REGULAMENTO MINUANO CRأ‰DITO PRIVADO FUNDO DE REGULAMENTO MINUANO CRأ‰DITO PRIVADO FUNDO DE INVESTIMENTO

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of REGULAMENTO MINUANO CRأ‰DITO PRIVADO FUNDO DE REGULAMENTO MINUANO CRأ‰DITO PRIVADO FUNDO DE...

  • REGULAMENTO MINUANO CRÉDITO PRIVADO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: 14.146.499/0001-54

    1

    CAPÍTULO I – DO FUNDO

    Artigo 1º O MINUANO CRÉDITO PRIVADO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO (“Fundo”), é uma comunhão de recursos constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo indeterminado de duração destinados à aplicação em ativos financeiros. O Fundo será regido pelo presente regulamento (“Regulamento”), pelo Formulário de Informações Complementares e pelas disposições legais e regulamentares que forem aplicáveis em especial pela Instrução CVM nº 555, de 17/12/2014 (“ICVM nº 555/14”) e suas posteriores alterações.

    Parágrafo Único - Recomenda-se para uma total compreensão das características, objetivos e riscos relacionados ao Fundo, a leitura deste Regulamento em conjunto com o Formulário de Informações Complementares e os demais materiais do Fundo, disponíveis nos websites do Administrador (www.gerafuturo.com.br) e da Comissão de Valores Mobiliários – CVM (www.cvm.gov.br).

    CAPÍTULO II - DO PÚBLICO ALVO

    Artigo 2º Fundo possui como público alvo exclusivamente a Fundiágua – Fundação de Previdência Complementar (“Fundiágua”), inscrita no CNPJ/MF sob nº 73.983.876/0001-79 com sede na SCN, Quadra 04, Bloco B, Sala 1104, Centro Empresarial Varig, Asa Norte, Brasília/DF, CEP 70.714-900, investidor profissional seguindo no que lhe for aplicável as disposições da Resolução 3.792/09 do Conselho Monetário Nacional.

    Parágrafo 1° - A posição consolidada dos investimentos realizados por meio de fundos de investimentos e de fundos de investimentos em cotas de fundos de investimentos com as posições das carteiras próprias e carteiras administradas da Entidade para fins de verificação dos limites estabelecidos na Resolução 3.792 não é de responsabilidade do Administrador do Fundo.

    Parágrafo 2° - Em razão do público alvo, o Fundo está dispensado da elaboração da Lâmina de Informações Essenciais.

    CAPÍTULO III - DOS PRESTADORES DE SERVIÇOS DO FUNDO

    Artigo 3º O Fundo é administrado pela GERAÇÃO FUTURO CORRETORA DE VALORES S.A., devidamente autorizada através do Ato Declaratório nº 6.819, de 17 de maio de 2002, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 27.652.684/0001-62, com sede na Cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Praça XV de Novembro, nº 20, -12º andar, Grupo 1201-B, Bairro Centro, CEP 20010-010 (“Administrador”).

    Artigo 4º A gestão dos ativos financeiros do Fundo compete à BRASIL PLURAL GESTÃO DE RECURSOS LTDA., devidamente autorizada pela CVM através do Ato Declaratório nº 10.817, de 15 de janeiro de 2010, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 11.397.672/0002-80, com sede na Cidade e Estado do Rio de Janeiro, na Praia de Botafogo, nº 228, 9º andar, Bairro Botafogo, CEP 22250-906 (“Gestor”).

    Artigo 5º As atividades de custódia dos ativos financeiros são exercidas pelo BANCO BRADESCO S.A., instituição financeira inscrita no CNPJ/MF sob o nº 60.746.948/0001-12, com sede na Cidade de Osasco, Estado de São Paulo, na Cidade de Deus, s/nº, Vila Yara, devidamente autorizado pela CVM a prestar serviços de custódia qualificada conforme Ato Declaratório nº 1.432, 27 de junho 1990. (“Custodiante”).

    Artigo 6° Os demais prestadores de serviços do Fundo estão devidamente qualificados no Formulário de Informações Complementares disponíveis nos websites do Administrador (www.gerafuturo.com.br) e da Comissão de Valores Mobiliários – CVM (www.cvm.gov.br).

    Artigo 7° Os serviços de administração são prestados pelo Fundo em regime de melhores esforços e como obrigação de meio. Dessa forma, o Administrador e o Gestor não garantem qualquer nível de resultado ou desempenho dos investimentos dos cotistas no Fundo. Consequentemente, o Administrador e o Gestor não serão, sob qualquer forma, responsáveis por qualquer erro de julgamento ou por qualquer perda sofrida pelo Fundo, com exceção das hipóteses de comprovada culpa, dolo ou má-fé do Gestor e/ou do Administrador.

    Artigo 8° O Administrador e cada prestador de serviço contratado respondem perante a CVM, na esfera de suas respectivas competências por seus próprios atos e omissões contrários à lei, ao Regulamento do Fundo e às disposições regulamentares aplicáveis.

    http://www.gerafuturo.com.br/ http://www.cvm.gov.br/ http://www.gerafuturo.com.br/

  • REGULAMENTO MINUANO CRÉDITO PRIVADO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: 14.146.499/0001-54

    2

    CAPÍTULO IV - DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO

    Artigo 9º A política de investimento do Fundo consiste em proporcionar aos seus cotistas rentabilidade por meio das oportunidades oferecidas pelos mercados de taxa de juros pós-fixada e prefixadas, índices de preços, moeda estrangeira, com o objetivo de superar o retorno anual equivalente ao IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

    Artigo 10° Para efeito da regulamentação em vigor, o Fundo classifica-se como um fundo de investimentos multimercado, estando sujeito a vários fatores de risco sem o compromisso de concentração em nenhum fato em especial. O Fundo poderá aplicar seus recursos em quaisquer ativos financeiros permitidos pela legislação aplicável devendo observar para tanto os limites previstos neste Regulamento.

    Artigo 11º O Fundo observará os seguintes limites de concentração por emissor e por modalidade de ativos financeiros com base no patrimônio líquido do Fundo do dia útil imediatamente anterior, constantes dos incisos abaixo:

    I - Limites por Emissor:

    Instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. 100%

    Companhias abertas 100%

    Fundos de investimento 100%

    Pessoas físicas 100%

    Outras pessoas jurídicas de direito privado que não seja companhia aberta ou instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

    100%

    União Federal 100%

    II - Limites por Modalidade de Ativo Financeiro:

    (a) GRUPO A:

    Cotas de FI ICVM 555 100%

    Cotas de FIC ICVM 555 100%

    Cotas de Fundos de Índice 100%

    Conjunto dos seguintes

    Ativos Financeiros:

    Cotas de FI Imobiliário

    100%

    Cotas de FIDC

    Cotas de FIC FIDC

    CRI

    Outros Ativos Financeiros (exceto os do Grupo B)

    cotas de FI e/ou FIC em Direitos Creditórios Não Padronizados - FIDC NP

    VEDADO

  • REGULAMENTO MINUANO CRÉDITO PRIVADO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ: 14.146.499/0001-54

    3

    (b) GRUPO B:

    Títulos públicos federais e operações compromissadas 100%

    Ouro adquirido ou alienado em Bolsa de Mercadorias e Futuros VEDADO

    Títulos de emissão ou coobrigação de instituição financeira 100%

    Ações admitidas à negociação em mercado organizado 100%

    Outros valores mobiliários objeto de oferta pública (exceto os do Grupo A) 100%

    III - Outros Limites:

    OUTROS LIMITES MÁXIMO

    Títulos e valores Mobiliários de emissão do Administrador, Gestor ou empresas a eles ligadas. 100%

    Aplicação em cotas de fundos de investimento administrados pelo Administrador, Gestor ou de empresas a eles ligadas.

    100%

    Parágrafo 1º - As aplicações do Fundo em ações de companhias abertas, bônus ou recibos de subscrição, certificados de ações, cotas de fundos de investimento de ações, cotas de fundos de índices de ações e Brazilian Depositary Receipts classificados como nível II e III, nos termos da Instrução CVM 332/00, não estão sujeitas a limites de concentração por emissor.

    Parágrafo 2º - Os limites de concentração por emissor e por modalidade de ativos financeiros de que trata o caput serão reduzidos proporcionalmente ao percentual de aplicações do Fundo em cotas de outros fundos de investimento.

    Parágrafo 3º - Caso a política de investimento dos fundos investidos permita aplicações em ativos financeiros de crédito privado, o Administrador, a fim de mitigar risco de concentração pelo Fundo, considerará, como regra, o percentual máximo de aplicação em tais ativos financeiros na consolidação de seus limites, salvo se o administrador dos fundos investidos disponibilizar diariamente a composição de suas carteiras.

    Artigo 12º O FUNDO PODE APLICAR MAIS DE 50% (CINQUENTA POR CENTO) EM ATIVOS FINANCEIROS DE CRÉDITO PRIVADO. PORTANTO, ESTÁ SUJEITO A RISCO DE PERDA SUBSTANCIAL DE SEU PATRIMÔNIO LÍQUIDO EM CASO DE EVENTOS QUE ACARRETEM O NÃO PAGAMENTO DOS ATIVOS FINANCEIROS INTEGRANTES DE SUA CARTEIRA, INCLUSIVE POR FORÇA DE INTERVENÇÃO, LIQUIDAÇÃO, REGIME DE ADMINISTRAÇÃO TEMPORÁRIA, FALÊNCIA, RECUPERAÇÃO JUDICIAL OU EXTRAJUDICIAL DOS EMISSORES RESPONSÁVEIS PELOS ATIVOS FINANCEIROS DO FUNDO.

    Artigo 13º É VEDADO AO FUNDO APLICAR EM ATIVOS FINANCEIROS NEGOCIADOS NO EXTERIOR.

    Artigo 14º O Fundo pode realizar operações na contraparte da tesouraria do Administrador, Gestor ou de empresas a eles ligadas.

    Artigo 15º Os limites previstos neste Regulamento serão controlados por meio de consolidação das aplicações do Fundo com a dos fundos investidos, exceto nas hipóteses dispensados de consolidação previstas na regulamentação aplicável.

    Artigo 16º O Fundo somente poderá adquirir, além dos ativos de crédito privado mencionados neste Regulamento, outros ativos financeiros de renda fixa emitidos por pessoas jurídicas de direito privado e pessoas f

Recommended

View more >