincia ou em risco, necessitam de um maior apoio social e instrumental e de desenvolver as competncias necessrias para lidar com os filhos com necessidades especiais.

Importncia da famlia Os principais resultados da Interveno com a famlia dizem respeito ao aumento da capacidade dos pais para lidarem com o problema da criana o que leva reduo do stress familiar. Estes factores desempenham um papel importante no sucesso dos programas de interveno precoce junto da criana.

Processos positivos de Interveno Precoce: Definem operacionalmente e monitorizam frequentemente os objectivos; Identificam com preciso os comportamentos a desenvolver e as actividades que sero desenvolvidas em cada sesso; Utilizam procedimentos de anlise de tarefas;

Avaliam regularmente o desenvolvimento da criana e utilizam os registos de progresso no planeamento da interveno. A interveno individualizada e dirigida s necessidades especficas da criana tambm surge associada a bons resultados, o que no significa necessariamente um trabalho de um para um. As actividades de grupo podem ser estruturadas de forma a ir ao encontro das necessidades educativas de cada criana.

Modelos de Interveno precoce

Com a entrada do sculo XXI, h todo um conjunto de questes com que, necessariamente, a educao especial se est a debater. Desde qual ser o melhor modelo de atendimento para o aluno com necessidades educativas especiais, incluindo aquele com problemticas severas, at ao papel que o professor do ensino regular e da educao especial, os pais e demais agentes educativos devem ter.

Quanto mais precocemente forem accionadas as intervenes e as polticas que afectam o crescimento e o desenvolvimento das capacidades humanas, mais capazes se tornam as crianas de participar autonomamente na vida social e mais longe se pode ir na correco das limitaes funcionais de origem.

Trata-se essencialmente de um Modelo Multidisciplinar de trabalho em equipa que tem implicaes ao nvel da Formao Contnua e ao nvel do apoio de Superviso, que so teis e fundamentais. A faixa etria das crianas acompanhadas dos zero aos trs anos de idade, sendo que esta idade poder ser prolongada at aos seis anos, quando da advierem melhorias para o desenvolvimento da criana.

Os estudos nesta rea sublinham a importncia de identificar objectivos claros tendo em conta a finalidade da: deteco das deficincias (diagnstico), preveno das dificuldades futuras, a interveno precoce e estimulao da criana e/ou do seu ambiente. Trs questes-chave so aqui abordadas: em primeiro lugar a interveno precoce diz respeito primeira infncia (especialmente dos 0 aos 3 anos), pelo que no deve ser confundida com educao prescolar; em segundo lugar a interveno precoce pressupe uma abordagem multidisciplinar (diversas reas disciplinares esto envolvidas e devem trabalhar em conjunto) e tambm uma abordagem ecolgica (o enfoque no exclusivamente centrado na criana mas na criana, na famlia e na comunidade).

O trabalho de uma equipa multidisciplinar e multifuncional essencial. A necessidade de uma interveno alargada, j que envolve em todas as etapas a famlia da criana, dever como evidente ter ento em linha de conta alguns dos seguintes aspectos: os interesses das famlias, os seus saberes, as suas dificuldades e as causas que originaram essas mesmas dificuldades. Respeitadas estas prioridades vamos possibilitar respostas adequadas para cada criana em particular. na forma como se vai agir, que se faz a diferena entre uma interveno de qualidade, oportuna e pertinente e uma interveno ao acaso em que muitos ficaro pelo caminho.

Os Modelos de Interveno Precoce podem ter um impacto significativo nos pais e irmos das crianas em risco. As famlias de crianas com deficincia so mais susceptveis a viver situaes como o divrcio e o suicdio e, de igual forma, as crianas com deficincia so mais susceptveis ao abuso e negligncia do que, as crianas sem deficincia.