SNR - Industry - classifica§£o e...  •Rolamentos com uma fileira de esferas : empregar um jogo

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of SNR - Industry - classifica§£o e...  •Rolamentos com uma fileira...

  • Apresentao da SNR Escolha dos rolamentos em funo da aplicao

    Fatores de escolha dos rolamentos: aptides, famlias Gaiolas Estanqueidades Simbolizao

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Simbolizao Durao de vida

    Capacidade de carga dinmica e esttica Durao de vida nominal Durao de vida corrigida Confiabilidade

    Montagem dos rolamentos Jogo radial Ajuste Escolha do lubrificante adequado Avarias mais freqentes

    Utilizao do CD-Rom SNR Durao de vida Exemplos

  • Escolha de rolamentos: Fatores a considerar

    Para um objetivo de durao definida:

    1.- Condies de carga: valor e direo

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    1.- Condies de carga: valor e direo

    2.- Velocidade

    3.- Temperatura

    4.- Tipo de lubrificao

    5.- Desalinhamento

  • Escolha de rolamentos: Fatores a serem considerados

    Choques eventuais

    Vibraes

    Tipo de rotao

    Par de rotao do rolamento

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Preo do rolamento

    Par de rotao do rolamento

    Eventualidade de uma carga esttica

    Nvel de poluio ambiental

    Procedimento de montagem do rolamento em um mecanismo

    Facilidade de manuteno

  • Escolha: Forma da zona de contato

    Esferas

    PRolamento de esferas

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    P

    Ponto de contato terico

    P

    Elipse de contato

  • Rolo

    Escolha: Forma da zona de contato

    Rolamento de rolos

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Rolo

    P / n

    Linha de contato terica

    Retngulo de contato

    Trapzio de contato

  • Escolha: Condies de carga

    CARGAS RADIAIS

    Rolamentos de esferas de contato radial

    Rolamentos mais adequados

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    carga radial = carga perpendicular ao eixo

    setor 180 no mximo

    contato radial

    Rolamentos de rolos cilndricos

    Rolamentos de agulhas

  • Escolha: Condies de carga

    CARGAS AXIAIS

    Rolamentos mais adequados

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    carga axial = carga paralela ao eixo

    Repartidas em 360

    Batentes de esferas

    Batentes de rolos

  • Escolha: Condies de carga

    CARGAS COMBINADAS

    Rolamentos mais adequados

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Repartio varivel no uniforme

    Rolamentos de esferas de contato angular

    Rolamentos de rolos cnicos

  • Escolha: Condies de carga

    Rolamentos adequados

    CARGAS COMBINADASAxiais moderadas

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Rolamentos de rolos esfricos

    Rolamentos de esferas de contato radial

    Repartio varivel no uniforme

  • Escolha: Condies de carga

    CARGAS COMBINADASAxiais fracas

    Possibilidade de utilizao

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Repartio varivel no uniforme

    Rolamentos de rolos cilndricos tipo NJ

    Rolamentos de rolos cilndricos tipo NUP

  • Escolha: Velocidade

    A velocidade de um rolamento limitada por:

    A).- Atrito dos corpos rolantes nas pistas do rolamento. Depende de:

    tipo de contato

    1.- Aquecimento interno:

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    tipo de contato

    estado da superfcie

    lubrificao

    intensidade das cargas e sua direo

    jogo interno de funcionamento

    tipo de proteo

    B).- Tipo de gaiola

  • Escolha: Velocidade

    2.- Resistncia mecnica:

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    A).- A fora centrfuga:

    No desconsidervel na gaiola nem sobre os batentes.

    B).- Pelo nvel de vibrao provocada pela deformao dos anis

    C).- Pelo deslizamento dos corpos rolantes quando a carga fraca

  • Escolha: Velocidade

    Velocidade mxima em condies normais de funcionamento, para o

    Velocidade limite

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Velocidade mxima em condies normais de funcionamento, para o aquecimento interno do rolamento considerado aceitvel.

    OBSERVAO

    A velocidade limite de um rolamento no um valor que deve ser ultrapassado, mas que indica uma ordem de grandeza, uma advertncia para o utilizador do rolamento.

  • Escolha: Velocidade

    Rolamentos de contato radial com 1 fileira de esferas

    Rolamentos autocompensadores de esferas

    N.Dm limite(graxa)

    aumento N.Dm limite(leo)

    +20%

    +20%+20%

    500000

    450000

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Rolamentos de rolos esfricos

    Batentes de esferas

    Rolamentos de rolos cnicos

    Rolamentos de contato angular com 2 fileiras de esferas

    Rolamentos de contato radial com 2 fileiras de esferas

    Rolamentos de contato angular com 1 fileira de esferas

    Rolamentos de rolos cilndricos+20%+40%

    +30%+40%+30%+35%

    +40%

    450000

    400000

    350000

    300000

    250000

    200000

    150000

    N.Dm : fator de velocidade = velocidade de rotao (rpm) x dimetro mdio do rolamento (mm)

  • Escolha: Temperatura

    T < -20 C

    - 20 C < T < 120 C

    120 C < T < 150 C

    T > 200 C

    Baixa Temperatura

    Temperatura Normal

    Alta Temperatura

    Temperatura muito alta

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Alm da zona de temperatura normal:

    -as propriedades do lubrificante se alteram

    -as juntas se deterioram

    -as gaiolas em poliamida se deterioram igualmente.

    Por esta razo, preciso prever a utilizao de graxas, juntas, estanqueidades especiais e por vezes tratamentos trmicos especficos.

    T > 200 C Temperatura muito alta

  • Escolha: Lubrificao

    A lubrificao ser escolhida em funo de 3 fatores precedentes:

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Cargas

    Velocidade

    Temperatura

    ser igualmente levada em conta a poluio ambiental

  • Escolha: Desalinhamento

    Defeito de alinhamento entre o eixo e o alojamento

    Rolamentos adequados

    de 2 a 3

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Defeito de alinhamento entre os suportes

    Rolamentos autocompensadores de

    esferas

    Rolamentos de rolos esfricos

    0,5

  • Escolha: Desalinhamento

    Valores mximos de desalinhamento admissveis sem penalizao da durao de vida para um jogo de funcionamento normal

    Fa/Fr e

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Rolamentos com uma fileira de esferas

    Rolamentos com duas fileiras de esferasRolamentos de rolos cilndricos ou cnicos

    0,17

    0,06

    0,09

    0,06

    Como diminuir a influncia do desalinhamento?

    Rolamentos com uma fileira de esferas: empregar um jogo aumentado (categoria 3).

    Rolamentos de rolos cnicos: fazer um abaloamento da geratriz dos rolos que melhore a repartio das tenses.

    e : obtido do catlogo segundo o tipo de rolamento

  • Escolha de rolamentos: Outros Fatores

    Choques eventuais

    Vibraes

    Tipo de rotao

    Par de atrito interno do rolamento

    Eles definem o tipo de gaiola, graxa, tipo de estanqueidade, mtodo de lubrificao,......

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    Par de atrito interno do rolamento

    Nvel de poluio ambiental

    Eventualidade de uma carga esttica

    Procedimento de montagem do rolamento no mecanismo

    Facilidade de manuteno

    Preo do rolamento

  • Gaiolas: Funes

    Funo principal:

    - Separar os corpos rolantes para manter sua equidistncia, assim como

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    - Separar os corpos rolantes para manter sua equidistncia, assim como

    reduzir o atrito e o aquecimento interno ao mnimo

    Funes complementares:

    - Guiar os corpos rolantes

    - Solidarizar os corpos rolantes com um dos anis para os rolamentos cnicos, cilndricos ou esfricos.

  • Gaiolas: Tipos

    - poliamida 6/6 reforada com fibra de vidro.

    - presente em numerosos tipos de rolamentos

    Gaiola moldada (poliamida)

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    - temperatura mxima: 120C continuamente e at 150 en pointe.

    - no limita a velocidade do rolamento

    - bom comportamento com lubrificao insuficiente

    - excelente comportamento sob vibrao (leveza e elasticidade)

    - excelente comportamento:

    - face s aceleraes e desaceleraes violentas

    - face aos defeitos de alinhamento (eixo e alojamento)

    - gaiola silenciosa

    - principal sufixo SNR: G ... (G14, G15)

  • Gaiolas: Tipos

    - no limita a temperatura de funcionamento

    Gaiola embutida (chapa de ao ou lato)

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    - no limita a temperatura de funcionamento

    - resistncia limitada s vibraes

    - risco de ruptura da gaiola

    - com aceleraes e desaceleraes violentas

    - com defeitos de alinhamento (eixo e alojamento)

    -sufixo principal SNR: A50

    - presente em todos os rolamentos SNR abertos

  • Gaiolas: Tipos

    - permite aumentar a velocidade limite do rolamento

    Gaiola usinada em bronze

    SN

    R -

    Ind

    ust

    ry

    INDUSTRY

    - no limita a temperatura de funcionamento

    - resistncia muito boa fortes vibraes

    - boa resistncia aceleraes e desaceleraes violentas

    - no r