of 113/113

PDI UnB 2014-2017

  • View
    238

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Plano Desenvolvimento Institucional da Universidade de Brasília.

Text of PDI UnB 2014-2017

  • Decanato de Planejamento e Oramento

    Julho/2014

    Plano de Desenvolvimento Institucional

    2014 - 2017

  • Universidade de Braslia

    PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014 2017

  • Dilma Vana Rousseff Presidenta da Repblica

    Jos Henrique Paim Fernandes Ministro da Educao

    Paulo Speller Secretrio de Educao Superior

    UNIVERSIDADE DE BRASLIA

    Prof. Ivan Marques de Toledo Camargo Reitor

    Profa. Sonia Nair Bo Vice-Reitora

    Profa. Denise Bomtempo Birche de Carvalho Decana de Assuntos Comunitrios (DAC)

    Prof. Jaime Martins de Santana Decano de Pesquisa e Ps-Graduao (DPP)

    Prof. Lus Afonso Bermdez Decano de Administrao e Finanas (DAF)

    Profa. Gardnia da Silva Abbad Decana de Gesto de Pessoas (DGP)

    Prof. Mauro Luiz Rabelo Decano de Ensino de Graduao (DEG)

    Profa. Thrse Hofmann Gatti Rodrigues da Costa Decana de Extenso (DEX)

    Prof. Csar Augusto Tibrcio Silva Decano de Planejamento e Oramento (DPO)

    Fundao Universidade de Braslia Decanato de Planejamento e Oramento Campus Universitrio Darcy Ribeiro Asa Norte Prdio da Reitoria, bloco B, 1 andar CEP: 70910-900 Braslia-DF, Brasil Telefones: (61) 3107-3300 http://www.unb.br [email protected] [email protected] Gestor e Editor Responsvel: Prof. Csar Augusto Tibrcio Silva Decano de Planejamento e Oramento Reviso Tcnica: Jorge Rodrigues Lima Diretor de Planejamento Organizao: Antonio Marcio Lopes Bezerra Coordenador de Planejamento

  • Equipe Tcnica: Amanda Guedes A. Bedritichuk- Estatstica Ana Carolina Rezende Costa - Administradora Anand Souza Brito Assistente em Administrao Eliane dos Santos da Rocha Administradora Fernando Soares dos Santos- Economista Glaucia Lopes Luiz Evangelista - Economista Jnia Maria Zandonade Falqueto- Administradora Kamilla Turnes Lemos - Administradora Ktia Maria Silva Boynard Economista Lindalva Lima Costa Assistente em Administrao Mariana Dias Batista-Tcnica em Assuntos Educacionais Pedro de Barros L. P. Marinho Administrador Thas Caroline da Silva Dias Administradora Finalizao: Maria Inez Machado Telles Walter

  • PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014 - 2017

    JULHO DE 2014

  • ndice de Quadros Quadro 1: Institutos Centrais ................................................................................. 13

    Quadro 2: Faculdades ........................................................................................... 13

    Quadro 3: rgos Complementares ...................................................................... 14

    Quadro 4: Programao de abertura de cursos de Ps-Graduao (Lato e Stricto Sensu) .............................................................................................................. 47

    Quadro 5: Produo Intelectual 2013 ................................................................. 48

    Quadro 6: Programao de abertura de cursos a distncia da UAB ..................... 49

    Quadro 7: Programao de abertura de cursos a distncia................................... 49

    Quadro 8: Atividades de Extenso em 2013.......................................................... 51

    Quadro 9: Programao de novos Cursos de Extenso ........................................ 51

    Quadro 10: Expanso do Corpo Docente Regime de trabalho ......................... 55

    Quadro 11: Expanso do Corpo Docente Titulao .......................................... 55

    Quadro 12: Previso de aumento das vagas do corpo tcnico-administrativo ..... 57

    Quadro 13: Centros vinculados a Reitoria ............................................................ 64

    Quadro 14: Avaliao de Risco .......................................................................... 103

  • ndice de Tabelas Tabela 1: Oferta de cursos e vagas em 2013 ....................................................... 44

    Tabela 2: Cursos de Ps-Graduao stricto sensu e lato sensu, UnB, 2013 ....... 46

    Tabela 3: Acervo bibliogrfico, 2014 ..................................................................... 75

    Tabela 4: Horrio de funcionamento da BCE e das bibliotecas setoriais ............. 77

    Tabela 5: Laboratrios por setor ........................................................................... 79

    Tabela 6: Cronograma de Obras da FUB em processo de licitao - Ano 2014 ..... .............................................................................................................. 84

    Tabela 7: Cronograma de Obras da FUB em andamento - Ano 2014 .................. 84

    Tabela 8: FUB - Previso Oramentria Anos 2014 a 2017 .............................. 97

    Tabela 9: Perspectiva de arrecadao pelas Unidades Cespe e SGP, 2014 a 2017 .............................................................................................................. 97

    Tabela 10: Frequncia de riscos quanto a seu impacto/probabilidade .............. 101

    Tabela 11: Frequncia de risco analisados de acordo com sua classificao .. 101

    Tabela 12: Frequncia dos Riscos Internos ...................................................... 101

    Tabela 13: Frequncia dos Riscos Externos ..................................................... 101

    ndice de Figuras Grfico 1: Investimentos por dotao autorizada e despesas empenhadas por ano, perodo 2011 a 2014 ................................................................................................ 83

    Grfico 2: Quantidade de manifestaes registradas na Ouvidoria no ano de 2013 . .............................................................................................................. 89

    Grfico 3: Figura 2. Quantidade de manifestaes recepcionadas e registradas na Ouvidoria no ano de 2013 ........................................................................................ 91

    Grfico 4: Distribuio da demanda por pblico solicitante ................................... 91

    Grfico 5: Alocao de recursos para as Unidades Acadmicas no Ano de 2014 .... .............................................................................................................. 98

  • Sumrio Apresentao ........................................................................................................... 11

    1 Perfil Institucional .............................................................................................. 12

    1.1 Breve Histrico da Universidade de Braslia ............................................... 12

    1.2 Atuais reas de Atuao Acadmica .......................................................... 14

    1.3 Elementos Bsicos do Planejamento Estratgico da UnB Reviso 2014 . 18

    1.3.1 Anlise Ambiental da UnB .................................................................... 19

    1.3.2 Anlise SWOT ...................................................................................... 20

    1.3.3 Agrupamento Preliminar de Objetivos & Estratgias ............................ 23

    1.4 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 28

    2 Projeto Poltico Pedaggico Institucional (PPPI) ............................................... 30

    2.1 Insero Regional........................................................................................ 30

    2.2 Princpios filosficos e tcnico-metodolgicos gerais que norteiam as prticas acadmicas da Universidade de Braslia ................................................. 31

    2.3 Organizao Didtico-Pedaggica da Instituio ........................................ 32

    2.4 Polticas de Ensino ...................................................................................... 33

    2.5 Polticas de Extenso .................................................................................. 34

    2.6 Polticas de Pesquisa .................................................................................. 35

    2.7 Polticas de Gesto ..................................................................................... 36

    2.7.1 Gesto de Processos ............................................................................ 36

    2.7.2 Gesto de Capacitao de Servidores ................................................. 36

    2.7.3 Gesto de Compras .............................................................................. 37

    2.7.4 Gesto de Planejamento Oramentrio ................................................ 37

    2.7.5 Gesto de Infraestrutura ....................................................................... 37

    2.7.6 Gesto de Tecnologia da Informao (TI) ............................................ 37

    2.8 Responsabilidade Social ............................................................................. 38

    2.9 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 41

    3 Cronograma de implantao e desenvolvimento da instituio e dos cursos (presencial e a distncia) .......................................................................................... 44

    3.1 Graduao ................................................................................................... 44

    3.2 Ps-Graduao e Pesquisa ......................................................................... 45

    3.3 Ensino a Distncia ....................................................................................... 48

    3.4 Extenso ..................................................................................................... 50

    3.5 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 52

    4 Organizao e Gesto de Pessoal .................................................................... 54

    4.1 Corpo Docente ............................................................................................ 54

  • 4.1.1 Cronograma de expanso do corpo docente ........................................ 55

    4.2 Corpo Tcnico Administrativo ...................................................................... 56

    4.3 Cronograma de expanso do corpo tcnico-administrativo ......................... 57

    4.4 Metas Propostas e Perspectivas ................................................................. 58

    5 Organizao Administrativa da Universidade de Braslia .................................. 59

    5.1 Organizao e Gesto da Universidade de Braslia .................................... 59

    5.2 Funcionamento, Composio e Atribuies da Administrao Superior ..... 59

    5.3 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 67

    6 Polticas de atendimento aos discentes ............................................................ 68

    6.1 Formas de Acesso....................................................................................... 68

    6.2 Programas de Apoio Pedaggico e Financeiro (bolsas) .............................. 68

    6.3 Estmulos permanncia (programa de nivelamento, atendimento psicopedaggico) .................................................................................................. 69

    6.4 Organizao estudantil (espao para participao e convivncia estudantil) 71

    6.5 Acompanhamento de egressos ................................................................... 72

    6.6 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 73

    7 Infraestrutura Fsica........................................................................................... 74

    7.1 Biblioteca ..................................................................................................... 74

    7.1.1 Acervo ................................................................................................... 75

    7.1.2 Espao fsico para estudos ................................................................... 77

    7.1.3 Horrio de funcionamento ..................................................................... 77

    7.1.4 Servios oferecidos ............................................................................... 78

    7.1.5 Formas de atualizao e cronograma de expanso do acervo ............ 78

    7.2 Laboratrios ................................................................................................ 79

    7.3 Programa de Apoio s Pessoas com Necessidades Especiais da Universidade de Braslia (PPNE/UnB) .................................................................. 80

    7.4 Universade ................................................................................................. 81

    7.5 Diretoria de Gesto de Infraestrutura DGI ................................................ 82

    7.6 Investimentos .............................................................................................. 82

    Planos de Obras ................................................................................................... 84

    7.7 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 85

    8 Avaliao e Acompanhamento do Desenvolvimento Institucional ..................... 86

    8.1 Autoavaliao .............................................................................................. 86

    8.2 Procedimentos de avaliao ....................................................................... 87

    8.2.1 Avaliao da Graduao ....................................................................... 87

    8.2.2 Avaliao da Ps-Graduao ............................................................... 88

  • 8.2.3 Avaliao Institucional .......................................................................... 88

    8.3 Metas, Propostas e Perspectivas ................................................................ 92

    9 Aspectos Oramentrios ................................................................................... 95

    9.1 Metas, propostas e perspectivas ................................................................. 98

    10 Gesto de Riscos ......................................................................................... 100

    Apndice Participantes dos Encontros de Planejamento .................................... 109

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    11

    Apresentao

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    12

    1 Perfil Institucional

    No Plano Orientador da Universidade de Braslia de 1962 foram definidas as principais diretrizes, e se estabeleceram as funes bsicas da instituio: ampliar oportunidades de educao, instituir novas orientaes profissionais demandadas pela economia brasileira, assessorar o poder pblico em todas as reas do conhecimento e contribuir para o desenvolvimento tcnico cientfico do Pas (FUB, 1962).

    Dessa forma, a misso previamente definida para a universidade pretendia dar destaque ao importante papel da sua contribuio para o desenvolvimento regional.

    Para cumprir sua misso, a instituio conta com 45.834alunos (graduao, ps-graduao e residncia mdica); sua fora de trabalho de 3.007 tcnico-administrativos e 2.7031 docentes efetivos, substitutos e visitantes2.

    Este captulo apresenta uma breve passagem do passado da universidade, sua misso redefinida pela atual gesto, os elementos bsicos do planejamento institucional, tais como viso, foco de atuao, desafios estratgicos, objetivos, metas e indicadores, e, por fim, aborda as reas de atuao acadmica.

    1.1 Breve Histrico da Universidade de Braslia

    A Universidade de Braslia foi idealizada para combinar o rigor da cincia com a ousadia da arte, e teve sua inaugurao em 21 de Abril de 1962. A Lei n 3.998 de 15 de dezembro de 1961 instituiu a Fundao Universidade de Braslia, idealizao e fruto do trabalho principal de trs personagens da histria da universidade: o antroplogo Darcy Ribeiro; responsvel pela definio das bases da instituio; o educador Ansio Teixeira; cuja misso fora elaborar o modelo pedaggico institucional, e, por fim, o arquiteto Oscar Niemeyer, cujas ideias resultaram nas formas fsicas dos prdios do campus universitrio.

    Alm disso, objetivou-se, a poca, estabelecer um novo padro de universidade brasileira orientada para a formao de cientistas e tcnicos atuantes e inovadores e que contribusse para a promoo do desenvolvimento do Pas e do Distrito Federal.

    Para garantir a excelncia do modelo proposto de inovao na gesto universitria, foi criada, tambm em 1962, a Fundao Universidade de Braslia (FUB), que, de acordo com art. 3 de seu Estatuto, preconiza: a Fundao ter por objetivo criar e manter a Universidade de Braslia, instituio de ensino superior, de pesquisa e estudo, em todos os ramos do saber, e de divulgao cientfica, tcnica e cultural.

    Ainda no art. 3 desse Estatuto, so consideradas finalidades essenciais da Universidade de Braslia o ensino, a pesquisa e a extenso, integrados na formao de cidados qualificados para o exerccio profissional e empenhados na busca de solues democrticas para os problemas nacionais.

    1 Inclui 109 docentes substitutos/visitantes. 2 Fonte: UnB em nmeros 2013. Disponvel em: http://dpo.unb.br/dados_institucional.php.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    13

    Para garantir o alcance das propostas estabelecidas em seu Estatuto, a estrutura acadmica da universidade, poca de sua inaugurao, se baseou na integrao de trs modalidades de rgos: os Institutos Centrais, as Faculdades e os rgos Complementares.

    Os Institutos Centrais estavam organizados, conforme demonstra o Quadro 1.

    Quadro 1: Institutos Centrais

    INS

    TIT

    UT

    OS

    C

    EN

    TR

    AIS

    MATEMTICA Centro de Pesquisas de Matemtica Aplicada

    FSICA Centro de Pesquisas Fsicas QUMICA Centro de Pesquisas Qumicas GEOCINCIAS Centro de Pesquisas de Recursos Naturais BIOLOGIA Centro de Pesquisas Biolgicas CINCIAS HUMANAS Centro de Pesquisas Sociais LETRAS Casas Nacionais da Lngua e da Cultura ARTES Museu de Arte

    Fonte: Plano Orientador da UnB, 1962

    As Faculdades distribuem-se em oito grandes reas e seus respectivos centros de estudos, conforme Quadro 2, a seguir.

    Quadro 2: Faculdades

    FA

    CU

    LD

    AD

    ES

    ARQUITETURA E URBANISMO Centro de Planejamento Regional ENGENHARIA Centro de Pesquisas Tecnolgicas

    EDUCAO

    Centro de Aperfeioamento do Magistrio, Primrio e Mdio Centro de Pesquisas e Planejamento Educacional

    DIREITO, ECONOMIA, ADMINISTRAO E DIPLOMACIA

    Centro de Estudos do Desenvolvimento Nacional Centro de Estudos Internacionais Centro de Estudos Administrativos

    CINCIAS AGRRIAS Centro de Experimentao da Tecnologia do Cerrado

    CINCIAS MDICAS Hospital-Escola Fonte: Plano Orientador da UnB, 1962

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    14

    Por fim, os rgos complementares se distribuem da seguinte forma.

    Quadro 3: rgos Complementares

    R

    G

    OS

    CO

    MP

    LE

    ME

    NT

    AR

    ES

    BIBLIOTECA CENTRAL Curso de Biblioteconomia RDIO UNIVERSIDADE Curso de Radiodifuso MUSEU DA CIVILIZAO BRASILEIRA MUSEU DA CINCIA EDITORA UNIVERSIDADE DE BRASLA AULA MAGNA

    HABITAES Professores

    Casa Internacional Estudantes Funcionrios

    ESTDIO Curso de Educao Fsica DIRETRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES CLUBE DOS PROFESSORES CENTRO DE ASSISTNCIA AO UNIVERSITRIO

    SERVIO MILITAR Fonte: Plano Orientador da UnB, 1962

    O modelo implementado quela poca, para o tamanho do empreendimento idealizado, foi considerado satisfatrio para as pretenses iniciais. No entanto, hoje, em razo das dimenses alcanadas com o progresso, o aumento populacional, o crescimento econmico e, por fim, das presses por demanda de ensino superior pblico,foram necessrios esforos imediatos para a instalao de um processo de expanso, seja no aspecto fsico ou dos servios de educao ofertados pela universidade.

    Em face desse conjunto de fatores dinmicos e inerentes ao processo de desenvolvimento de quaisquer empreendimentos, sejam eles pblicos ou privados, os principais gestores da administrao so levados a repensar e reescrever sua misso, balizar suas aes e objetivos em harmonia com o momento atual, antevendo, sempre que possvel, cenrios extremos, quais sejam pessimistas ou otimistas, quanto ao futuro da universidade e o contexto poltico e econmico do pas.

    1.2 Atuais reas de Atuao Acadmica

    As reas de atuao acadmica da Universidade de Braslia esto distribudas em 9 grandes reas de conhecimento3, quais sejam: Cincias Exatas e da Terra, Cincias Biolgicas, Engenharias, Cincias da Sade, Cincias Agrrias, Cincias Sociais Aplicadas, Arquitetura e Urbanismo, Cincias Humanas e Lingustica, Letras e Artes.

    A disponibilidade de cursos de graduao presenciais e a distncia ofertada pelos quatro campi da Instituio est disposta conforme quadros a seguir.

    3 Classificao CAPES e disponvel em

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    15

    Campus Darcy Ribeiro Cursos de Graduao de Turno Integral Administrao Agronomia Arquitetura e Urbanismo Artes Cnicas Artes Cnicas-Interpretao Teatral Artes Plsticas-Bacharelado Artes Plsticas-Licenciatura Biblioteconomia Biotecnologia Cincia da Computao Cincia Poltica Cincias Biolgicas-Bacharelado Cincias Biolgicas-Licenciatura Cincias Contbeis Cincias Econmicas Cincias Sociais-Antropologia Cincias Sociais-Bacharelado Cincias Sociais-Licenciatura Cincias Sociais-Sociologia Comunicao Social-Audiovisual Comunicao Social-Jornalismo Comunicao Social-Publicidade e Propaganda Design-Programao Visual Design-Projeto do Produto Direito Educao Artstica-Artes Cnicas Educao Artstica-Msica Educao Fsica-Bacharelado Educao Fsica-Licenciatura Enfermagem-Bacharelado Enfermagem-Licenciatura Engenharia Ambiental Engenharia Civil Engenharia de Computao Engenharia de Redes de Comunicao Engenharia Eltrica Engenharia Florestal Engenharia Mecnica Engenharia Mecatrnica Engenharia Qumica Estatstica Farmcia Filosofia-Bacharelado

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    16

    Campus Darcy Ribeiro Cursos de Graduao de Turno Integral Filosofia-Licenciatura Fsica Computacional Fsica-Bacharelado Fsica-Licenciatura Geofsica Geografia-Bacharelado Geografia-Licenciatura Geologia Histria-Bacharelado Histria-Licenciatura Letras-Bacharelado em Lngua Portuguesa e Respectiva Literatura Letras-Bacharelado em Lngua Francesa e Respectiva Literatura Letras-Bacharelado em Lngua Inglesa e Respectiva Literatura Letras-Licenciatura em Lngua Francesa e Respectiva Literatura Letras-Licenciatura em Lngua Inglesa e Respectiva Literatura Letras-Licenciatura em Lngua Portuguesa e Respectiva Literatura Letras-Licenciatura-Portugus do Brasil como Segunda Lngua Letras-Traduo Francs Letras-Traduo Ingls Lnguas Estrangeiras Aplicadas - MSI Matemtica-Bacharelado Matemtica-Licenciatura Medicina Medicina Veterinria Museologia Msica-Canto Msica-Composio Msica-Licenciatura Msica-Regncia Msica-Instrumentos Nutrio Odontologia Pedagogia - 1 Licenciatura Psicologia-Bacharelado Psicologia-Licenciatura Psicologia-Psiclogo Qumica Tecnolgica Qumica-Bacharelado Relaes Internacionais Servio Social Turismo

    Campus Darcy Ribeiro Cursos de Graduao de Turno Noturno

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    17

    Campus Darcy Ribeiro Cursos de Graduao de Turno Noturno Administrao Arquitetura e Urbanismo Arquivologia Artes Cnicas Artes Plsticas-Licenciatura Cincias Ambientais Cincias Biolgicas-Licenciatura Cincias Contbeis Computao-Licenciatura Comunicao Organizacional Direito Engenharia de Produo Farmcia Filosofia-Licenciatura Fsica-Licenciatura Gesto de Agronegcios Gesto de Polticas Pblicas Gesto em Sade Coletiva Histria-Licenciatura Letras-Licenciatura em Lngua Portuguesa e Respectiva Literatura Letras-Licenciatura em Lngua e Literatura Japonesa Letras-Licenciatura em Lngua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana Letras-Traduo Espanhol Matemtica-Licenciatura Msica-Licenciatura Pedagogia Qumica-Licenciatura Servio Social Teoria Crtica e Histria da Arte

    Cursos de Graduao UnB-Planaltina (FUP) de Turno Integral

    Cincias Naturais Educao do Campo Gesto do Agronegcio

    Cursos de Graduao UnB-Planaltina (FUP) de Turno Noturno Cincias Naturais Gesto Ambiental

    Cursos de Graduao UnB-Ceilndia (FCE) de Turno Integral

    Enfermagem Farmcia

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    18

    Fisioterapia Fonoaudiologia Sade Coletiva Terapia Ocupacional

    Cursos de Graduao UnB-Gama (FGA) de Turno Integral Engenharia Engenharia Aeroespacial Engenharia Automotiva Engenharia de Energia Engenharia de Software Engenharia Eletrnica

    1.3 Elementos Bsicos do Planejamento Estratgico da UnB Reviso 2014

    A atual gesto da Universidade de Braslia, empossada em novembro de 2012 e aps intensos debates e maturao do tema planejamento no mbito institucional, decidiu revisar o plano anteriormente concebido pela administrao em exerccio.Em face das novas propostas e dos planos de trabalho idealizados pela equipe em exerccio, faz-se necessrio rediscutir com as unidades gestoras integrantes os elementos bsicos do planejamento estratgico, bem como estabelecer as linhas centrais e norteadoras das aes a serem empreendidas pela equipe responsvel pela direo da universidade.

    Nesse sentido, portanto, em maro de 2014, o DPO, em conjunto com uma equipe de especialistas, realizou na FINATEC Fundao de Empreendimentos Cientficos e Tecnolgicos o primeiro encontro de planejamento estratgico, o qual reuniu todas as unidades integrantes da administrao central da instituio4. Na ocasio, os trabalhos realizados se concentraram na redefinio da Misso, Viso, foco de atuao, identificao dos elementos relacionados ao ambiente interno e externo, tais como pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaas e, por fim, um exerccio preliminar de quais objetivos estratgicos a universidade deveria perseguir para o quinqunio 2015 2019.

    Para a segunda etapa, ps-encontro, um grupo de trabalho criado durante plenria recebeu a incumbncia de realizar a consolidao das contribuies apresentadas na primeira reunio e de elaborar o diagnstico SWOT para apresentao e deliberao em uma segunda reunio de trabalho com todos os demais integrantes do grupo maior de trabalho.

    4 Ver lista de participantes no Apndice.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    19

    Durante o segundo encontro de planejamento, realizado em junho de 2014, os resultados finais foram apresentados aos participantes e, a sntese dos trabalhos pode ser verificada a seguir:

    MISSO

    Ser uma instituio inovadora, comprometida com a excelncia acadmica, cientfica e tecnolgica formando cidados conscientes do seu papel transformador na sociedade, respeitadas a tica e a valorizao de identidades e culturas com responsabilidade social.

    VISO DE FUTURO

    Estar entre as melhores universidades do Brasil, inserida internacionalmente, com excelncia em gesto de processos que fortalea o ensino, pesquisa e extenso.

    1.3.1 Anlise Ambiental da UnB

    Os resultados apresentados a seguir refletem a consolidao da anlise realizada pelos participantes do Encontro de Planejamento Estratgico dos ambientes internos e externos. De acordo com a tcnica para realizao do diagnstico institucional, deve-se identificar os pontos fortes e fracos (interno), bem como os elementos externos oportunidades e ameaas, que coexistem e fazem parte do cotidiano da universidade.

    Pontos Fortes Pontos Fracos

    Imagem Institucional Corpo docente, tcnicos e discentes

    qualificados Localizao geogrfica privilegiada junto

    ao centro do poder e ao centro do pas Patrimnio Imobilirio Inovao no ingresso e polticas de

    incluso em estrutura multicampi Grande capacidade de gerar projetos

    inovadores Programas de Ps-Graduao e Pesquisa EAD - TICS na educao Cursos de graduao com excelncia Gesto democrtica e oportunidades de

    discusso

    Ineficincia dos processos administrativos e organizacionais (inclusive compras)

    Ineficincia das polticas, normas e procedimentos em TI e comunicao

    Falta de integrao em sistemas de informao e comunicao

    Fragilidade da comunicao interna e externa (comunitria, institucional e com a sociedade)

    Fragilidade de polticas de gesto de pessoas

    Inadequao qualitativa e quantitativa da infraestrutura fsica e tecnolgica para o novo contexto sociocultural

    Inexistncia de cultura de planejamento Incapacidade de execuo de obras no

    tempo planejado Fragilidade na gesto do patrimnio

    mobilirio e imobilirio Insegurana patrimonial (fsica), intelectual

    (patentes, royalties, etc.) e pblica Fragilidade na governana (transparncia,

    planejamento, engajamento e prestao de contas)

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    20

    Oportunidades Ameaas

    Legislao favorvel transmisso do conhecimento e cultura e inovao em processos e produtos para uso publico e privado viabilizados pela Lei de Inovao

    Fomento melhoria das licenciaturas e programas de iniciao docncia PIBID

    Adeso aos programas de ingresso de alunos e Expanso de polticas assistncia estudantil no ensino Superior

    Internacionalizao, interculturalidade e mobilidade na educao superior

    Universade

    Acordo e autorizao de novas vagas e liberao de vagas de servidores

    Industrializao do Centro-Oeste

    Mudana no perfil do aluno

    Avanos tecnolgicos e tecnologia aplicada ao ensino, pesquisa e extenso com a Expanso da EAD e fomento inovao pedaggica

    Proximidade geogrfica com o poder decisrio

    Marca UnB

    Restrio de recursos em funo da conjuntura econmica e baixo crescimento do pas

    Insegurana jurdica e excesso de legislao e inadequao da mesma

    Perda de servidores

    Instabilidade dos recursos financeiros locais para cincia, inovao e tecnologia e reduo do financiamento governamental (federal e local)

    Greves frequentes

    Inadequao da infraestrutura local oferecida pelo GDF (transporte, segurana)

    Indefinio do perodo de transio HUB / EBSERH que gera dispndio financeiro UNB

    Reduo na captao dos recursos prprios em funo da criao da O.S. CEBRASPE

    1.3.2 Anlise SWOT

    Os elementos apontados no diagnstico institucional serviram de base para elaborao da anlise SWOT, tcnica para avaliao de cenrios comumente utilizada nas organizaes pblicas e privadas para construo de um planejamento estratgico.

    A tcnica empregada objetiva identificar as possveis correlaes existentes entre pontos fortes e oportunidades e ameaas, bem como entre pontos fracos e os mesmos elementos do ambiente externo. Em grupo e item por item atribuda uma pontuao que varia de 1 a 3, onde 1 revela pouca correlao entre os elementos e trs evidencia uma forte correlao.

    Os cruzamentos realizados e a identificao daqueles com maior relevncia permitem aos gestores traar os objetivos a serem perseguidos, bem como as estratgias necessrias para seu alcance.

    A seguir apresentamos a matriz SWOT elaborada a partir das contribuies e consolidada pelo grupo de planejamento responsvel pela realizao do trabalho.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    21

    Matriz SWOT UnB 2014: Ameaas x Pontos Fortes e Ameaas x Pontos Fracos

    Fonte: Consolidao Grupo de Trabalho de Planejamento Estratgico, Abril 2014. Matriz SWOT UnB 2014: Oportunidades x Pontos Fortes e Oportunidades x Pontos Fracos

    1

    .

    R

    e

    s

    t

    r

    i

    o

    d

    e

    r

    e

    c

    u

    r

    s

    o

    s

    e

    m

    f

    u

    n

    o

    d

    a

    c

    o

    n

    j

    u

    n

    t

    u

    r

    a

    e

    c

    o

    n

    m

    i

    c

    a

    e

    b

    a

    i

    x

    o

    c

    r

    e

    s

    c

    i

    m

    e

    n

    t

    o

    d

    o

    p

    a

    s

    2

    .

    I

    n

    s

    e

    g

    u

    r

    a

    n

    a

    j

    u

    r

    d

    i

    c

    a

    e

    e

    x

    c

    e

    s

    s

    o

    d

    e

    l

    e

    g

    i

    s

    l

    a

    o

    e

    i

    n

    a

    d

    e

    q

    u

    a

    o

    d

    a

    m

    e

    s

    m

    a

    3

    .

    P

    e

    r

    d

    a

    d

    e

    s

    e

    r

    v

    i

    d

    o

    r

    e

    s

    4

    .

    I

    n

    s

    t

    a

    b

    i

    l

    i

    d

    a

    d

    e

    d

    o

    s

    r

    e

    c

    u

    r

    s

    o

    s

    f

    i

    n

    a

    n

    c

    e

    i

    r

    o

    s

    l

    o

    c

    a

    i

    s

    p

    a

    r

    a

    c

    i

    n

    c

    i

    a

    ,

    i

    n

    o

    v

    a

    o

    e

    t

    e

    c

    n

    o

    l

    o

    g

    i

    a

    e

    r

    e

    d

    u

    o

    d

    o

    f

    i

    n

    a

    n

    c

    i

    a

    m

    e

    n

    t

    o

    g

    o

    v

    e

    r

    n

    a

    m

    e

    n

    t

    a

    l

    (

    f

    e

    d

    e

    r

    a

    l

    e

    l

    o

    c

    a

    l

    )

    5

    .

    G

    r

    e

    v

    e

    s

    f

    r

    e

    q

    u

    e

    n

    t

    e

    s

    6

    .

    I

    n

    a

    d

    e

    q

    u

    a

    o

    d

    a

    i

    n

    f

    r

    a

    e

    s

    t

    r

    u

    t

    u

    r

    a

    l

    o

    c

    a

    l

    o

    f

    e

    r

    e

    c

    i

    d

    a

    p

    e

    l

    o

    G

    D

    F

    (

    t

    r

    a

    n

    s

    p

    o

    r

    t

    e

    ,

    s

    e

    g

    u

    r

    a

    n

    a

    )

    7

    .

    I

    n

    d

    e

    f

    i

    n

    i

    o

    d

    o

    p

    e

    r

    o

    d

    o

    d

    e

    t

    r

    a

    n

    s

    i

    o

    H

    U

    B

    /

    E

    B

    S

    E

    R

    H

    q

    u

    e

    g

    e

    r

    a

    d

    i

    s

    p

    n

    d

    i

    o

    f

    i

    n

    a

    n

    c

    e

    i

    r

    o

    U

    N

    B

    8

    .

    R

    e

    d

    u

    o

    n

    a

    c

    a

    p

    t

    a

    o

    d

    o

    s

    r

    e

    c

    u

    r

    s

    o

    s

    p

    r

    p

    r

    i

    o

    s

    e

    m

    f

    u

    n

    o

    d

    a

    c

    r

    i

    a

    o

    d

    a

    O

    .

    S

    .

    C

    E

    B

    R

    A

    S

    P

    E

    S

    U

    B

    T

    O

    T

    A

    L

    1. Imagem Institucional 2 1 1 3 1 1 1 3 132. Corpo docente, tcnicos e discentes qualificados 2 1 3 3 3 1 1 3 173. Localizao geogrfica privilegiada junto ao centro do poder e ao centro do pas 3 3 1 3 1 3 1 2 174. Patrimnio Imobilirio 3 2 1 2 1 1 3 3 165. Inovao no ingresso e polticas de incluso em estrutura multicampi 3 2 1 2 1 1 2 2 146. Grande capacidade de gerar projetos inovadores 3 2 1 3 1 1 1 2 147. Programas de Ps-Graduao e Pesquisa 3 2 1 3 1 1 1 3 158. EAD - TICS na educao 3 1 1 3 1 1 1 3 149. Cursos de graduao com excelncia 3 2 1 3 1 1 1 3 1510. Gesto democrtica e oportunidades de discusso 1 1 1 1 3 1 1 1 10

    SUBTOTAL 26 17 12 26 14 12 13 25 145

    1. Ineficincia dos processos administrativos e organizacionais (inclusive compras) 2 3 3 2 2 3 3 3 212. Ineficincia das politicas, normas e procedimentos em TI e comunicao 2 3 3 3 3 1 2 2 193. Falta de integrao em sistemas de informao e comunicao 2 3 3 3 2 2 1 1 174. Frgil Comunicao interna e externa (comunitria, institucional e com a sociedade) 2 3 3 2 2 3 2 2 195. Fragilidade de polticas de gesto de pessoas 3 2 3 2 3 2 3 3 216. Inadequao qualitativa e quantitiva Infraestrutura fisica e tecnologica para o novo contexto sociocultural 2 3 2 3 2 3 1 1 177. Inexistncia de cultura de planejamento 3 3 3 3 2 2 2 2 208. Incapacidade de execuo de obras no tempo planejado 3 3 3 3 2 2 2 2 209. Fragilidade na gestao do patrimnio mobilirio e imobilirio 3 3 2 2 3 3 2 2 2010. insegurana patrimonial (fisica), intelectual (patentes, royalties, etc) e pblica 3 3 3 3 2 3 2 2 2111. Fragilidade na governana (transparncia, planejamento, engajamento e prestacao de contas) 3 3 3 3 3 3 2 2 2212. insuficincia de estrutura local nas unidades para apoio a ps-graduao, graduao e projetos 3 3 3 3 2 3 2 2 2113. Fragilidade no acolhimento e acompanhamento dos estudantes de graduao 2 3 3 2 2 3 3 2 2014. Dficit oramentrio interno 3 3 2 3 3 2 2 3 21

    SUBTOTAL 36 41 39 37 33 35 29 29 279

    P

    O

    N

    T

    O

    S

    F

    R

    A

    C

    O

    S

    P

    O

    N

    T

    O

    S

    F

    O

    R

    T

    E

    S

    AMEAAS

    ANLISE INTERNA E EXTERNA

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    22

    Fonte: Consolidao Grupo de Trabalho de Planejamento Estratgico, Abril 2014.

    1

    .

    L

    e

    g

    i

    s

    l

    a

    o

    f

    a

    v

    o

    r

    v

    e

    l

    a

    t

    r

    a

    n

    s

    m

    i

    s

    s

    o

    d

    o

    c

    o

    n

    h

    e

    c

    i

    m

    e

    n

    t

    o

    e

    c

    u

    l

    t

    u

    r

    a

    e

    i

    n

    o

    v

    a

    o

    e

    m

    p

    r

    o

    c

    e

    s

    s

    o

    s

    e

    p

    r

    o

    d

    u

    t

    o

    s

    p

    a

    r

    a

    u

    s

    o

    p

    u

    b

    l

    i

    c

    o

    e

    p

    r

    i

    v

    a

    d

    o

    v

    i

    a

    b

    i

    l

    i

    z

    a

    d

    o

    s

    p

    e

    l

    a

    L

    e

    i

    d

    e

    I

    n

    o

    v

    a

    o

    2

    .

    f

    o

    m

    e

    n

    t

    o

    m

    e

    l

    h

    o

    r

    i

    a

    d

    a

    s

    l

    i

    c

    e

    n

    c

    i

    a

    t

    u

    r

    a

    s

    e

    p

    r

    o

    g

    r

    a

    m

    a

    s

    d

    e

    i

    n

    i

    c

    i

    a

    o

    d

    o

    c

    n

    c

    i

    a

    -

    P

    I

    B

    I

    D

    3

    .

    A

    d

    e

    s

    o

    a

    o

    s

    p

    r

    o

    g

    r

    a

    m

    a

    s

    d

    e

    i

    n

    g

    r

    e

    s

    s

    o

    d

    e

    a

    l

    u

    n

    o

    s

    e

    E

    x

    p

    a

    n

    s

    o

    d

    e

    p

    o

    l

    t

    i

    c

    a

    s

    a

    s

    s

    i

    s

    t

    n

    c

    i

    a

    e

    s

    t

    u

    d

    a

    n

    t

    i

    l

    n

    o

    e

    n

    s

    i

    n

    o

    S

    u

    p

    e

    r

    i

    o

    r

    4

    .

    I

    n

    t

    e

    r

    n

    a

    c

    i

    o

    n

    a

    l

    i

    z

    a

    o

    ,

    i

    n

    t

    e

    r

    c

    u

    l

    t

    u

    r

    a

    l

    i

    d

    a

    d

    e

    e

    m

    o

    b

    i

    l

    i

    d

    a

    d

    e

    n

    a

    e

    d

    u

    c

    a

    o

    s

    u

    p

    e

    r

    i

    o

    r

    5

    .

    U

    n

    i

    v

    e

    r

    s

    a

    d

    e

    6

    .

    A

    c

    o

    r

    d

    o

    e

    a

    u

    t

    o

    r

    i

    z

    a

    c

    a

    o

    d

    e

    n

    o

    v

    a

    s

    v

    a

    g

    a

    s

    e

    l

    i

    b

    e

    r

    a

    o

    d

    e

    v

    a

    g

    a

    s

    d

    e

    s

    e

    r

    v

    i

    d

    o

    r

    e

    s

    7

    .

    i

    n

    d

    u

    s

    t

    r

    i

    a

    l

    i

    z

    a

    o

    d

    o

    C

    e

    n

    t

    r

    o

    -

    O

    e

    s

    t

    e

    8

    .

    M

    u

    d

    a

    n

    a

    n

    o

    p

    e

    r

    f

    i

    l

    d

    o

    a

    l

    u

    n

    o

    9

    .

    A

    v

    a

    n

    o

    s

    t

    e

    c

    n

    o

    l

    g

    i

    c

    o

    s

    e

    t

    e

    c

    n

    o

    l

    o

    g

    i

    a

    a

    p

    l

    i

    c

    a

    d

    a

    a

    o

    e

    n

    s

    i

    n

    o

    ,

    p

    e

    s

    q

    u

    i

    s

    a

    e

    e

    x

    t

    e

    n

    s

    o

    c

    o

    m

    a

    E

    x

    p

    a

    n

    s

    o

    d

    a

    E

    A

    D

    e

    f

    o

    m

    e

    n

    t

    o

    i

    n

    o

    v

    a

    o

    p

    e

    d

    a

    g

    g

    i

    c

    a

    1

    0

    .

    P

    r

    o

    x

    i

    m

    i

    d

    a

    d

    e

    g

    e

    o

    g

    r

    f

    i

    c

    a

    c

    o

    m

    o

    p

    o

    d

    e

    r

    d

    e

    c

    i

    s

    r

    i

    o

    1

    1

    .

    M

    a

    r

    c

    a

    U

    n

    B

    S

    U

    B

    T

    O

    T

    A

    L

    1. Imagem Institucional 2 2 3 2 2 3 2 2 2 1 3 242. Corpo docente, tcnicos e discentes qualificados 2 3 1 3 1 3 3 3 3 1 2 253. Localizao geogrfica privilegiada junto ao centro do poder e ao centro do pas 1 2 2 3 2 3 2 1 1 3 1 214. Patrimnio Imobilirio 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1 1 125. Inovao no ingresso e polticas de incluso em estrutura multicampi 3 2 3 3 1 2 2 3 2 1 2 246. Grande capacidade de gerar projetos inovadores 3 3 2 3 1 2 3 3 3 1 3 277. Programas de Ps-Graduao e Pesquisa 3 3 1 2 1 2 3 2 3 1 3 248. EAD - TICS na educao 3 2 2 3 1 2 1 2 3 1 2 229. Cursos de graduao com excelncia 2 3 2 3 1 2 2 3 3 1 3 2510. Gesto democrtica e oportunidades de discusso 1 3 3 2 2 2 1 3 2 2 3 24

    SUBTOTAL 21 24 20 26 13 22 20 23 23 13 23 2281. Ineficincia dos processos administrativos e organizacionais (inclusive compras) 2 1 1 1 3 1 1 1 3 1 1 162. Ineficincia das politicas, normas e procedimentos em TI e comunicao 3 3 1 3 1 1 1 1 3 1 1 193. Falta de integrao em sistemas de informao e comunicao 3 3 2 2 2 1 1 2 3 1 1 214. Frgil Comunicao interna e externa (comunitria, institucional e com a sociedade) 3 3 3 3 2 2 1 2 3 1 1 245. Fragilidade de polticas de gesto de pessoas 2 2 1 2 2 3 2 1 2 1 1 196. Inadequao qualitativa e quantitiva Infraestrutura fisica e tecnologica para o novo contexto sociocultural 2 2 2 2 1 3 3 2 2 1 3 237. Inexistncia de cultura de planejamento 2 2 1 2 2 3 2 2 2 1 1 208. Incapacidade de execuo de obras no tempo planejado 1 1 1 1 3 1 1 2 2 2 3 189. Fragilidade na gestao do patrimnio mobilirio e imobilirio 1 1 1 1 2 1 1 1 2 2 3 1610. insegurana patrimonial (fisica), intelectual (patentes, royalties, etc) e pblica 2 2 1 2 2 1 1 2 2 3 3 2111. Fragilidade na governana (transparncia, planejamento, engajamento e prestacao de contas) 2 1 1 1 1 1 2 1 1 2 3 1612. insuficincia de estrutura local nas unidades para apoio a ps-graduao, graduao e projetos 2 2 2 1 1 1 3 3 3 1 3 2213. Fragilidade no acolhimento e acompanhamento dos estudantes de graduao 2 2 2 2 1 1 3 3 3 1 3 2314. Dficit oramentrio interno 1 2 1 1 3 1 1 1 1 2 3 17

    SUBTOTAL 28 27 20 24 26 21 23 24 32 20 30 275

    P

    O

    N

    T

    O

    S

    F

    R

    A

    C

    O

    S

    P

    O

    N

    T

    O

    S

    F

    O

    R

    T

    E

    S

    ANLISE INTERNA E EXTERNA

    OPORTUNIDADES

  • Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910

    1.3.3 Agrupamento Preliminar de Objetivos & Estratgias

    Alm da anlise ambiental apresentada informaes da SWOT, foram identificadas as reas estratgicas de atuao da universidade. O esquema a seguir estabelece 4 reas que provem insumos ( gesto, uma responsvel pelo processamento destes e, por fidestinam a realizao das entradas em produtos finais sociedade.

    Fonte: Gileno Marcelino Consultoria de Planejamento, 2014.

    A partir das reas identificadas, os seguintes objetivos e estratgias para o alcance dos resultados pretendidos foram estabelecidos:

    i) Gesto de Pessoas (Recursos Humanos)

    OBJETIVOS

    Capacitar e desenvolver servidores em gesto universitria

    Valorizar o desempenho profissional

    Dimensionar o quadro de pessoal de acordo com as demandas institucionais

    PDI Universidade de Braslia 2014

    Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia

    Agrupamento Preliminar de Objetivos & Estratgias

    Alm da anlise ambiental apresentada no tpico anterior e da avaliao das informaes da SWOT, foram identificadas as reas estratgicas de atuao da universidade. O esquema a seguir estabelece 4 reas que provem insumos ( gesto, uma responsvel pelo processamento destes e, por fim, trs reas que se destinam a realizao das entradas em produtos finais sociedade.

    Consultoria de Planejamento, 2014.

    A partir das reas identificadas, os seguintes objetivos e estratgias para o retendidos foram estabelecidos:

    Gesto de Pessoas (Recursos Humanos)

    ESTRATGIAS Elaborar Plano de Desenvolvimento Profissional Individual alinhado s reas de gesto universitria. Promover aes que possibilitem o desenvolvimento profissional dos servidores. Implantar a Escola de Gesto Universitria. Estimular o desenvolvimento de competncias necessrias ao ingresso de servidores tcnicoadministrativos no mestrado e doutorado. Desenvolver e manter banco de talentos. Oportunizar a participao dos servidores tcnicoadministrativos em congressos e eventos nas reas que compem a gesto universitria. Reconhecer publicamente os servidores que contribuem para o aprimoramento da gesto universitria, atribuindo honrarias e prmios. Atualizar periodicamente o quadro da fora de trabalho nas unidades acadmicas e administrativas. Analisar a demanda de servidores de acordo com a natureza, a complexidade e o volume das atividades desenvolvidas. Gerenciar os cadastros de reservas com base no estudo dos indicadores de rotatividade. Identificar demandas de docentes para assegurar o ensino de graduao e ps-graduao, pesquisa e extenso.

    Universidade de Braslia 2014-2017

    900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    23

    no tpico anterior e da avaliao das informaes da SWOT, foram identificadas as reas estratgicas de atuao da universidade. O esquema a seguir estabelece 4 reas que provem insumos (inputs)

    m, trs reas que se destinam a realizao das entradas em produtos finais sociedade.

    A partir das reas identificadas, os seguintes objetivos e estratgias para o

    Elaborar Plano de Desenvolvimento Profissional Individual

    Promover aes que possibilitem o desenvolvimento

    Implantar a Escola de Gesto Universitria. Estimular o desenvolvimento de competncias

    necessrias ao ingresso de servidores tcnico-

    Desenvolver e manter banco de talentos. Oportunizar a participao dos servidores tcnico-

    administrativos em congressos e eventos nas reas que

    es que contribuem para o aprimoramento da gesto universitria, atribuindo

    Atualizar periodicamente o quadro da fora de trabalho istrativas.

    Analisar a demanda de servidores de acordo com a natureza, a complexidade e o volume das atividades

    Gerenciar os cadastros de reservas com base no estudo

    a assegurar o ensino graduao, pesquisa e extenso.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    24

    OBJETIVOS ESTRATGIAS Planejar a abertura de processos seletivos simplificados para contratao de professores substitutos/visitantes, com base nas demandas das unidades acadmicas, alinhadas divulgao da lista de oferta de disciplinas.

    Implantar polticas de reteno de talentos

    Propor realocao de servidores tcnico-administrativos intra ou entre unidades acadmicas e administrativas, de modo a alinhar demandas institucionais, perfis profissionais e cargos. Incentivar e oportunizar processos seletivos para cargos de direo e funes gratificadas. Promover e disseminar as aes de melhoria da sade e qualidade de vida dos servidores. Estudar o organograma da UnB com vistas a otimizar a distribuio de cargos de direo e funes gratificadas, de acordo com a estrutura formal e a prvia disponibilidade de funes. Solicitar Gratificao Temporria das Unidades dos Sistemas Estruturadores da Administrao Pblica Federal (GSISTE) Secretaria de Gesto Pblica SEGEP/MP, a ser disponibilizada por meio de processo seletivo. Negociar com o Ministrio do Planejamento e MEC a reviso de estrutura remuneratria de tcnico-administrativos. Incentivar o uso e disponibilizar o banco de talentos para a universidade.

    ii) Recursos Tecnolgicos

    Aprimoramento da comunicao institucional (interna e externa)

    Estabelecer poltica de comunicao e informao integradas (ex; SECOM + UnB/TV + rdio); Mapear e aprimorar as redes de comunicao; Desenvolver sistemas que apiem a comunicao (ou aquisio); Fortalecer as mdias da UnB: produo de contedos, organizao, publicao e uso repositrios de udio, vdeo e textos; Implementar a UnBTV em sinal aberto e rdio UnB; Implementar o arquivo de memria institucional; Implementar uma intranet na UnB; Aprimorar a rede de telefonia; Padroniza o uso da identidade visual e marca UnB em todos os stios e documentos institucionais; Universalizar o acesso rede sem fio; Desenvolver a literacia/letramento digital alfabetizao informacional na comunidade (uso de fontes de informao, citao, combate ao plgio, etc).

    Estabelecer governana em TI Planejar e organizar

    Desenvolver o PDTI da UnB Implantar escritrio de projetos

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    25

    Integrar sistemas por reas: ensino, pesquisa, extenso, administrao, a fim de oferecer informaes integradas; Fortalecimento da estrutura organizacional do CPD e demais rgos de TI: (quadro de servidores), polticas, viso empreendedora, investimentos equilibrados, funes, viso de projetos, capacitao, tornar unidade gestora e captadora de recursos Institucionalizar a ligao entre o CPD e os Decanatos, incluindo fornecimento de informao gerencial com qualidade.

    Governana em TI: Aprimorar aquisies e implementao de sistemas de informao e comunicao

    Poltica de padronizao de aquisies do CPD Licenciar extratores de dados/informao sobre produo intelectual da UnB Implementar a automao do processo de compras Implementar a automao da gesto do patrimnio imobilirio Internalizar os ambientes Moodle (Aprender e UAB)

    Governana em TI: Aprimorar entrega e suporte de servios de TI

    Catalogao dos servios de TI prestados pelas vrias unidades da UnB Implementar a gesto de acordos de nveis de servio de TI nas unidades administrativas Implementar a gesto de incidentes Implementar a gesto de capacidades Implementar a gesto de continuidade de servios Implementar a gesto de mudanas de TI comisso tcnica

    Aprimorar recursos humanos em TI

    Fortalecimento da escola de informtica em sintonia com a PROCAP Desenvolver cultura de pesquisa na rea tcnica administrativa na UnB, incluindo o CPD Fomentar oferta de ps-graduao na rea de TI.

    iii) Recursos Financeiros

    Melhorar o desempenho acadmico no ranking da Matriz Andifes que distribui recursos para as IFES

    Incrementar o desempenho acadmico destacando as variveis da Matriz Andifes; Propor estudos e pesquisas para fortalecer e acompanhar os indicadores das variveis da Matriz Andifes.

    Reformular a regulamentao de captao (e reteno) de recursos financeiros

    Constituir diretoria de recursos a receber; Estabelecer normas, regulamentaes da reteno de recursos na UnB; Aperfeioar alternativas de parceria, apoio tcnico e de infraestrutura aos executores; Adequar a captao de recursos s metas estratgicas da Universidade; Criar sistema de controle das informaes referentes aos projetos de captao de recursos

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    26

    Reformular a poltica de regulamentao de ocupao dos imveis da FUB

    Melhorar a gesto imobiliria (planejamento, controle, sistemas)

    Promover e estimular a expanso da captao de recursos pelos diversos centros de custo da FUB

    Trabalhar marcos regulatrios internos voltados para programas de cincia e tecnologia; Centralizao da gesto de projetos com o aprimoramento na aplicao dos recursos; Capacitao dos gestores e agentes administrativos

    Adequar um cronograma de transio para os contratos FUB/ EBSERH e FUB/CEBRASPE

    Redefinir as competncias das questes administrativa, acadmica e financeira.

    Promover a efetividade na execuo da despesa

    Implantar a cultura de reduo de custos; Otimizar os fluxos dos processos administrativos e automatizando-os com definio das competncias do DPO e DAF; Capacitar as unidades demandantes e as equipes de licitao, compras e contratos; Melhorar a fiscalizao dos contratos de terceirizao.

    Implementar o planejamento institucional

    Implantar sistema de planejamento integrado de gesto; Atualizar o organograma institucional; Gerir o oramento da LOA e oramento programa interno integrado ao planejamento institucional. Gesto de custos Aes de capacitao concentradas no DGP

    iv) Recursos Institucionais (Infraestrutura)

    Melhorar e adequar a infraestrutura fsica s atividades de ensino, pesquisa e extenso

    Mapear a utilizao dos espaos fsicos a curto prazo;

    Definir normas de utilizao, monitoramento e controle de forma contnua / a curto prazo.

    Estabelecer uma poltica voltada manuteno da infraestrutura fsica

    Aprimorar a contratao de servios de manuteno da infraestrutura fsica; Estabelecer normas de fiscalizao e controle dos servios executados de forma contnua; Padronizar o parque de infraestrutura fsica.

    Elaborar plano de gesto de obras

    Elaborar e executar o plano anual de obras; Garantir a eficcia na elaborao de projetos de obras.

    Elaborar poltica de gesto do patrimnio imobilirio da FUB

    Elaborar um modelo de gesto do patrimnio imobilirio; Implantar o modelo de gesto do patrimnio imobilirio; Realizar monitoramento e avaliao do modelo de gesto do patrimnio.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    27

    Implantar um sistema integrado de gesto de infraestrutura fsica

    Mapear setores e demandas relacionadas infraestrutura fsica; Definir fluxos e processos visando convergncia dos setores e demandas; Implantar o plano de gesto de infraestrutura, conforme aprovao do Comit de TI.

    v) Gesto Interna (Processos e Modelo de Gesto)

    Atualizar o planejamento estratgico

    Elaborao do planejamento estratgico Aprovar o planejamento Disseminar o planejamento estratgico a todas as unidades da UnB

    Atualizar o PDI Rever os critrios Avaliar a ferramenta de apoio computacional

    Implantar a gesto por processos

    Definir o modelo de governana de processos Elaborar programa de capacitao em gesto por processos para gestores e executores Estabelecimento de metodologia e padres para mapeamento e modelagem dos processos Disseminar a cultura da viso por processos Estabelecer mecanismos de publicao de processos (Portal dos Processos) Estabelecer alinhamento entre T.I. e negcios Polticas, metodologia e padres para desenvolvimento de solues de TI

    vi) Gesto Acadmica (Ensino, Pesquisa e Extenso)

    Formar com excelncia

    Instituir poltica de acolhimento dos discentes Estimular e promover o desenvolvimento profissional docente Investir em tecnologias de ensino e aprendizagem inovadoras Possibilitar a oferta de disciplinas em fluxo contnuo Diversificar a certificao e proficincia em disciplinas Promover a convergncia do ensino presencial e a distncia Estimular e fomentar a insero de discentes em grupos de pesquisa Estimular e fomentar o ensino-aprendizagem em contexto social que integre pesquisa e extenso

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    28

    Melhorar o desempenho institucional nas avaliaes externas, nacionais e internacionais, de cursos de graduao e programas de ps-graduao

    Diagnosticar a situao atual dos cursos de graduao e programas de ps-graduao Conscientizar docentes e discentes da importncia dos sistemas externos de avaliao Melhorar mtodos, tcnicas e sistemas de coleta e anlise de dados Aprimorar a comunicao e divulgao dos resultados de avaliao Reduzir a quantidade de programas de ps-graduao com conceito 3 Aumentar a quantidade de programas de ps-graduao com conceitos 6 e 7

    Consolidar os princpios ticos e humanistas na formao acadmica

    Desenvolver programas e projetos para integrao social e acadmica Articular a prtica da formao em contexto social e comunitrio Estimular aes de formao que promovam a valorizao e o respeito diversidade Estimular aes de formao que desenvolvam a conscincia e o comportamento ecolgicos

    Ampliar o processo de internacionalizao

    Fortalecer a formao e a certificao em lnguas estrangeiras Favorecer e ampliar o processo de mobilidade local, nacional e internacional Estimular os convnios internacionais de cooperao tcnico-cientfica Ampliar a divulgao institucional em lngua estrangeira Ampliar as aes de internacionalizao nos campi Incentivar a oferta de disciplinas de graduao e ps-graduao em lngua estrangeira Criar laboratrios de ensino de lnguas em todos os campi

    1.4 Metas, Propostas e Perspectivas

    A partir da elaborao do planejamento estratgico iniciada em 2013, a proposta elaborada pelo Decanato de Planejamento e Oramento em conjunto com a administrao superior enseja, ainda para o ano em curso, a construo dos planos tticos e operacionais, respectivamente, para os Decanatos e unidades acadmicas e administrativas. Dessa forma, as metas para 2013 e 2014 esto estruturadas, conforme especificado abaixo:

    Planejamento Ttico

    A segunda etapa do processo de planejamento se dar a partir de encontros entre a equipe da Diretoria de Planejamento e os sete Decanatos, alm da Prefeitura do Campus. Essas reunies ocorrero durante os meses de julho e agosto, resultando na produo do documento final, Plano de Ao da Administrao Superior.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    29

    Tendo como parmetro os resultados do planejamento estratgico da UnB, a elaborao do processo de planejamento ttico visa realizar o detalhamento das metas e o plano de ao necessrio para cada rea, a fim de alcanar os macro-objetivos delineados no plano estratgico.

    Planejamento Operacional

    No plano operacional, o Decanato de Planejamento e Oramento realizar em conjunto com as unidades acadmicas e administrativas o detalhamento dos planos de ao para o ciclo de gesto. Esse processo est previsto para se iniciar a partir da concluso do plano ttico. As unidades que fazem parte desse processo tero como balizadores de suas metas, propostas e projetos os planos estratgico e ttico.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    30

    2 Projeto Poltico Pedaggico Institucional (PPPI)

    Como parte fundamental do PDI da UnB apresenta-se neste captulo a forma como a Instituio insere-se regionalmente, em especial na unidade federativa do Distrito Federal. Nas sees seguintes, apresentam-se os princpios filosficos e tcnico-metodolgicos gerais que norteiam as prticas acadmicas e a organizao didtico-pedaggica da Universidade. Nos tpicos seguintes, apresentam-se as polticas para as diferentes reas de atuao ou dimenses da universidade, tendo como referncia o perodo de vigncia deste PDI. Por fim, so apresentados contribuies do contexto da responsabilidade social da UnB.

    2.1 Insero Regional

    A Universidade de Braslia est localizada no Distrito Federal, que, por sua vez, est localizado na regio Centro-Oeste. O Distrito Federal est subdivido em 31 regies administrativas, sendo Braslia, a Regio Administrativa I, a capital federal do Brasil e a sede do governo do Distrito Federal.

    Desde sua inaugurao, o Distrito Federal apresenta elevadas taxas de crescimento populacional. Segundo o IBGE, a populao em 2013 era de 2,8 milhes de pessoas. Este crescimento populacional traduziu-se numa ocupao extensiva do territrio, com uma criao sucessiva de novas regies administrativas, alm do crescimento da periferia limtrofe, composta por cidades dos estados de Gois e Minas Gerais.

    A populao do Distrito Federal essencialmente urbana e jovem. Com respeito raa, a populao do DF no difere das caractersticas dos brasileiros de forma geral. Em razo da atratividade econmica, a regio possui um grande nmero de migrantes, proveniente de diversos estados do pas.

    Em 2011, o PIB do DF foi de R$ 164,5 bilhes, ou stimo entre as maiores economias do Brasil, com 4% do total. O PIB per capita do DF neste mesmo ano foi de R$ 63.020,02, praticamente o triplo do PIB per capita nacional. A economia est centrada na administrao pblica, que emprega 40% dos empregos formais e gera 54% da riqueza.

    O ndice de Desenvolvimento Humano (IDH), referente ao ano de 2010, foi de 0,824, considerado muito alto. Contribui para este ndice a reduzida taxa de analfabetismo, alm da elevada expectativa de vida ao nascer e a baixa mortalidade infantil. Isto se reflete na grande quantidade de instituies de ensino superior existentes: 64 unidades em 2010, sendo 61 de origem particular. O nmero de cursos de graduao, tambm em 2010, era de 655, uma expanso considervel j que existiam 94 cursos em 1997.

    Em termos de mercado de trabalho, prevalece a oferta de empregos no setor pblico. A atratividade elevada em razo dos salrios e da estabilidade.

    importante salientar que a Universidade de Braslia tambm possui uma forte insero nos estados de Gois e Minas Gerais em razo da microrregio do Entorno do Distrito Federal. A populao desta microrregio ultrapassa a um milho de habitantes, com mais de vinte municpios.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    31

    2.2 Princpios filosficos e tcnico-metodolgicos gerais que norteiam as prticas acadmicas da Universidade de Braslia

    Indissociabilidade entre o Ensino a Pesquisa e a Extenso

    O princpio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extenso reflete um conceito de qualidade do trabalho acadmico que favorece a aproximao entre a Universidade e a sociedade. A integrao desse trinmio deve conduzir a Universidade mudanas nos processos de ensino quando necessrias, colaborar efetivamente para a formao profissional de estudantes e fortalecer os atos de aprender, de ensinar e de formar cidados.

    Interdisciplinaridade e a Dinmica Curricular Integrada

    A interdisciplinaridade e a dinmica curricular integrada na UnB orientam a busca pela diversidade, pela criatividade e pela troca de conhecimento. Tambm amplia a formao dos estudantes e implica na articulao e integrao de diferencias instncias que existem na Universidade, tais como os diferentes campos de conhecimento e os diferentes contextos pedaggico, acadmico, administrativo e social.

    Flexibilidade

    A estrutura curricular da UnB, para todos os cursos, organizada em Mdulo Integrante e Mdulo Livre. O primeiro constitudo pela rea de Concentrao e pela rea Conexa; e o segundo, pelos contedos de reas de conhecimento e campos de atuao que despertem o interesse do estudante. So permitidos ao estudante cursar at 36 crditos no Mdulo Livre. Tal flexibilidade curricular permite ao aluno cursar disciplinas vinculadas aos diferentes Institutos e Faculdades que integram a estrutura da Universidade. Esse princpio um componente essencial na organizao dos projetos pedaggicos dos cursos de graduao na UnB e decorre das diversas transformaes vividas pela sociedade que influenciam no perfil dos profissionais desejados pelo mercado.

    Compromisso Pblico com a Misso

    As aes acadmicas e administrativas da Universidade so orientadas ao cumprimento da misso institucional, qual seja Ser uma instituio inovadora, comprometida com a excelncia acadmica, cientfica e tecnolgica formando cidados conscientes do seu papel transformador na sociedade, respeitadas a tica e a valorizao de identidades e culturas com responsabilidade social.

    Universidade Inovadora

    A universidade considerada uma das principais instituies disseminadoras de conhecimento, podendo promover condies para a construo de ambientes que favoream o desenvolvimento cientfico e o progresso econmico. Para tanto, deve dar retorno no s na forma de publicaes cientficas, mas tambm em produtos e processos inovadores aplicveis ao desenvolvimento econmico e social. Assim, a UnB tem como princpio a adoo da inovao como estratgia que se incorpore a sua cultura institucional em busca de resultados atuais e transformadores.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    32

    Busca da Excelncia

    compromisso da UnB oferecer o ensino, a pesquisa e a extenso com padro de qualidade excelente. Para concretizar essa qualidade, a Universidade prima pela constante reviso e aperfeioamento das prticas de ensino, dos contedos ministrados e das aes desenvolvidas. Esse princpio reafirma a misso da Universidade de ser uma instituio comprometida com a excelncia acadmica, cientfica e tecnolgica.

    tica e Respeito Dignidade, Liberdade Intelectual e s Diferenas

    A UnB assume a tica e o respeito dignidade, liberdade intelectual e s diferentes como princpios fundamentais da integridade acadmica e assume o compromisso com a moralidade e a legalidade. So inerentes tica universitria o direito pesquisa, o pluralismo, a tolerncia, bem como o dever de promover a liberdade, a justia, a dignidade humana, os direitos sociais e culturais.

    2.3 Organizao Didtico-Pedaggica da Instituio

    A Universidade de Braslia est organizada para atender os seus princpios filosficos (item 2.3 deste documento). Os currculos existentes caracterizam pela flexibilidade, oportunidades diferenciadas de integrao curricular, atividades prticas de estgio, desenvolvimento de material pedaggico e incorporao de avanos tecnolgicos.

    No que diz respeito flexibilidade, as disciplinas so classificadas como obrigatrias, optativas e mdulo livre. Segundo as normas, as disciplinas obrigatrias no podem ultrapassar a 70% da carga horria. Alm disto, a Universidade de Braslia contempla, nos currculos, a figura do mdulo livre. Neste caso, o aluno poder cursar qualquer disciplina de qualquer curso da universidade, desde que atenda aos pr-requisitos e no limite de 36 crditos. Alm disto, muitas disciplinas possuem equivalncia, permitindo que o aluno adquira conhecimento sobre diferente ponto de vista. Finalmente, a existncia de intercmbios, em instituies nacionais ou do exterior, permite que parte do conhecimento adquirido seja convertida em crditos para o discente.

    A Universidade de Braslia possui diversas oportunidades para integrao curricular. O exame de proficincia tem sido aplicado em disciplinas na rea de lnguas, mas dever ser expandido para outras reas do conhecimento. Tambm existe a possibilidade de aproveitamento de estudos de crditos realizados em outras universidades. Este aproveitamento poder ser realizado no ingresso, mas tambm permitido quando o discente, durante o curso, participa de um intercmbio, por exemplo. Algumas atividades de extenso, como monitoria, so consideradas na contagem de crdito.

    As atividades prticas de estgio compreendem, desde convnios com empresas, at o incentivo participao em empresa juniores, atividades especficas de cursos com financiamento e previstas nos projetos dos cursos, como o caso do jornal Campus, programas de residncia, jovens talentos e outros.

    A incorporao de avanos tecnolgicos na Universidade de Braslia ocorre atravs da adoo do ensino a distncia, da existncia de laboratrios, da instalao de projetores nas salas de aula, da adoo da lousa interativa, entre outros avanos.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    33

    Por fim, em razo da existncia de diversos cursos de excelncia na UnB, existe um contnuo desenvolvimento de material pedaggico. Existem professores que produzem obras didticas para editoras brasileiras e a prpria Universidade conta com recurso especfico para isto.

    2.4 Polticas de Ensino

    O Decanato de Ensino de Graduao (DEG) supervisiona e coordena o ensino de graduao da UnB. responsvel tambm por desenvolver polticas estudantis de matrcula em disciplina, de avaliao de professor e de estgio que incentivem, garantam a qualidade do ensino e insiram os alunos no mercado de trabalho. Para nortear o alcance de suas atribuies, o DEG adotou algumas polticas, explicitadas a seguir.

    No sistema de ensino a tecnologia assume uma importante funo de apoio pedaggico, resultando em uma ampliao do potencial humano. A UnB j vem incorporando e estimulando a tecnologia a sua estrutura educacional, seja para apoiar a educao presencial ou na modalidade a distncia. O investimento em tecnologia de ensino e aprendizagem inovadoras uma direo a ser perseguida pela UnB para os prximos anos.

    Um ponto que merece destaque com relao manuteno da oferta de disciplinas em fluxo contnuo, a fim de no prejudicar aqueles alunos que esto em fase de concluso de curso, alm de reduzir a reteno.

    Est em construo e h uma perspectiva de diversificar a certificao e proficincia em disciplinas com maior demanda, como Matemtica, Clculo e Fsica, e no somente proficincia em lnguas estrangeiras. Assim, j tendo conhecimento na disciplina especfica, o aluno faz uma prova e, obtendo a pontuao exigida, integraliza os crditos referentes quela disciplina.

    A educao a distncia na UnB ocorre por meio de duas frentes, como apresentado no captulo 3: pelo Centro de Educao Distncia (CEAD), que oferta cursos de extenso universitria, ps-graduao lato sensu e, recentemente, residncia jurdica; e pelo Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), parceria com o Ministrio da Educao, que tem como base a oferta de cursos e programas de formao superior, executados na modalidade a distncia por instituies da rede pblica de ensino superior, com o apoio de polos presenciais mantidos pelos municpios ou governos estaduais. A Universidade almeja promover a convergncia do ensino presencial com o ensino a distncia, alm de consolidar e fortalecer a educao a distncia.

    Por meio do Programa Reuni, em quatro anos, foram criados 36 novos cursos e ampliados outros 48, inclusive nos novos campi: Planaltina, Gama e Ceilndia. A expanso da Universidade nessas cidades do DF permitiu ampliar o acesso educao superior da comunidade local, alm da possibilidade de desenvolver a regio.

    Conforme cronograma de implantao e desenvolvimento da instituio e dos cursos, apresentado em seo especfica a seguir, a inteno da UnB para os prximos anos de criao de um nico curso de graduao presencial, o de Licenciatura em Lngua de Sinais Brasileira/Portugus como Segunda Lngua. O propsito da universidade para o perodo de vigncia deste PDI aprimorar a

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    34

    qualidade acadmica dos cursos existentes e consolidar os cursos criados durante o Reuni.

    No ano passado, a UnB solicitou acreditao no Sistema ARCU-SUL para os cursos de Agronomia, Enfermagem, Medicina Veterinria e Odontologia. A implantao do Sistema ARCU-SUL contribui para desenvolver as capacidades institucionais de pases membros do MERCOSUL em avaliar a educao superior de qualidade no nvel da graduao e permite trabalhar de forma recproca a aferio da qualidade dos cursos ofertados nos seus pases membros e associados. A certificao da qualidade acadmica obtida por meio de procedimentos e critrios previamente aprovados pelo Setor Educacional do MERCOSUL.

    Existem diversas formas de ingresso na Universidade de Braslia, regulamentado pelo Estatuto e pelo Regimento Geral, e especificado no captulo 6 deste relatrio. No h perspectiva de alterao nesse sentido para o perodo de vigncia deste PDI. Os ingressos especiais ocorrem por meio de cotas, vestibular para indgenas, ingresso de estudantes estrangeiros e portadores de necessidades especiais. Tambm no h previso para a abertura de novas formas de ingresso especial, porm h a inteno de adequar a seleo por cotas imposta na Lei n 12.711/2012 anteriormente existente na UnB (cotas de afrodescendentes). Alm disso, h a previso de aprimoramento nos ingressos especiais existentes, contudo no h ainda aes definidas a serem implementadas.

    2.5 Polticas de Extenso

    Ensino, Pesquisa e Extenso, elementos indissociveis, compem o trip que articula os princpios institucionais de atuao da Universidade de Braslia. Sua importncia no contexto acadmico se d por meio da integrao com as atividades tpicas de ensino e pesquisa e est amplamente socializada nos Institutos, Faculdades e seus departamentos.

    O papel destinado s atividades extensionistas visa proporcionar ao aluno formao complementar, cujo propsito, concorrentemente, almeja a produo de conhecimento e a consolidao da formao acadmica e profissional. sociedade, objetiva-se proporcionar interao continuada com a comunidade acadmica e comprometida com os princpios de desenvolvimento social e humano e engajados na melhoria das condies sociais da populao.

    Para cumprir tais objetivos, o Decanato de Extenso tem envidado todos os esforos necessrios para fortalecer e ampliar a participao das atividades de extenso no mbito da universidade. Para garantir o alcance dos resultados esperados, o Decanato adotou as seguintes polticas para o desenvolvimento de suas atividades:

    1. Maior participao nos Encontros especficos promovidos pelo Frum de Pr-Reitores de Extenso das Universidades Pblicas (FORPROEX);

    2. estudos preliminares sobre Diretrizes Curriculares e Integralizao de crditos em Extenso na UnB: discusses feitas no mbito da Cmara de Extenso objetivando alinhar os Projetos Pedaggicos dos Cursos de graduao da UnB, com os preceitos legais sobre integralizao de crditos em Extenso em uma perspectiva integradora com o ensino;

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    35

    3. reviso das Normas da Extenso normatizadas pela Cmara de Extenso (CEX) a fim de alcanar a consonncia com as normas superiores, tanto na esfera institucional quanto federal, e adoo de novos fluxos nos processos de apreciao e aprovao das atividades de extenso;

    4. Ampliao e consolidao das parcerias interinstitucionais, tais como queles promovidos pelos Ministrios e demais rgos federais;

    5. Maior participao da UnB nos editais de fomento promovidos pelo MEC e demais entidades do Governo Federal; e

    6. Beneficiar a comunidade regional em termos sociais, culturais de sade e outros por meio de projetos especficos desenvolvidos pela UnB e tendo como pblico alvo a sociedade.

    2.6 Polticas de Pesquisa

    O Decanato de Pesquisa e Ps-graduao (DPP) responsvel pela formulao, coordenao e cumprimento do Plano de Desenvolvimento Institucional da UnB, no que tange poltica de pesquisa, com o objetivo de formar recursos humanos de alto nvel, visando o crescimento, a disseminao e a internacionalizao da pesquisa e da produo de conhecimento necessrias ao desenvolvimento cientfico, tecnolgico, artstico e cultural do Pas.

    A formulao de projetos institucionais para captao de recursos por meio de agncias de fomento, como FINEP e Capes, de competncia da Diretoria de Pesquisa (DIRPE). Esses projetos so voltados para a adequao de infraestrutura fsica e para a aquisio de equipamentos, com o objetivo de atender demandas das unidades acadmicas.

    Dessa forma, a DIRPE tem como metas para o aumento da produo cientifica estimular e promover o desenvolvimento profissional docente e procura ampliar a competitividade dos pesquisadores da UnB em editais das agncias de fomento regionais, nacionais e internacionais. Estimula tambm a participao em Congressos e a criao de grupos de pesquisa.

    Ainda para aumento da produo cientifica, o DPP possui a Diretoria de Fomento a Iniciao Cientifica (DirIC) e uma de suas aes o Programa de Iniciao Cientifica (ProIC) que se desenvolve em consonncia com os objetivos primordiais da iniciao cientfica, no sentido de promover a vocao cientfica de estudantes de graduao e tambm de estudantes da educao bsica matriculados no Ensino Mdio. Esse programa visa identificao de talentos que podero contribuir com a produo conhecimento e com o fortalecimento da cidadania, alm de tambm ser uma ao que valoriza a atividade de pesquisa, entendida como estratgica no atendimento das demandas da sociedade.

    Como atividade obrigatria do Programa de Iniciao Cientfica realizado o Congresso de Iniciao Cientfica. Os trabalhos concludos devem ser submetidos a um Comit Avaliador integrado pelos membros do Comit Gestor Institucional do Programa de Iniciao Cientfica e por pesquisadores externos convidados.

    Alm do Congresso de Iniciao Cientifica existem outras atividades tais como:

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    36

    Edital PIBIC-EM: Tem como objetivo despertar a vocao cientfica e desenvolver talentos para a pesquisa, mediante a participao de estudantes de ensino mdio em projetos de pesquisa desenvolvidos no mbito da Instituio.

    Edital PIBIC/CNPq-UnB, nas aes afirmativas: Tem como objetivo despertar a vocao cientfica e desenvolver talentos para a pesquisa, mediante a participao de estudantes de ensino mdio em projetos de pesquisa desenvolvidos no mbito da Instituio.

    Edital PIBITI/CNPq-UnB: Tem como objetivo contribuir para o engajamento de docentes e discentes em atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnolgico e inovao.

    2.7 Polticas de Gesto

    As polticas de gesto esto relacionadas ao planejamento institucional aprovado pela Administrao Superior, considerando a sua misso e viso, norteando as tomadas de decises pelos seus gestores para o alcance das metas estabelecidas.

    2.7.1 Gesto de Processos

    Como poltica da UnB voltada para a melhoria dos processos institucionais, foi criada na Universidade a Diretoria de Processos Organizacionais - DPR. Essa Diretoria tem como propsito realizar e disseminar prticas que promovam a melhoria contnua dos processos estratgicos da instituio, fazendo uso de metodologias e ferramentas que permitam o conhecimento e a transparncia dos processos executados, de modo a atender a atual necessidade do servio pblico de implementao de modernas abordagens de gesto.

    Cabe registrar que o Magnfico Reitor firmou compromisso que essa Diretoria vinculada ao Decanato de Planejamento e Oramento DPO, ser o agente de coordenao para todos os trabalhos de processos e tambm acompanhar seus resultados. Contar ainda, com o auxlio de especialistas contratados para dar suporte necessrio a essas atividades, institucionalizando assim, o enfoque administrativo de Gesto por Processos nesta Universidade.

    A gesto por processo poder melhorar substancialmente a eficincia, a eficcia e a efetividade da administrao, reduzindo a burocracia e economizando recursos.

    2.7.2 Gesto de Capacitao de Servidores

    A Universidade de Braslia por meio da Coordenadoria de Capacitao (PROCAP), vinculada Diretoria de Capacitao Desenvolvimento e Educao DECADE/DGP, direciona suas aes de capacitao objetivando desenvolver as competncias fundamentais e gerenciais necessrias para o exerccio de suas atividades ajustando as competncias dos servidores aos objetivos estabelecidos pela Instituio.

    Assim as aes do PROCAP possuem formato de Programas e Cursos, nos quais diferentes aes so realizadas, sempre buscando aprimorar a capacitao, e com consequncia tambm, a possibilidade de progresso para o servidor.

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    37

    2.7.3 Gesto de Compras

    A Diretoria de Compras DCO, vinculada ao Decanato de Administrao DAF, introduziu a Cartilha de Compras e a consequente implementao da Agenda de Compras, onde so definidas datas limites ou cronograma para cumprimento pelas Unidades Acadmicas e Administrativas. Foram nomeados interlocutores para facilitarem a interface entre essa Diretoria e os diversos centros de custos da UnB, objetivando a melhoria na elaborao dos processos de compra, gerando tambm reflexos no prazo total deste processo, de modo que o bem e/ou servio adquiridos fiquem a disposio do centro de custo num prazo mais razovel.

    Alm disso, houve incremento de recursos humanos, com destaque para nomeao de 03 (trs) pregoeiros, na tentativa de maximizao a concluso dos processos de compras nacionais e internacionais.

    Para agilizar o processo de compras nesta Universidade, alm da introduo da cartilha de compras ser adquirido software para a rea administrativa (item 2.7.6).

    2.7.4 Gesto de Planejamento Oramentrio

    A Diretoria de Oramento DOR, vinculada ao Decanato de Planejamento e Oramento DPO, tem como diretrizes aprimorar e fortalecer os mecanismos de acompanhamento da aplicao dos crditos oramentrios pospostos e aprovados no Plano de Desenvolvimento Institucional PDI, em parceria com a Diretoria de Planejamento DPL/DPO. Tambm analisa e formula alternativas objetivando a maximizao da execuo oramentria estabelecida no Oramento Programa Interno OPI. E finalmente, realiza estudos para a programao e reviso das necessidades oramentrias dos diversos centros de custo da UnB, compatibilizando-os com os recursos autorizados na Lei Oramentria Anual LOA.

    2.7.5 Gesto de Infraestrutura

    No exerccio de 2013 foi criada a Diretoria de Gesto de Infraestrutura DGI, vinculada ao DAF, com o objetivando de coordenar as atividades referentes ao planejamento e ao modelo de gesto do Plano de Obras da FUB, visando o melhor acompanhamento e superviso das obras de construo e reformas localizadas nas reas externas e internas da Instituio.

    Trata-se da criao de uma nova diretoria para minimizar as dificuldades e limitaes frente elaborao de diversos projetos de obras novas e reformas, que se acumulavam nas diversas gestes da UnB, comprometendo a execuo oramentria e financeira dos crditos consignados na Lei de Oramento Anual, em funo do baixo nmero de processos licitatrios liberados anualmente.

    2.7.6 Gesto de Tecnologia da Informao (TI)

    Em 2013 foi constitudo o Comit Gestor de Tecnologia da Informao na Universidade de Braslia. Uma das prioridades atribudas ao grupo foi de elaborar um Plano de Desenvolvimento de TI (PDTI) para que a gesto superior, luz das prementes necessidades, pudesse estabelecer diretrizes, metas, investimentos e prazos para encaminhamento e soluo dos problemas atinentes s atividades e rotinas dessa rea.

    Nessa linha, portanto, o Comit constituiu um grupo de trabalho composto por servidores de diversas reas responsvel pela elaborao de uma proposta de Planejamento Estratgico de TI. Os trabalhos ainda esto em desenvolvimento e,

  • PDI Universidade de Braslia 2014-2017

    Campus Universitrio Darcy Ribeiro. Reitoria, Bloco B, 1 andar, CEP: 70910-900, Braslia-DF. Fone: (61)3107-0610 [email protected]

    38

    uma proposta ser encaminhada para deliberao ainda em agosto de 2014. Cabe ressaltar, que esse trabalho est sendo desenvolvido paralelamente ao Planejamento Estratgico Institucional, o qual deve nortear, primordialmente, a conduo das estratgias para o PDTI.

    O CTI (Comit de Tecnologia da Informao) ir decidir ainda em 2014 aquisio de uma soluo tecnolgica para a rea administrativa que contempla os processos de compras, oramento, patrimnio, etc. Isso permitir resolver uma srie de problemas atual