Click here to load reader

Josue Coment Biblico

  • View
    194

  • Download
    6

Embed Size (px)

Text of Josue Coment Biblico

DIGITALIZADO POR: PRESBTERO (TELOGO APOLOGISTA) PROJETO SEMEADORES DA PALAVRA VISITE O FRUMhttp://semeadoresdapalavra.forumeiros.com/forum

Josu 24 Captulos 658 Versculos

JOSU

897

INTRODUOVer 0 artigo separado sobre Josu (Pessoa), onde se discute 0 sentido do nome pessoal Josu. Esboo I. Caracterizao Geral II. Pano de Fundo Histrico III. Autoria e Data IV. Destino e Propsito V. Canonicidade; Texto; Tradues VI. Problemas Especiais VII. Problemas Arqueolgicos VIII. Teologia Distintiva do Livro IX. Tipologia X. Esboo do Contedo XI. Bibliografia I. Caracterizao Geral Josu um dos livros histricos do Antigo Testamento, includo entre os Profetas Anteriores, dentro do cnon hebreu. Outras vezes, agrupado juntamente com os primeiros cinco livros da Bblia, 0 Pentateuco, formando ento 0 Hexateuco. Muitos eruditos crem que esses seis livros formam uma unidade, por estarem alicerados sobre fontes comuns de informao. O livro de Josu contm a narrao da invaso da Terra Prometida pelo povo de Israel, com 0 resultado de que a maior parte da Palestina foi conquistada e colonizada pelas doze tribos de Israel. Os caps. 1-12 de Josu contam a invaso; os caps. 13-21 relatam a diviso da terra entre as doze tribos; e os caps. 22-24 nos do os atos e discursos finais de Josu. Josu foi 0 sucessor de Moiss. As tradies judaicas do-nos como 0 autor do livro que tem seu nome (Baba Bathra 14v). Muitos eruditos, porm, supem que narrativas anteriores tenham sido entremeadas, formando uma obra composta, mediante 0 trabalho de um ou mais editores posteriores. Em sua forma atual, muitos acreditam ser um produto essencial da escola deuteronmica de historiadores, tambm chamada fonte informativa D. Material tradicional mais antigo, proveniente das fontes J e E, tambm teria sido entretecido na narrativa. Ver no Dicionrio 0 artigo sobre J.E.D.P.(S) quanto a uma completa discusso sobre essas supostas fontes informativas. Cada uma das fontes tambm examinada separadamente, sob cada uma dessas quatro letras. A posio padro acerca da conquista da Terra Prometida que ela foi executada por Israel como nao unificada, e no pelo esforo de tribos separadas, em diferentes pocas. Alm disso, a conquista considerada como tendo sido um sucesso imediato. Esse, pelo menos, 0 quadro apresentado pelo livro de Josu, no havendo fatores histricos contrrios a essa opinio geral. Um grande nmero de descobertas arqueolgicas confirma a exatido geral do livro de Josu. Naturalmente, os captulos 15-17 de Josu, como tambm 0 trecho de Juizes 1- 2, exibem falhas, algumas das quais s foram corrigidas com a passagem dos sculos, enquanto outras s puderam ser remediadas plenamente nos dias de Davi e Salomo. Estamos falando de falhas na conquista da Terra Prometida, e no no relato histrico dos livros de Josu e Juizes. A autoria do livro, sem importar se de Josu ou de alguma outra pessoa, que teria agido como historiador, essencialmente a autoria de um nico escritor. No obstante, semelhana de qualquer historiador, ele contou com vrias fontes histricas. Talvez as teorias envolvidas no conceito do J. E. D. P. (S) (ver a respeito no Dicionrio) consigam explicar a questo de modo genuno. Seja como for, Josu pertence ao grandioso corpo de literatura judaica que inclui livros como Deuteronmio, Josu, Juizes, I e II Samuel, e I e II Reis. Essa coletnea narra a histria do povo de Israel desde Moiss at a queda de Jerusalm, em 587 A. C. O escritor escreveu do ponto de vista do cdigo deuteronmico (ver Deu. 4.44-30.20), 0 qual incorpo

rou corajosamente logo no incio de seu livro. Juntamente com a narrativa, pois, ele teria incorporado a idia de D, que mostra que as vitrias e a prosperidade de Israel sempre dependeram da obedincia espiritual s exigncias da lei divina. Esse conceito dominou 0 judasmo desde ento. Em conseqncia, a histria da conquista da terra tornou-se uma espcie de alegoria sobre como um homem espiritual, ou uma nao espiritual, pode realizar grandes coisas e cumprir significativo destino, uma vez que as condies espirituais para tanto sejam observadas. Algum datam 0 livro na poca do prprio Josu, cerca de 1440 A. C. Outros, porm, pensam que 0 livro s foi escrito aps 0 cativeiro babilnico. Os estudiosos liberais parecem sempre preferir uma data mais recente. Todavia, podemos admitir que 0 livro recebeu alguma contribuio editorial, aps 0 retorno do exlio babilnico. Ver uma completa discusso sobre 0 problema da data do livro, na terceira seo deste artigo. Uso Proposto de Fontes Informativas: 1. D. Temos a 0 uso de matria j existente, oral e/ou eserita. A histria geral de Josu, alm do propsito teolgico de ilustrar como um homem (ou uma nao) espiritual pode obter sucesso, questo bem destacada. 2. Nos caps. 13-21 de Josu, 0 historiador D continua a empregar vrias listas que relacionavam as fronteiras das tribos, tendo descrito, de modo generalizado, como se deu a distribuio de terras. Essas listas no pertenciam s novas divises polticas e gerenciais criadas por Salomo, conforme alguns estudiosos tm erroneamente pensado (ver I Reis 4.7-19). Todavia, h quem acredite que a questo das cidades de refgio e das cidades dos levitas, nos captulos 20 e 21, refletem uma poca posterior, talvez to tarde quanto 0 sculo X A. C. 3. Outros estudiosos supem que os itens pertencentes s fontes informativas J e E tenham sido entretecidos nos primeiros doze captulos do livro. Nesse caso, os editores posteriores de J e talvez tenham reescrito certas pores do livro. Essa teoria, contudo, no conta com grande acolhida por parte dos eruditos mais recentes. 4. Alguns estudiosos vem P nas listas das tribos e das terras que lhes foram alocadas (conforme se v em Jos. 15.20-62). Porm, com igual propriedade, esse tipo de material poderia ser atribudo a D. Ver detalhes sobre a questo da fonte informativa D na seo VI. 1, Problemas Especiais. Embora 0 livro de Josu conte sua histria do ponto de vista teolgico, no h razo para duvidarmos da historicidade essencial de sua narrativa. Aps longos anos de vagueao pelo deserto, finalmente foi dada permisso aos israelitas para que conquistassem a Terra Prometida. A histria de Josu a histria da conquista da Palestina. Tal como quase todos os relatos sobre batalhas, no uma histria agradvel. E muitos sentem sem dvida, com razo que 0 Deus de Josu estava infinitamente distante do Deus de Jesus. Neste livro, 0 Deus de Israel parece uma deidade puramente nacional, um Deus das Batalhas, cujo poder manifestar-se-ia, principalmente, no desfechamento de guerras santas (Introduction to Joshua, RSV, edio comentada, Oxford). O conceito de Deus elaborado pelos homens foi melhorando com 0 desdobramento gradual da revelao divina; e fcil aos homens atribuir a Deus as suas prprias atrocidades. Isso no significa, porm, que Deus esteja ausente ou inativo, mas to-somente que precrio atribuir a Ele tudo quanto fazemos, ou as maneiras pelas quais 0 fazemos. II. Pano de Fundo Histrico a. Os patriarcas estiveram jornadeando na terra de Cana, durante a Idade do Bronze Mdia (2100 - 1550 A. C.). Abrao chegou em Siqum e Betei (Gn. 12) em cerca de 2000 A. C. Desde ento, os genitores da nao de Israel passaram a viver na Palestina ou no Egito.

898

JOSU

b. Vem, ento, 0 relato sobre Jos, que foi vendido ao Egito. Ele acabou assumindo a segunda posio de maior mando no Egito (cerca de 1991 - 1785 A. C.), durante 0 tempo da 12a dinastia egpcia. Esse ponto, porm, muito disputado pelos estudiosos. Alguns eruditos preferem pensar que Josu governou 0 Egito durante a poca dos intrusos semitas, os reis hicsos. Nesse caso, 0 perodo de Josu foi cerca de 1750 A. C. ou mesmo mais tarde. E 0 rei que no conhecera a Josu pode ter sido 0 primeiro rei que se elevou ao trono do Egito, depois da expulso dos hicsos (xo. 1.8), no pertencendo raa semita. Quanto a maiores informaes sobre essas conjecturas, ver 0 artigo sobre Jos, seo IV, Cronologia. Se a data posterior para a carreira de Jos estava correta, ento ele deve ter falecido em cerca de 1570 A. C. c. O Cativeiro de Israel no Egito. Os descendentes de Jac, pois, aps Jos, foram escravizados no Egito, visto que, ento, Jos tornou-se um fator desconhecido ali. O cativeiro no Egito parece ter durado entre 200 e 300 anos. . O xodo. A data desse grande evento tambm intensamente debatida pelos intpretes. Alguns pensam que ele ocorreu em cerca de 1445 A. C., ou seja, cerca de 500 anos antes de Salomo ter erigido 0 templo de Jerusalm. Mas h quem pense que 0 xodo ocorreu na 19a dinastia egpcia (135 - 1200 A. C.). Ver no Dicionrio os artigos sobre Cronologia e Exodo. Seja como for, Moiss foi levantado pelo Senhor, com 0 proposto de pr fim ao cativeiro de Israel no Egito. e. Vieram, ento, os quarenta anos de vagueao de Israel pelo deserto, que atuaram como uma espcie de resfriamento e perodo de planejamento, um tempo de preparao para a conquista da Terra Prometida. Em parte, foi uma espcie de retorno ptria, uma renovao dos antigos modos de viver. Parece que, a essa altura dos acontecimentos, as doze tribos de Israel j estavam bem formadas, podendo ser distinguidas claramente uma das outras, e assim elas entraram na Terra Prometida. Josu e seus exrcitos encontraram 0 pas dividido em m uitas pequenas cidades-estados, sempre se hostilizando mutuamente, mas unindo-se quando tinham de combater contra algum intruso comum. As cartas de Tell el-Amarna (ver a respeito no Dicionrio) fornecem-nos esse tipo de quadro, em concordncia com os detalhes que encontramos no livro de Josu. f. Josu livro que relata como Israel invadiu a terra de Cana, apossou-se dela (com vrias falhas, deixando que muitos nativos continuassem no territrio), e ento dividiu 0 pas em regies, cada qual pertencendo a uma tribo. Quanta coisa precisou ser corrigida mais tarde, e se as conquistas consumiram um tempo mais dilatado do que aquilo que nos dito (pois pode ter havido uma espcie de condensao das narrativas), no sabemos diz-lo. No entanto, podemos confiar na m