of 18 /18
Adriana Arezes nº1 José António Silva

Noçoes de qualidade ambiental adriana arezes

Embed Size (px)

Text of Noçoes de qualidade ambiental adriana arezes

Apresentao do PowerPoint

Gesto de Instalaes Desportivas

Ano Letivo 2013/2014Trabalho realizado por:Adriana Arezes n1Professor: Jos Antnio SilvaNoes Bsicas de Qualidade AmbientalNoes Bsicas de Qualidade Ambiental

um conjunto de propriedades e caractersticas do ambiente, generalizada ou local, uma vez que afecta tanto o ser humano como outros organismosdesse ambiente.

Refere-se a caractersticas que dizem respeito tanto aoambiente naturalcomo o ambiente construdo, como aqualidade do are qualidade da guaou do nvel geral depoluio, caractersticas essas que podem ser prejudiciais ao ser humano, directa ou indirectamente.

GUASegundo a Resoluo n. 20/86 do Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA, as guas so classificadas em nove grupos.

guas Doces

guas Salinas

guas Salobrasguas Doces I - Classe Especial - guas destinadas ao abastecimento domstico, sem tratamento prvio ou com simples desinfeco e preservao do equilbrio natural das comunidades aquticas;

II - Classe 1 - guas destinadas ao abastecimento domstico aps tratamento simplificado, proteo das comunidades aquticas, recreao de contato primrio e irrigao de hortalias e frutas consumidas cruas;

III - Classe 2 - guas destinadas ao consumo domstico aps tratamento convencional, proteo das comunidades aquticas, recreao de contato primrio, irrigao de hortalias e plantas frutferas e criao de natural e/ou intensiva de espcies destinadas alimentao de espcies destinadas alimentao humana.

guas Doces IV - Classe 3 - guas destinadas ao abastecimento domstico aps tratamento convencional, irrigao de espcies arbreas, cerealferas e forrageiras e dessedentaro dos animais;

V - Classe 4 - guas destinadas navegao, harmonia paisagstica e aos usos menos exigentes;

guas SalinasVI -Classe 5 - guas destinadas recreao de contato primrio, proteo das comunidades aquticas e criao natural e/ou intensiva de espcies destinadas alimentao humana;

VII - Classe 6 - guas destinadas navegao comercial, harmonia paisagstica e recreao de contato secundrio;

guas Salobras

VIII - Classe 7 - guas destinadas recreao de contato primrio, a proteo das comunidades aquticas e criao natural e/ou intensiva de espcies destinadas alimentao humana;

IX - Classe 8 - guas destinadas navegao comercial, harmonia paisagstica e recreao de contato secundrio.

AR O ar uma mistura de gases que envolve superfcie da Terra.

Os gases constituintes do ar so:

OxignioAzoto

78% azoto 21% oxignio 1% vapor de gua, dixido de carbono e gases raros.

Propriedades dos constituintes do ar Os constituintes do ar tem trs propriedades:

InvisveisIncoloresInodoros

A importncia dos gases atmosfricos O ar indispensvel aos seres vivos. Nos frigorficos, nas arcas congeladoras onde se pretende a refrigerao utilizado o azoto

O oxignio fundamental na fundio dos metais. etc.

SOLO que cobre a superfcieterrestreemersa, entre alitosferae aatmosfera.

AtmosferaHidrosferaLitosferaOs sistemas so:

BiosferaAtmosferaLitosferaHidrosferaBiosfera BIOSFERA ATMOSFERAA Biosfera o conjunto de todos os seres vivos, animais e vegetais, que habitam o nosso planeta, e do espao que estes ocupam.

Neste est includa a camada superior do solo, as guas e a atmosfera.

A Atmosfera uma fina camada de gases que envolve e protege a Terra, acompanhando-a em todos os seus movimentos devido fora de atrao gravitacional.

11LITOSFERAHIDROSFERAA litosfera representa o conjunto de todas as massas de Terra que existem superfcie do planeta, ou seja, a crosta terrestre e uma parte superior do manto.

A Hidrosfera o conjunto de toda a gua, lquida ou slida, que existe na superfcie terrestre, nomeadamente oceanos, mares, rios, lagos e icebergs.

Consequncias na atmosferaAquecimento globalAlteraes climticasDestruio da camada de ozonoChuvas cidasClima humano ilha de calorOs resduos e o seu tratamentoResduos industriais

Resduos hospitalares

Resduos agrcolas

Resduos slidos urbanos (RSU)

Local de depsito dos resduosLixeiras

Centrais de Compostagem

Aterros sanitrios

Unidades de Incinerao

ETARs

Centros de Recolha Selectiva

Poluio IndustrialA atividade industrial est, inevitavelmente, associada a uma certa degradao do ambiente, uma vez que no existem processos de fabrico totalmente limpos.

A perigosidade das emisses industriais varia com o tipo de indstria, matrias primas usadas, processos de fabrico, produtos fabricados ou substncias produzidas, visto conterem componentes que afetam os ecossistemas.

A poluio industrial esta devastando no apenas os rios com produtos qumicos, como tambm um dos maiores fatores no aquecimento do planeta.As principais origens da poluio industrialAs tecnologias utilizadas, muitas vezes envelhecidas e fortemente poluentes, com elevados consumos energticos e de gua, sem tratamento adequado dos efluentes com rara valorizao de resduos;

A inexistncia de circuitos de eliminao adequados dos resduos, em particular dos perigosos.

Localizao das unidades na proximidade de reas urbanas, causando incmodos e aumentando os riscos;

Localizao das unidades em zonas ecologicamente sensveis, perturbando e prejudicando a fauna e a flora;

Realizao das descargas de efluentes em guas subterrneas ou superficiais, com risco de contaminao das guas de consumo;

Depsitos indevidos de resduos, cuja lixiviao fonte de poluio do solo e do meio hdrico.

MedidasAtuando no processo de licenciamento de novos estabelecimentos referidos na legislao, na sua ampliao ou modificao, tendo em especial ateno a avaliao do impacte ambiental, privilegiando a utilizao de tecnologias menos poluentes e medidas que permitam o tratamento dos efluentes lquidos, emisses gasosas e resduos e o seu efetivo controlo;

Reforando a capacidade fiscalizadora das entidades que superintendem a atividade industrial.